PontuaçÃO – Vírgula – Parte 1 1 Para separar elementos que se apresentam em sequência, em enumeração



Baixar 19.16 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho19.16 Kb.
Nome: __________________________________________________

Data: ___________________ Professor: ______________________


Objetivos: Apresentar e treinar alguns casos de emprego obrigatório da vírgula.


PONTUAÇÃO – Vírgula – Parte 1


1) Para separar elementos que se apresentam em sequência, em enumeração.





  • Eles tocam piano violão flauta bateria e guitarra.

  • Ensaiam às quartas quintas sextas e sábados.



2) Para separar fatos ou acontecimentos (orações) que se apresentam em sequência.



  • Eles escolhem as músicas fazem novos arranjos ensaiam e se apresentam em teatros do bairro.

  • Todos os componentes do grupo estudam pela manhã fazem as tarefas da escola à tarde praticam alguma atividade física e ensaiam um pouquinho à noite.



3) Em expressões esclarecedoras ou retificadoras: isto é, ou seja, aliás, ou melhor, por exemplo.



  • Eles estão se preparando para o futuro ou seja para serem músicos profissionais.

  • A falta de um dos músicos compromete a banda isto é cada instrumento tem um papel fundamental.



4) Em expressões adverbiais (palavras que indicam lugar, tempo, modo) quando em posição invertida (no início ou no meio da frase).
Obs.: Quando aparecem no final da frase, não se usa a vírgula.




  • O grupo faz ensaios longos frequentemente.

  • Frequentemente o grupo faz ensaios longos.

  • O grupo frequentemente faz ensaios longos.

  • Todos eles costumam se reunir na garagem da casa do Carlos.

  • Na garagem da casa do Carlos todos eles costumam se reunir.

  • Todos eles na garagem da casa do Carlos costumam se reunir.





5) Para separar uma explicação (aposto), um termo intercalado ou ainda uma oração intercalada.



  • A mãe do Carlos pessoa calma e gentil não se importa com o barulho.

  • A moça mesmo temerosa da reação da plateia começou a cantar a sua música.

  • A dupla apesar de ser confundida com Sandy e Júnior decidiu apresentar o show.

  • O público como era de se esperar percebeu logo o engano.


6) Para separar o vocativo (uma palavra ou conjunto de palavras usadas para chamar alguém).



  • Sandy canta pra gente!

  • Canta pra gente Sandy!

  • Canta logo pra gente Sandy que o preço do ingresso foi alto!



Virgule, quando necessário, de acordo com as regras estudadas:


1- Meu amigo ouça uma música bem suave antes de dormir.


2- Como você consegue Rodrigo ouvir música tão alto?
3- Esta música eu dedico a vocês crianças!
4- A música uma das artes mais antigas do mundo é apreciada por todas as pessoas.
5- É impossível imaginar as festas da colheita os casamentos os aniversários as cerimônias religiosas sem música.
6- O violão o violino o violoncelo a harpa e a guitarra são exemplos de instrumentos musicais de corda.
7- Toda música fala aos corações. Algumas delas nos acalmam emocionam agitam animam tornam-nos felizes ou tristes.

8- A música possui uma “linguagem universal” ou seja ela pode ser compreendida e admirada por povos de culturas e idiomas diferentes.


9- Já havia música na Pré-História. Os arqueólogos encontraram pedaços de ossos meio esquisitos em algumas escavações. Eles acreditam que podem ser os primeiros instrumentos musicais da humanidade.
10- Na Pré-História já havia música. Em algumas escavações os arqueólogos encontraram pedaços de ossos meio esquisitos. Eles acreditam que podem ser os primeiros instrumentos musicais da humanidade.
11- É bem provável que na Pré-História já houvesse música. Os arqueólogos encontraram em algumas escavações pedaços de ossos meio esquisitos. Eles acreditam que podem ser os primeiros instrumentos musicais da humanidade.
12- A música enquanto melodia sempre comunica algo.
13- O homem na medida do possível utiliza materiais diversos para a produção de sons musicais.
14- A “musicoterapia” segundo nos informam os especialistas pode nos proporcionar grande ajuda.
15- Os estudiosos embora não possam precisar o seu aparecimento afirmam que a música é da Pré-História.







©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal