Português Superior



Baixar 77.33 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho77.33 Kb.

Português - Superior



TEXTO 1

Achar que a educação é o único e o melhor caminho para a mobilidade social é uma coisa tão óbvia que dá para desconfiar. Trata-se de unanimidade. Acreditar que a educação é a única alternativa para o conhecimento é desperdício. Todos admitem saber disso. Se a premissa é verdadeira, por que no Brasil essa questão nunca foi resolvida?

Os resultados apontam que a educação pela educação não tem sido o melhor caminho para a salvação. Principalmente, quando se trata da população de baixa renda. É claro que estamos tratando de educação como política de inclusão social, e não de exclusão, tal como a vigente no país.

A realidade tem mostrado que qualquer solução que coloque a educação como um programa-mãe de um sistema de políticas sociais transformadoras deve empacar nas deploráveis condições de vida em que se encontram as grandes massas, vítimas do desemprego, da miséria e da violência.

As estatísticas oficiais do governo e de organismos internacionais, como a ONU e o Banco Mundial, mostram que o nível de pobreza no mundo e, particularmente no Brasil, tem piorado; e, o que se vê a olho nu comprova que a mobilidade social inexiste. As favelas continuam a crescer para cima e para os lados. […]

Independentemente dos discursos oficiais, para que haja, efetivamente, inclusão social, qualquer programa estruturador tem que levar em conta, acima de tudo, as atuais condições socioeconômicas da população. […] Qualquer política pública de restauração da dignidade humana, que tenha a educação como vetor de mobilidade social, esbarrará na iníqua e perversa distribuição de renda; na ausência de um programa de habitação e saneamento básico que crie moradias seguras, higiênicas e com espaço para se viver com o mínimo de dignidade; e, nas precárias condições físico-biológicas para a aprendizagem, considerando os graus de insuficência alimentar da população. E que não se venha com exemplos de outros países, pois a realidade de contexto de cada caso é deveras diferente. […]

Assim, para que os programas sociais determinantes da mobilidade social germinem, além das pré-condições de estrutura e funcionamento com qualidade, faz-se imprescindível que o povo tenha as condições sociais básicas para assimilar seu conteúdo. Caso contrário, […] continuamos a ter programas educacionais que legitimam a exclusão, e cujos resultados para a sociedade continuarão sendo a mobilidade social zero.

Carlos Alberto Fernandes.

In: Continente Multicultural, n° 31, julho/2003, p.7. Adaptado.

1.O texto 1 tem, prioritariamente, a função de:

A)informar os leitores dos fatos mais recentes sobre os programas educacionais no país.

B)explicar, pela análise minuciosa de dados objetivos, as causas da exclusão social no Brasil.

C)comentar criticamente as políticas educacionais adotadas no Brasil.

D)instruir os políticos brasileiros, apontando soluções para que a educação propicie a inclusão social.

E)propagar os novos programas sociais que promovem a mobilidade social.

2.No trecho: "Achar que a educação é o único e o melhor caminho para a mobilidade social é uma coisa tão óbvia que dá para desconfiar" há uma relação semântica de:

A)finalidade.

B)conseqüência.

C)comparação.

D)concessão.

E)condição.

3.De acordo com o texto 1, nossos programas educacionais não promovem a mobilidade social, porque:

1)não têm seguido uma política de inclusão social.

2)não têm levado em conta as condições socioeconômicas em que vive a população de baixa renda.

3)as grandes massas, sendo vítimas do desemprego, da miséria e da violência, não se interessam por eles.

4)têm adotado exclusivamente as políticas educacionais de outros países, cuja realidade é bastante diferente.


Estão corretas:

A)1, 2, 3 e 4.

B)1 e 2, apenas.

C)2 e 3, apenas.

D)3 e 4, apenas.

E)1, 2 e 4, apenas.

4.Sobre o vocabulário utilizado no texto 1, analise as afirmações abaixo.

1)"Trata-se de unanimidade" (1°§) é semanticamente equivalente a "Trata-se de um consenso".

2)"… para que haja, efetivamente, inclusão social" (5°§) equivale a "… para que haja, com efeito, inclusão social".

3)"para que os programas sociais determinantes da mobilidade social germinem" (6°§) é semanticamente equivalente a "para que os programas sociais determinantes da mobilidade social proliferem".

Está(ão) correta(s):

A)1, apenas.

B)2, apenas.

C)3, apenas.

D)1 e 2, apenas.

E)1, 2 e 3.


TEXTO 2





Sonhei que

estava na

cadeia.

Depois vi

que era a

escola.

Não gosto da escola com muro alto e grade nas janelas. Também está toda rabiscada!
É feia e triste!


...vou ser

prisioneiro?


Procure se acostumar.
O que você aprende na


escola vai ser muito
importante na sua vida,


quando crescer.

5.O texto 2 pode ser usado para ilustrar o seguinte argumento do texto 1:

A)não há outra alternativa para o conhecimento, senão a educação.

B)estatísticas apontam que o nível de pobreza no mundo tem piorado.

C)pode-se ver a olho nu que as favelas continuam a crescer para cima e para os lados.

D)os programas educacionais precisam considerar as condições físico-biológicas para a aprendizagem.

E)os programas sociais determinantes da mobilidade social não têm tido as pré-condições de estrutura e funcionamento com qualidade.


Legislação-Superior


6.De acordo com a Lei no 8.112/90, assinale a alternativa correta.

A)A responsabilidade administrativa do servidor será afastada no caso de absolvição criminal que negue a existência do fato ou sua autoria.

B)As sanções civis, penais e administrativas não poderão cumular-se.

C)A pena de suspensão não pode exceder de


30 dias.

D)Configura abandono de cargo a ausência intencional do servidor ao serviço por mais de


60 dias consecutivos.

E)Em caso de inassiduidade habitual, aplica-se a pena de suspensão.

7.De acordo com a Lei no 9.784/99 (regula o processo administrativo), assinale a alternativa correta.

A)São legitimados como interessados no processo administrativo aqueles que, sem terem iniciado o processo, têm direitos e interesses que possam ser afetados pela decisão a ser adotada.

B)A decisão de recursos administrativos pode ser objeto de delegação.

C)Não é impedido de atuar em processo administrativo o servidor que tenha interesse indireto na matéria.

D)Salvo autorização legal, o reconhecimento de firma será sempre exigido.

E)O desatendimento de intimação importará o reconhecimento da verdade dos fatos pelo administrado.

8.De acordo com a Lei no 9.784/99 (regula o processo administrativo), assinale a alternativa correta.

A)Os atos administrativos deverão ser sempre motivados.

B)A Administração deve anular seus próprios atos por motivo de conveniência ou oportunidade.

C)Das decisões administrativas cabe recurso apenas por razão de legalidade.

D)O não conhecimento de recurso não impede a Administração de rever de ofício o ato ilegal, desde que não ocorrida preclusão administrativa.

E)Da revisão do processo poderá resultar agravamento da sanção.

9.De acordo com a Constituição Federal de 1988, assinale a alternativa correta.

A)O civilmente identificado será submetido a identificação criminal, salvo nas hipóteses previstas em lei.

B)Qualquer pessoa é parte legítima para propor ação popular.

C)Nenhum brasileiro, nato ou naturalizado, será extraditado.

D)São inadmissíveis no processo as provas obtidas por meios ilícitos.

E)Não cabe indenização por erro judiciário.

10.De acordo com a Lei no 8.112/90, é incorreto afirmar que:

A)readaptação é a investidura do servidor em cargo de atribuições e responsabilidades compatíveis com a limitação que tenha sofrido em sua capacidade física ou mental, verificada em inspeção médica.

B)hipótese legal de reversão é o retorno à atividade do servidor aposentado por invalidez, quando junta médica oficial declarar insubsistentes os motivos da aposentadoria.

C)a reintegração é a reinvestidura do servidor estável no cargo anteriormente ocupado, quando invalidada sua demissão por decisão administrativa ou judicial.

D)a recondução é o retorno do servidor estável ao cargo anteriormente ocupado, decorrente de inabilitação em estágio probatório relativo a outro cargo ou reintegração do anterior ocupante.

E)remoção é o deslocamento de cargo de provimento efetivo, ocupado ou vago no âmbito de quadro geral de pessoal, para outro órgão ou entidade do mesmo Poder.



Médico / Eletrocardiofisiologia


11.Na síndrome de QT longo, o tratamento menos eficaz é:

A)Propranolol.

B)Fenitoína.

C)Mexiletine.

D)Sotalol.

E)Simpatectomia cervicotorácica.

12.Os potenciais tardios fornecem informação prognóstica sobre mortalidade em pacientes com:

A)taquicardia ventricular não-sustentada.

B)taquicardia ventricular sustentada.

C)síncope de origem inexplicada.

D)infarto do miocárdio recente.

E)síndrome do QT longo.

13.Na síndrome de Wolff-Parkinson-White, a morte súbita é a complicação mais temida. Assim, qual a conduta mais apropriada no paciente assintomático?

A)Estudo eletrofisiológico.

B)Nenhuma terapia.

C)Ablação por cateter em pacientes com intervalos curtos entre batimentos pré-excitados.

D)Amiodarona.

E)Propranolol.

14.A presença de ondas T simétricas, invertidas, nas derivações II, III e AVF, após ablação bem-sucedida de via anômala aparente de parede livre direita, é indicativa de:

A)memória cardíaca.

B)espasmo de artéria coronária direita.

C)hipocalemia.

D)pericardite.

E)ablação incompleta da via anômala.

15.A digoxina está relacionada com o pós-potencial tardio por:

A)ter ação vagolítica.

B)causar bradicardia.

C)induzir saída transitória de potássio.

D)ligar-se às proteínas G.

E)aumentar concentração intracelular de sódio.

16.Cada uma das descrições abaixo refere-se a pacientes com história de taquicardia ou fibrilação ventricular (TV/FV). Qual das seguintes condições clínicas está associada à menor probabilidade de indução de TV sustentada ou FV no estudo eletrofisiológico?

A)TV não-sustentada e cardiopatia isquêmica.

B)TV sustentada monomórfica e cardiopatia isquêmica.

C)Sobrevivente de parada cardíaca sem cardiopatia.

D)TV sustentada monomórfica e cardiomiopatia.

E)Sobrevivente de parada cardíaca e síndrome do QT longo.

17.A amiodarona é um antiarrítmico de grande eficácia, entretanto tem muitos efeitos colaterais. Dentre eles, qual o que menos requer descontinuação da droga?

A)Hepatite droga-induzida.

B)Hipertireoidismo.

C)Hipotireoidismo.

D)Fibrose pulmonar.

E)Toxicidade neuromuscular.

18.Paciente de 70 anos, masculino, apresenta-se com história de síncope recorrente. O ECG de 12 derivações mostra BRD + desvio do eixo elétrico para a esquerda e infarto ântero-septal antigo. Intervalo PR de 180ms. Acinesia apical e fração de ejeção de 40% são mostrados pelo ECO. O Holter de 24 horas revela extra-sístoles ventriculares (ESV) freqüentes, raras, pareadas, raros episódios de taquicardia ventricular (com 3 a 4 batimentos). O teste de stress com tálio mostrou defeito ântero-septal fixo. Não houve arritmias durante esse teste. Qual a melhor conduta a ser tomada?

A)Cinecoronariografia.

B)Terapia antiarrítmica.

C)ECGAR.


D)Estudo eletrofisiológico.

E)Implante de marcapasso cardíaco definitivo.

19.Qual a droga que não bloqueia os canais de potássio?

A)Propafenona.

B)Amiodarona.

C)Sotalol.

D)Quinidina.

E)Bretilium.

20.A adenosina é uma droga de ação rápida, com meia-vida muito curta. Ela pode terminar muitas arritmias, EXCETO:

A)taquicardia átrio-ventricular reentrante.

B)taquicardia antidrômica.

C)Flutter atrial.

D)taquicardia atrial.

E)taquicardia por reentrada nodal.

21.A arritmia mais observada no seguimento de longo termo de pacientes submetidos à correção cirúrgica de tetralogia de Fallot é:

A)fibrilação atrial.

B)taquicardia ventricular.

C)taquicardia atrial.

D)taquicardia juncional.

E)bradicardia sinusal.

22.Um paciente com Síndrome de Wolff-Parkinson-White (WPW) apresenta-se com arritmias sintomáticas. Das seguintes características da via anômala, detectadas no estudo eletrofisiológico, quais podem ser consideradas de alto risco?

A)Ausência de pré-excitação anterógrada; período refratário retrógrado de 220ms.

B)Ausência de pré-excitação anterógrada; período refratário retrógrado de 340ms.

C)Período refratário anterógrado de 340ms; período refratário retrógrado de 220ms.

D)Período refratário anterógrado de 260ms; ausência de condução retrógrada.

E)Período refratário anterógrado de 220ms; período refratário retrógrado de 300ms.

23.Paciente de 45 anos, do sexo feminino, com fibrilação atrial sintomática, recorrente, fazia uso de quinidina, que levou a um episódio de Torsade de Pointes. Que droga é a mais apropriada para controlar a fibrilação atrial, sem prolongar o QT?


  1. Propafenona.

  2. Sotalol.

  3. Amiodarona.

  4. Mexiletine.

  5. Procainamide.

24.A droga que causa pouca ou nenhuma redução da freqüência sinusal na doença do nó sinusal é:

A)Digoxina.

B)Propafenona.

C)Sotalol.

D)Amiodarona.

E)Diltiazem.

25.Paciente de 40 anos deu entrada na emergência com hipotensão e ECGs mostrando fibrilação atrial pré-excitada, que degenerou para fibrilação ventricular. Foi cardiovertido eletricamente. Não havia história prévia de cardiopatia. O ECO mostrou fração de ejeção de 50% e a coronariografia mostrou coronárias normais. Qual o melhor tratamento para este paciente?

A)Implante de marcapasso cardíaco definitivo.

B)Implante de cardioversor-desfibrilador.

C)Ablação por radiofreqüência.

D)Betabloqueadores.

E)Amiodarona.

26.Que droga não é utilizada no tratamento da síncope vasovagal?

A)Enalapril.

B)Midrodina.

C)Disopiramida.

D)Metoprolol.

E)Sertralina.

27.Sobre fibrilação ventricular, assinale a alternativa correta.

A)Lidocaína é recomendada para a profilaxia de fibrilação ventricular na maioria dos pacientes, após infarto do miocárdio.

B)Fibrilação ventricular tardia está relacionada ao infarto em si e não requer nenhuma avaliação especial.

C)Administração de betabloqueadores na fase aguda do infarto do miocárdio reduz a incidência de fibrilação ventricular.

D)Fibrilação ventricular dentro das primeiras 24 horas após o infarto do miocárdio está associada à redução de sobrevida a longo termo.

E)Fibrilação ventricular secundária (mais de 48 horas após o infarto do miocárdio) aumenta a mortalidade hospitalar, mas não a mortalidade a longo termo.

28.Mulher de 51 anos apresenta fibrilação atrial paroxística, com coração normal, sem outras patologias. Apesar do tratamento com betabloqueadores, continua com recorrência da arritmia. Qual a melhor droga a ser adicionada ao tratamento, neste momento?

A)Propafenona.

B)Flecainida e warfarin.

C)Amiodarona.

D)Warfarin.

E)Amiodarona e warfarin.

29.Os trials clínicos recentes têm demonstrado que a terapia com cardioversor-desfibrilador é efetiva no prolongamento da sobrevida em pacientes com:

A)cardiomiopatia dilatada e TV não-sustentada.

B)TV recorrente hemodinamicamente estável.

C)TV associada com síncope.

D)FV primária na vigência de infarto agudo do miocárdio.

E)Cardiomiopatia isquêmica e TV não-sustentada sem arritmias ventriculares sustentadas induzidas no estudo eletrofisiológico.

30.Em relação à atividade por pós-potencial (deflagrada), assinale a alternativa incorreta.

A)‘Atividade deflagrada’ (ou ‘por pós-potencial’) é um termo descritivo usado para os ritmos automáticos.

B)A iniciação do impulso que é dependente do pós-potencial precoce ou tardio é chamado de ‘atividade deflagrada’.

C)Pós-potencial tardio ocorre após a repolarização do potencial de ação.

D)Arritmias ventriculares causadas pela intoxicação digitálica são um exemplo de atividade deflagrada iniciada por pós-potencial tardio.

E)As arritmias causadas por atividade deflagrada devem ter no mínimo um potencial de ação precedendo o início das arritmias.

31.Em relação à adenosina, assinale a alternativa incorreta.

A)Interrompe a taquicardia por reentrada nodal, na maioria das vezes.

B)É eficaz na fibrilação atrial, revertendo-a para ritmo sinusal, na maioria das vezes.

C)Atua na taquicardia átrio-ventricular reentrante, terminando-a na maioria dos casos.

D)Freqüentemente, ectopias atriais e ventriculares são observados em associação com a sua administração.

E)Interage com receptores A1 ou miócitos, ativando canais de potássio de modo similar à acetilcolina.

32.O ECG de alta resolução tem a maior probabilidade de ser anormal em paciente:

A)com tilt test positivo.

B)com teste de esforço positivo.

C)com história de síncope e síndrome do QT longo.

D)que foi cardiovertido eletricamente de taquicardia sustentada, de complexo QRS largo, e história de infarto do miocárdio 04 meses atrás.

E)com infarto do miocárdio há 24 horas que desenvolve taquicardia ventricular polimórfica.

33.A fibrilação atrial (FA) pode ocorrer em até 30% dos casos pós-toracotomia. Qual dos seguintes tratamentos profiláticos pode reduzir a incidência de FA pós-operatória?

A)Enalapril.

B)Propranolol.

C)Procainamida.

D)Verapamil.

E)Digoxina.

34.Homem de 48 anos foi admitido para elucidação de taquicardia de QRS largo. Quais dos seguintes parâmetros não ajudaria a fazer o diagnóstico de taquicardia ventricular durante a taquicardia?

A)Dissociação das ondas P e complexos QRS.

B)Concordância positiva dos complexos QRS nas derivações V1 a V6.

C)Condução ventrículo-atrial 2:1.

D)Intervalo de 70ms ou mais do início do QRS ao nadir negativo.

E)Onda R inicial em V1 de 30ms ou mais.

35.Homem de 45 anos que é ressuscitado de morte súbita se beneficiaria de um estudo eletrofisiológico em que situação?

A)Síndrome do QT longo.

B)Estenose aórtica severa.

C)Monitorização cardíaca após ressuscitação mostra 04 e 05 batimentos de TV polimórfica.

D)Onda Q de infarto agudo é detectada em ECG pós- ressuscitação.

E)Onda Q de infarto do miocárdio prévio, 08 meses atrás.

36.Paciente hipertenso apresenta-se com história de fibrilação atrial sintomática há cinco dias, com resposta ventricular em média de 125bpm. Qual é a melhor conduta para reverter para ritmo sinusal?

A)Heparina IV e ibutilide IV imediatamente.

B)Warfarin e droga para controle da freqüência cardíaca por 03 semanas seguida de cardioversao elétrica.

C)Heparina IV seguida de quinidina oral após 02 dias.

D)Cardioversão elétrica imediata, se o ECO bidimensional não mostrar nenhuma evidência de trombo atrial.

E)Heparina IV e ablação por cateter do átrio-ventricular.

37.Homem de 54 anos, previamente sadio, teve um episódio de síncope quando estava sentado à mesa de jantar. Bateu com a cabeça na mesa, sem aviso prévio, e recuperou consciência 1,5 minutos após, dizendo nada estar sentindo. Exame físico: TA: 110/80 FC: 80bpm. Ictus de VE, 2ª bulha única, sopro sistólico de ejeção, III/IV, na base, aumentando na mesosístole e irradiando para as carótidas. Restante do exame físico normal. ECG: BRD + BDAS. PR: 240ms. Qual a explicação mais provável para a síncope?

A)Estenose aórtica.

B)Síncope vasodepressora, neuromediada.

C)Síncope cardioinibitoria, neuromediada.

D)Mobitz tipo II.

E)Síncope pós-prandial do idoso.

38.Paciente asmático de 33 anos é admitido com taquicardia supraventricular com freqüência de 225bpm. O ritmo é irregular e a maioria dos complexos QRS são largos. TA: 100x60mmHg. Queixa-se de dor torácica e fadiga intensa. Não tem história de arritmia prévia, mas sua mãe tem a síndrome de Wolff-Parkinson-White. Ele faz uso de grandes doses de teofilina, para reduzir os ataques asmáticos. No exame, estava sibilando. Qual das seguintes opções terapêuticas é a mais apropriada?

A)Digoxina, 0,50mg IV.

B)Propranolol.

C)Adenosina, 6mg, IV em bolus.

D)Procainamida, 10mg/Kg IV, 20mg/min.

E)Verapamil IV.

39.Em relação ao ECGAR, assinale a alternativa correta.

A)Interpretação do traçado pode ser invalidado pela terapia com propranolol.

B)A duração do QRS no ECG convencional deve ser no mínimo de 137ms.

C)Não há correlação entre a presença de potenciais tardios e inducibilidade de taquicardia ventricular sustentada no estudo eletrofisiológico.

D)O sinal terminal de baixa voltagem pode ser abolido com quinidina.

E)O sinal entre 150 e 190ms representa um potencial tardio significante.

40.Homem de 70 anos, com cardiopatia isquêmica e taquicardia ventricular induzida, hemodinamicamente instável, que não responde a marcapasso antitaquicardia, foi submetido a implante de cardioversor-desfibrilador. Logo após implante, vários episódios de TV espontânea foram detectados, levando a múltiplos choques. A administração de drogas antiarrítmicas pode alterar os seguintes parâmetros, EXCETO:

A)limiar de desfibrilação.

B)impedância do eletrodo.

C)limiar de estimulação.

D)excitabilidade pós-choque.

E)freqüência da taquicardia ventricular.

41.Homem de 25 anos é admitido na emergência com história de coração acelerado por muitos anos. Recentemente, quase desmaiou durante um dos episódios. Entretanto, hoje, perdeu a consciência durante jogo de futebol. Na admissão, a TA era de 90x40mmHg. O ECG na chegada mostrava FA com FV elevada e sinais de pré-excitação. O ECG pós-cardioversão mostrou ritmo sinusal com pré-excitação ventricular. Qual das seguintes opções é a recomendada, após a cardioversão?

A)Digital.

B)Verapamil.

C)Ablação.

D)Betabloqueadores.

E)Procainamida.

42.Paciente de 34 anos, masculino, é referido para tratamento de taquicardia de QRS estreito, sugestivo de taquicardia fascicular do ventrículo esquerdo (taquicardia idiopática). Sobre este caso, assinale a alternativa correta.

A)Procainamida IV provavelmente terminaria a taquicardia.

B)Verapamil provavelmente terminaria a taquicardia.

C)Betabloqueadores IV provavelmente terminariam a taquicardia.

D)O cardioversor-desfibrilador é conduta adequada.

E)A ablação não é eficaz nestas arritmias.

43.A indicação classe I para implante de cardioversor-desfibrilador é:

A)homem, 43 anos, cardiomiopatia dilatada, com fração de ejeção 45%, e 08 a 10 batimentos de taquicardia ventricular polimórfica.

B)mulher, 27 anos, com extra-sistolia ventricular e intervalo QTc de 540ms, assintomática, cujo primo de 1º grau morreu aos 28 anos de parada cardíaca.

C)paciente com 50 anos, pós-infarto do miocárdio, fração de ejeção de 27%, com taquicardia ventricular não-sustentada. O estudo eletrofisiológico induziu taquicardia sustentada, antes e após infusão de procainamida.

D)homem, 52 anos, branco, dor precordial súbita, colapso hemodinâmico e fibrilação ventricular revertida eletricamente. ECG e enzimas compatíveis com infarto agudo não-Q.

E)mulher, 40 anos, com cardiomiopatia hipertrófica, com gradiente VE-AO de 60mmHg e ESV raras.

44.Mulher de 48 anos, com história de febre reumática na infância, é admitida na emergência com ECG mostrando flutter atrial 2:1, com queixas de tonturas, sudorese e dor precordial. Qual é a conduta mais apropriada, no momento?

A)Cardioversão elétrica.

B)Marcapasso atrial.

C)Ablação.

D)Quinidina.

E)Adenosina.

45.Qual a indicação classe I para implante de marcapasso definitivo?

A)Paciente assintomático com intervalo PR 0,30ms, BRD + BDAS.

B)Adolescente do sexo feminino, 13 anos, assintomática, com bloqueio átrio-ventricular congênito com ritmo funcional de escape em repouso de 45bpm.

C)Síncopes recorrentes de origem indeterminada com bloqueio do ramo esquerdo.

D)Homem, 65 anos, freqüência cardíaca em repouso de 56bpm, dispnéia e fadiga aos 06 minutos no protocolo de Bruce, alcançando freqüência cardíaca máxima de 80bpm.

E)Bloqueio AV do 2o grau tipo I, assintomático.

46.Em um paciente com função renal deprimida, que combinações de antiarrítmicos necessitam de redução na dose?

A)Lidocaína e ibutilide.

B)Disopiramida e sotalol.

C)Propranolol e propafenona.

D)Mexiletine e amiodarona.

E)Amiodarona e lidocaína.

47.Homem, 70 anos, é admitido com história de três episódios de síncope nos últimos 07 meses. Os episódios são de perda súbita da consciência, desenvolvendo convulsões generalizadas, que resolvem em 15 segundos, seguido de recuperação da consciência e estado de alerta. EEG e exame neurológico normais. ECG mostra bloqueio de ramo direito, e o estudo eletrofisiológico revelou bloqueio infra-hissiano. Qual a conduta apropriada para este paciente?

A)Ablação do foco ectópico.

B)Medicação antiepiléptica.

C)Corticóide e meias de média compressão.

D)Implante de marcapasso cardíaco definitivo.

E)Teofilina oral.

48.Potenciais tardios significam a presença de:

A)isquemia subendocárdica.

B)pós-potenciais precoces.

C)pós-potenciais tardios.

D)eletrogramas endocárdicos fragmentados.

E)prolongamento da duração do potencial de ação.

49.Um jovem de 26 anos com história de síncopes recorrentes há 09 anos é admitido para elucidação diagnóstica. Os episódios ocorrem duas vezes por ano, precedidos de náuseas e sudorese intensa, antes de perder a consciência. Nega palpitações. Exame físico normal, assim como o ECG. Qual dos seguintes exames é o mais apropriado para esclarecer o diagnóstico?

A)Tilt test.

B)ECGAR.

C)Teste de esforço.

D)Estudo eletrofisiológico.

E)Holter de 24 horas.


50.Grávida de 25 anos, no 3º mês de gestação, é referida para avaliação por apresentar extra-sístoles ventriculares freqüentes, isoladas e pareadas. Assintomática, nega quaisquer queixas de tonturas ou síncope. Não tem história de cardiopatia, e o ECO é normal, exceto pela presença de prolapso posterior da válvula mitral. O ECG mostra ritmo sinusal, com extra-sístoles ventriculares monomórficas, ocasionais. Intervalo PR, QT e QRS normais. O Holter revela 10.200 extra-sístoles ventriculares bigeminadas e trigeminadas, 170 pares e nenhum episódio de TV. Qual a melhor opção terapêutica?

A)Mexiletine.

B)Propranolol.

C)Moricizine.



D)Amiodarona.

E)Tranqüilizar a paciente.


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal