Primeiros socorros



Baixar 222.64 Kb.
Página5/6
Encontro06.08.2016
Tamanho222.64 Kb.
1   2   3   4   5   6

LESÕES TRAUMATO ORTOPÉDICAS


  • Entorse

  • Luxação

  • Fratura


ÁREAS NOBRES :


  • Caixa Craniana

  • Coluna Vertebral

  • Clavícula

  • Gradil Costal


A) ENTORSE:
È a separação momentânea das superfícies ósseas ao nível da articulação .
MANIFESTAÇOES:


  • Dor intensa a movimentação

  • Edema local

  • Hipofunção



PRIMEIROS SOCORROS





  • Aplicar compressa gelada ou saco de gelado nas 1º 24 h da lesão.

  • Imobilizar

  • Procurar ajuda médica especializada.

  • NÃO ESTIQUE A REGIÃO LESADA.


B) LUXAÇÃO:
É o deslocamento da extremidade do osso ao nível da sua articulação.
MANIFESTAÇÕES:


PRIMEIROS SOCORROS:


  • Evite movimentar a região atingida

  • Aplicar compressa gelada ou saco de gelado nas 1º 24 h da lesão.

  • Imobilizar

  • Procurar ajuda médica especializada.

  • NÃO ESTIQUE A REGIÃO LESADA


C) FRATURA :
É a quebra do osso. O socorrista deve evitar agravar a lesão. As fraturas podem ser : fechadas ( o osso não perfura a pele ) ou expostas ( o osso rompe a pele ) .
MANIFESTAÇÕES:


  • Dor intensa

  • Deformidade local

  • Impossibilidade de movimento

  • Posição anormal da região atingida

  • Ruptura da pele com exposição do osso fraturado.


FRATURA DA COLUNA VERTEBRAL


  • Dor local após traumatismo

  • Dormência dos membros

  • Paralisia


PRIMEIROS SOCORROS:


  • Evite movimentar a região atingida

  • Manter a vítima em repouso absoluto

  • Utilize superfície dura para fazer o transporte , caso o socorro não possa chegar ao local.

  • Serão necessária pelo menos 5 pessoas para realizar este tipo de transporte, quando a vitima será manipulada em bloco. Preencha as curvaturas anatômicas com panos dobrados a fim de evitar qualquer movimentação da coluna vertebral.

  • Improvise colar cervical com camisas etc

  • Procurar ajuda médica especializada.


FRATURA DE CRÂNIO
MANIFESTAÇÕES:


  • Perda de sangue pelas narinas e ouvidos da vítima

  • Pode estar inconsciente ou não


PRIMEIROS SOCORROS:


  • Manter a vítima em repouso

  • Aplicar compressa de gelo no local atingido.

  • Improvise colar cervical com camisas etc

  • Procurar ajuda médica especializada.



IMOBILIZAÇÃO DE FRATURA FECHADA





  • Manter a vitima em repouso

  • Utilize para imobilização tábua, papelão, jornal ou revistas dobradas, tiras de pano etc.

  • O parelho deve atingir as Duas articulações mais próximas.

  • Amarre sem apertar

  • No caso de inexistência de material específico para promover a imobilização de membro inferior, podemos utilizar a perda sã como apoio.

  • Procurar ajuda médica especializada.

  • NÃO TENTE COLOCAR O OSSO NO LUGAR.



IMOBILIZAÇÃ DE FRATURA EXPOSTA





  • Mantenha a vítima em repouso

  • Promova a hemostasia (estanque a hemorragia)

  • Aplique curativo protetor sobre o ferimento

  • Imobilize a região fratura

  • Procurar ajuda médica especializada.

  • NÃO TENTE COLOCAR O OSSO PARA DENTRO .


UNIDADE VI

TRANSPORTE DE VÍTIMAS

  • Evite transportar a vítima ou mesmo movimentá-la sem necessidade.

  • Chame uma ambulância e fique prestando o atendimento de acordo com a avaliação primária e secundária e as orientações recebidas.

  • Avalie a situação, só em casos onde não há como chegar socorro (local de difícil acesso e/ou sem telefone) e desde que tomadas as devidas providências em relação a segurança da vítima e imobilização adequada é que devemos transportá-la, ou em casos em que não haja necessidade de uma ambulância (pequenas lesões) desde que avaliadas e que o transporte por carro comum não interfira para agravar a situação.

  • Comprovada a não contra-indicação e conforme a situação, (desmaio, inalação de gases, entorses, etc.), transporte a vítima de acordo com o que melhor se adequar a cada caso.




  • Em caso de fraturas, ou suspeita de fraturas, imobilizá-la antes do transporte.

UNIDADE VII
PARADA CÁRDIO RESPIRATÓRIA

1. CHAME SOCORRO

Cheque o estado da vítima (nível de conciência). Se a vítima não responde, Chame193 e depois retorne a vitima. Na maioria dos casos de emergência, os operadores (atendentes) podem dar assistência de como iniciar uma RCP.





2. RESPIRAÇÃO
Respiração boca a boca.

Incline a cabeça para trás e escute a respiração (VÊR, OUVIR E SENTIR). Se a vítima não tem movimento respiratório, feche o nariz com os dedos. Cubra sua boca com a sua e assopre(ventile) verifique se o tórax eleve. Dê duas respirações de dois segundos cada uma.





3.COMPRESSÃO

Se, depois das ventilações a vítima não voltou a respirar, verifique se não tem circulação(batimento cardíaco) caso não tenha circulação, inicie a (compressão cardíaca) 15 compressões no tórax para cada 2 ventilações. A cada minuto deverá ter realizado 100 compressões, feito isto verifique o pulso.



Nunca treine copmpressão cardiaca em uma pessoa com batimentos normais.

frame1





RCP PARA CRIANÇAS COM MENOS DE UM ANO
1   2   3   4   5   6


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal