Os cinco sentidos



Baixar 10.76 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho10.76 Kb.

Os Cinco Sentidos Estudo do Meio – 2.ºAno





Plano Diário: “Os cinco sentidos”
Competências a desenvolver (médio/longo prazo):

  • Saber distinguir os diferentes sentidos utilizados diariamente no quotidiano;

  • Saber identificar os órgãos dos sentidos utilizados a partir de estímulos vindos do exterior;


Objectivos e conteúdos de aprendizagem visados:


Estratégia global:

Para iniciarmos esta aula utilizaremos a ajuda de um retroprojector para iniciar o conteúdo. Para isso, apresentaremos um acetato com uma história onde faremos uma pequena abordagem aos conteúdos e, posteriormente é que os alunos explorarão o PowerPoint. Após esta exploração os alunos terão de fazer algumas actividades de treino no site do “Eu Sei!” e, no final, para verificarmos se os alunos aprenderam ou não iremos fazer um pequeno jogo onde os alunos terão de responder a pequenas perguntas e experimentar determinados cheiros, texturas, entre outros.

Pretendemos, deste modo, introduzir o tema com uma história, depois os alunos explorarão e tema e aplicarão o que estão a aprender e, finalmente avaliaremos tanto a aprendizagem do aluno como todo o processo utilizado.
Estratégias específicas:

Inicialmente, contaremos uma pequena história acompanhada de imagens. Para isso mostraremos imagem a imagem e, aos poucos e poucos os alunos irão descobrindo a história. Antes de contarmos a parte da história correspondente a cada imagem os alunos terão de a observar e tirar conclusões pondo hipóteses e verificando-as no final.

Pretendemos com esta história introduzir os conteúdos dos órgãos dos sentidos para que a apresentação em PowerPoint não surja do nada. Para além disso, se queremos que os alunos aprendam não podemos dar-lhes uma apresentação com todas as definições, pois, desse modo, estamos apenas a “ensinar”, isto é, a debitar conhecimentos. Deste modo, queremos então que os alunos descubram o que é cada sentido e o que o caracteriza.

No final desta história, chegaremos à conclusão de que os sentidos são cinco e que cada um tem a sua função específica mas, esta, não será aqui muito trabalhada pois pretendemos que os alunos o façam na apresentação em PowerPoint.

Seguidamente, no que se refere à apresentação em PowerPoint os alunos terão a apresentação à sua frente em computadores dois a dois pois, para além de não haver recursos para trabalho individual, os alunos podem trocar impressões e aprender com elas. Durante esta actividade os alunos terão orientações para procurarem primeiro o que são, afinal, os cinco sentidos e, depois, cada sentido individualmente. Pretendemos deste modo que os alunos percebam o que são os sentidos e quais as suas funções, para que servem.

Após todos os grupos terem explorado devidamente esta apresentação tirando para o seu caderno apontamentos do que descobriram (a verificar por nós) os diferentes grupos irão ligar ao site “Eu Sei!” (hiperligação na apresentação em PowerPoint) e terão de encontrar nele jogos e actividades que estejam relacionados com o que aprenderam. Deste modo, os alunos terão de pesquisar por: os sentidos, os cinco sentidos ou órgãos dos sentidos, que são os nomes possíveis para as actividades para estes conteúdos.

No que se refere a estas actividades sabemos que elas existem porque seremos nós a publica-las. Escolhemos cinco actividades e criámo-las propositadamente para esta aula.

Posteriormente, para verificarmos o que os alunos aprenderam ou, se os alunos aprenderam, faremos uma actividade de grupo onde cada um deles terá de realizar algumas tarefas para construir os cinco sentidos numa pessoa.

Para isto estará no retroprojector um acetato com quatro bonecos iguais, todos eles sem os sentidos. O que os alunos terão de fazer para lhos porem é acertar em algumas tarefas. Por exemplo, começaremos por um dos grupos que lançará um dado, nesse dado calhará um sentido, imaginemos que é o do paladar. Aí, um elemento do grupo, que terá de ter os olhos vendados desde o lançamento do dado pelos outros colegas, terá de provar um gomo de laranja. Enquanto isto, terá de nos dizer qual é o sentido que está a utilizar com maior evidência e adivinhar o que está a provar. Com este tipo de actividades pretendemos avaliar a aprendizagem, ou não, efectuada pelos alunos.

Finalmente, poderemos então avaliar não só as aprendizagens dos alunos como também toda a estratégia utilizada e a sua adequação, ou não, às aprendizagens dos alunos.



Andreia Graça Tiago Barros


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal