Precedendo humberto mello



Baixar 9.32 Kb.
Encontro28.07.2016
Tamanho9.32 Kb.
PRECEDENDO HUMBERTO MELLO

Des. José Ricardo Porto

Senhor presidente, senhores desembargadores, demais autoridades, familiares de Epitácio Pessoa, ilustre palestrante Dr. Humberto Mello, amigos, senhoras e senhores

"De todas as coisas estranhas e maravilhosas, nenhuma mais estranha e maravilhosa do que o homem"

(Sófocles).

O pensamento primordial da metafísica de Platão sentencia: "O mundo real é ideia; as coisas materiais são símbolos e reflexos da ideia". Hoje viemos relembrar Epitácio Lindolfo da Silva Pessoa, um homem de ideia. Homem de virtudes intelectuais e de ação. Líder que conduziu outros homens. Memória cara ao sentimento paraibano, Epitácio Pessoa, a exemplo do célebre político romano Júlio Cesar, escreveu e fez história.

Considerando esses valores, o Tribunal de Justiça da Paraíba, presidido pelo desembargador Marcos Cavalcanti, proclama o ano de 2015 emblemático e consagra-o ao sesquicentenário do eminente político e estadista brasileiro. Esta justa homenagem inclui um ciclo de palestras, contemplando os aspectos político, jurídico e diplomático abrigados na biografia de Epitácio Pessoa.

Se "no princípio era o Verbo", como dita o evangelho de João, em um novo tempo, a história alcançou a memória escrita da vida. Assim, empreendendo uma viagem do passado para o presente, o Dr. Humberto Cavalcanti Mello vem recordar o aspecto político, estado mais representativo na vida de Epitácio Pessoa.

Ao proferir esta breve alocução precedendo o historiador, sinto-me feliz e estimulado para escutá-lo. Louis Stevenson, autor de clássicos, como "A ilha do tesouro" e "O médico e o monstro", afirmou: "Todos nós estamos sempre prontos para ouvir uma história, mas só em certas ocasiões nos encontramos dispostos a atender a um argumento ou a uma explicação de um fato". Certamente, a narrativa histórica do Dr. Humberto Mello será prazerosamente apreciada por todos.

Dr. Humberto Mello é, sabidamente, estudioso do movimento revolucionário de 1930 no Brasil, do qual a Paraíba foi protagonista. Neste sentido, destaco as publicações: "João Pessoa: perfil de um homem público, 1978; "Trajetória política de Epitácio Pessoa", 1979; "A administração do Presidente João Pessoa". In "João Pessoa, a Paraíba e a Revolução de 30", 1979; "Instituições da Paraíba Colonial". In "Paraíba: das origens à  urbanização", 1989. Dr. Humberto Mello, dignitário de honrarias, é membro titular da Academia Paraibana de Letras, ocupando a Cadeira nº 34; sócio efetivo do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, entre outras.

Hoje, através da palavra do Dr. Humberto Mello exaltamos a memória de um notável paraibano. Criança ainda, aos sete anos de idade, órfão de pai e mãe, saiu do seu berço na Paraíba, Umbuzeiro, e foi morar em Recife. Depois, já residindo no Rio de Janeiro, percorreu caminhos na política local e nacional, culminando por ocupar o cargo de primeiro mandatário da nação brasileira. Desse modo, na qualidade de líder maior da política paraibana, vivenciou significantes ocorrências em sua terra: adversidades, ânimos exaltados, entrechoques. Fortes acontecimentos que, tendo ocorrido há muito tempo, por vezes, ainda afloram na atualidade e protagonizam polêmicas.

Por tudo o que fez, o grande estadista Epitácio Pessoa merece ser recordado com elevada consideração nesta festejada efeméride. Assim, vamos ouvir as palavras do Dr. Humberto Mello com alma paraibana una, sensíveis ao expressivo aforismo inscrito no livro "Passado e pensamentos" do escritor e pensador Alexander Herzen: "Assim como Jano, ou a águia de duas faces, eles e nós olhamos em direções diferentes, enquanto um só coração pulsa em nosso peito".



Queira fazer uso da palavra, prezado Dr. Humberto Mello!


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal