Prefeitura municipal de angra dos reis



Baixar 261.6 Kb.
Página3/3
Encontro24.07.2016
Tamanho261.6 Kb.
1   2   3

CIRURGIÃO DENTISTA

Biossegurança em odontologia: técnicas de acondicionamento, desinfecção, e esterilização do material e ambiente, doenças ocupacionais, controle de infecção. Patologias intra e extra-ósseas da cavidade bucal, manifestações bucais de doenças sistêmicas. Farmacologia e terapêutica: bases farmacológicas da terapêutica medicamentosa em odontologia, prevenção do controle da dor, uso clinico de medicamentos, mecanismos de ação e efeitos tóxicos dos fármacos. Anestesiologia: considerações anatômicas da cabeça e pescoço, técnicas e soluções anestésicas, acidentes, indicações e contra-indicações. Emergências em Odontologia: traumas dentários em dentes permanentes e decíduos, emergências de natureza infecciosa e cirúrgica. Cariologia: epidemiologia diagnóstica e métodos preventivos da cárie dentária. Dentística: técnicas e materiais restauradores e de proteção do complexo dentina-polpa; tratamento não invasivo e tratamento restaurador atraumático. Radiologia: indicações e interpretação. Periodontia: noções básicas, avaliação, diagnóstico, tratamento e prevenção. Endodontia: noções básicas, diagnóstico e tratamento das alterações pulpares e periapicais. Prótese total e parcial removível: plano de tratamento, técnicas de execução, materiais utilizados. Cirurgia: procedimentos de pequeno porte. Odontopediatria: diagnostico e tratamento das infecções bucais em crianças e adolescentes, anomalias do desenvolvimento. Oclusão: fundamentos biológicos, conceitos aplicados às próteses, mecanismos de transmissão e neutralização das forças oclusais. Assistência ao paciente portador de transtornos mentais.



Sugestões Bibliográficas

ABOPREV, Promoção de saúde bucal. Léo Kringer (org.) 2. ed. São Paulo : Artes Médicas, 1999

NEVILLE, B.W., DAMM, D.D., ALLEN, C.M., BOUQUOT, J.E. Patologia Oral & Maxilofacial. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

Phillips, Ralph Wesley et al. Materiais Dentários. 10. ed. Editora Guanabara Koogan, 1998.

Cantisano, Waldemar. Anatomia Dentária. 3. ed. Editora Guanabara Koogan,1987.

BARATIERI, Luiz N.et al. Dentística: Procedimentos Preventivos e Restauradores. 2. ed. Editora Santos, 1992.

GARONE Netto, NARCISO et al. Dentística Restauradora. Editora Santos, 2003.

FREITAS, Aguinaldo de et al. Radiologia Odontológica. 6. ed. Editora Artes Médicas, 2004.

PETERSON, Larrry J. et al. Cirurgia Oral e Maxilofacial Contemporânea. Editora Guanabara Koogan,1998.

CORREA, Maria Salete Nahas Pires. Odontopediatria na Primeira Infância. 1. ed. Editora Santos, 1998.

LINDHE, Jan. Tratado de Periodontologia Clínica. Editora Guanabara.

CUNHA, Jair Jorge et al. Compêndio de Periodontia. Medsi, 2000.

HOWE, G. L. Cirurgia Oral Menor.3. ed. Editora Santos.

DIAS, Aldo Angelim et al. Saúde Bucal Coletiva: Metodologia de Trabalho e Práticas. Editora Santos, 2006.

MINISTÉRIO da Saúde. Controle de Infecções e a Prática Odontológica em Tempos de AIDS, Manual de Condutas. Brasília. 2000.

MINISTÉRIO da Saúde. htpp://www.saude.gov.br.

FEHRENBACH, Margaret J.; HERRING, Suzan W. Anatomia Ilustrada da Cabeça e do Pescoço. Editora Manole : SP. 1998.

PEREIRA ,Antônio Carlos et al Odontologia em Saúde Coletiva – Planejando Ações e Promovendo Saúde. Artmed, 2003.

ITO – Índice Terapêutico Odontológico. Editora de Publicações Biomédicas Ltda. 1. ed., 2007/08.

LOBAS, Cristiane Fernandes Saes et al. THD e ACD – Odontologia de Qualidade. 2. ed. Editora Santos, 2006.

ROSE, Louis F. et al. Medicina Periodontal. 1. ed. Editora Santos, 2002.

RAMFJORD, Sigurd P. Oclusão, 3. ed. Editora Guanabara, 1987.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria no 399 - Pacto pela Saúde. Diário Oficial da União. Fevereiro de 2006. Brasília, 2006.

BRASIL. Portaria GM/MS no 648, de 28 de março de 2006. Aprova Normas e Diretrizes do PACS e do PSF. Publicado em D.O de 28/03/06. Brasília, DF. 2006.

BRASIL. Lei nº 8080. De 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes. Institui o Sistema Único de Saúde.

BRASIL. Lei nº 8080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes. Institui o Sistema Único de Saúde.

BRASIL. Ministério da Saúde. htpp://www.saude.gov.br Saúde Mental. Declaração de Caracas.

BRASIL. Ministério da Saúde. htpp://www.saude.gov.br Saúde Mental. Álcool e drogas/redução de danos.

BRASIL. Ministério da Saúde. htpp://www.saude.gov.br Saúde Mental. Atenção básica em Saúde Mental.

BRASIL. Ministério da Saúde. htpp://www.saude.gov.br Saúde Mental. Reforma psiquiátrica e políticas de Saúde Mental.


ENFERMEIRO
Planejamento, implementação e avaliação da assistência de enfermagem nos seguintes temas: Prevenção e controle da infecção hospitalar. Politica Nacional de Saúde. Processo saúde-doença Vigilância epidemiológica. Assistência de enfermagem nos programas de atenção à saúde do adulto, idoso, mulher, criança e adolescente. Aspectos éticos legais aplicados à prática de enfermagem. Gestão em Saúde. Estrutura e funcionamento do SUS ( Sistema único de Saúde); História natural e social da doença; Água, esgoto, lixo na transmissão de doenças; Programa Nacional de imunização; Politicas de Planejamento Familiar no Brasil Visita Domiciliar; Processo de trabalho em equipe. Acolhimento e cuidado. Dimensionamento de pessoal, Seleção e Capacitação. Educação continuada em enfermagem. O atendimento em equipe multiprofissional . Atenção ao portador de transtorno mental. Reforma psiquiátrica e Politica de Saúde Mental. Álcool e Drogas e redução de danos. Psicofarmacologia, antipsicóticos, ansiolíticos, antidepressivos .
Sugestões Bibliográficas
ATKINSON, L. D. Fundamentos de enfermagem . Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 1989 .

Brasil. Ministério da Saúde. Secretária de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia para o Controle da Hanseníase. Brasília : Ministério da Saúde, 2002.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Programa Nacional de Imunização . Brasília : Ministério da Saúde . 2001.

Brasil. Ministério da Saúde . http://www.saude.gov.br Saúde Mental – Declaração de Caracas.

Brasil. Ministério da Saúde . http://www.saude.gov.br Saúde Mental – Reforma Psiquiátrica e Política de Saúde Mental.

Brasil. Ministério da Saúde . http://www.saude.gov.br Saúde Mental – Atenção Básica e Saúde Mental.

Brasil. Ministério da Saúde . http://www.saude.gov.br Saúde Mental – Álcool e Drogas / Redução de Danos .

Código de Deontologia de Enfermagem Código de Infrações e Penalidades.

Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem – COFEN -1993.

Legislação em Enfermagem – Atos Normativos do Exercício e do Ensino de Enfermagem. Atheneu.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Caderno de Atenção Básica – Programa Saúde da Família – Caderno .1 A implantação da unidade de saúde da família. Brasília, 2000.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Assistência pré-natal : Manual Técnico / Equipe de elaboração: Janine Schirmer et al – 3 ed. Brasília : Secretária de Políticas de Saúde – SPS/Ministério da Saúde, 2000 .

Manual de enfermagem – Programa saúde da Família M.S. 2002. S.P. http://www.ids-saúde.org.br/enfermagem

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia de Vigilância Epidemiológica. Volume I e II FUNASA – Fundação Nacional de Saúde. Brasília 2002

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Parto, aborto e puerpério – Assistência Humanizada à Saúde. Brasília – DF, 2003.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual técnico para o controle da tuberculose. Caderno de Atenção Básica


nº 6. Brasília – DF.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus. Brasília 2002.



Ministério da Saúde. Manual de Controle das Doenças Sexualmente Transmissíveis. 3. ed. Brasília, 1999.

Pinheiro, Roseni e Mattos, Rubens Araujo de (org.). Organizadores Construção Social da Demanda: Direito à Saúde. Trabalho em Equipe. Participação e Espaços Públicos. Rio de Janeiro : CEPESC/UERJ/ABRASCO, 2005

Pinheiro, Roseni e Mattos, Rubens Araujo de (org.). Cuidado: as Fronteiras da Integralidade. Rio de Janeiro : HUCITEC: ABRASCO , 2004 .

Pinheiro, Roseni e Mattos, Rubens Araujo de (org.). Construção da integralidade: Cotidiano, Saberes e Práticas em Saúde. Rio de Janeiro: UERJ, IMS : ABRASCO , 2003.

Portaria Ministerial nº 930 de 27/08/92 , DOU 24/09/92. Infecção Hospitalar.



Rocha, R.M. Enfermagem em Saúde Mental . Rio de Janeiro : SENAC Nacional. 2005.

NÍVEL MÉDIO
PORTUGUÊS – Para todos os Cargos
Compreensão de texto. Uso informal e formal da língua. Uso da língua e adequação ao contexto. Norma culta. Elementos da Comunicação. Funções da Linguagem. Processos de coordenação e subordinação (valores semânticos). Estrutura e formação de palavras. Classes de palavras. Flexão das palavras. Regência nominal e verbal. Crase. Concordância nominal e verbal. Ortografia. Relação fonema/letra. Acentuação gráfica e tônica. Encontros vocálicos, consonantais, dígrafos. Significação de palavras: antonímia, sinonímia, homonímia, paronímia. Polissemia. Denotação e conotação. Emprego de palavras e expressões. Pontuação.

 

Sugestões Bibliográficas:

BECHARA, Evanildo. Gramática escolar da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna, 2006.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.


AUXILIAR DE ENFERMAGEM
Noções sobre anatomia, fisiologia, microbiologia, parasitologia e farmacologia. Processo saúde doença – conceito, sinais e condições de saúde. Conceito de acidente e doença . Sintomatologia das doenças, meio de evitá-las. Organização e limpeza geral de unidade. Prevenção de escaras, higiene oral, Alimentação: Alimentos sua função e utilização pelo organismo . Auxilio na alimentação. Alimentação saudavel. Verificação de sinais vitais, pulso, temperatura e respiração. Anotações no prontuário Atribuições do Auxiliar de Enfermagem nos exames físicos e na colheita de material para exames de laboratório: Preparo para exames. Preparo e administração de medicamentos. Ações de enfermagem na atenção a mulher, criança, adulto e idoso. Limpeza, desinfecção e esterilização de material e instrumental. Meios físicos e químicos de esterilização. Curativos. Materno infantil. Atendimento à gestante no pré-natal. Prevenção e controle das doenças transmissíveis. Ações de enfermagem na assistência a pacientes psiquiátricos – o ambiente terapêutico e a reabilitação do paciente. Administração de psicofármacos , assistência de enfermagem aos pacientes com Transtorno mental, no uso de drogas e redução de danos. Imunização. Aspectos éticos legais aplicados à prática de enfermagem. Política Nacional de Saúde.
Sugestões Bibliográficas
Brasil, Conselho Federal de Enfermagem. Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. 1997.

Brasil. Lei nº 7498, de 25 de junho de 1986. Dispõe sobre a regulamentação do exercício da enfermagem e dá outras providências.

Brasil, Ministério da Saúde. Portaria nº 2616, de 12 de maio de 1998. Dispõe sobre prevenção e controle das infecções hospitalares .

Brasil, Ministério da Saúde. Programas de atenção à saúde da criança, adolescente, mulher, adulto e idoso.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretária de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia para o Controle da Hanseníase. Brasília : Ministério da Saúde, 2002 .

Brasil. Ministério da Saúde. hptt:www.saúde.gov.br. Saúde Mental – Declaração de Caracas

Brasil. Ministério da Saúde. hptt:www.saúde.gov.br. Saúde Mental- Reforma Psiquiátrica e Politica de Saúde Mental .

Brasil. Ministério da Saúde. hptt:www.saúde.gov.br. Saúde Mental. Atenção Básica e Saúde Mental

Brasil. Ministério da Saúde. hptt:www.saúde.gov.br. Saúde Mental. Álcool e Drogas / Redução de Danos.

Brasil. M.S. Manual de Normas de Vacinação . 3. ed. Brasília : Fundação Nacional de Saúde, 2001.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de PolÍticas de saúde. Departamento de Atenção Básica. Programa Nacional de Imunização. Brasília : Ministério da Saúde. 2001.

Brasil. M.S. Secretaria de Políticas de Saúde. Coordenação Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis e AIDS. Manual de Controle das Doenças Sexualmente Transmissíveis. Brasília : M.S., 1999. 3. ed.

GENS, G.C. Enfermagem para Recuperação da Saúde do Adulto. Porto Alegre, Sagra D.C. Luzzatto Editora, 1991.

GENS, G.C. Enfermagem para Recuperação da Saúde Materno-Infantil. Porto Alegre : Sagra D.C. Luzzatto Editora, 1991.

KAWAMOTO , E,E; Fortes , J.I. Fundamentos de Enfermagem . São Paulo, EPU, 1997 .

LIMA , Ildemira Lopes de. Manual do Técnico e Auxiliar de Enfermagem. Goiânia : Editora Ab, 2000.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual técnico para o controle da tuberculose. Caderno de Atenção Básica nº 6. Brasília/DF.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual de Hipertensão arterial e Diabetes Mellitus. Brasília, 2002.

Rocha, R.M. Enfermagem em Saúde Mental. Rio de Janeiro : SENAC Nacional. 2005.
AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO – ACD
Orientação sobre técnicas de higiene bucal. Revelação e montagem de radiografias dentárias. Material de uso odontológico: classificação e manipulação. Instrumental odontológico: identificação, classificação, técnicas de instrumentação. Aspectos éticos do exercício profissional da ACD. Bases legais e competências. Atribuições da ACD. Moldeiras odontológicas: tipos, seleção e confecção de modelos em gesso. Métodos preventivos contra a cárie dental e doenças periodontais: técnicas de aplicação. Consultório odontológico: conservação; manutenção do equipamento e do ambiente do trabalho Biossegurança na odontologia, esterilização e desinfecção.

Sugestões Bibliográficas

ABOPREV, Promoção de saúde bucal. Léo Kringer (org.) 2. ed. São Paulo : Artes Médicas, 1999

BARATIERI, LUIZ N. et al. Dentística: Procedimentos Preventivos e Restauradores. 2 ed. Editora Santos, 1992.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria no 399 - Pacto pela Saúde. Diário Oficial da União. Fevereiro de 2006. Brasília, 2006.

BRASIL. Portaria GM/MS no 648, de 28 de março de 2006. Aprova Normas e Diretrizes do PACS e do PSF. Publicado em D.O de 28/03/06. Brasília, DF. 2006.

BRASIL. Lei nº 8080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes. Institui o Sistema Único de Saúde.

BRASIL. Lei nº 8080 - De 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes. Institui o Sistema Único de Saúde.

Cantisano, Waldemar. Anatomia Dentária. 3a edição. Editora Guanabara Koogan,1987.

DIAS,ALDO ANGELIM et al. Saúde Bucal Coletiva:Metodologia de Trabalho e Práticas. Editora Santos,2006.

LOBAS, Cristiane Fernandes Saes et al. THD e ACD – Odontologia de Qualidade. 2 ed. Editora Santos 2006.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Controle de Infecções e a Prática Odontológica em Tempos de AIDS. Manual de Condutas. Brasília. 2000.

MINISTÉRIO DA SAÚDE – htpp://www.saude.gov.br

PEREIRA,ANTÔNIO CARLOS et al. Odontologia em Saúde Coletiva – planejando ações e promovendo saúde. Artmed, 2003.



Phillips, Ralph Wesley et al. Material Dentários. 10a edição Editora Guanabara Koogan, 1998.
SUS – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE – Níveis Superior e Médio – Atenção Básica, Estratégia Saúde da Família
Constituição Federal, Título VII I- Da Ordem Social, Seção II – Da saúde
Lei 8080/90 - Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências.
Lei 8142/90 - Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do SUS e sobre a transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências.
Norma Pperacional de Assistência a Saúde - NOAS-SUS 01/20002.
Pacto pela Saúde 2006 - Consolidação do SUS e suas diretrizes operacionais.
Sugestões Bibliográficas

Acolhimento nas práticas de Produção de saúde – Política nacional de humanização. www.saude.gov.br/humanizasus - Cartilhas - Publicações 2006.


Alteração da Portaria nº 648/2006 através da Portaria GM nº 1625/2007 – publicada no Diário oficial da União de 11/07/2007
Legislação. www.saude.gov.br
Manual do Gestor do SUS. Rio de Janeiro, 1999 – COSEMS-RJ. www.furj.com.br/concursos
Parâmetros assistenciais do SUS - Ministério da Saúde – Portaria 1101/GM – 12 de junho de 2002.

www.saude.gov.br/sas/portarias
Política Nacional de Atenção as Urgências- Ministério da Saúde – Portaria 1863 de 29 de setembro de 2003, Portaria 1864 de 29 de setembro de 2003. www.saude.gov.br/samu
Plano Municipal de Saúde de Angra dos Reis. www.angra.rj.gov.br – Fundações e Autarquias – FUSAR. Plano Municipal de Saúde
Política Nacional de Atenção Básica. www.saude.gov.br – Atenção à Saúde – Atenção Básica – Publicações – Política Nacional de Atenção Básica
INFORMÁTICA – Níveis Superior e Médio
Microsoft Windows 2000

Sugestões Bibliográficas

HOYCE, Jerry & MOON, Marianne. Microsoft Windows 2000 Profissional sem MIstério. Berkeley, 2000.



MICROSOFT, Windows 2000 Professional Passo a Passo. Makron Books, 2000.
WINDOWS. Ajuda do Windows 2000/Software.



1   2   3


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal