Princípios de Astrologia e Noções de Astronomia Equipe Astrológica Star



Baixar 481 Kb.
Página1/6
Encontro04.08.2016
Tamanho481 Kb.
  1   2   3   4   5   6
Princípios de Astrologia e Noções de Astronomia

Equipe Astrológica Star


(Verificação de Validade de Princípios Astrologicos)
Licao 1/33 (1995)
- Cursos de Extensao Universitaria, com o titulo "Leitura

Simbolica e Verificacao Astrologica", semelhantes a este,

foram ministrados pelo autor no Instituto de Artes da Unesp,

anualmente, entre 1986 e 1994.


As praticas astrologicas, tao antigas quanto os primeiros registros

historicos da humanidade, nao devem ser confundidas com processos

adivinhatorios, astromanticos. A astrologia estuda basicamente macro

relacoes. As relacoes posicionais do homem com o universo que o

rodeia. O ser humano, como habitante do Universo, em particular do

Sistema Solar, esta' sujeito nao apenas aos ciclos solares dos dias,

das noites e das estacoes do lugar que habita na Terra, mas tambem

sujeito a outros ciclos, envolvendo alem do Sol, as posicoes da Lua e

dos planetas. Para a astrologia o ciclo da vida, com seus

acontecimentos, desde o nascimento ate a morte, e' de certa forma

sincrono com ciclos que tem inicio no instante da primeira inspiracao

de ar pelo ser que comeca a viver fora do utero materno. A vida,

nesse sentido, comeca com uma inspiracao e termina com uma expiracao.

De acordo com esse principio, as posicoes dos corpos celestes,

observadas no instante e lugar do nascimento, sao importantes, pois

retratam os comecos dos varios ciclos relativos a vida que se inicia.

O grafico resultante dessas posicoes, essa vista esquematica do

Universo, e' sua Carta Astrologica. Esse grafico pode ser construido

facilmente para qualquer epoca e lugar geografico. Os diferentes

componentes dessa figura, levando em conta suas posicoes e correlacoes

com os signos, dentro do simbolismo astrologico, tem significados

especificos, sao "significadores" de caracteristicas ou de

possibilidades de acontecimentos.
Proposta do Curso
Preliminarmente serao vistos alguns conceitos astronomicos e

fornecidos principios astrologicos, para em seguida se verificar ate'

onde esses ultimos sao ou nao validos. Para isso os participantes

escolherao os elementos que serao testados (*). Em seguida, irao

analisar posicoes graficas, dentro do simbolismo da astrologia, e

longitudes de diferentes significadores dos fatos elencados, nas

datas em que aconteceram. Essas longitudes, nos signos, serao

admitidas validas ou concordantes com os principios que estao sendo

verificados, apenas quando apresentarem entre elas pequenas

diferencas, da ordem de um grau. Nos casos estudados tem-se constado,

sistematicamente, essas concordancias. Essas "sincronicidades", como

diz Jung, podem propiciar a obtencao de outros componentes do

conjunto de elementos constitutivos de um evento ou situacao. Podem

complementar diagnosticos e analises, permitindo, dessa forma,

melhor construir o futuro, pela indicacao de potencialidades e

possibilidades individuais e coletivas, em processo nao determinista

ou previsional. Essas "vistas do Universo", que permitem leituras de

acontecimentos e de caracteristicas pessoais, tambem se aplicam `as

instituicoes humanas, como os paises, que nascem e morrem, como seres

vivos.


Como forma de controle, da verificacao da validade dos principios

considerados, o aluno devera empregar os mesmos procedimentos a

outros graficos, gerados a partir de dados aleatorios. Atualmente as

Cartas Astrologicas sao executadas facilmente em computadores pessoais.

Isso permite ao aluno deixar de lado os calculos necessarios para

construir manualmente essas figuras.


(*) Os alunos do curso ministrado em 1994 no Instituto de Artes da Unesp

escolheram para estudo o acidente que matou Ayrton Senna. Esse tragico

fato tambem sera utilizado neste curso que se inicia.
Senna
Ayrton Senna da Silva, piloto profissional de Formula 1, morto em

consequencia do acidente ocorrido as 14h13 do dia 1 de maio de 1994,

quando liderava o Grande Premio de San Marino, em Imola, nasceu no dia 21

de marco de 1960, as 2h35, na maternidade Pro-Matre, em Sao Paulo,

conforme dados pesquisados e publicados pelo jornal Folha de S.Paulo de 2

de maio de 1994. A causa do acidente ainda nao esta determinada. O que se

sabe e' que houve falhas inegaveis quanto a seguranca da pista e a

condicoes da corrida. A morte foi devida a grandes traumatismos ocorridos

na base do cranio e na testa do piloto. Laudo da autopsia afirma que

Senna morreu no instante do acidente.

Na Formula 1 foi recordista mundial de pole-positions (65) e de vitorias

(41), em seus dez anos de carreira. O pai lhe deu um kart, quando tinha 4

anos de idade. Antes disso, conforme declarou a mae, tinha problemas de

coordenacao motora.

Em 1 de julho de 1973 venceu sua primeira corrida de kart. Categoria em

que foi campeao sul-americano em 1977 e 1978; campeao brasileiro em 1978,

1979, 1980 e 1981. Em 1978 abandonou faculdade de administracao. Entre

1981 e inicio de 1982 passou por importantes mudancas e decisoes: casou e

se separou da mulher oito meses depois, quase deixou a carreira de piloto

para tomar conta de loja de materiais de construcao do pai (entre outubro

de 1981 e fevereiro de 1982) e tambem em 1981 comecou a correr na F-Ford

1600, na Inglaterra, onde conquistou o titulo da temporada. Ao voltar a

competir, em 1982, foi saltando de categorias, sempre com o titulo de

campeao. Venceu os campeonatos ingles e europeu de F-Ford 2000 nesse ano

e o ingles de F-3 em 1983, quando foi o vencedor em seis das oito provas

disputadas em Silverstone. Em 1983 pilotou seu primeiro F-1, em teste

para a Willians.

Na Formula 1 estreou na Toleman/Hart, no GP Brasil, em Jacarepagua, Rio

de Janeiro, em 25 de marco de 1984. Largou em 16- lugar e abandonou a

prova. No ano seguinte passou para a Lotus, vencendo sob chuva, em

Portugal, no dia 7 de abril de 1985. Mas foi na McLaren-Honda que

conquistou seus tres titulos mundiais, em 1988, 1990 e 1991. Senna,

bastante mistico, disse ter visto Deus na ultima volta do GP do Japao, em

30 de outubro 1988, por ocasiao da conquista do primeiro desses titulos.

A rivalidade com Prost comecou tambem em Imola, no dia 23 de abril de

1988. O segundo titulo foi conquistado em Suzuka, no Japao, no dia 21 de

outubro de 1990, apos batida com Prost, logo no inicio da corrida.

Tornou-se tricampeao no dia 20 de outubro de 1991. Nos anos seguintes,

1992 e 1993 houve hegemonia da Williams.

Em sua carreira, alem de Prost, Senna se desentendeu com Jean Marie

Balestre, entao Presidente da Federacao Internacional de Automobilismo,

com os pilotos Martin Brundle, Keke Rosberg, Niki Lauda, Michele

Alboreto, Nelson Piquet, Nigel Mansel, Michael Schumacher e Eddie Irvine.

No final dos anos 80, Nelson Piquet, superado nas pistas, espalhou boato

de que Senna seria homossexual. Ayrton, logo em seguida, surgiu com uma

das mulheres mais desejadas da epoca, Xuxa. Levantamento divulgado pela

Forbes, em dezembro de 1993, mostra Senna como o terceiro atleta mais bem

pago do mundo. O dinheiro nao ia apenas para suas empresas e negocios,

mantinha altissimo padrao de vida, sempre cercado por lindas mulheres.

Tinha entre outros bens, apartamento em Monaco, casa em Portugal, casa em

Angra dos Reis, fazenda em Tatui, helicoptero e um jato de US$ 8 milhoes.

Ultimamente namorava a modelo Adriane Galisteu. Se conheceram em uma

festa, no dia 28 de marco de 1993, dia do Grande Premio do Brasil daquele

ano. Adriane nasceu em Sao Paulo, em 18 de abril de 1973, tendo feito

suas primeiras poses para publicidade aos nove anos de idade.

A morte de Senna causou profunda consternacao nacional e teve

extraordinaria repercussao internacional. Foi enterrado em Sao Paulo, no

dia 5 de maio, com honras de Chefe de Estado.

Seus seguros de vida envolvem valores que atingem muitas dezenas de

milhoes de dolares. Na vespera da corrida que vitimou Senna, por ocasiao

dos treinos de classificacao, as 13h18 do dia 30 de abril de 1994, outro

acidente matou o piloto Roland Ratzemberger, nascido no dia 4 de julho de

1962, em Salzburg, Austria. Esse piloto tinha disputado apenas um GP da

Formula 1, no dia 17 de abril desse ano, no Japao. Solteiro, era formado

em engenharia mecanica.

Ratzemberger comecou a carreira na F-Ford 1600, em 1983. Essa morte,

conforme declaracoes de Adriane, quase levou Senna a nao participar da

prova fatidica.


Outros Fatos da Vida de Senna
No dia 24 de setembro de 1989 a McLaren de Senna e a Ferrari de Nigel

Mansell se chocaram na 49a. volta do GP de Portugal. No momento da batida

o ingles ja estava desclassificado. Tres voltas antes Mansell recebera a

sinalizacao para sair da corrida. Essa batida deixou seu entao

companheiro de equipe, Alain Prost, a uma vitoria do titulo mundial, que

viria a conquistar nesse ano.

No dia 19 de julho de 1991 Senna sofreu grave acidente em Hockenheim, 15

minutos antes do termino dos testes de classificacao do circuito da

Alemanha. Capotou a cerca de 320 km/h, mas saiu andando e tirou o

capacete sozinho. O motivo do acidente foi um furo no pneu traseiro

esquerdo. Nesse ano teve dois outros acidentes serios. Em 14 de junho, no

primeiro treino oficial para o GP do Mexico, capotou na curva mais veloz

do circuito. Tambem saiu do carro andando e disputou essa prova. Poucos

dias antes, em 9 de junho havia sido atropelado por um jet-ski em Angra

dos Reis. Ferido na cabeca, recebeu 20 pontos. No Mexico correu com

capacete especialmente preparado para diminuir a pressao no local desse

ferimento.

Ultimamente, um de seus grandes interesses era a revista infantil de

quadrinhos Senninha, prevista para ter circulacao internacional, em

diferentes idiomas. Finalmente, ainda sobre criancas: a modelo Marcella

Praddo, uma das suas namoradas, diz que a filha Vitoria e' tambem filha de

Senna. A menina estava com 8 meses quando o piloto morreu.

----------------------------------------

Principios de Astrologia e Nocoes de Astronomia Raul V. Martinez


Licao 2/33 (1995)

____________________________________________________________________________


CONCEITOS BASICOS
ORIGEM DA ASTROLOGIA - A astrologia nasceu em condicoes

desconhecidas, no passado mais antigo da historia da humanidade.

Chegou a Grecia em torno do quarto seculo a.C., de onde passou a Roma

e ao Ocidente.


O UNIVERSO - O Universo Fisico se caracteriza pelo espaco de limite

indefinido, concretizado pela materia cosmica, que compoe os corpos

celestes ou sistemas desses corpos, como as galaxias, as estrelas, os

planetas e particularmente para nos, o Sistema Solar, onde se

encontra a Terra.
O SISTEMA SOLAR - O Sistema Solar e' um dos elementos infinitesimais

que integram a Via Lactea. Isoladamente, em seu centro de gravitacao,

encontra-se o Sol. Outros astros, como a Terra, que compoem esse

Sistema, chamam-se planetas, porque descrevem orbitas aparentemente

planas. A uma distancia media de 384.000 km, gravita em volta da

Terra o satelite Lua. E' comum, em astrologia, o Sol e a Lua, serem

tambem chamados planetas, devido a aparencia de suas orbitas.
ECLIPTICA - E' a orbita aparente do Sol. Seu plano secciona o plano

da orbita da Lua na linha dos Nodos Lunares. Quando a Lua se encontra

em um dos nodos e aproximadamente na mesma reta que o Sol e a Terra

ha um eclipse. O eclipse sera do Sol se a Lua estiver entre a Terra e

esse Astro; sera da Lua, se a Terra estiver entre o Sol e a Lua. Nos

eclipses, o Sol ou a Lua parecem estar sendo "devorados" por um ser

fabuloso, dai os nomes antigos de Cabeca do Dragao para o Nodo

Ascendente e de Cauda do Dragao, para o Nodo Descendente Lunar.


SIGLAS (SIMBOLOS, no texto original) dos elementos citados ate aqui:
- (Nestas Licoes, apresentadas em AscII,

os simbolos foram substituidos por siglas)


[SU] - Sol [TE] - Terra [MO] - Lua

[ME] - Mercurio [VE] - Venus [MA] - Marte

[JU] - Jupiter [SA] - Saturno [UR] - Urano

[NE] - Netuno [PL] - Plutao [NO] - Nodo Asc. Lunar

[ND] - Nodo Desc.Lunar
Os planetas astrologicos antigos, dispostos na sequencia geocentrica

(Lua, Mercurio, Venus, Sol, Marte, Jupiter e Saturno), segundo

vertices de heptagono estrelado (3\3), fornecem a origem de nomes dos

dias da semana em varios idiomas. Essa sequencia coincide, dentro do

simbolismo da astrologia, com caracteristicas de diferentes idades

cronologicas do ser humano.

Dias da semana em ingles: Sunday, Monday, Tuesday (do anglo-saxonico

Tiw, deus da guerra), Wednesday (Woden na Germania ocidental

equivalente ao deus grego Hermes Trimegisto e ao romano Mercurio),

Thursday (Thor, deus nordico da trovoada, equivalente a Jupiter

romano, ou Jove), Friday (Frigga ou Freya, deusa nordica do amor e da

fertilidade) e Saturday. Em frances e espanhol, alem do dia do

Senhor (Dimanche e Domingo), ha Lundi e Lunes, Mardi e Martes,

Mercredi e Miercoles, Jeudi e Jueves, Vendredi e Viernes, e Samedi e

Sabado.

Outras palavras usuais, como "desastre" (dos astros), "jovial",



"marcial", "lunatico", "saturnismo", circulacao "venosa" e doencas

"venereas", tambem sao de origem astrologica.

------------------------------------

Principios de Astrologia e Nocoes de Astronomia Raul V. Martinez


Licao 3/33 (1995)

____________________________________________________________________________


A ESFERA CELESTE - E' a esfera cujo centro e' o centro da Terra e cujo

raio e' suficientemente grande, de forma a se poder desprezar, com

relacao a ela, a orbita que a Terra descreve em torno do Sol. Nessa

esfera, a partir de seu centro, sao projetados todos os elementos do

Universo. O eixo terrestre coincide com o eixo em torno do qual se

processa o movimento diurno dos corpos projetados na esfera, agora

chamado eixo do mundo; o equador terrestre esta no mesmo plano do

equador celeste. Os planos dos meridianos terrestres determinam na

esfera celeste circulos maximos que recebem o nome de Circulos

Horarios ou Circulos de Declinacao.

O Horizonte de um lugar, na esfera celeste, e' o circulo maximo cujo

plano e' tangente a superficie da Terra nesse ponto considerado. Dessa

forma, o ponto simetrico, com relacao ao centro da Terra, possui o

mesmo Horizonte.

A ecliptica, o caminho aparente do Sol, tambem e' um circulo maximo. O

plano da ecliptica e o plano do equador celeste formam um angulo

diedro de aproximadamente 23gr 27'. A interseccao desses planos, na

esfera celeste, determina as posicoes aparentes do Sol, onde ha

igualdade entre o numero de horas em que o Sol permanece acima e

abaixo do horizonte. Sao os equinocios de primavera e de outono. O

equinocio de primavera para o hemisferio norte chama-se Ponto Vernal

ou Ponto Gama (GA); e' o ponto em que o centro do Sol passa do

hemisferio sul para o hemisferio norte. Esse ponto sofre pequeno

deslocamento, da ordem de 50"/ano, no sentido contrario ao da

trajetoria anual aparente do Sol. E' a Precessao dos Equinocios, que

tem um periodo de cerca de 26.000 anos. O ponto vernal, muito

importante, e' tomado por origem de Sistemas de Coordenadas e do

Zodiaco Tropico, como sera visto mais adiante.


COORDENADAS ASTRONOMICAS COM ORIGEM NO PONTO GAMA
SISTEMA EQUATORIAL CELESTE - O plano fundamental desse sistema e' o

equador e seu eixo principal e' o eixo do mundo. A primeira coordenada

e' a Ascensao Reta (AR), contada a partir do Ponto Gama, sobre o

Equador, variando de 0 a 360gr, ou de 0 a 24 horas, em sentido oposto

ao dos angulos horarios. A outra coordenada e' a Declinacao (dl). E' o

angulo compreendido entre a direcao do ponto na esfera celeste e sua

projecao sobre o equador, utilizando o circulo maximo que contem o

eixo e o ponto. E' contada de 0 a 90gr do equador para os polos,

positivamente no hemisferio N e negativamente no hemisferio S. Os

pontos onde o Sol atinge as declinacoes maximas, em cada hemisferio,

sao os solsticios. As passagens do Sol, em seu movimento anual

aparente, pelos dois equinocios e pelos dois solsticios, marcam os

inicios das estacoes climaticas, em cada ano.
SISTEMA DA ECLIPTICA - Seu plano fundamental e' a ecliptica e seu eixo

principal a linha dos polos da ecliptica. Uma coordenada e' o angulo

formado pela direcao do astro considerado com sua projecao sobre a

ecliptica. E' a Latitude Celeste - contada de 0 a 90gr a partir da

ecliptica; positiva para o norte e negativa para o sul. A outra

coordenada e' a Longitude Celeste - a mais importante nos estudos

astrologicos. Contada sobre a ecliptica, a partir do Ponto Gama, no

sentido das AR, variando de 0 a 360gr, ou de 0 a 30gr em cada uma das

12 partes iguais da ecliptica, relativas aos 12 signos do zodiaco.

----------------------------------

Principios de Astrologia e Nocoes de Astronomia Raul V. Martinez
Licao 4/33 (1995)

_____________________________________________________________________________


MEDIDAS DE TEMPO - baseadas no movimento de rotacao da Terra,

considerado uniforme.

Para determinado local, admite-se como "indice" o semiplano do

meridiano que contem esse local e por "referencia" pontos escolhidos

da esfera celeste. O intervalo de tempo existente entre duas

passagens consecutivas do indice pelo mesmo ponto de referencia

chama-se dia. Habitualmente esse intervalo e' subdividido em 24 horas

e estas, por sua vez, em minutos e segundos. Tomando por referencia o

Sol Verdadeiro, ou o Sol Medio, ou ainda o Ponto Gama, tem-se

respectivamente, o Dia Verdadeiro, o Dia Medio e o Dia Sideral. As

horas do dia solar medio sao chamadas de Horas Locais (HL).
HORA SIDERAL - E' a hora astronomica, e' a vigesima quarta parte do

tempo empregado por uma estrela para percorrer a circunferencia de

seu movimento diurno. Em consequencia da translacao da Terra em torno

do Sol, ha a diferenca de uma volta no intervalo de um ano, ou seja,

o ano tem aproximadamente 365 1/4 dias solares e 366 1/4 dias

siderais. Outro fato muito importante e' que o meridiano de um lugar

passa sempre pelas mesmas estrelas (ou mesmas posicoes) as mesmas

horas siderais desse local. Isso nao se da quando o Sol e' a

referencia.

Quando o semiplano do meridiano do lugar contem o centro do Sol

Verdadeiro, do Sol Medio ou o Ponto Gama, comeca nesse local,

respectivamente, o Dia Verdadeiro, o Dia Medio ou o Dia Sideral. O

Dia Civil e' contado a partir da passagem inferior do Sol Medio pelo

meridiano do lugar - quando o outro semiplano contem o centro desse

Sol.
TEMPO UNIVERSAL (TU) - E' o tempo civil em Greenwich. Sao 12h TU no

instante em que o centro do Sol Medio esta no meridiano de Greenwich

(passagem superior do Sol).
HORA LEGAL - Para unificar as horas de locais proximos a um mesmo

meridiano foram criados os 24 fusos horarios, a partir do meridiano

de Greenwich. Os paises adotam as horas desses fusos, multiplos de 15

graus, surgindo assim a Hora Oficial ou Legal. No Brasil vigora desde

01 de janeiro de 1914.
HORA DE VERAO (*) - Para economizar energia, diferentes paises, em

diferentes epocas, tem adotado temporariamente outro fuso horario.

Sao os horarios de verao ou, conforme o caso, horarios de guerra.
(*) HORARIOS DE VERAO NO BRASIL

(ate' fevereiro de 1998)

---------------------------------------
11h 03.10.1931 - 24h 31.03.1932

0 03.10. 32 - 24 31.03. 33


0 01.12. 49 - 01 16.04. 50

0 01.12. 50 - 24 31.03. 51

0 01.12. 51 - 24 31.03. 52

0 01.12. 52 - 24 28.02. 53


0 23.10. 63 -> (SP MG RJ GB ES)

0 09.12. 63 - 24h 29.02.1964


0 31.01. 65 - 24 31.03. 65

0 31.12. 65 - 24 28.02. 66

0 01.11. 66 - 24 28.02. 67

0 01.11. 67 - 24 29.02. 68


0 02.11. 85 - 24 14.03. 86

0 25.10. 86 - 24 13.02. 87

0 25.10. 87 - 24 06.02. 88

- nao observado no PA e no AM

0 16.10.1988 - 24h 28.01.1989

- menos no AM AC RO RR e wPA

0 15.10.1989 - 24h 10.02.1990

- menos no AM AC RO RR AP e wPA

0 21.10.1990 - 24 16.02.1991*

0 20.10.1991 - 24 09.02.1992*

0 25.10.1992 - 24 30.01.1993**

0 17.10.1993 - 24 19.02.1994*

0 16.10.1994 - 24 18.02.1995*

0 15.10.1995 - 24 10.02.1996***

0 06.10.1996 - 24 15.02.1997***

0 06.10.1997 - 24 28.02.1998***


* RS SC PR SP RJ MG ES MT MS BA GO e DF

** Relacionados em *, mais PE

*** " " *, mais TO

---------------------------------

Principios de Astrologia e Nocoes de Astronomia Raul V. Martinez
Licao 5/33 (1995)

____________________________________________________________________________


OUTROS CONCEITOS ASTRONOMICO-ASTROLOGICOS
ZO (O) - Do grego Zoon. Qualquer ser vivo.
ZODIACO - Do grego Zodiakos. Circulo da vida, faixa da esfera celeste

que tem a ecliptica em seu meio, onde os planetas, o Sol e Lua

parecem transitar. Esses astros, pelo movimento, aparentam ter

"vida", caminhando em um fundo de Estrelas Fixas, paradas ou

"mortas". Na mitologia, deuses e herois depois de mortos sao

transladados ao ceu, em forma de constelacoes, onde permanecem

imoveis. Isso nos leva a crer que a origem do nome Zodiaco,

possivelmente seja anterior ao nome das constelacoes contidas nessa

faixa da esfera celeste. Essas constelacoes, com amplitudes angulares

diferentes umas das outras, tem os mesmos nomes que os signos do

zodiaco, mas sao elementos distintos. Os signos, distribuidos sobre a

ecliptica, cada um abrangendo um angulo de 30 graus, sao em numero de

12, perfazendo o circulo, em determinada ordem. Se o comeco do

primeiro signo coincidir com o ponto gama, como acontece em questoes

astronomicas e nos estudos astrologicos ocidentais, o zodiaco e'

chamado de tropico. Se a origem estiver em ponto nao perfeitamente

definido da ecliptica, deslocado em termos de hoje de quase 30 graus,

no sentido contrario ao da ordem natural dos signos, o zodiaco e'

chamado de sideral. Esses dois zodiacos diferentes, o tropico e o

sideral, coincidiram ha cerca de dois mil anos atras. Depois disso,

pela precessao dos equinocios, se deslocaram. Atualmente o signo de

Aries do zodiaco tropico, praticamente coincide com o signo de Peixes

do zodiaco sideral. No zodiaco sideral ha coincidencias, nao apenas

com os nomes de constelacoes zodiacais, mas tambem de partes dessas

constelacoes com partes dos signos homonimos. Essas constelacoes

seccionam a faixa do zodiaco, cada uma delas, de forma diferente. Ou


Catálogo: groups -> 19620342
groups -> Gerência 5 recursos humanos 7 comercial 9 contábil/fiscal/financeira 20 tele(marketing) 27 atendente 29 design/publicidade/comunicaçÃO 30 informática 31 comércio exterior 36 logística / almoxarifado / expediçÃO 36 engenharia 41 projetos
groups -> Formado ou cursando Contábeis, Administração, Economia, Direito. Rotinas e experiência de constituição de Empresas, conhecimento de órgãos públicos. Salário à combinar + vr +VT, horário comercial. Bairro São Francisco
groups -> 1 Para o trabalhador avulso, pode ser considerado como salário de contribuição: a as gorjetas
groups -> Logo correta é a letra "C"
groups -> Pedagogia waldorf (Diversos textos retirados de sites diferentes) Introdução V. W. Setzer
groups -> Introdução
groups -> O conceito, a doutrina e as origens do cooperativismo
groups -> Marshall berman tudo que é SÓlido desmancha no ar a aventura da modernidade
19620342 -> Giovanni Reale História da Filosofia Antiga volume I: Das origens a Sócrates
19620342 -> O gato Que Atravessa Paredes Uma Comédia de Costumes


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal