Priscila Fernandes da Rocha



Baixar 9.34 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho9.34 Kb.
PROJETO DE LEI Nº 10, DE 2014
Dá a denominação de "Priscila Fernandes da Rocha" à Escola Estadual Jardim Amanda, em Hortolândia.



A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA:
Artigo 1º - Passa a denominar-se “Priscila Fernandes da Rocha” a Escola Estadual Jardim Amanda, em Hortolândia.
Artigo 2° - Esta lei entra em vigor na data da sua publicação.


JUSTIFICATIVA

Priscila Fernandes da Rocha nasceu em 29/08/1997 em Campinas/SP. Seus pais já eram moradores do Jardim Amanda em Hortolândia/SP e tinham outro filho chamado Weslley.

Em dezembro de 1997, foi diagnosticada com um tumor no olho esquerdo e começou o tratamento de quimioterapia no hospital A.C. Camargo em São Paulo.

Precisou retirar o olho esquerdo em junho de 1998, colocou uma prótese e continuou o tratamento por 3 anos.

Iniciou seus estudos na EMEF Jardim Amanda I, até a 4ª série, cursou a 5ª e 6ª séries na EE Prof. Euzebio Antônio Rodrigues e a 7ª e 8ª séries na EE Prof. Eliseo Marson.

Em 2010, foi descoberto um tumor na tíbia e passou por uma cirurgia com risco de amputação, que felizmente foi evitado. Continuou tratamento com quimioterapia e reabilitação.

Após a recuperação da perna, apareceu um tumor no pulmão, e precisou passar por nova cirurgia nos dois pulmões.

Em 2012, a aluna foi matriculada na EE Jardim Amanda, no ensino integral, onde cursou o 1º ano e o 1º semestre do 2º ano do ensino médio.

Aluna muito dedicada aos estudos, querida por todos os professores, funcionários e alunos, por seu jeito meigo, educado e feliz mesmo durante o tratamento de quimioterapia e a realização de várias cirurgias.

No mês de julho, sentiu dores na mesma perna e foi descoberto outro tumor, agora no fêmur. Apesar das dificuldades, ela não desistiu dos estudos e freqüentava a escola de andador ou muletas.

Após queda no mês de outubro, exames mostraram mais tumores no pulmão e na costela.

Em janeiro de 2013, parou de andar e encontraram um tumor na coluna. Mesmo triste, retornou às aulas de cadeira de rodas.

Todos na escola receberam-na muito bem e Priscila continuou sua jornada. Porém, foi ficando fraca, e precisou se ausentar da escola, passando a fazer os deveres em casa.

Faleceu aos 15 anos de idade, em 02/07/2013, deixando seus familiares, amigos, seu projeto de voltar para a escola andando e o exemplo de alegria, luta e vontade de viver.



Pelos motivos acima descritos, pela história da homenageada, somos pela denominação da Escola Estadual Jardim Amanda de “Priscila Fernandes da Rocha”.



Sala das Sessões, em 4/2/2014
a) Cauê Macris - PSDB



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal