Proc. Nº 2910/14 pll nº 270/14



Baixar 74.48 Kb.
Encontro25.07.2016
Tamanho74.48 Kb.

PROC. Nº 2910/14

PLL Nº 270/14


EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

Dr. Aloyzio Cechella Achutti,


nascido em 01 de julho de 1934 em Santa Maria, RS; filho de Bortolo Achutti e Luiza Cechella Achutti; casado (1957) com Dra. Valderês Antonietta Robinson Achutti (médica). Três filhos maiores: Luiz Eduardo (Antropólogo e Professor UFRGS), Ana Lúcia (Médica Psiquiatra) e Lúcia Helena (Jornalista e Bacharel em Direito). Quatro netos: Júlia, Pedro Martin, Antônio e Eduardo.
A parceria de mais de sessenta anos com a esposa, também médica e colega de consultório e em atividades acadêmicas, torna difícil de distinguir a contribuição dela (direta, parcial, por inspiração, ou como facilitadora) nos itens arrolados nesta proposição, mesmo onde não consta sua assinatura.
EDUCAÇÃO:

Fundamental e Secundário:

Escola Paroquial em Agudo (1941).

Colégio Marista em Santa Maria (1942-1952).

Graduação:

Faculdade de Medicina (FAMED) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre. 1953 -1958.


     Pós-Graduação:
Residência Médica em Medicina Interna, na primeira Residência Médica do Estado e segunda do país, em convênio da UFRGS com a Fundação Kellogg, nos anos de 1960 e 1961 no Serviço da Cátedra de Terapêutica Clínica da FAMED/UFRGS, Enfermaria 38 da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Durante todo o período, ocupou a posição de Residente Chefe.
Disciplina de Genética Humana do Curso de Especialização em Biologia da Faculdade de Filosofia da UFRGS. Curso de 64 horas, concluído em 1968. Trabalho de Conclusão de Curso aprovado com distinção: "Estenose Aórtica Supravalvular. Estudo Familiar em 5 gerações".
Fellow" dos "2nd & 3rd Advanced International Seminars on Epidemiology and Prevention of Cardiovascular Diseases". Patrocínio da Sociedade Internacional e Federação de Cardiologia e da Organização Mundial da Saúde. Em Blackrock, Irlanda. 1985 e em Turnhout na Bélgica em 1989.
"Fellow" do Seminário Internacional sobre Informática Médica. Patrocinado pelas Organização Panamericana da Saúde/Fundação Kellogg/Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos da América. Washington, Chicago e Nova York. 1986
Professor visitante de centros ligados à Epidemiologia, Saúde do Adulto, Envelhecimento e Educação em Saúde em Londres, a convite do "British Council". Março de 1986.
PRÊMIOS RECEBIDOS:
Primeiro Prêmio Nacional de Medicina e Saúde Pública sob os auspícios da Associação Médica Brasileira em 1986. Com a monografia: "Avaliação de Cinco Anos do Projeto Fumo", juntamente com Maria      Helena Rosito e Ligia Kümel Louzada.
Prêmio "Destaques Médicos 1988-1989", conferido pela Associação Médica do Rio Grande do Sul, por serviços prestados à comunidade.
Prêmio da Federação Mundial de Cardiologia (World Heart Federation) “World Cardiology Award” recebido em 2002 em Sidney por ocasião da Assembléia Geral da instituição durante o Congresso Mundial de Cardiologia.
Homenagem da Sociedade Brasileira de Hipertensão, durante seu XI Congresso realizado em Porto Alegre, em 2002, pelo pioneirismo em Pesquisa Epidemiológica sobre Hipertensão Arterial no Brasil.
Prêmio Mário Rigatto AMRIGS 2004, como personalidade atuante no controle do tabagismo.
Melhor Tema Livre do 62º. Congresso Brasileiro de Cardiologia, Sobre “Mortalidade precoce por doenças cardiovasculares e condições sociais em populações de Porto Alegre”, em coautoria com Maria Inês Reinert Azambuja e Sérgio Luiz Bassanesi. São Paulo 2007.
Homenagem como Criador do Serviço de Cardiologia do HPUCRS, 2008.
Prêmio Mérito Sociedade Brasileira de Cardiologia em 2011, por Contribuição à Comunidade
Homenagem pela contribuição à ABRASCO e à Saúde Coletiva, durante o 10o Congresso em 2012. Porto Alegre
Homenagem especial durante o 22º. Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia Pediátrica, como seu fundador juntamente com a saudosa Dra. Rachel Snitkowsky em 1972.
PESQUISAS E TRABALHOS A NIVEL DE PÓS-GRADUAÇÃO:
Membro do Grupo de Trabalho que elaborou o Projeto de Investigação sobre Prevenção da Febre Reumática em oito cidades da América Latina, sob o patrocínio da Organização Pan Americana da Saúde. Responsável pela execução do Projeto no Rio Grande do Sul e pelo Relatório Final de todo o projeto. Washington, 1975 a 1980.
Coordenação de Pesquisa epidemiológica realizada em 1978, em amostra probabilística domiciliar estratificada, representativa da população adulta do Estado do Rio Grande do Sul, sob os auspícios da Secretaria da Saúde e do Meio Ambiente do Estado, da Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Escola Nacional de Saúde Pública. Rio de Janeiro) e FINEPE. Desta pesquisa resultaram várias teses de Pós-Graduação: uma de pós-doutorado, apresentada na Universidade de Londres pelo Prof. Eduardo de Azeredo Costa; outra de Mestrado na Escola Nacional de Saúde Pública, pelo Dr. Carlos Henrique Klein; e outra também de mestrado na mesma escola pela Dra. Maria do Carmo Leal.

         



Também o mesmo material deu origem a inúmeros outros trabalhos já publicados, apresentados em reuniões científicas e fundamento para planejamento em Saúde da Secretaria de Saúde e Meio Ambiente do Estado do RS e de outros Estados, bem como do Ministério da Saúde.
Pesquisador Principal, responsável pelo "Projeto Fumo", de investigação e intervenção na população escolar, sob os auspícios da Secretaria da Saúde e do Meio Ambiente e Secretaria de Educação do Estado do Rio Grande do Sul. 1980-1984. Responsável pela elaboração do projeto, pela sua execução e análise.
Co-orientador de Tese de Doutorado: "Fatores Genéticos e Ambientais na Suscetibilidade à Febre Reumática e à Cardiopatia Reumática Crônica". Pela Dra. Wanyce Miriam Robinson, no Curso de Pós-graduação em Genética da UFRGS, para obter o título de Doutor em Ciências. Porto Alegre, 1981.
Membro de Comissão Examinadora de Monografia para obtenção do Título de Especialista em Psiquiatria no Curso de Especialização da mesma área da Faculdade de Medicina da PUCRS. Monografia: "O Ambulatório Psiquiátrico no Hospital Geral: Levantamento de um ano de Primeiros Atendimentos" De autoria do Dr. Cláudio Fernando Panitz. Porto Alegre, 1981.
Membro da Comissão Examinadora de monografia para obtenção do grau de Mestre em Saúde Pública na Escola Nacional de Saúde Pública (Rio de Janeiro), juntamente com Professora Anamaria Testa Tambellini e Prof. Eduardo de Azeredo Costa. Monografia: "Hipertensão Arterial em Estratos Geoeconômicos do Rio Grande do Sul", de autoria do Dr. Carlos Henrique Klein. 1984.
Membro de Comissão Examinadora de monografia para obtenção do Grau de Mestre em Saúde Pública na Escola Nacional de Saúde Pública (Rio). Monografia: "Hipertensão Arterial em Grupos Sócio ocupacionais de Volta Redonda", de autoria do Dr. Wellington Gomes de Araújo. 1984.
Membro de Comissão Examinadora de Monografia para obtenção do Título de Especialista em Psiquiatria no Curso de Especialização da mesma área da Faculdade de Medicina da PUCRS. Monografia: "Consultoria Psiquiátrica. Momento da Solicitação e Avaliação de Eficiência." De autoria do Dr. Cesar Lenz de Souza Brito. Orientador Dr. Paulo Belmonte de Abreu. Porto Alegre, junho de 1989.
Membro de Comissão Examinadora de Monografia para obtenção do Título de Especialista em Psiquiatria no Curso de Especialização da mesma área da Faculdade de Medicina da PUCRS. Monografia: "Uma Contribuição da Psiquiatria ao Transplante Cardíaco. Aspectos Clínicos e Psicodinâmicos." De autoria do Dr. Ary Knijnik. Porto Alegre, maio de 1989.
Membro da Comissão Examinadora de Monografia para obtenção do Título de Mestre no Curso de Pós Graduação e Pneumonologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Monografia: "Avaliação do Tabagismo Passivo pela Determinação de Cotinina na Urina de Lactentes em Aleitamento Materno" De autoria da Dra. Isabel Cristina de Oliveira Netto. Porto Alegre, novembro de 1991.
Membro da Banca examinadora da Tese Hermenêutica Aplicada aos resultados das RVM pagas pelo SUS do Estado do RJ, 1999 a 2003. Paulo Henrique Godoy na UFRJ. Novembro de 2007.
Coordenação Geral do Projeto de Investigação "Vida e Morte de População do Rio Grande do Sul. A coorte de 1978 revisitada" que teria financiamento do Ministério da Saúde, do CNPq, FAPERGS e FINEP. Por problemas logísticos até agora somente foi executada uma parte do referido projeto, sob a responsabilidade direta do Dr. Carlos Dora, cujos resultados, em parte, compõem tese de doutorado apresentada na Universidade de Londres, sobre os membros mais velhos da coorte. O restante do projeto foi temporariamente suspenso, por falta de recursos, e, em parte executado através do Instituto de Cardiologia do Estado do Rio Grande do Sul.

           

Membro do Grupo de Trabalho que elaborou o Projeto de Investigação sobre Fatores de Risco em Sete Cidades da América Latina, sob o patrocínio da Organização Pan-Americana da Saúde, Programa Saúde do Adulto. Execução nos anos 1987 e 1988. O material tem servido para várias apresentações em atividades científicas, para elaboração de teses de Pós-Graduação (algumas delas em nossa Universidade), seguindo ainda em análise para produção científica. Responsável também pelo relatório final dos resultados. Washington 1989. 
Pesquisador Principal do Projeto de Investigação sobre Fatores de Risco, em seu componente da cidade de Porto Alegre. Em coordenação com os seus executores, Dr. Bruce, Duncan e Dra. Maria Inês Schmidt da Assessoria Científica da FAMED/UFRGS. Trabalho de campo realizado em 1988.
Consultor ad-hoc da FINEP para a área da Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, desde 1988.
Consultor ad-hoc da FAPERGS para área da Saúde Coletiva. Porto Alegre, desde 1988.
Consultor ad-hoc do CNPq para área da Saúde Coletiva. Brasília, desde 1989.
Membro do Conselho Consultivo da CAPES para área da Saúde nos anos 1982 e 1983.
Membro do corpo de Revisores dos Arquivos Brasileiros de Cardiologia para temas sobre Epidemiologia e Saúde.
CONSULTORIAS E PAINEIS DIRETIVOS DE ENTIDADES CIENTÍFICAS:

                                   

Membro do Conselho Diretor da Unidade de Doenças Cardiovasculares da Organização Mundial da Saúde (desde 1986), Genebra. Na última reunião (fevereiro de 1990) o referido Conselho ficou assim constituído:
Aloyzio Achutti, UFRGS, Brasil;

Robert Beaglehole, Universidade Auckland, Nova Zelândia;

S.R.A.Dodu, Universidade Gahna;

J.Huttunen, Inst. Saúde Pública, Finlândia;

C.Kawai, Hosp.Universidade Kioto, Japão;

Claude Lenfant, HLBI/NIH, Bethesda, USA;

Michael G.Marmot, Universidade de Londres, Inglaterra;

M.A.Najeeb, Instituto Nacional Doenças Cardiovasculares Karachi, Paquistão;

R.Oganov, Instituto Doenças Não Transmissíveis, Moscow, USSR;

Zbinek Pisa, Departamento de Cardiologia Preventiva, Praga, Chechoslovákia;

Willy Rutishauser, Presidente da Sociedade International e Federação de Cardiologia, Genebra, Suíça;

P.L.Wahi, Instituo de Educação pós-graduada, Chandighari, Índia.


Membro do Painel Científico da Sociedade Internacional e Federação de Cardiologia (atualmente World Heart Federation), na posição de "Chairman" do Comité de Prevenção da Febre Reumática e Doença Reumática do Coração de 1989 a 2000 e novamente em 2001.
Membro do Conselho de Epidemiologia Cardiovascular e Prevenção da Sociedade Internacional e Federação de Cardiologia para o período 1991-1997.
Um dos 4 "Senior Editors", de fora dos Estados Unidos da América, para o "1992-Surgeon General Report: The Smoking in the Americas" e responsável direto pelos capítulos referentes ao Brasil e os 4 países do Cone Sul da América. Editado o volume do US-DHHS em Washington em março de 1992. O 2º volume, responsabilidade da PAHO, editado também em Washington em agosto de 1992.
Membro do Painel de Especialistas da Organização Mundial da Saúde, sobre Fumo e Saúde desde 1982 – 1999.
Passado-Presidente da Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina (1999-2000)
Consultor temporário da Organização Panamericana da Saúde e Organização Mundial da Saúde em diversas oportunidades, relacionadas com projetos de investigação e intervenção populacional, quase sempre ligados à saúde do adulto e/ou Doenças Cardiovasculares.
Lista de anos e locais:
1975-Porto Alegre;

1976-Caracas, Venezuela;

1977-Santiago, Chile; 1978-Lima, Perú;

1979-San Juan, Porto Rico; 1979-Dehli, Índia; 1980-Santiago, Chile;

1980-Quito, Equador; 1980-Washington, EEUU;

1981-Lima, Perú;

1982-Genebra, Suíça;

1983-Bogotá, Colombia;

1984-Washington, EEUU;

1986-Genebra, Suíça;

1987-Washington, EEUU;

1988-Washington, EEUU;

1989-Washington,EEUU;

1990-Santiago, Chile;

1990 – Buenos Aires, Argentina;

1991-Genebra, Suíça;

1992-Buenos Aires, Argentina;

1994-Genebra, Suíça.

        

Consultor temporário do Banco Mundial para assuntos de saúde do adulto:


1988-na elaboração de documentos de base para um estudo sobre saúde do adulto no Brasil;

1989-como membro do Painel Assessor para a revisão final do referido documento. São Paulo;



1989-como membro de Consultoria juntamente com Universidade de Londres, sobre estudos de mortalidade do adulto. Apresentando também Documento para Discussão, em Tunbridge Wells, England.
Assessor do Ministério da Saúde para assuntos relacionados com Saúde do Adulto de 1981 a 1989.
Membro do Grupo Assessor sobre Tabagismo para o Ministério da Saúde, desde 1989. Brasília.
Nucleador da Comissão Nacional de Epidemiologia e Prevenção das Doenças Cardiovasculares da FUNCOR/Sociedade Brasileira de Cardiologia.
Membro do Comité de Implementação do Projeto conjunto do “Institute of Medicine" (Academia Nacional de Ciências dos EEUU)/Organização Mundial da Saúde/Banco Mundial/Universidade de Londres, sobre Prevenção das Doenças Cardiovasculares nos países em desenvolvimento.
Membro da Câmara Técnica do Instituto Nacional do Câncer para Tabagismo.
Membro do Conselho Consultivo do SIMERS.
Diretor Científico da Associação Médica do Rio Grande do Sul em 1974, depois seu vice-presidente.
Conselheiro do Conselho Regional de Medicina do RS.
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL E DIDÁTICA:
Consultório médico de Medicina Interna e Cardiologia, situada na Avenida Borges de Medeiros, 2500, conjunto 1005, onde atende juntamente com a esposa Dra. Valderês Antonietta Robinson Achutti.
Especialista em Medicina Interna e Cardiologia, desde 1964 e 1969 respectivamente.
Médico do Ambulatório Cardiopulmonar da Enfermaria 38 da Santa Casa e posteriormente na chefia, de 1960 a 1965.
Criador do Serviço de Cardiologia Pediátrica do Hospital da Criança Santo Antônio.
Cardiologista da Equipe de Cirurgia Cardíaca da Santa Casa (Enfermaria 30a), sob coordenação do Cirurgião Cardiovascular Cid Nogueira, durante a instalação do serviço e nos seus 5 primeiros anos de funcionamento.
Médico Cardiologista da SEFAE, Serviço Assistencial da Secretaria de Educação e Cultura do Esta do Rio Grande do Sul
Aposentado da Função Pública Estadual, por tempo de Serviço (tendo-o ultrapassado em mais de um ano e meio), em 12 de março de 1987.
Médico de referência no Rio Grande do Sul para agências da Organização das Nações Unidas (ONU).
Professor Adjunto, Referência 4 do Departamento de Medicina Interna FAMED/UFRGS, aposentado em 1995.
Criador e Professor Regente da Disciplina de Promoção e Proteção à Saúde III (com ênfase no adulto incluindo o idoso) no Departamento de Medicina Interna FAMED/UFRGS, até a aposentadoria.
Ex-Professor Titular da Faculdade de Medicina da PUCRS até 1987, ano em que se demitiu, retornando para a UFRGS.
Ex-coordenador do Departamento de Medicina Interna da Faculdade de Medicina da PUCRS.
Membro do Grupo de Trabalho sobre Saúde Urbana no Departamento de Saúde Coletiva da FAMED/UFRGS.
Membro do Painel Assessor Internacional do ProCOR, fundado pelo Prêmio Nobel de 1985, Professor Bernard Lown. Boston, USA.
Coordenador da rede social AMICOR com atividade constante desde 1997 (completando 16 anos em 2013).
TRABALHOS PUBLICADOS: (Seleção dentre cerca de mais 100 títulos)
Achutti A, Ruiz L, et all: Manual de normas para el control de la fiebre reumática en la comunidad.PAHO. Washington, 1981.
WHO-expert panel: Anti-smoking strategies in Developing countries. Techincal Repport n. 695. Geneva, 1982.
Achutti, AC: Cuidados Primários de Saúde. Prevenção de Problemas Cardiovasculares. (duas partes) R.AMRIGS 27(1):101-7, jan./mar. e 27(2):244-9, abr./jun. 1983.
Achutti AC, Barrios HG, Rodrigues H, Balossi E, Castro LC, Restrepo H: La hipertension arterial como problema de salud comunitaria. Série Paltex n.84. PAHO. Washington, 1984.
Robinson WM, Salzano FM, Franco MHL, Achutti AC: Blood Groups, Salivary secretion and other immunologic variables in Rheumatic Fever and Chronic Rheumatic Heartd Disease. Acta Anthropologica. 84: 217-221. Londres, 1984.
Panamerican Health Organization (co-autor): Control del Habito de Fumar. Taller subregional para el cono sur y Brazil Cuaderno Técnico n.2 Informe de pais: Brasil (78-151). Washington, 1986.
Achutti AC: The contrast between major effort in highly sophisticated treatment of chronic rheumatic heart disease and minor input in preventive measures: a challenge for developing countries. In Preventive Cardiology. 639-650. Harwood Academic Publishers. Chur, Switzerland, 1987.
Achutti AC, Achutti VR: La Cardiopathie Rhumatismale en Amerique du Sud. Approche du Cut sociale des valvulopathies au Brèsil. Communication Medicale. Paris, septembre 1987.
Achutti AC: Some consideration about public health approaches to cardiovascular diseases. With particular emphasis on their application to the socially less previleged. Heart Beat (ISFC). 10-11, (1) Geneva, March 1987.
Achutti AC: The same article reproduced in National Heart News (from National Heart Foundation of Australia) 13-14, Winter Edition 1987
Costa EA, Rose GA, Klein CH, Leal MC, Szwarcwald CL, Bassanesi SL, Achutti AC, Fischman A: Salt and Blood Pressure in Rio Grande do Sul, Brazil. Bulletin of PAHO (159-176)-24(2), 1990.
Briscoe, J :Brazil, The New Challenge of Adult Health (A World Bank country study). Washington, 1990.

           



Contribuição entre mais de vinte, com dois "background papers", um sobre o hábito de fumar e outro sobre saúde do adulto no Brazil. Também revisando e discutindo todo o documento, como membro do Comité Assessor do Projeto.
OPAS: Analisis de la prestacion de servicios de salud (1989-1990) (co-autoria) em La crisis de la salud publica: Refleciones para el debate.   Washington, 1992.
Achutti A: Prevention of Cardiovascular Diseases in Developing and newly industrilizing countries. Background and discussion paper for the meeting held by october 1992.
WB: World Development Report 1993. Investing on Health. (Citado como    um dos colaboradores de fora do Banco). Washington, 1993.
Aloyzio Achutti e Valderês Robinson Achutti: Aspectos Epidêmicos.  Do livro Hipertensão Arterial. Sarvier. São Paulo, 1997.
Coordenador da publicação Guia Nacional de Prevenção e Tratamento do Tabagismo. Documento elaborado por representantes de várias   especialidades da Associação Médica Brasileira. Vitrô-Publicações, Rio de Janeiro 2001.
Editorial "Fumo ou Saúde/direitos ou deveres?" com Ana Maria Menezes     Revista SBPT. J. Pneumol 26(6) - nov-dez de 2000.
Eduardo Algranti, Ana Maria Baptista Menezes and Aloyzio Achutti: Lung    Cancer in Brazil. Seminars in Oncology, Vol 28, No. 2 (April), 2001:          pp 143-152.
Samer Jabbour, K;. Srinath Reddy, Walinjom F.T.Muna, Aloyzio Achutti: Cardiovascular disease and the global tobacco epidemic: a wake-up       call for cardiologists. Int Journal of Cardiology 86(2002) 185-192.
Samer Jabbour; Arun Chockalingham, Florêncio Garofalo, Sania Nishtar, André Wielgosz, Aloyzio Achutti:"Information and communication technology in cardiovascular disease prevention  in developing countries: Hype and Hope Report of the International Collaboration on Information Use in Cardiovascular Health Promotion in Developing    Countries" International Journal of Cardiology.
Quatro capítulos na 3a. Edição da Medicina Ambulatorial. Artes Médicas:    Febre Reumática e Endocardite Bacteriana, Sopros inocentes, Tabagismo e Reanimação Cárdio-Respiratória.
A Race against Time: The Challenge of CVD in Developing Countries.  Columbia University. Trabalho para o qual contribuímos, junto com     Maria Inês Reinert Azambuja, Mário Maranhão e Carisi Polanczyk.
Aloyzio Achutti, Blau Souza e   XXX: Três Tomos Publicações da Academia       Sul-Rio-Grandense de Medicina. Tomo Editorial, Porto Alegre (último lançado em agosto de 2007)
Maria Inês Reinart Azambuja, Aloyzio Achutti, Richard Levins: The inflammation paradigm: towards a consensus to explain coronary heart disease mortality in the 20th century. CVD Prevention and Control (2008)3, 69-76. ELSEVIER.
Maria Inês Reinart Azambuja, Murilo Foppa, Mário Fernando de Camargo Maranhão, Aloyzio Cechella Achutti: Impacto Econômico dos Casos de Doença Cardiovascular Grave No Brasil. Uma estimativa Baseada em Dados Secundários. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 2008.
Medicina Ambulatorial, 4.edição (no prelo),organizado pelos Drs. Bruce B. Duncan, Elsa R. J. Giugliani e Maria Inês Schmidt. No capítulo Febre Reumática e Prevenção de Endocardite Infecciosa, Tabagismo e Sopros Cardíacos
Criação (em 1997) e coordenação da Rede Social AMICOR (neste ano a completar 16 anos de continuidade), com cerca de 200 mil visualizações de aproximadamente seis mil postagens desde agosto de 2004 quando a contagem começou a ser feita. Trata-se de páginas de divulgação de temas científicos e de cultura geral, com aval da Organização Internacional HON (Health on the Net).1
Calha citar, outras atividades desempenhadas pelo agraciado, a saber:


  • Um dos 25 estudantes gaúchos selecionados de várias escolas secundárias, para participar de uma excursão de turismo histórico patrocinada pelos Diários Associados e Varig (reportagem publicada na revista Cruzeiro da época, 1949). Dirigida pelo ex-secretário da Educação Coelho de Souza, viajando pelo Rio de Janeiro para comemorar a fundação da cidade, em Salvador para acompanhar translado dos restos mortais de Ruy Barbosa, no Recife aniversário da Batalha de Guararapes.

  • Pioneiro na tropa de escoteiros Garcia Moreno em Santa Maria, sob chefia de Victor Schuch. Clan Ibitory-Retan.

  • Orador da turma de formandos do Curso secundário do Colégio Santa Maria em 1952.

  • Diretor da Casa da JUC No 4 (pensão de estudantes) de 1953 a 1957. Situada em velho casarão da Avenida 24 de Outubro 575.

  • Vice-presidente da JUC do RS em 1955

  • Guarda Civil, lotado no Serviço Médico como auxiliar de saúde, de 1955 a 1958.

  • Presidente do Conselho de Pais e Vice-Presidente da Fundação Instituo João XXIII em Porto Alegre.

Diga-se, ainda, que nosso homenageado, mesmo aposentado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS –, tem se dedicado, ultimamente, num projeto de grande valia para Porto Alegre, promovido e desenvolvido por um grupo de trabalho de pesquisa e extensão do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFRGS denominado “Programa de Extensão e Pesquisa em Saúde Urbana, Ambiente e Desigualdades”, do qual o dr. Aloyzio Cechella Achutti é um dos participantes.


O “Programa de Extensão e Pesquisa em Saúde Urbana, Ambiente e Desigualdades”, que tem apoio da Organização Pan-Americana da Saúde – OPAS –, tem por objetivo geral contribuir para aumentar a produção, a mobilização, a comunicação e a circulação da informação sobre determinantes físicos, biopsicossociais e econômico-culturais das desigualdades nas cidades, dentro da UFRGS e com outras instituições públicas e privadas, locais e globais, interessadas em promover o desenvolvimento urbano sustentável e equitativo, requisito para a promoção da saúde da população.
Visa a contribuir para a promoção da saúde mediante a constituição de redes de conhecimento, a realização de trocas intra e interacadêmicas, bem como com os demais setores da sociedade, e a ampliação da presença da universidade, com seus recursos, junto às comunidades urbanas. O “Programa de Extensão e Pesquisa em Saúde Urbana, Ambiente e Desigualdades” busca potencializar o fluxo de ideias no âmbito da saúde urbana, tendo como referência o desenvolvimento mais equitativo e sustentável; construir pontes entre a UFRGS, os gestores públicos e entidades não governamentais interessadas em saúde e ambiente; e investir na circulação de informação entre a UFRGS e os lugares, tanto os geográficos como os virtuais, locais e globais.
Em Porto Alegre, os trabalhos dos participantes do “Programa de Extensão e Pesquisa em Saúde Urbana, Ambiente e Desigualdades” estão voltados, mais especificamente, ao Bairro Restinga e à Vila Sossego, sendo que um relatório desse trabalho foi apresentado em um congresso recente, realizado na cidade de Kobe, no Japão, no Centro Internacional de Saúde Urbana da Organização Mundial da Saúde – OMS.
Deve ser ressaltado, ainda, que nosso homenageado também publicou inúmeros trabalhos especializados na área da medicina, os quais são citados em diversas universidades, revelando a importância de reconhecermos o médico Dr. Aloyzio Cechella Achutti como cidadão deste Município.
Conhecendo a sensibilidade desta Casa, é que proponho o presente Projeto de Lei, contando com o apoio dos nobres pares.
Sala das Sessões, 12 de dezembro de 2014.

VEREADOR WALDIR CANAL



PROJETO DE LEI


Concede o título de Cidadão de Porto Alegre ao senhor Aloyzio Cechella Achutti.

Art. 1º Fica concedido o título de Cidadão de Porto Alegre ao senhor Aloyzio Cechella Achutti, com base na Lei nº 9.659, de 22 de dezembro de 2004.
Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

/TAM


1 Fonte: http://amicorextension.blogspot.com.br/2013/03/curriculum-vitae-aa.html


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal