Os descendentes de Jacob tornaram-se muito numerosos no Egipto. Chamavam-se a si próprios de



Baixar 3.82 Kb.
Encontro27.07.2016
Tamanho3.82 Kb.
A HISTÓRIA DE MOISÉS

Os descendentes de Jacob tornaram-se muito numerosos no Egipto. Chamavam-se a si próprios de filhos de Israel ou israelitas porque Jacob recebera de Deus o nome de Israel. Os estrangeiros chamavam-lhes hebreus.


Então, houve no Egipto um novo rei (o Faraó) que temendo que os filhos de Israel se tornassem demasiadamente poderosos, oprimiu-os com penosos trabalhos de construção e cultura. Por fim, decretou que se matassem todos os filhos recém-nascidos masculinos, dos hebreus.
Uma mãe israelita teve um filho. Como era muito lindo, escondeu-o durante três meses. Porém, não podendo conservá-lo oculto por mais tempo, tomou um cesto de junco betumado com resina e pez, meteu dentro o menino e expô-lo nuns canaviais à margem do rio. A irmã do menino conservou-se escondida a alguma distância para ver o que acontecia.
Chegou a filha do faraó e, vendo um cesto no meio do canavial, mandou uma criada buscá-lo. Abriu-o e viu o menino chorando. Ficou cheia de pena e disse: "É filho de hebreus". A irmã da criança aproximou-se e disse: "Quereis que vá chamar uma mulher israelita para amamentar esse menino". Ela respondeu: "Vai, sim". A menina foi chamar a própria mãe. Esta levou o menino e o educou. Quando já estava crescido, levou-o à filha do faraó, que o adoptou e disse: "Chamar-se-á Moisés porque o tirei da água".


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal