Prezado Senhor Nienhoff



Baixar 11.91 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho11.91 Kb.
Prezado Senhor Nienhoff,

Prezado ,

Prezado ,
Prezadas Senhoras, prezados Senhores,
O Rio de Janeiro é, sem dúvida, uma das mais belas cidades do mundo. A natureza criou aqui uma obra de arte única com as praias maravilhosas e as deslumbrantes montanhas tropicais. Por isso, a UNESCO há poucos dias bem reconheceu o Rio de Janeiro como Patrimônio Cultural da Humanidade, como a primeira na categoria Paisagem Cultural Urbana. Meus sinceros parabéns por essa conquista.

É um empreendimento ousado querer opor essa grande sinfonia da natureza com o contra-ponto arquitetônico Oscar Niemeyer não se eximiu desse desafio e criou com o Museu de Arte Contemporânea de Niteroi um ícone arquitetônico que, assim como o Corcovado e o Pão da Açúcar fazem parte do cenário que nos vem ao pensamento quando falamos sobre o Rio de Janeiro.


É uma grande alegria para mim poder participar, nesse local extraordinário, de uma exposição muito especial e agradeço ao escritório de arquitetura Gerkan, Marg e Parceiros o convite para falar-lhes. Meinhard von Gerkan, Volkwin Marg começaram a trabalhar com arquitetura em 1965 em Hamburgo. Atualmente, o grupo gmp é um endereço muito procurado pelo mundo inteiro.
Não apenas na maioria das grandes cidades alemãs, mas também em quase todos os continentes, o gmp desenvolveu e executou inúmeros projetos. Hoteis, museus, teatros, salas de concertos, bem como aeroportos e estações de trem, edifício de escritórios e feiras fazem parte da diversificada gama de projetos. Nesta exposição, os Senhores encontrarão algumas das mais de 340 construções realizadas no decorrer do tempo.
Com a reforma do Estádio das Olimpiadas de Berlim em 2006, três estádios para a Copa do Mundo na África do Sul e dois para a recente Eurocopa na Polônia e na Ucrânia, o grupo gmp conquistou renome internacional como especialistas na construção de estádios. O gmp está construindo no Brasil os estádios de Porto Alegre, Brasília e Manaus para a próxima Copa do Mundo de 2014. Parabenizo o gmp por terem recebido essa honrada e importante tarefa do Brasil, um país que é muito exigente no que diz respeito a futebol.
Minhas Senhoras, meus senhores,
Essa é uma história de sucesso impressionante e que desperta nossa curiosidade. A que se deve esse sucesso?
Acredito que a exposição “Desenhando em Diálogo – Respostas Arquitetônicas“ com suas quatro divisões temáticas “Diversidade e Unidade“, “Mobilidade e Urbanidade“, “Sociedade e Responsabilidade“ e “Inovação e Identidade“ tenta dar uma resposta a essa pergunta. A relação de tensão entre a funcionalidade e a estética que se observa frequentemente na arquitetura moderna parece que encontra sua solução harmônica nas obras do gmp. A orientação nos seres humanos como medida para todas as coisas e o nítido alinhamento das construções com um objetivo definido, assim como uma maior possível transparência parecem inspirar os arquitetos do gmp. Busca-se em vão expressionismo arbitrário ou forma abstrata sem ligação com função e com o objetivo de um prédio. Ordem estrutural e ao mesmo tempo forma inequívoca são características das construções do gmp. Se algum de vocês esteve nos últimos anos em Berlim e além de todas as outras coisas emocionantes que acontecem por lá, ficou atento à arquitetura dessa nova cidade criadora, certamente se lembrará da nova estação central de trem que é particularmente um bom exemplo dessa arquitetura.
Há duas semanas, o Rio de Janeiro sediou a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável onde foi discutida a questão de como a humanidade poderia assegurar seu futuro. O verdadeiro significado do princípio da sustentabilidade é hoje de conhecimento de todos. Somente se conseguirmos lidar cuidadosamente com os recursos limitados da Terra e buscar soluções sustentáveis a longo prazo, poderemos ser reconhecidos pelas gerações seguintes. Isso vale para todas as áreas da vida – também para a arquitetura. Eficiência energética e emprego de formas sustentáveis de obtenção energética são questões centrais. A Alemanha decidiu desligar todas as suas usinas atômicas até 2020 e ampliar significativamente as energias renováveis. Chamamos essa fase de “mudança energética“. Energia eólica e energia solar terão cada vez mais importância e atualmente já são empregadas de diversas formas. Os três estádios em Porto Alegre, Brasília e Manaus construídos pelo gmp terão os mais modernos tetos solares para produção de energia graças ao engajamento alemão. Esperamos, assim, prestar uma contribuição para a construção de prédios com energia renovável.
Minhas Senhoras, meus Senhores,

O maior arquiteto finlandês Alvar Aalto verificou certa feita que o grande perigo da arquitetura moderna é o bacilo da monotonia. No futuro próximo, até 80% das pessoas viverão em centros urbanos. A arquitetura ganhará importância para cada vez mais pessoas e a qualidade de vida será talvez mais determinante do que música, literatura ou pintura. Arquitetura e urbanismo não são um luxo cultural nem decoração dispensável. Precisamos de uma boa arquitetura. Precisamos de tais ilhas da cultura no monótono mar de arranha-céus das megacidades.


A exposição “Desenhando em Diálogo – Respostas Arquitetônicas“ indica sobre como os arquitetos alemães Meinhard von Gerkan, Volkwin Marg e seus parceiros encontraram respostas para vencer os desafios e sobre suas visões para futuros.
Desejo a todos um excitante e inspirador passeio pela exposição.
Muito grato por sua atenção.







Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal