Paul Bodier e Henri Regnault Gabriel Delanne sua vida, seu apostolado e sua obra Gabriel Delanne (1857 1926)



Baixar 274.46 Kb.
Página1/7
Encontro18.07.2016
Tamanho274.46 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7
www.autoresespiritasclassicos.com


Paul Bodier e Henri Regnault
Gabriel Delanne

sua vida, seu apostolado e sua obra



Gabriel Delanne
(1857 - 1926)




“Nada do que é feito em favor da grande Causa Espírita pode estar perdido.”

Gabriel Delanne



Conteúdo resumido
Léon Denis e Gabriel Delanne foram os dois mais importantes discípulos de Allan Kardec, no trabalho de dar continuidade à divulgação do Espiritismo no mundo.

A vida e a obra de Gabriel Delanne são retratadas de forma compacta nesta obra, por Bodier e Regnault, que tiveram grandes dificuldades em reunir dados biográficos desse grande obreiro espírita, pois sua modéstia o levava a omitir informações sobre sua vida pessoal.

Nesta obra conheceremos um pouco da missão do fiel seguidor, obreiro incansável, divulgador eloqüente e profundo conhecedor da obra de Kardec, já que Delanne foi educado por pais conhecedores e praticantes do Espiritismo e, portanto, os preceitos espíritas faziam parte, naturalmente, de sua vida e de seu pensamento.

Sumário


Prefácio 5

Apresentação da edição


em língua portuguesa 7

Capítulo I

A vida e a ação 9

Capítulo II

A obra 41

Capítulo III

O Espiritismo e os sábios 63

Capítulo IV

O Espiritismo e os escritores, filósofos, etc. 69

Apêndice 73

1

Origem da


União Espírita Francesa 73

2

Discurso sobre Deus



(por Gabriel Delanne) 76

3

Discurso de Léon Denis 81



4

Estatuto da


União Espírita Francesa 83

5

A desencarnação de Gabriel Delanne 86



Fotografias 91



(*) Fonte bibliográfica: Foundation de l’Union Spirite Française. (Compte Rendu – 1883)

Prefácio


Após a morte de Allan Kardec, o Espiritismo que ele havia codificado só teve, como defensores sérios, raros discípulos cujos tímidos esforços foram embaraçados, em muitas circunstâncias, por uma ciência oficial apegada às velhas fórmulas.

Além disso, uma multidão ignorante, presunçosa, não lhes poupou as zombarias que eram atiçadas pelos sofistas religiosos, sempre ocupados em fazer sombra nos cérebros humanos, a fim de melhor dominá-los.

No meio desse caos, surgiram dois homens que, muito simplesmente, sem estardalhaço, sem vã publicidade, empreenderam dar ao Espiritismo desprezado a base moral indispensável para sua difusão.

Esses dois homens foram Léon Denis e Gabriel Delanne. Este último era filho de Alexandre Delanne, que foi amigo de Allan Kardec e um dos seus fervorosos discípulos.

Do ponto de vista científico, o que gênios literários, como Victor Hugo e Victorien Sardou, espíritas kardecistas convictos, não puderam criar, um antigo aluno da Escola Central ia consegui-lo e erguer o monumento duradouro, capaz de proporcionar aos pesquisadores conscienciosos todas as facilidades para prosseguirem nas buscas muitas vezes árduas, sempre delicadas, e obterem resultados realmente positivos com o método experimental tão caro aos cientistas.

Pareceu-nos que seria útil, na hora atual, escrever a biografia desse pesquisador de boa vontade; pareceu-nos necessário pôr em destaque seus magníficos trabalhos que lhe asseguram, no futuro, notoriedade quase igual à de Allan Kardec, de quem foi fiel discípulo e fervoroso admirador.

De fato, tanto quanto Kardec, ele acendeu, para os pesquisadores avisados e prudentes, uma luz que não deve jamais extinguir-se.

Graças a ela, todos poderão, doravante, avançar na estrada luminosa e transmitir a chama sagrada a todos os peregrinos da verdadeira Fé, que prosseguirão, por sua vez, no nobre esforço de seus antecessores para a conquista, cada vez maior, da Verdade, apoiada na Ciência e na Fé, definitivamente aliadas para seu triunfo.

Gabriel Delanne foi um bom obreiro, um hábil semeador desse bom grão que, apesar da aridez do solo, e apesar do que possam objetar os sectários ou os teóricos de uma ciência estreita e rotineira, frutificou e continua a se desenvolver, a crescer soberbamente diante dos olhos maravilhados dos pobres seres humanos, dignos de compreender o segredo da morte desconhecida, para melhor servir à vida, à vida triunfante, eterna e divina.

Embora a morte de Gabriel Delanne seja relativamente recente, temos tido muita dificuldade para reunir documentos sobre sua vida.

Agradecemos, pois, no início de nosso trabalho, a todos os que nos ajudaram, especialmente a sua filha adotiva, Suzanne Delanne, sua cunhada, Sra. Kurer, a Baronesa de Watteville, Sra. Ducel, Sra. Borderieux, o Prof. Charles Richet, Srs. Bouvier, Barrau, Andry-Bourgeois, o Capitão Côte e Jules Gaillard.1

Paul Bodier, Henri Regnault

Apresentação da edição
em língua portuguesa


Gabriel Delanne, sua vida, seu apostolado e sua obra.

O lançamento deste livro é o resultado do esforço de vários companheiros que se preocupam com a divulgação de fatos sobre as pessoas que tanto lutaram pela expansão da Doutrina Espírita. Gabriel Delanne é, sem dúvida, um desses poderosos “recrutadores para o exército do espírito”, no feliz dizer de Pascal Forthuny.2

A tradução deve-se, mais uma vez, ao confrade José Jorge, que, como bom espírita, cedeu gratuitamente os direitos de tradução ao Centro Espírita Léon Denis.

A obra preenche uma lacuna na bibliografia espírita do nosso país, porquanto pouco sabíamos sobre Gabriel Delanne e quase nada era encontrado sobre sua vida apostolar. Tomamos conhecimento da existência da biografia de Delanne no Livro O Espiritismo e as Doutrinas Espiritualistas, de Deolindo Amorim, e após inúmeras pesquisas, fomos encontrá-lo, perdido, em uma biblioteca de Casa Espírita. De posse do único exemplar, e depois de providenciada a sua tradução, dirigimo-nos a Cláudia Bonmartin, que, solícita, atendeu a nosso apelo, enviando-nos as fotos francesas:



  • Entrada do prédio em que está situada a Associação Francesa de Estudos de Fenômenos Psíquicos;

  • Fundos do prédio da Sociedade Francesa de Estudos de Fenômenos Psíquicos;

  • Túmulo da família Delanne, no Cemitério Père Lachaise.

Enviou-nos, ainda, xerox do Compte Rendu, que, juntamente com as fotos, enriquecem bastante o conteúdo deste livro.

Eis a história singela de como foi descoberto, traduzido e entregue ao público o livro Gabriel Delanne – sua vida, seu apostolado e sua obra. Que todos aproveitem de sua leitura.



Altivo Carissimi Pamphiro
  1   2   3   4   5   6   7


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal