Pqa professores que amamos – programa 6 exercícios 1



Baixar 41.28 Kb.
Encontro07.08.2016
Tamanho41.28 Kb.

PQA
PROFESSORES QUE AMAMOS – PROGRAMA 6 - EXERCÍCIOS

1. (Uem 2013) Considerando as abordagens sociológicas para o fenômeno religioso, assinale o que for correto.

01) Em diferentes culturas, o fenômeno religioso tem a função de desvincular o mundo sagrado do mundo profano.

02) Ao analisar os cultos aos seres sagrados, os sociólogos podem observar o processo de encantamento do mundo, promovido pelo fenômeno religioso.

04) A religião tem o poder de transmutar o espaço e o tempo. Assim, criam-se locais sagrados, como templos, santuários, terreiros, etc., e também divisões temporais marcadas pelo nascimento de divindades.

08) Ao adotarem um comportamento fanático, os seguidores de qualquer religião podem torná-la um instrumento de dominação e intolerância.

16) Os rituais fúnebres são eventos que nos mostram como a crença em uma vida futura é uma das primeiras manifestações da religiosidade.

2. (Uem 2012) Sobre o fenômeno religioso, assinale o que for correto.

01) É possível afirmar que a religião é uma obra humana que liga os homens ao mundo do sagrado.

02) Não há registro de experiências de governo que conjuguem ações de Estado e da Igreja no processo legislativo.

04) O exercício da tolerância religiosa indica a construção de um mundo menos etnocêntrico e mais heterogêneo.

08) Para Durkheim, as cerimônias e rituais religiosos mostram como a religião tem a função de fortalecer os laços de coesão social.

16) O estudo sociológico de Weber busca compreender como a ética protestante contribuiu para a gênese do capitalismo moderno.
3. (Uem 2011) Considerando o fenômeno religioso, assinale o que for correto.

01) Em todas as culturas, podemos encontrar “sinais” do sagrado e a definição de locais para sua celebração: templos, igrejas, sinagogas, terreiros, mesquitas etc.

02) Os rituais religiosos são atos que não passam por processos de transformação, na medida em que se dirigem a um mundo distanciado da vida prática.

04) Para os sociólogos, é possível compreender algumas das principais características de determinadas sociedades, por meio da análise do fenômeno religioso.

08) O avanço dos processos de modernização e industrialização das sociedades conduz, segundo alguns analistas, à secularização, que indica perda de influência da religião sobre diversas esferas da vida social.

16) Há diferenças nas abordagens sociológicas do fenômeno religioso. Alguns teóricos o concebem como elemento que fortalece os laços de coesão social, e outros o tratam como um mecanismo que gera acomodação e submissão.

4. (G1 - utfpr 2013) A religião em Roma Antiga era essencialmente politeísta e o ritual mais importante era o culto ao Imperador. Contudo, a partir do século I, muitos se negavam a admitir seu caráter divino e, por isso, ameaçavam o Estado e passavam a ser perseguidos. Tratava-se:

a) dos bárbaros invasores.

b) dos escravos, reféns de guerra.

c) de estrangeiros que preferiam cultuar seus próprios deuses.

d) dos primeiros cristãos.

e) dos judeus.

5. (Ufpe 2012) A história das crenças religiosas revela seus significados para as culturas do mundo antigo e do mundo atual. Na Roma Antiga, o advento do Cristianismo:
( ) favoreceu os defensores dos governos republicanos, quebrando tradições e melhorando a vida, de imediato, dos grupos que viviam na pobreza.

( ) não afetou a ordem sociopolítica, pois defendia valores que já eram aceitos por todos, desde os tempos da monarquia.

( ) trouxe propostas de mudanças sociais que alteraram valores culturais e condenaram a condição de escravo.

( ) deu continuidade ao poder da religião oficial dos romanos, preservando os princípios politeístas dominantes.

( ) conseguiu abalar costumes e relações sociais, com ideais que objetivavam a adesão dos menos favorecidos.

6. (Unifesp 2013) Um objeto maciço cilíndrico, de diâmetro igual a 2,0cm, é composto de duas partes cilíndricas distintas, unidas por uma cola de massa desprezível. A primeira parte, com 5,0cm de altura, é composta por uma cortiça com densidade volumétrica 0,20 g/cm3. A segunda parte, de 0,5cm de altura, é composta por uma liga metálica de densidade volumétrica 8,0 g/cm3. Conforme indica a figura, o objeto encontra-se em repouso, parcialmente submerso na água, cuja densidade volumétrica é 1,0 g/cm3.



Nas condições descritas relativas ao equilíbrio mecânico do objeto e considerando aproximadamente igual a 3, determine:

a) a massa total, em gramas, do objeto cilíndrico.

b) a altura, em centímetros, da parte do cilindro submersa na água.

7. (Epcar (Afa) 2013) Uma esfera homogênea, rígida, de densidade e de volume V se encontra apoiada e em equilíbrio na superfície inferior de um recipiente, como mostra a figura 1. Nesta situação a superfície inferior exerce uma força sobre a esfera.



A partir dessa condição, o recipiente vai sendo preenchido lentamente por um líquido de densidade de tal forma que esse líquido esteja sempre em equilíbrio hidrostático. Num determinado momento, a situação de equilíbrio do sistema, no qual a esfera apresenta metade de seu volume submerso, é mostrada na figura 2.

Quando o recipiente é totalmente preenchido pelo líquido, o sistema líquido-esfera se encontra em uma nova condição de equilíbrio com a esfera apoiada na superfície superior do recipiente (figura 3), que exerce uma força de reação normal sobre a esfera.

Nessas condições, a razão é dada por

a)

b) 1

c)



d) 2

8. (Unesp 2012) A maioria dos peixes ósseos possui uma estrutura chamada vesícula gasosa ou bexiga natatória, que tem a função de ajudar na flutuação do peixe. Um desses peixes está em repouso na água, com a força peso, aplicada pela Terra, e o empuxo, exercido pela água, equilibrando-se, como mostra a figura 1. Desprezando a força exercida pelo movimento das nadadeiras, considere que, ao aumentar o volume ocupado pelos gases na bexiga natatória, sem que a massa do peixe varie significativamente, o volume do corpo do peixe também aumente. Assim, o módulo do empuxo supera o da força peso, e o peixe sobe (figura 2).


Na situação descrita, o módulo do empuxo aumenta, porque

a) é inversamente proporcional à variação do volume do corpo do peixe.

b) a intensidade da força peso, que age sobre o peixe, diminui significativamente.

c) a densidade da água na região ao redor do peixe aumenta.

d) depende da densidade do corpo do peixe, que também aumenta.

e) o módulo da força peso da quantidade de água deslocada pelo corpo do peixe aumenta.

9. (Uff 2012) Submarinos possuem tanques de lastro, que podem estar cheios de água ou vazios. Quando os tanques estão vazios, o submarino flutua na superfície da água, com parte do seu volume acima da superfície. Quando os tanques estão cheios de água, o submarino flutua em equilíbrio abaixo da superfície.



Comparando os valores da pressão (p) no fundo do submarino e do empuxo (E) sobre o submarino quando os tanques estão cheios com os valores das mesmas grandezas quando os tanques estão vazios é correto afirmar que

a)

b)

c)

d)

e)

10. (Unisinos 2012)




Segundo o Princípio de Arquimedes, um corpo parcialmente submerso, flutua na água se sua ___________ for ___________ que a da água.
As lacunas são corretamente preenchidas, respectivamente, por

a) densidade; menor.

b) densidade; maior.

c) pureza; maior.

d) temperatura; menor.

e) massa; menor.


Gabarito:
Resposta da questão 1:
02 + 04 + 08 + 16 = 30.
Somente a afirmativa [01] está incorreta. Etimologicamente, pode-se dizer que a religião tem justamente a função de ligar o mundo sagrado ao profano, e não o inverso.
Resposta da questão 2:
01 + 04 + 08 + 16 = 29.
Somente a afirmativa [02] é incorreta. Exemplo de ação do Estado e da Igreja é a negociação acerca dos Planos Nacionais de Direitos Humanos. A visão cristã acerca da família e, principalmente, sobre o respeito à vida, continua presente em diversos códigos jurídicos no Brasil.
Resposta da questão 3:
01 + 04 + 08 + 16 = 29.
A Sociologia entende que, nas várias culturas, a religião é simbolizada no momento da fundação de uma aldeia, vila ou cidade. Assim, a fundação do espaço coletivo, feita pelos ancestrais, faz com que se estabeleça um vínculo entre os homens com os deuses e entre os homens com os próprios homens, fazendo com que o estudioso da sociologia entenda o lugar que quer estudar, bem como sua ausência e alienação.
Resposta da questão 4:
[D]
Questão relativamente fácil. Basta prestar atenção no enunciado que indica “a partir do século I”, o que marca o contexto da origem e desenvolvimento do cristianismo.
Resposta da questão 5:
F - F - V - F - V.
O cristianismo, religião monoteísta de origem judaica, se desenvolveu durante o período imperial e não no período republicano da história romana. Foi responsável por subverter a ordem instituída, tanto do ponto de vista cultural como institucional, pois os romanos começaram a compreender o imperador como uma divindade. Pode ser considerado uma religião universalista, que procurou atrair indivíduos de povos e camadas sociais diferentes
Resposta da questão 6:
Dados: = 0,2 g/cm3; hC = 5 cm; = 8 g/cm3; hL = 5 cm; = 1 g/cm3; D = 2 cm R = 1 cm.
a) A massa do objeto (M) é a soma das massas da cortiça (mC) e da liga (mL).

b) Como o objeto está em equilíbrio, as forças nele atuantes, empuxo e peso, estão equilibradas.




Resposta da questão 7:
[B]
A figura mostra as forças que agem nas três situações:

Na situação 1, o peso da esfera e a normal equilibram-se:

Na situação 2, o peso é equilibrado pelo empuxo , sendo que metade do volume da esfera está imerso.



Na situação 3, a esfera está comprimida contra a parede superior, de modo que a normal é vertical e para baixo.

Então:

Fazendo a razão entre as normais:




Resposta da questão 8:
[E]
De acordo com o teorema de Arquimedes, a intensidade do empuxo é igual à intensidade do peso de líquido deslocado. Ao aumentar o volume da bexiga natatória, o peixe aumenta o volume de líquido deslocado, aumentando, consequentemente, o módulo da força peso da quantidade de água deslocada.
Resposta da questão 9:
[A]
De acordo com o enunciado, com os tanques vazios o submarino estará na superfície da água e apresentará valores de pv, para a pressão hidrostática em seu fundo, e Ev, para a força de empuxo. Com os tanques cheios o submarino estará totalmente imerso na água e apresentará valores pc e Ec, para a pressão hidrostática em seu fundo e a força de empuxo, respectivamente.



Cálculo da pressão hidrostática no fundo do submarino

A partir da lei de Stevin, temos: onde:

p: pressão hidrostática;

p0: pressão na superfície da água;

d: densidade do líquido (água);

g: aceleração da gravidade;

h: profundidade do fundo do submarino, em relação à superfície da água.
A única diferença entre pc e pv está na profundidade h:





Cálculo da força de empuxo que atua no submarino

De acordo com o princípio de Arquimedes: onde:

E: força de empuxo que atua no submarino;

d: densidade do líquido (água);

v: volume da parte imersa do submarino;

g: aceleração da gravidade.


A única diferença entre Ec e Ev está no volume da parte imersa do submarino v:





Resposta da questão 10:
[A]
De acordo com o Teorema de Arquimedes, se um corpo flutua em água, a intensidade do empuxo (E) aplicado pela água é igual à do peso (P).

Se o corpo flutua, o volume imerso é menor que o volume do corpo. Então, a densidade do corpo é menor que a densidade da água.




Página de



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal