Programa de capacitaçÃo de trabalhadores rurais assentados: cooperativismo/associativismo, comercializaçÃo e meio ambiente



Baixar 3.93 Kb.
Encontro22.07.2016
Tamanho3.93 Kb.
UFV / IV SEU / FEVEREIRO-2007/ Economia Rural / 12 
_________________________________________________________________________

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE TRABALHADORES RURAIS ASSENTADOS: COOPERATIVISMO/ASSOCIATIVISMO, COMERCIALIZAÇÃO E MEIO AMBIENTE.

MOURA, Roseni Aparecida (Bolsista); MARTINS, Márcia Eliana (Estudante); OLIVEIRA, Valéria Aparecida Pereira (Estudante); FERREIRA NETO, José Ambrósio (Orientador)



O programa de Capacitação de Trabalhadores Rurais Assentados é uma iniciativa da FUNARBE – Fundação Artur Bernardes, vinculada à UFV e do INCRA – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, através do qual foram ministrados cursos de capacitação em assentamentos mineiros, abordando os temas: Cooperativismo/Associativismo, Comercialização e Meio Ambiente, como forma de dar suporte organizacional para famílias que se encontram na fase inicial do processo de assentamento. O objetivo do programa é dar condições às famílias a participarem de processos de reflexão e capacitação acerca das questões atinentes à organização social, produtiva e ambiental, essencial para que estas possam garantir a subsistência e gerar renda através do estímulo à mudança de comportamento dos assentados tornando-os mais informados e participativos. Foram atendidos sete assentamentos no Estado, atingindo cerca de duzentas e quarenta famílias, com cursos realizados nos próprios assentamentos, cada um com duração de vinte e quatro horas. A metodologia utilizada procurou mesclar os conhecimentos teóricos do grupo interventor aos conhecimentos práticos dos assentados por participação, explanações e dinâmicas de grupo construídas de acordo com as situações específicas de cada assentamento. Foram, também distribuídas apostilas, confeccionadas pelo grupo, para cada família assentada. Pôde-se perceber, por parte dos estudantes, uma grande carência de um curso com essas características nos assentamentos e, por parte dos assentados, um despertar para assuntos relacionados ao seu cotidiano, que muitas vezes são tão rotineiros que não presumem novo olhar e a busca por novas informações e atitudes para conquista/permanência na terra.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal