Prefacio datas e Documentos da História da frelimo



Baixar 10.5 Kb.
Encontro27.07.2016
Tamanho10.5 Kb.



PREFACIO

Datas e Documentos da História da FRELIMO:

o retrato de um passado épico que inspira a luta do
presente e constrói as certezas do futuro


A enciclopédia historiográfica intitulada Datas e Documentos da História
da FRELIMO
é, como já o provou nas suas duas primeiras edições, uma
obra-prima que, de forma cronológica e sistemática, documenta a epopeia
libertária do maravilhoso Povo Moçambicano a partir de 1960, inspirando-se
e destacando as nervuras do passado de heroicidade dos moçambicanos.
Estamos, pois, perante um valioso documento da nossa História, perante um
testemunho da nossa contribuição para o progresso da Humanidade e para a
liberdade, justiça, paz e segurança internacionais.

Datas e Documentos da História da FRELIMO rememora essa grande
decisão que tomámos de, com recurso à nossa auto-estima e à nossa
capacidade de vencer e realizar os nossos sonhos, nos unirmos à volta do
mesmo ideal. Recorda-nos ainda os desafios que enfrentámos ao longo desse
percurso e destaca a nossa inquebrantável vontade de construir o Moçambique
de que nós e as gerações vindouras se possam orgulhar.

Esta obra cristaliza como a nossa Independência Nacional é fruto do sacrifício


e sangue derramado pelos melhores filhos da nossa Pátria. Ao mesmo tempo,
ela ergue-se como um monumento a esses heróis deste nosso belo Moçambique:

♦ Aqueles que, mal equipados do ponto de vista bélico, tinham fortes


convicções sobre a justeza da sua causa e a certeza da sua vitória,
sobre a poderosa e sofisticada máquina da guerra colonial;

♦ Aqueles que, mesmo ensanguentados durante as torturas cruéis e


cheios de chagas abertas pelo cavalo-marinho e pela palmatória da
famigerada PIDE, mantinham a sua dignidade de homens e mulheres e
a sua esperança de que, um dia, o sol nasceria para brilhar num
Moçambique livre e independente;

X

DATAS E DOCUMENTOS DA HISTÓRIA DA FRELIMO

♦ Aqueles que no trabalho forçado, nas plantações de monoculturas, nas artes e nas letras denunciaram e desafiaram a dominação estrangeira, embaraçando-a e colocando-a na defensiva;

♦ Aqueles que aceitaram ser mártires da nossa libertação, porque tinham a certeza de que o seu gesto era uma das sementes de que brotaria a paz, a liberdade e a soberania desta sua bela Pátria e o bem-estar dos moçambicanos.

Nas suas páginas, Datas e Documentos da História da FRELIMO, discorre como a Luta de Libertação Nacional forjou e temperou combatentes de convicções patrióticas e internacionalistas profundas. Demonstra ainda como homens e mulheres determinados, corajosos e firmes se mantiveram acérrimos defensores dos nobres valores da auto-estima, da Unidade Nacional, da soberania e da liberdade. Compatriotas que, enfim, preservam e irradiam o orgulho de pertencerem a um espaço geográfico uno e indivisível, que se estende


do Rovuma ao Maputo e do Índico ao Zumbo.

A recolha e concatenação do material aqui reunido traduz o facto de que nós moçambicanos temos um rico património para processar, divulgar e partilhar com o resto do Mundo. Traduz igualmente o facto de que nós próprios, e com a verdade dos factos, podemos escrever a nossa história, a história de Moçambique e do seu brioso Povo.

Num outro prisma, esta obra é também um brinde à nossa auto-estima colectiva e um chamamento aos homens das artes e das letras, aos académicos e pesquisadores de que Moçambique está repleto de matéria-prima para obras-primas. Por isso, esperamos que no folhear de cada uma das páginas de Datas e Documentos da História da FRELIMO esteja perceptível o aceno à réplica para que também contribuamos para o acervo documental do nosso processo histórico em honra dos filhos desta "pátria bela dos que ousaram lutar" e trazer-nos a doce independência.

Armando Emílio Guebuza



Presidente da FRELIMO
Presidente da República de Moçambique

XI




Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal