Professora Vivian – 6ª série coerência e coesão e exercícios



Baixar 10.92 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho10.92 Kb.


Professora Vivian – 6ª série



COERÊNCIA E COESÃO E EXERCÍCIOS

COERÊNCIA: A coerência é a ligação de cada uma das partes do texto com o seu todo, de forma que não haja contradições. Uma redação que falha na sua coerência perde toda a sua credibilidade. Assim é preciso ficar atento aos detalhes e sempre reler o texto para evitar a falta de concatenação das idéias e a inclusão de informações contraditórias, o que pode deixar a impressão de uma história mal contada.
Exemplos de Coerência: Ele estava no bar tomando cerveja – É um termo coerente, mas se eu falar: Ele estava no bar se confessando ao padre – é um termo incoerente, pois ninguém vai ao bar para se confessar ao padre.

COESÃO: As técnicas ou mecanismos de coesão tem por objetivo dar consistência ao texto, interligando suas partes para que tenham uma unidade de sentido, evitando a repetição de palavras. Existem basicamente dois mecanismos de coesão textual:


a) obtida através de relações de sentido entre as palavras, ou seja, do emprego de sinônimos.
b) obtida a partir do emprego de artigos, pronomes, adjetivos, advérbios, conjunções, preposições e outros conectivos.
Exemplos de Coesão: Gosto de tomar água de côco. Se as preposições forem retiradas desta frase, ela ficará sem sentido. São termos de coesão.

Dizer se há erro de coesão ou coerência:


a) Como Joana não sabia ler, comprou um livro (Erro de coerência)
b) Paulo falou a verdade, ninguém acreditou (Erro de coesão)
c) O acidente foi provocado pelo cego que dirigia (..................................)
d) O rapaz comeu um bolo, ficou doente (................................)
e) Cheguei lá já era tarde (....................................)
f) Vamos o sul hoje (...................................)
g) Entrei saí logo (......................................)
h) Deus fez o mundo em um dia e descansou sete (.......................................)
i) Falei a verdade ele não entendeu (.................................................)
j) Mário pegou um avião e foi resolver um problema em São Paulo. Como a estrada estava muito ruim, Mário começou a sentir-se mal.(...........................................)
m) Pedro precisa de dinheiro tem muitos filhos criar (..............................................)
n) Jonas não tem dinheiro comprou uma fazenda com mil cabeças de gado e começou a exportar computadores. (.................................................)
o) Macela estava grávida. Sentindo-se muito mal o marido foi internado rapidamente e teve um robusto filho.(..........................................)
p) Carlos não estuda, tira notas boas na escola (........................................)
q) Cheguei, todos tinham saído (................................................)
r) Como é fresquinho o continente africano. No Saara o rio Nilo corre suavemente. (......................................)
s) Como Carlos não tinha caneta começou a escrever um belo poema (....................................)
t) Um grupo de alunos chegou e começaram o trabalho (................................)

O texto a seguir é apresentado sem o seu desenvolvimento (apresenta, apenas, introdução e conclusão). Re-escreva o texto, elaborando um desenvolvimento coerente com os fatos dos parágrafos expostos.




A Princesa e a Ervilha

(Introdução) Era uma vez um príncipe que queria casar com uma princesa. Por isso, foi viajar pelo mundo fora para encontrar uma. Viu muitas princesas, mas havia sempre qualquer coisa que não parecia estar como devia ser. Por fim, regressou a casa, muito abatido, porque queria uma princesa e não a tinha encontrado.


Desenvolvimento???????????????????????????????????????????????????????????????

(Conclusão) Então ficaram com a certeza de terem encontrado uma princesa verdadeira, pois ela tinha sentido a ervilha através de vinte colchões. Só uma princesa verdadeira podia ser tão sensível.


Então o príncipe casou com ela; não precisava procurar mais. A ervilha foi para o museu.
Aqui têm uma bela história!

Adaptação de um texto de Hans Christian Andersen, recolhido em:


ttp://guida.querido.net/andersen/conto-01.htm


________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal