Processo seletivo ufpr litoral 2006


Sêmen bovino para inseminação artificial é conservado em nitrogênio líquido que, à pressão normal, tem temperatura de 78 K. Essa temperatura é equivalente a -195 ºC



Baixar 339.07 Kb.
Página3/5
Encontro29.07.2016
Tamanho339.07 Kb.
1   2   3   4   5

3. Sêmen bovino para inseminação artificial é conservado em nitrogênio líquido que, à pressão normal, tem temperatura de 78 K. Essa temperatura é equivalente a -195 ºC.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

*b) Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.

c) As afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.

d) Somente a afirmativa 3 é verdadeira.

e) Somente a afirmativa 2 é verdadeira.
34 - Considere duas partículas negativas separadas por uma distância de 1,0 m e com cargas de módulos 2Q e 18Q. A distância, em relação à partícula de carga 2Q, em que devemos colocar uma terceira partícula negativa de carga q para que o sistema fique em equilíbrio é:
*a) 0,25 m.

b) 0,10 m.

c) 0,50 m.

d) 0,75 m.

e) 0,125 m.
35 - Em 1831, o físico Michel Faraday descobriu a lei da indução eletromagnética, a qual descreve o surgimento de uma força eletromotriz induzida na presença de um fluxo de campo magnético que varia no tempo. Essa lei explica:
a) o funcionamento de uma bateria de carro.

b) o aquecimento da água em uma torneira elétrica.

*c) o funcionamento de um transformador.

d) a força de atração ou repulsão entre partículas elétricas.

e) a energia armazenada em um capacitor.
36 - Uma partícula eletricamente carregada possui uma velocidade de módulo v no ponto M e descreve uma trajetória em forma de um arco de círculo MN no plano xy, conforme figura abaixo. Admitindo-se que existe somente um tipo de campo uniforme nessa região, este se refere a:

a) campo magnético paralelo ao plano xy.

b) campo elétrico paralelo à direção y.

*c) campo magnético perpendicular ao plano xy.

d) campo elétrico perpendicular ao plano xy.

e) campo magnético paralelo à direção y.


“Entre os efeitos colaterais da mudança de clima cultural, pôde-se assistir a uma modificação da imagem da Idade Média. (...) A Idade Média era um período de decadência compreendido entre o fim do Império Romano e o Renascimento das artes e das letras. Sabemos que este estereótipo dificilmente cedeu o lugar a uma imagem mais positiva e articulada da civilização medieval. Subsiste o fato de que a própria idéia de Idade Média estava inseparavelmente ligada a uma decadência que se observava a partir do cume de um progresso – ambos de ordem cultural.”

(GINZBURG, Carlo. A micro-história e outros ensaios. Lisboa: Difel, 1991, p. 124-125.)


37 - Sobre a abordagem do período medieval pela historiografia atual, é correto afirmar:
*a) O paralelo esquemático do medievo com o Império Romano ou com a sociedade renascentista evidencia o anacronismo presente em uma determinada produção historiográfica.

b) A decadência mencionada no texto, que associa o período medieval a um estereótipo negativo, é um traço restrito àquele momento particular da história humana.

c) A referência ao progresso como um atributo exclusivo da sociedade industrial capitalista legitima-se em função do atraso identificado na sociedade européia durante a Idade Média.

d) A análise da cultura medieval pela historiografia contemporânea justifica a adoção de uma imagem fundamental para a compreensão daquele período: “época das trevas”.

e) O estudo do período medieval revela a impossibilidade de abordar as sociedades históricas a partir de uma perspectiva comparada e preocupada em situar a diversidade cultural ao longo do tempo.
“Até por volta do século XII, a arte medieval desconhecia a infância ou não tentava representá-la. É difícil crer que essa ausência se devesse à incompetência ou à falta de habilidade. É mais provável que não houvesse lugar para a infância no mundo. (...) Tem-se a impressão, portanto, de que a cada época corresponderiam uma idade privilegiada e uma periodização particular da vida humana: a ‘juventude’ é a idade privilegiada do século XVII, a ‘infância’, do século XIX, e a ‘adolescência’, do século XX.”
(ARIÈS, Phillipe. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: LTC Editora, 1981, p. 16-17.)
38 - Com base no texto do historiador francês, é correto afirmar:
a) O autor revela que a representação das “idades da vida” do homem depende das possibilidades de estabelecer precisamente o tempo biológico dos indivíduos.

b) No texto, o historiador faz uma crítica explícita da falta de habilidade técnica dos artistas do século XII em pintar as crianças nas telas de suas obras.

c) Ariès afirma que o reconhecimento da infância se deu apenas no século XX, com a consolidação da Revolução Industrial propiciada pelo desenvolvimento tecnológico.

*d) O historiador indica que a periodização da vida humana, ou das “idades da vida”, é uma elaboração de cada época específica e se articula com a importância dessa cronologia para a sociedade.

e) O autor demonstra que a valorização da idade cronológica da vida, no decorrer dos séculos, está associada à importância econômica dos indivíduos em cada sociedade em particular.
39 - Pablo Neruda, renomado poeta chileno, refere-se à conquista e colonização espanhola na América com a seguinte frase: “a espada, a cruz e a fome iam dizimando a família selvagem”. Sobre o tema, é correto afirmar:
a) As crenças religiosas dos indígenas, fortemente influenciadas por lendas e superstições, dificultaram a ocupação e impulsionaram a resistência dos ameríndios contra os espanhóis.

b) Ao mencionar a espada e a cruz, o poeta estimula o leitor a pensar na consistente oposição de interesses entre a Coroa Espanhola e a Igreja no episódio da colonização da América.

c) Na conquista, a dizimação dos nativos reflete a ausência de preocupação dos espanhóis com a exploração e o estabelecimento de bases de colonização nos novos territórios anexados.

*d) O ritmo acelerado da conquista espanhola na América destaca a superioridade técnica do armamento que os conquistadores empregam no decorrer do processo de dominação.

e) A caracterização dos ameríndios como “selvagens” expressa com exatidão a uniformidade de culturas indígenas existentes na América antes da chegada dos conquistadores europeus.
“A maior parte dos ingleses de ambos os sexos ainda vivia, no século XVII, em um mundo mágico, no qual Deus e o demônio intervinham diariamente – um mundo de feiticeiras, fadas e encantamentos. Se fracassassem estes, ainda havia o toque pelas mãos do rei, eficaz na cura das escrófulas.”
(HILL, Christopher. O mundo de ponta-cabeça. São Paulo: Companhia das Letras, 1987, p. 99.)
40 - Sobre o contexto social dos três séculos que antecederam as transformações realizadas pelas revoluções Industrial e Francesa, é correto afirmar:
a) Constituía-se em um período denominado como Antigo Regime devido ao papel secundário assumido pela aristocracia na organização da sociedade.

*b) Destacava-se a convivência estreita entre as explicações mágico-religiosas e a ciência, proximidade que foi alterada paulatinamente com o advento da dupla revolução tecnológica e social.

c) Apresentava-se como uma sociedade mobilizada pelo reconhecimento dos direitos sociais da população, assegurados pela legislação vigente no período.

d) Tratava-se de uma época marcada pela fragilidade da Igreja no campo das idéias, pois os setores sociais vinculados ao mundo do trabalho eram refratários ao ideário religioso.

e) Identificava-se com a proposição e a tipificação do Estado defendida por intelectuais filiados ao iluminismo e ao liberalismo político.
As questões 41 e 42 referem-se ao texto a seguir.
“A escravidão de africanos nas Américas consumiu cerca de 15 milhões ou mais de homens e mulheres arrancados de suas terras. O tráfico de escravos através do Atlântico foi um dos grandes empreendimentos comerciais e culturais que marcaram a formação do mundo moderno e a criação de um sistema econômico mundial. A participação do Brasil nessa trágica aventura foi enorme. Para o Brasil, estima-se que vieram perto de 40% dos escravos africanos. (...) E a escravidão penetrou cada um dos aspectos da vida brasileira. Além de movimentarem engenhos, fazendas, minas, cidades, plantações, fábricas, cozinhas e salões, os escravos da África e seus descendentes imprimiram marcas próprias sobre vários outros aspectos da cultura material e espiritual deste país, sua agricultura, culinária, religião, língua, música, artes, arquitetura... a lista é longa e já estamos cansados de ouvi-la.”
(REIS, João José e GOMES, Flávio dos Santos (orgs.). Liberdade por um fio. São Paulo: Companhia das Letras, 1996, p. 9.)
41 - Sobre a relação entre o Sistema Colonial e a escravidão, é correto afirmar:
a) O tráfico de escravos africanos era combatido pelos defensores da política econômica conceituada genericamente pela denominação de Pacto Colonial.

b) No Brasil, em seus mais de trezentos anos de escravidão, prevaleceu o aprisionamento de indígenas nativos, apesar do número expressivo de africanos que para cá vieram.

*c) Um traço marcante do período, na América colonizada pelos portugueses, foi a resistência dos africanos escravizados.

d) A utilização em larga escala da mão-de-obra escrava prejudicou o principal fundamento do lucro desmedido da Metrópole portuguesa: o monopólio baseado na exploração da lavoura colonial.

e) Na época, a hierarquia da Igreja Católica denunciou a tragédia da escravização de homens e mulheres, arrancados de suas terras no continente africano.
42 - Tendo em vista a declaração de que “a escravidão penetrou cada um dos aspectos da vida brasileira”, considere as afirmativas a seguir:
1. A contribuição africana para a culinária brasileira informa que o consumo de alimentos é influenciado tanto por escolhas do paladar quanto por significados de ordem cultural e social.

2. O candomblé é um exemplo de marca espiritual da cultura africana bem recebida e assimilada pelas autoridades do período colonial brasileiro.

3. As reticências utilizadas na última frase citada no texto denotam a extensão da contribuição africana para a sociedade brasileira.

4. O reconhecimento da participação da cultura material africana na formação social brasileira é a base da ausência de concepções racistas contra o negro no Brasil.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.

*b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.
“A história das artes não é uma única história, mas, em cada país, pelo menos duas: aquela das artes enquanto praticadas e usufruídas por uma minoria rica, desocupada ou educada, e aquela das artes praticadas ou usufruídas pela massa de pessoas comuns. (...) No que toca à absorção do jazz pela cultura oficial, é uma forma de exotismo, como a escultura africana ou a dança espanhola, um dos tipos de exotismo ‘nobres selvagens’ pelos quais os intelectuais de classe média e das classes altas tentam compensar as deficiências morais de sua vida, especialmente hoje, século XX, depois de terem perdido a certeza da superioridade de seu estilo de vida.”
(HOBSBAWM, Eric. História social do jazz. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990, p. 32-33.)
43 - Com base no texto e nos conhecimentos sobre a incorporação de padrões culturais diversificados na sociedade contemporânea, considere as afirmativas a seguir:
1. A resistência dos intelectuais de classe média em apreciar o jazz revela o quanto esse estilo musical permanece prisioneiro de guetos culturais marginalizados socialmente.

2. A incorporação de elementos culturais percebidos como exóticos é uma prática disseminada entre os integrantes da denominada “minoria rica ou educada”.

3. A distinção entre duas modalidades de arte, estabelecida por Hobsbawm, coloca em debate a dificuldade de acesso a determinados bens culturais por parte de setores sociais destituídos de capital econômico.

4. O fandango caboclo, dança com presença no litoral paranaense desde o período colonial, é uma manifestação cultural típica de arte popular praticada pelos indivíduos identificados no texto como “pessoas comuns”.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras.

*e) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.
Leia o trecho do poema a seguir.
“(...) Malditas sejam

as cercas vossas,

as que vos cercam

por dentro,

gordos,

sós,


como porcos cevados;

fechando,

com seu arame e seus títulos,

fora de vosso amor,

aos irmãos!”
(Terra nossa, liberdade, D. Pedro Casaldáliga.)
44 - Com base nos conhecimentos sobre a História do Brasil, é correto afirmar que o texto do poeta se refere ao problema permanente da concentração:
a) do potencial industrial em determinadas regiões do país.

b) da atividade comercial em determinados setores de produção.

c) do poder sob a influência de determinados partidos políticos.

*d) da estrutura fundiária nas mãos de determinados indivíduos.

e) da atividade religiosa sob o controle de determinados grupos sociais.
“O castelo de cartas ruiu. (...) Do ponto de vista histórico, o que diferenciava São Paulo era seu modo de expansão urbana, que empurrou a população para as periferias, criando uma espécie de privilégio central mantida sob o controle da autoridade pública e para a qual a periferia é invisível. Os ataques do PCC configuram uma situação inédita e põem abaixo a ilusão que São Paulo sempre produziu: a de que era diferente das outras. (...) Essa espécie de mistificação paulista foi sendo corroída nas últimas décadas e não se sustenta mais.”

(Adaptado de: Folha de S. Paulo, Caderno Mais, 21 maio 2006, p. 7.)


45 - Com base no texto sobre os recentes ataques da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), ocorridos na cidade de São Paulo contra as forças de segurança pública pertencentes ao Estado, considere as afirmativas a seguir:
1. A desigualdade social e a concentração da riqueza, presentes em São Paulo e em várias cidades do país, contribuem decisivamente para o agravamento do quadro de violência e para a sensação generalizada de insegurança da população.

2. Os ataques do PCC representam uma mudança de foco no olhar sobre o desenvolvimento social e histórico da cidade de São Paulo.

3. Em São Paulo, verifica-se que a violência e a criminalidade, atributos específicos das populações residentes nas periferias, vêm segregando a população mais abastada e protegida da cidade.

4. A formação urbana de São Paulo, ao contrário das demais capitais brasileiras, se deu com base na integração social das populações migratórias, o que fez com que a cidade retardasse o risco de explosão da violência.
Assinale a alternativa correta.
*a) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.
46 - Considere as seguintes figuras que representam as posições do Sol em sua aparente trajetória em torno do planeta Terra.

Sobre o significado dessas representações, é correto afirmar:
a) A figura 1 representa o solstício de primavera no Hemisfério Sul.

b) A distância em graus na superfície terrestre que está representada nas quatro figuras pelas sucessivas linhas tracejadas é de 90°.

*c) Os trópicos de Câncer e de Capricórnio estabelecem o limite para o norte e para o sul, além do qual os raios solares são inclinados o ano todo.

d) O solstício só ocorre uma vez a cada ano no planeta Terra.

e) A figura 4 indica que é verão no Hemisfério Sul.
47 - Assinale a alternativa correta.
a) O setor primário recebe essa denominação por operar com padrão tecnológico mais simples do que os demais setores.

b) O setor secundário compreende as indústrias responsáveis pelo processamento de recursos naturais e é o setor econômico que responde pela maior parte do PIB nos países desenvolvidos.

*c) O setor terciário abrange as atividades de prestação de serviços e sua expansão é determinada pela urbanização e pela modernização das atividades produtivas.

d) O comércio constitui o setor quaternário e sua importância econômica é maior em países de grande extensão territorial e muito populosos, devido ao alto custo de circulação de mercadorias nesses países.

e) O setor terciário é predominante na composição da População Economicamente Ativa (PEA) em países subdesenvolvidos, como o Brasil, devido à debilidade do setor industrial, situação inversa à que existe nos países desenvolvidos.
48 - Existe uma relação intrínseca entre o desenvolvimento do capitalismo e o surgimento da metrópole moderna, com seu padrão característico de organização espacial. Com base nos conhecimentos de geografia urbana, assinale a alternativa INCORRETA.
*a) As metrópoles dos países capitalistas avançados são aquelas onde ocorrem os mais graves problemas sociais e urbanos, o que é resultado do desenvolvimento do capitalismo em sua última fase.

b) No final do século XIX, as metrópoles já possuíam uma organização espacial complexa, com zonas industriais, bairros de alto padrão, bairros operários e centros administrativos.

c) A construção das metrópoles estimulou a expansão da indústria da construção civil, a qual valoriza diferencialmente o espaço urbano ao realizar grandes investimentos imobiliários em áreas selecionadas.

d) A concentração populacional e a heterogeneidade socioeconômica nas metrópoles ensejaram a diversificação das atividades de comércio e serviços, bem como novas formas de lazer.

e) O urbanismo surgiu devido à necessidade de substituir a organização espacial urbana herdada do período medieval, com suas ruas estreitas e tortuosas, por um modelo adequado ao capitalismo industrial.
“Os países que adotavam economias planificadas possuem perspectivas bem diferenciadas entre si na nova ordem mundial, ligadas às tradições histórico-culturais de cada povo. A relativa unidade que havia nesse bloco se rompeu a partir do final dos anos 80, em especial com a dissolução da URSS. Esta representava o grande modelo ou exemplo para os demais, além de potência econômica e militar que garantia uma certa coesão ao bloco.”
(Adaptado de: VESENTINI, J. W. A nova ordem mundial. 2ª ed. SP: Ática, 1996. p. 48-49, Série Geografia Hoje.)
49 - Com base no enunciado e nos conhecimentos de geopolítica, assinale a alternativa correta.
a) Cuba conseguiu manter seu ritmo de crescimento econômico e seu elevado IDH durante a crise do socialismo, motivo pelo qual não precisou fazer alterações em seu sistema de economia planificada.

b) A comparação entre as duas Coréias fornece um exemplo eloqüente de sucesso do socialismo real.

c) Os países africanos que adotaram o modelo socialista não padecem mais dos mesmos problemas que afligem o restante da África Negra, tais como conflitos étnico-tribais, desnutrição e elevado analfabetismo.

d) Na China, país de economia planificada em transição, não existem desigualdades sociais.

*e) A perestroika foi a política de desregulamentação econômica e de desestatização implementada na ex-URSS com o objetivo de salvar sua economia, e terminou quando da desintegração territorial do país.
50 - As migrações são produzidas por fatores de expulsão populacional e fatores de atração, sendo que uma mesma área pode apresentar simultaneamente os dois tipos de fatores. Nesse sentido, o saldo migratório de uma área será positivo ou negativo dependendo dos fatores que predominarem como determinantes das decisões individuais de migrar ou de não migrar.
Com base no enunciado e nos conhecimentos de geografia da população que tratam do êxodo rural no Brasil, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Falta de escolas, assistência médica insuficiente e dificuldades de transporte são fatores de repulsão populacional que atuam na zona rural.

b) A mecanização das atividades agrícolas é uma das mais importantes causas do êxodo rural.

c) Nos dias de hoje, a violência é um fator de expulsão presente sobretudo nas grandes cidades, mas até a primeira metade do século XX o sertão era o espaço da violência.

*d) No Brasil, como em outros países de grande produtividade agrícola, o êxodo rural implicou queda da qualidade de vida, como demonstram os indicadores sociais pesquisados pelos censos demográficos.

e) Nem toda a população que migra para as cidades está ocupada nos setores secundários e terciários, pois muitos empregados de fazendas modernas moram em áreas urbanas.
51 - Um viajante que se desloca de carro desde Foz do Iguaçu, utilizando estradas localizadas na porção centro-sul do estado do Paraná, até a cidade de Matinhos, no litoral paranaense, atravessa áreas geográficas distintas, as quais têm sido utilizadas de acordo com sua potencialidade natural. Sobre o tema, é INCORRETO afirmar:
a) No trajeto correspondente ao Terceiro Planalto Paranaense, o viajante passa próximo a hidrelétricas instaladas ao longo de rios da bacia hidrográfica do Iguaçu, caracterizando o grande potencial hidráulico dessa porção do estado.

b) No Terceiro Planalto Paranaense, o viajante tem a oportunidade de constatar que a topografia é suave e que os solos estão sendo utilizados por atividades agrícolas. Essa evidência se justifica porque esses solos resultantes da alteração de rochas basálticas são férteis, propiciando o desenvolvimento de atividades agrícolas voltadas para o agronegócio.

*c) Nenhum elemento importante caracteriza a mudança de paisagem quando esse viajante chega ao Segundo Planalto Paranaense: as rochas e o relevo são os mesmos do Terceiro Planalto e a atividade agrícola é semelhante em toda a sua extensão. O que muda é o clima, que se caracteriza por ser mais quente e úmido, devido ao fator continentalidade.

d) Ao passar por Curitiba e municípios vizinhos próximos à capital, esse viajante percebe paisagens até então não vistas, ou vistas raramente no trajeto, evidenciando-se fenômenos essencialmente urbanos, tais como o crescimento vertical e a conurbação.

e) Ao atravessar a Serra do Mar e alcançar o litoral do Paraná, o viajante verifica de imediato que essa é a área de maior preservação de florestas do Paraná. Está no domínio da Floresta Ombrófila Densa ou Floresta Atlântica, que ocupa as porções mais baixas até áreas elevadas dos blocos montanhosos.
52 - Certas regiões praieiras, tais como a do município de Matinhos, no litoral paranaense, apresentam grande mobilidade populacional ao longo do ano. Esse movimento, que é favorável à sobrevivência da região, tem algumas características próprias. Acerca desse movimento, é correto afirmar:
a) É um movimento migratório pendular.

b) Pode ser caracterizado como emigração.

c) Denomina-se transumância.

d) Faz parte do crescimento vegetativo da região.

*e) É um deslocamento temporário.
53 - As correntes marinhas, embora não sejam um dos fatores determinantes dos diversos climas da Terra, influem em suas condições climáticas, sendo correto afirmar:
a) Alguns desertos têm, como uma das causas de sua existência, as correntes marinhas quentes.

*b) A Corrente do Golfo ameniza o clima frio do norte da Europa.

c) Ao aquecerem as águas, as correntes criam condições muito favoráveis à presença de peixes.

d) As correntes marinhas se alternam. Ao longo do ano, uma mesma corrente pode ser quente e depois se tornar fria, devido à alternância das estações de verão e inverno em cada hemisfério.

e) As correntes marinhas quentes atuam na área equatorial, e as correntes frias, nas regiões polares.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal