Preparando-se para ensinar



Baixar 31.99 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho31.99 Kb.
Lição 13 – Era e já é mais

PREPARANDO-SE PARA ENSINAR

I. SINOPSE

A lição desta semana traz a história da cura de um homem possuído por demónios na re­gião de Gerasa. É uma narrativa que conta a história de um homem que estava tão possuído que tinha que ficar acorrentado em uma caver­na ou num cemitério longe das pessoas. A his­tória revela que milhares de demónios ocupa­vam sua mente e torturavam sua alma a ponto de tentar se cortar com as pedras. Quando saiu livre da caverna e correu em direção a Jesus, a cena deve ter sido assustadora, mas Cristo viu aquela pequena parte de seu coração que os demónios não ocuparam e encontrou ali uma centelha de fé, que foi o suficiente para libertar esse homem de seu terrível sofrimento. Algu­mas vezes Jesus nos chama para demonstrar que temos fé em Seu poder, mas também há algumas vezes em que o nosso melhor não passa de palavras de desespero e ódio, como o homem que foi libertado por Cristo. Talvez a mensagem desta semana seja muito importan­te para os jovens de sua classe.

Outro ponto principal é o que acontece depois da restauração milagrosa do homem endemoninhado. Ele passa a ser um "já não é mais". Ele passa a ser uma testemunha fur -damental da misericórdia de Deus. Muitas vezes os mais jovens ficam tentando imagi­nar por que não sentem poder e alegria e r sua caminhada com Deus. Crêem em tudo que é certo e pediram que Deus entrasse e~ sua vida, mas ainda assim não sentem que se. relacionamento com Deus é real. Esse rela­cionamento com Deus se tornará real quanc: falarem o que sabem a outras pessoas. Cris:: falou ao homem: "Vá para sua casa e diga . todos o que Deus fez por você e como te'--misericórdia." Desafie os alunos a pensarerr em sua caminhada com Deus e a avaliar que Ele fez em sua vida. Enquanto estivéreis testemunhando, uma nova etapa de sua expe­riência com Deus será reavivada.

II.OBJETIVOS Os alunos deverão:


  • Testemunhar pessoalmente o poder e misericórdia de Cristo. (Saber)

  • Sentir-se incentivados a partilhar sua história. (Sentir)

  • Decidir contar sua experiência a outra pessoa. (Responder)

III. PARA EXPLORAR



  • Testemunhar

  • Possessão demoníaca

  • Graça


ENSINANDO

I. INICIANDO



Atividade

Encaminhe os alunos à seção da lição intitulada O Que Você Acha? Depois que tiverem concluído a atividade, discuta suas respostas.

Convide os alunos a apresentarem suas respostas da atividade da seção O Que Você Acha? Muitas vezes os jovens acham que não têm um testemunho porque não tiveram uma experiência dramática de conversão como a do homem possuído na lição desta semana. Essa atividade deverá fazer com que pensem sobre sua jornada e reconheçam que há as­pectos positivos e negativos na vida diária.

Alguns dos aspectos positivos do cresci­mento em Cristo podem ser: Você tem uma grande quantidade de informações que mui­tos gostariam de ter. Sua aparência é saudá­vel e cheia de esperança. Você não se deixa afetar por situações desafiadoras. A visão que tem do amor de Deus é real. Aqueles que se convertem de uma vida de pecado possuem a tendência de odiar a vida anterior (o peca­do). São cheios de entusiasmo, porque a vida cristã é nova e muito diferente. São firmes e confiantes, porque experimentaram o céu e o inferno. Na verdade, não importa a sua ori­gem, mas que agora pertence a Cristo.

Ilustração

Conte esta ilustração em suas próprias palavras:

O som dos pneus e da batida de metal con­tra metal ainda me assusta todas as vezes que dirijo. Meus planos para a noite de Ano-novo não passavam de uma pizza enorme e uma noite solitária desfazendo caixas e mudando a mobília na nossa nova casa enquanto minha mulher e meu filho visitavam os parentes a várias horas dali. O acidente ocorreu quando um carro que vinha na outra direção invadiu minha faixa e atingiu meu carro modelo po­pular, fazendo com que eu fosse parar nos arbustos. Imagine uma criancinha se chocan­do com um zagueiro de futebol americano de 130 quilos, os dois correndo um contra o outro na maior velocidade. Aquele zagueiro era uma senhora de 89 anos, tentando entrar à esquerda, quando eu a atingi com a fren­te do meu carro. A história fica ainda mais surreal quando a senhorinha que me jogou para fora da estrada com seu carro enorme sai imediatamente da cena, a pé, e vai até o banco fazer um depósito antes do Ano-novo. Inacreditável. Depois de tentar sair dali, as luzes de emergência dos veículos encontra­ram a mim, meu carro e um enorme e anti­go Dodge quase sem nenhum arranhão pelo acidente. O policial perguntou: "Onde está o outro motorista?" Quando eu lhe contei que achava que ela tinha ido ao banco, ele quase me ordenou que fizesse o teste do bafômetro. Depois de alguns minutos, ela saiu do banco e foi submetida a um exame detalhado pelos paramédicos e pela polícia. Suas palavras quase me fizeram perder a compostura. "Eu estava apenas tentando ir ao banco quando esse carro bateu em mim." Inacreditável! O policial me interrogou mais uma vez, porque claramente minha palavra não tinha a menor credibilidade contra a fragilidade e a delica­deza de uma senhora de 89 anos. Assim que comecei a explicar o que realmente aconte­ceu, um rapazinho veio até o local do aciden­te e explicou ao policial: "Eu vi o acidente..." O testemunho dele me salvou. Ele viu tudo e decidiu voltar e contar o que sabia sobre aquele estranho acontecimento.


II. ENSINANDO A HISTÓRIA

Uma Ponte Para a História

Comente com os alunos em suas próprias palavras:

De acordo com a história da página ante­rior, como você definiria uma testemunha? Certamente existem aqueles que escutam e acreditam, mas somente aqueles que estão dispostos a testemunhar são verdadeiras tes­temunhas. Alguma vez você já presenciou uma situação como a descrita na história?

A maravilhosa história do homem que ti­nha sido possuído por demónios é um pode­roso exemplo do poder de Cristo para salvar qualquer pessoa e como a experiência vivida com Cristo é poderosa para transformar vi­das. Leia a história e responda às perguntas na lição desta semana sobre como seria o tes­temunho da sua vida.

Aplicando a História (Para Professores)

Após ler com seus alunos a seção Estudando a História, use as perguntas a seguir, em suas próprias palavras, para discutir com eles.

Ao ler esta história, sublinhe as palavras-chave ou frases que você acha que melhor descrevem o significado do evento.

Leia o contexto do evento (os eventos que direcionam a história) e descreva as atitudes e as experiências de Cristo e de Seus discípu­los ao se encontrarem diante de outra situa­ção assustadora.

Circule algumas palavras-chave e frases que descrevem o endemoninhado antes e de­pois de conhecer Jesus. O que esses detalhes mostram a respeito da natureza do reino de Cristo e da natureza do mundo de Satanás?

De acordo com o que você viu nesta histó­ria, como os demónios reagiram diante da pre­sença de Jesus? Como você acha que os discí­pulos e outras testemunhas de eventos como esse se relacionam com o poder de Jesus?

Como você explica a reação dos morac rés daquele lugar diante desse acontecimento Como compara a reação deles com outras L tórias em que as pessoas receberam Jesus cc -grande adoração? O que isso mostra sobre o c: -nhecimento prévio que tinham de Cristo?

Em sua opinião, por que o homem eu:. do da possessão desejava tanto ficar com Je sus e entrar com Ele no barco? Como Je>. respondeu e por que você acha que Jesus : denou que ele fosse contar tudo o que tinh. testemunhado?

Professor:

Pense nos sermões mais tocantes que já ouviu. Qual você acha que é a parte mais po­derosa do sermão? Provavelmente sejam testemunhos que tocam nosso coração, histórias pessoais de como Deus transfonrmou e transforma vidas. Por que é tão inspirador saber de onde as pessoas vieram e até onde chegaram?

É muito provável que o endemoninhai quisesse ficar perto de Jesus por temer que demónios pudessem voltar. Falar às pessoa o que Deus fez em sua vida fortalece sua Gê a daqueles que escutam sua história.

Quanto o "ex-endemoninhado" conhecia respeito de Jesus antes de ir às dez cidades espalhando as boas-novas? Você já evitou testemunhar por achar que não sabia o suficiente? De que maneira essa história muda sua forma de ver o quanto pode contribuir?



Utilize as passagens a seguir como fontes alternativas relacionadas à lição desta semana: Salmo 126:2, 3; Daniel 4; Marcos 1:45 Atos 7:58-8:3; Atos 9; Marcos 9:14-29.

Apresentando o Contexto e o Cenário

Use as informações a seguir para elucic.. alguns aspectos da história para seus alunos: Explique em suas próprias palavras.
O cenário dessa história é fundamen­tal porque Jesus está lidando com questões relacionadas à Sua autoridade e às visões distorcidas em relação à natureza de Seu ministério entre os discípulos. Depois de um dia cansativo de trabalho e por causa da crescente popularidade de Jesus, cruzaram o lago em busca de um pouco de paz. No entanto, Marcos 4:35-41 mostra uma valio­sa lição que os discípulos aprenderam sobre paz. Os discípulos e Jesus foram envolvidos por uma tempestade tão terrível que esses pescadores temeram por sua vida. Mas Cris­to fala com o vento e as ondas e o mar se acalmam. Uma vez mais, Jesus ora e surge alimento para alimentar milhares de pesso­as. Ele fala às forças da natureza e elas obe­decem. Nessa história, Ele fala com poder a milhares de demónios e todos fogem e se escondem. O contexto dessa história está entre várias preciosas lições do poder e da autoridade de Cristo.

A possessão demoníaca tem uma grande abrangência, envolvendo desde pessoas que ficam constantemente fora da consciência normal (Marcos 5) até pessoas que ocasional­mente demonstram um desvio de comporta­mento (Marcos 9). Uma legião de demónios, como é o caso da história, é equivalente a seis mil tropas romanas. Uma legião de soldados poderia destruir - como aconteceu em muitos casos - de forma avassaladora cidades e vilas daquela região. Havia ainda o pensamento judeu de que os demónios estão em toda par­te e, se os olhos humanos pudessem vê-los, ficariam paralisados de medo. Assim, a for­ma como Cristo expulsou os demónios revela o poder maior do Filho de Deus, assim como Sua amorável compaixão.

Uma das prováveis razões que pode ter le­vado o homem a querer subir no barco com Jesus pode ter sido o medo de que os demó­nios voltassem assim que Jesus fosse embo­ra. Mas Cristo ordena que ele volte para casa e conte a sua história. O homem que tinha sido endemoninhado foi e contou ao povo de Decápolis tudo o que Cristo fez por ele. De-cápolis significa Dez Cidades. Elas não eram vilarejos comuns da Galiléia. Eram essen­cialmente habitadas por gregos, mas o terri­tório era predominantemente sírio. Contudo, estavam isoladas pelas estradas e, assim, não recebiam a proteção romana como outras que ficavam à beira das estradas principais. Por­tanto, as dez cidades se uniram e formaram sua própria guarda, mantiveram sua cultura, religião e influência grega de forma especial. É maravilhoso ver que a história desse ho­mem abriu o caminho para que o evangelho pudesse entrar.

III. ENCERRAMENTO Atividade



Encerre com uma atividade. Explique em suas próprias palavras.

São muitos os que receberam o poder curador de Cristo no Novo Testamento. Em grupos de dois ou três, façam uma lista com testemunhos que gostariam de escutar. Incen­tive os grupos a falar quem foram as pessoas escolhidas, explicando o motivo da escolha e o que acham que iriam dizer.

Se o seu grupo tem facilidade para se co­municar, pode oferecer para apresentar um testemunho nas semanas seguintes.

Resumo

Compartilhe os seguintes pensamentos, usando suas próprias palavras:

O homem possesso, embora estivesse gritando e perturbado pelos demónios, foi a Cristo com uma centelha de fé. Gosto mui­to da forma como O Desejado de Todas as Nações apresenta o coração desse homem, desejoso por libertação, mas que nem podia pronunciar as palavras certas para pedir aju­da. Jesus conhecia seu coração e baniu todos os espíritos malignos, trazendo-o de volta ao juízo perfeito. Quando vamos a Jesus, mes­mo que nem tudo esteja bem em nossa vida ou ainda que estejamos profundamente per­turbados, Cristo nos olha com amor, ouve nosso coração e leva-nos para junto de Si. O que Cristo faz por nós será real, mas o que fará com que esse milagre seja permanente ; o testemunho que devemos partilhar. Da mesma forma que o homem possesso semeou a sementes do evangelho em Decápolis, nosso testemunho, por mais simples que seja, pode levar crescimento e vida de maneiras que jamais poderíamos imaginar.


Dicas Para um Ensino de Primeira Linha

Preparando para crescer

Uma das características principais de bons professores é a preparação - preparar o cê ração e a mente para ensinar, mas também preparar os alunos para ensinar e aprender. Par^ passar a lição desta semana, o professor pode convidar três ou quatro alunos para estudar a> diferentes histórias relacionadas à possessão demoníaca e apresentar um pequeno resum^ com as principais lições aprendidas. Enquanto os alunos apresentam suas contribuições incentive os demais a apresentarem suas opiniões. Essa técnica é bastante simples, ma* ajudará a melhorar a dinâmica de sua classe.



Lembre os alunos sobre o plano de leitura, em que eles estudarão, na série O Grande Conflito, o comentário inspirado da Bíblia. A leitura correspon­dente a esta lição é O Desejado de Todas as Nações, capítulos 34 e 35.


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal