Pibid: educaçÃo ambiental na escola



Baixar 11.41 Kb.
Encontro08.08.2016
Tamanho11.41 Kb.




.

Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013.



PIBID: EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA

BEIERSDORFF, Luciani Wienke

TEIXEIRA, Mary Margareth


OSÓRIO , Mara Rejane Veira
lu_wienke@hotmail.com
Evento: 12ª Mostra de Produção Universitária (MPU)

Área do conhecimento: Seminário de Ensino
Palavras-chave: Educação Ambiental, ensino, interdisciplinaridade.
1 INTRODUÇÃO
Este trabalho tem por objetivo compartilhar a experiência vivenciada no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência – Educação Ambiental (EA) da FURG. As atividades acontecem na Escola Estadual de Ensino Médio Lilia Neves e têm como foco a horta orgânica. A partir de estudos sobre a EA (Loureiro, 2012, Carvalho, 2004 e Reigota, 2008, Segura, 2001), estamos construindo com a comunidade escolar uma proposta que tem como objetivo pensar a questão ambiental como um tema interdisciplinar e pautado por princípios socioambientais. Inicialmente trabalhamos com dois vídeos “A Ilha das Flores” e “A História das Coisas” com os alunos participantes das turmas das oitavas séries. E a partir desses vídeos fomentamos discussões sobre o consumo, vida sustentável, liberdade, capitalismo, a vida em sociedade, cidadania, entre outros.

Nesse processo, destacamos as contribuições do PIBID EA no fortalecimento da formação docente, do trabalho docente e na prática escolar. Como sabemos, mesmo sendo legalmente obrigatória a EA nas instituições formadoras, é possível dizer que esse é ainda, um grande desafio a ser enfrentado.



2 MATERIAIS E MÉTODOS (ou PROCEDIMENTO METODOLÓGICO)
Iniciamos o trabalho no PIBID EA realizando um diagnóstico da Escola com a finalidade de conhecer, a estrutura, a comunidade, os projetos, as ações desenvolvidas naquele espaço. Para este trabalho utilizamos observações, questionários, saídas de campo, entrevistas e fotografias. Com os dados coletados e analisados, discutimos, pensamos e construímos um projeto de EA.

A horta orgânica pareceu-nos um bom instrumento pedagógico para começar a fluir o tema ambiental nesta escola. Pensamos que a partir da horta é possível desenvolver uma gama de atividades associadas as diferentes disciplinas e seus conteúdos programáticos. Assim, estão em andamento oficina temáticas que se desenvolvem em constante dialogo com o corpo docente e gestores da escola.




3 RESULTADOS e DISCUSSÃO
Esta é uma experiência inicial e os resultados ainda são poucos. Podemos dizer que um resultado importante foi possibilidade de entrar em contato com o tema EA, seus objetivos, princípios, variadas concepções e, principalmente, reconhecer a sua importância para a formação e trabalho docente. Na escola, em conjunto com a professora supervisora, estamos conseguindo chamar a atenção para a temática e constituindo um espaço educativo com as contribuições da EA.

4 CONSIDERAÇÕES FINAIS
O PIBID EA é um grande desafio, pois trata de uma temática que ainda não conseguiu muita atenção e importância no campo da educação escolarizada. Quando chegamos à escola precisamos construir um espaço, seduzir a comunidade e muita dedicação. Contudo, essa experiência de iniciação à docência fortalece e complementa nossos saberes sobre a escola, sobre a EA e sobre o trabalho docente.

Assim, o projeto do Pibid EA se justifica na produção multidisciplinar, ecológica e sustentável, referente às ações educativas complementares à sala de aula, fomentando atividades culturais, artísticas e ambientais. Possibilita à práxis, o intercâmbio cultural e vivências cooperativas flexíveis, permitindo que as pessoas envolvidas se tornem ativas, proporcionando um ambiente viável para a troca de conhecimentos, aberto às variadas relações dos participantes das atividades entre si e com o meio.



REFERÊNCIAS
CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez, 2004.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo. Sustentabilidade e educação: um olhar da ecologia política. São Paulo: Cortez, 2012.

PPP- Escola Estadual de Ensino Médio Lilia Neves- 2011 e (2012 em construção).

REIGOTA, Marcos Antonio dos Santos. A educação ambiental frente ao esfacelamento da cidadania no governo Lula (2002-2006). In M. A. T. Ribeiro, J. Bernardes & C. Lang (Eds.), A produção na diversidade: Compromissos éticos e políticos em Psicologia (PP. 1-272). São Paulo - SP: Casa do Psicólogo, 2006.



SEGURA, Denise de Souza Baena. Educação Ambiental na escola pública: da curiosidade ingênua a consciência critica. São Paulo: Annablume: Fapesp, 2001.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal