Projeto de arquitetura e urbanismo



Baixar 114.7 Kb.
Encontro07.08.2016
Tamanho114.7 Kb.

CONCURSO PÚBLICO

EDITAL 01/UFSC-UFFS/2009




CAMPO DE CONHECIMENTO: INTRODUÇÃO À HISTÓRIA E AO



PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO


Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova.

Tempo total para resolução desta prova: 4 (quatro) horas.

I N S T R U Ç Õ E S

Confira, no cartão-resposta, seu nome, seu número de inscrição e o campo de conhecimento para o qual se inscreveu. Transcreva seu nome e seu número de inscrição nos campos abaixo. Transcreva também os números correspondentes ao local, setor, grupo e ordem. Assine no local indicado.

Verifique no caderno de prova se faltam folhas, se a sequência de questões está correta e se há imperfeições gráficas que possam causar dúvidas. Comunique imediatamente ao fiscal qualquer irregularidade.

Para cada uma das 20 (vinte) questões objetivas são apresentadas 5 (cinco) alternativas (de A” a “E”), das quais apenas 1 (uma) é correta.

A interpretação das questões é parte integrante da prova, não sendo permitidas perguntas aos fiscais. Utilize os espaços e/ou páginas em branco para rascunho. Não destaque folhas do caderno de prova.

Examine o cartão-resposta e veja se há marcações indevidas no campo destinado às suas respostas. Se houver, reclame imediatamente.

Transcreva com caneta esferográfica fabricada em material transparente, de tinta preta (preferencialmente) ou azul, as respostas das questões objetivas para o cartão-resposta, que será o único documento válido para efeito de correção.

Em nenhuma hipótese haverá substituição do cartão-resposta ou da folha oficial da questão discursiva por erro de preenchimento ou qualquer dano causado pelo candidato.

Questões objetivas em branco, que contenham mais de uma resposta, emendas ou rasuras, não serão consideradas.

A resposta da questão discursiva deverá ser transcrita, com caneta esferográfica de tinta preta ou azul e dentro do tempo de duração da prova, para a folha oficial de resposta, a qual não deverá ser assinada nem identificada pelo(a) candidato(a).

Não será permitida, durante a realização da prova, a comunicação entre candidatos, o porte nem a utilização de aparelhos celulares ou similares, de calculadoras ou similares, de relógios, de livros de anotações, de impressos nem de qualquer outro material de consulta, sendo eliminado do concurso o(a) candidato(a) que descumprir esta determinação.

Ao terminar, entregue ao fiscal o caderno de prova, o cartão-resposta e a folha de resposta da questão discursiva. Você só poderá se retirar definitivamente do grupo de realização da prova a partir das 16h30min (horário oficial de Brasília).

Para conferir suas respostas com o gabarito oficial, anote-as no quadro constante da última folha, o qual poderá ser destacado e levado com você.




INSCRIÇÃO




NOME DO(A) CANDIDATO(A)





ASSINATURA DO(A) CANDIDATO(A)





LOCAL / SETOR / GRUPO / ORDEM






QUESTÃO DISCURSIVA

A Lei n° 12.029, de 15 de setembro de 2009, que cria a Universidade Federal da Fronteira Sul, estabelece em seu Artigo 2° que “A UFFS terá por objetivo ministrar ensino superior, desenvolver pesquisa nas diversas áreas do conhecimento e promover a extensão universitária, caracterizando sua inserção regional mediante atuação multicampi, abrangendo, predominantemente, o norte do Rio Grande do Sul, com campi nos Municípios de Cerro Largo e Erechim, o oeste de Santa Catarina, com campus no Município de Chapecó, e o sudoeste do Paraná e seu entorno, com campi nos Municípios de Laranjeiras do Sul e Realeza”.


Considerando que a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) é uma instituição universitária comprometida com a promoção da extensão e com o desenvolvimento da região na qual se insere, e considerando que uma das atribuições do professor da UFFS será desenvolver atividades de extensão, apresente e discuta, em um texto de até 30 (trinta) linhas, uma proposta de extensão que possa produzir impacto positivo junto à sociedade e que, na sua maneira de ver, deva ser considerada prioritária pela UFFS. Explicite as razões que sustentam esta priorização, tendo em vista as contribuições que a sua área do conhecimento poderá trazer à região.




FOLHA DE RASCUNHO – QUESTÃO DISCURSIVA

ESTE RASCUNHO NÃO SERÁ CORRIGIDO!




TÍTULO

01




02




03




04




05




06




07




08




09




10




11





12




13




14




15




16




17




18




19




20




21




22




23




24




25




26




27




28




29




30





TRANSCREVA A questão discursiva DESTE RASCUNHO PARA A

FOLHA OFICIAL DA QUESTÃO DISCURSIVA.

PROVA OBJETIVA

01) Identifique se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas abaixo:

  1. O Ministério das Cidades foi instituído em janeiro de 2003 com o objetivo de tratar da política de desenvolvimento urbano e das políticas setoriais de habitação, saneamento ambiental, transporte urbano e trânsito.

  2. As cidades com menos de vinte mil habitantes devem garantir sua gestão democrática utilizando como instrumentos de gestão os colegiados de política urbana e o exercício mensal de debates, audiências e consultas públicas.

  3. O programa habitacional recentemente instituído pelo Governo Federal em parceria com Estados, municípios e empresas, entre outras metas, propõe-se a viabilizar a construção de 400 mil unidades habitacionais para a faixa de renda familiar entre 0 a 3 salários mínimos mensais.

  4. O Banco Nacional de Habitação (BNH), criado em 1964, tinha inicialmente como principal fonte de recursos a arrecadação compulsória de 1% do valor da folha de pagamento mensal de todas as empresas sujeitas ao regime de CLT do país e, a partir de 1966, passou a gerir os recursos do FGTS e as cadernetas de poupança, tornando-se o segundo maior banco do país.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.

    1. V – V – F – F

    2. F – F – V – F

    3. V – F – F – V

    4. V – F – V – V

    5. F – V – V – V

02) Identifique se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas abaixo:

  1. A Lei Federal no 6.766/79, que normatizava os loteamentos e era conhecida como Lei Lehman, e que previa a prisão para o loteador clandestino e para o dono do cartório que registrasse escritura de venda de loteamento clandestino, foi revogada pelo Estatuto da Cidade.

  2. O paisagista Roberto Burle Marx coordenou uma expedição cientifica à Amazônia, em 1983, cuja equipe era formada por botânicos, arquitetos paisagistas e fotógrafos, a qual, durante 53 dias, percorreu mais de 10 mil quilômetros, com o objetivo de coletar espécies vivas, secas e estudar a flora brasileira.

  3. Camillo Sitte, ao publicar A construção das cidades segundo seus princípios artísticos, em 1889, recapitulou soluções pré-modernas, especialmente no que concerne à ordenação das praças, no intuito de estabelecer um conjunto de regras tais que produzissem efeitos análogos nas grandes cidades contemporâneas.

  4. O arquiteto e artista plástico Sergio Ferro, que na década de 60 manteve intensas parcerias com os arquitetos Rodrigo Lefebvre e Flávio Motta, foi autor do texto Arquitetura Nova, em 1965, de crítica à produção arquitetônica pós-64.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.



  1. F – V – V – V

  2. V – V – V – V

  3. F – F – F – V

  4. V – V – F – F

  5. F – F – V – F

03) A Lei Federal no 10.257, de 10/07/2001, denominada Estatuto da Cidade, em suas diretrizes gerais, “... estabelece normas de ordem pública e interesse social que regulam o uso da propriedade urbana em prol do bem coletivo, da segurança e do bem-estar dos cidadãos, bem como do equilíbrio ambiental”.

Com relação ao Estatuto da Cidade, identifique se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas abaixo.



  1. O plano diretor, aprovado por lei municipal, é o instrumento básico da política de desenvolvimento e expansão urbana, e é obrigatório para cidades com mais de vinte mil habitantes.

  2. O direito de preempção confere ao Poder Público municipal preferência para a aquisição de imóvel urbano objeto de alienação onerosa entre particulares, e será exercido sempre que o Poder Público necessitar de áreas para a regularização fundiária, a implantação de equipamentos urbanos e comunitários, a criação de espaços públicos de lazer e áreas verdes, a execução de programas e projetos habitacionais de interesse social, a proteção de áreas de interesse histórico, cultural e paisagístico, entre outros usos.

  3. Entre outros instrumentos de política urbana, o Estatuto da Cidade utiliza: o plano diretor municipal, o zoneamento ambiental, o tombamento de imóveis ou mobiliário urbano, a instituição de zonas especiais de interesse social, o usucapião especial de imóvel urbano, o direito de preempção, a regularização fundiária, a reforma agrária, as operações urbanas consorciadas e a contribuição de melhoria.

  4. O Estatuto da Cidade possibilita o usucapião espacial de imóvel urbano, desde que o solicitante possua, como sua edificação, por cinco anos, ininterruptamente e sem oposição, utilizando-a para sua moradia ou de sua família, imóvel urbano que seja maior que 500 metros quadrados, e desde que não seja proprietário de outro imóvel urbano.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

  1. V – V – F – V

  2. F – V – V – V

  3. V – V – F – F

  4. V – F – F – F

  5. F – F – V – F

04) Identifique se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas abaixo.

  1. Santiago Calatrava, conhecido arquiteto espanhol, formou-se em arquitetura, em urbanismo e em belas artes em Valência. Também formou-se em engenharia civil, em Zurique, onde abriu seu escritório em 1981, e vem projetando diversas obras conhecidas, entre elas: o Palau de les Arts Reina Sofia, o Aeroporto de Bilbao, o Aeroporto Internacional de Kansai, o Turning Torso e a Ponte da Muller.

  2. Arquitetos e engenheiros deveriam ter conhecimento dos materiais, desenhos e técnicas adequados para projetar e construir prédios sustentáveis, considerando que uma construção sustentável não envolve apenas a eficiência energética e o reúso da água, mas abrange também materiais de baixo impacto no ambiente, uso de madeira de reflorestamento e métodos de construção eficientes.

  3. A implantação da reforma agrária, conforme a compreensão de muitos movimentos sociais, traria benefícios não apenas para os camponeses, mas seria também uma forma de melhorar a vida dos habitantes das cidades, com a redução do processo migratório e, portanto, do excessivo crescimento urbano.

  4. Um dos aspectos marcantes da ocupação do solo nas cidades brasileiras é a existência de glebas e de terrenos vagos em áreas urbanizadas. Pode-se afirmar que quanto maior for a retenção de terras para fins especulativos e mais rarefeita for a ocupação do espaço urbano, maiores serão os custos para a oferta de serviços públicos à população das cidades.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

  1. V – V – F – F

  2. F – V – V – V

  3. V – F – V – F

  4. F – V – F – V

  5. F – F – V – V


05) Assinale a alternativa que preenche CORRETAMENTE as lacunas do texto abaixo.

“As experiências realizadas no Brasil com o material composto de argamassa de cimento e areia e malha de ferro são sucedâneas das primitivas pesquisas do francês Jean-Louis Lambot no século passado, sobretudo na construção de embarcações, e das de Pier Luigi Nervi na década de 40, que difundiu o material com o nome de ___________. Nossas experiências que visam somente a ampliação do campo de aplicação do material foram iniciadas em Brasília e retomadas posteriormente em Salvador [...]. Assim, aproveitando sobretudo as características de ___________ e ___________ do material, o que facilita seu transporte manual ou mecânico, temos orientado seu emprego na pré-fabricação e industrialização [...]. Acreditamos, também, que a execução em usina possibilita a utilização de tecnologia de seleção de agregado, de controle do fator água-cimento e de “cura” mais aperfeiçoadas, reduzindo, em consequência, os efeitos da forte ___________ que se verifica nas argamassas com alto teor de cimento.” (LIMA, João Filgueiras. Escola Transitória. Brasília: MEC/CEDATE, p. 23, 1984)



  1. argamassa armada – impermeabilidade – dureza – inércia

  2. argamassa armada – leveza – coesão – resistência

  3. ferro-cimento – durabilidade – peso – tração

  4. ferro-cimento – massa – flexibilidade – compressão

  5. ferro-cimento – leveza – flexibilidade – retração



06) “Boa parte dos comentários críticos favoráveis ao edifício do Ministério (Ministério de Educação e Saúde, Lucio Costa e equipe, Rio de Janeiro, 1937/1945) tem se apoiado em leituras que o valorizam enquanto realização prototípica, ou, mais simplesmente, enquanto protótipo que podia e devia ser replicado”. (COMAS, Carlos E. Protótipo e monumento, um ministério, o ministério. In: Projeto, n. 102, p. 137-149, ago 1987)

A partir do texto acima, podemos afirmar que:



  1. o Ministério configurou-se como protótipo da proposta moderna para uma nova arquitetura urbana.

  2. o projeto do Ministério poderia ser reproduzido em série em qualquer sítio urbano.

  3. a proposta arquitetônico-urbana do Ministério sintetizaria um projeto programático do Movimento Moderno.

Assinale a alternativa CORRETA.

  1. Somente a afirmativa I está correta.

  2. Somente as afirmativas I e III estão corretas.

  3. Somente as afirmativas I e II estão corretas.

  4. Somente a afirmativa II está correta.

  5. Todas as afirmativas estão corretas.

07) Considerando as afirmativas abaixo:

  1. Vitruvius, considerado o primeiro historiador de arquitetura, cunhou entre outras, a expressão: “firmitas, utilitas, venustas” que caracterizaria a boa arquitetura.

  2. “Menos é mais” é uma afirmação do movimento minimalista da arquitetura contemporânea.

  3. “Fazer cantar os pontos de apoio” é um dos lemas da arquitetura de Paulo Mendes da Rocha.

  4. Lucio Costa, a propósito de Brasília, afirmava que em nosso país haveria “muita construção, alguma arquitetura e um milagre”.

Assinale a alternativa CORRETA.

  1. Somente as afirmativas I e IV estão corretas.

  2. Somente as afirmativas I, II e IV estão corretas.

  3. Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas.

  4. Somente a afirmativa I está correta.

  5. Nenhuma das afirmativas está correta.

08) Paisagem cultural é uma conceituação atual que abrange:

  1. o resultado da ação antrópica sobre a natureza, como no caso das unidades produtivas rurais, advindas do assentamento das correntes migratórias europeias (final do século XIX) no sul brasileiro.

  2. os sítios naturais encontrados pelas diversas culturas que povoaram o Brasil.

  3. o patrimônio imaterial resultante das ações culturais próprias de diferentes grupos sociais e que os identificaria.

  4. uma expressão pictórica figurativa da contemporaneidade.

Assinale a alternativa CORRETA.

  1. Somente as afirmativas II e III estão corretas.

  2. Somente a afirmativa I está correta.

  3. Somente as afirmativas II e IV estão corretas.

  4. Somente as afirmativas I e III estão corretas.

  5. Nenhuma das afirmativas está correta.

09) A Carta de Veneza – Carta Internacional do Restauro (1964), documento internacional que trata da preservação de bens arquitetônicos, prevê:

  1. a valorização da arquitetura monumental como símbolo máximo de determinado ciclo cultural de um povo.

  2. a preservação do lugar onde se insere o bem patrimonial, definindo uma ambiência a ser respeitada.

  3. a restauração de edificações históricas a partir de critérios, técnicas e ações definidos pelas necessidades contemporâneas.

  4. que todo trabalho complementar reconhecido como indispensável, por razões estéticas ou técnicas, destacar-se-á da composição arquitetônica e deverá ostentar a marca de seu tempo.

Assinale a alternativa CORRETA.

  1. Somente as afirmativas I, II e III estão corretas.

  2. Somente as afirmativas II e III estão corretas.

  3. Somente as afirmativas II e IV estão corretas.

  4. Somente a afirmativa IV está correta.

  5. Nenhuma das afirmativas está correta.

10) A arquitetura tradicional brasileira (séculos XVII a XIX) se expressa em casos como:

  1. a casa bandeirista, de inspiração “palladiana” em sua planta baixa.

  2. uma arquitetura monumental barroca, desenhada por mestres arquitetos de origem europeia.

  3. conjuntos urbanos de casas térreas e sobrados, em lotes estreitos e compridos.

  4. a casa-pátio, tal como em muitas das sedes das fazendas gaúchas.

  5. arquitetura eclética, modernizadora, como a dos teatros e mercados, executados em estruturas de ferro, produzidas no Brasil, a partir das inovações trazidas pela Missão Francesa.

Assinale a alternativa CORRETA.

  1. Somente as afirmativas I e V estão corretas.

  2. Somente as afirmativas I, III e IV estão corretas.

  3. Somente as afirmativas II e III estão corretas.

  4. Somente a afirmativa III está correta.

  5. Nenhuma das afirmativas está correta.

11) O arquiteto francês Jean-Nicolas-Louis Durand foi um dos educadores mais influentes de sua época. Ele sintetizou diversas ideias que emergiam no período próximo à Revolução Francesa através de uma proposta de ensino de projeto, que se constituiu na "mais completa declaração, talvez a única declaração, de uma teoria arquitetônica naquele momento crucial de mudança histórica". (Rykwer, Joseph. École des Beaux-Arts and the classical tradition. In: Middleton, Robin. The Beaux-arts and nineteenth-century French architecture. Cambridge: MIT Press, 1982)

Sobre o arquiteto francês Durand, assinale a alternativa CORRETA.



  1. Criou um método racional, baseado em tipologias, para o ensino na Escola Politécnica de Paris, que era voltada principalmente para a formação de engenheiros.

  2. Catalogou uma grande quantidade de estilos para elaborar uma importante teoria de composição de fachadas.

  3. Durante o período em que foi diretor da Escola de Belas Artes, revolucionou seu ensino através da instituição do Prix de Rome e do direcionamento a ideais clássicos.

  4. Foi responsável, junto com seus alunos, pelo projeto da Ópera de Paris, que foi um dos primeiros projetos realizados na sua escola.

  5. Elaborou normas de ergonomia válidas até os nossos dias.

12) Assinale a alternativa que responde CORRETAMENTE à pergunta abaixo.

Os cursos de arquitetura e urbanismo de grande parte das universidades brasileiras dedicam uma atenção relativamente limitada a projetos de interesse social. A lei federal no 11.888/2008 pode ter um grande impacto nesse sentido nos cursos de arquitetura e urbanismo. Ela possivelmente estimulará discussões sobre escritórios-modelo, programas de residência acadêmica nas áreas de arquitetura, urbanismo e engenharia e programas de extensão. Qual das afirmativas abaixo está contida nesta lei?



  1. As universidades devem dedicar pelo menos 30% (trinta por cento) do seu currículo para disciplinas direcionadas para projetos de interesse social.

  2. As disciplinas de Estágio Obrigatório de universidades públicas devem ser obrigatoriamente voltadas para projetos de habitação de interesse social.

  3. As famílias com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, residentes em áreas urbanas ou rurais, têm o direito à assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social para sua própria moradia.

  4. Projetos de habitação de interesse social só poderão ser construídos quando certificados por cursos de arquitetura e urbanismo da região onde serão construídos.

  5. A partir desse ano, todos os projetos de moradias de interesse social, financiados com recursos públicos, devem apresentar certificação de eficiência energética.

13) Assinale a alternativa CORRETA.

A grande reintegração da teoria humanista com a prática contemporânea foi o tratado Os quatro livros de Arquitetura, de 1570. Seu autor demonstrou de maneira lúcida e elegante como a teoria e a prática definiram a profissão do arquiteto. Por isso o referido livro desse autor sobre Arquitetura alcançou um sucesso nunca equiparado por qualquer outro escritor (Kostof, 1977). O autor deste tratado foi:



  1. Marcus Vitruvius.

  2. Leonardo da Vinci.

  3. Fillippo Bruneleschi.

  4. Bruno Zevi.

  5. Andrea Palladio.


14) O suíço Peter Zumthor foi o arquiteto laureado com o Prêmio Pritzker de 2009. O comitê que o escolheu foi constituído por Lord Palumbo, Alejandro Aravena, Shigeru Ban, Rolf Fehlbaum, Carlos Jimenez, Juhani Pallasmaa, Renzo Piano, Karen Stein e Martha Thorne. Eles destacaram que Zumthor recusa a maior parte das propostas que recebe, só aceitando projetos com os quais possui forte afinidade e, a partir do momento que os aceita, sua devoção é completa, supervisionando os projetos até o último detalhe. Tanto seus textos quanto os edifícios que construiu são reconhecidos pela influência fenomenológica.

(Disponível em: Acesso em: 11 nov. 2009).

Assinale a alternativa que responde CORRETAMENTE à seguinte pergunta.

Qual das alternativas abaixo corresponde a uma outra afirmativa do comitê que concedeu o prêmio para Peter Zumthor?



  1. Zumthor possui uma aguçada percepção para elaborar com perfeição fachadas que integram tecnologias digitais de automação, de última geração, com elementos formais vernaculares significativos da região.

  2. Enquanto alguns definem sua arquitetura como “quieta”, os edifícios projetados por ele afirmam sua presença com maestria, não apenas para a visão, mas também para os nossos sentidos de tato, audição e olfato.

  3. A integração de propostas do New Urbanism com tecnologias construtivas de pré-fabricação possibilitaram que seus poucos projetos pudessem ser apreciados em diversas partes do mundo.

  4. A precisa utilização de tecnologias de fabricação digital permitiu a criação de formas elaboradas, que extraem sua principal força da qualidade de cada material empregado na construção.

  5. Zumthor conseguiu criar formas precisas para teorias primordialmente filosóficas, baseadas também em textos de autores desconstrutivistas. Seus edifícios comunicam com clareza e beleza, através de suas formas, teorias complexas discutidas em restritos ambientes acadêmicos.

15) Considere as afirmativas abaixo.


  1. Os shopping centers são considerados como não–lugares, do ponto de vista antropológico.

  2. Na arquitetura contemporânea buscam-se valores estéticos internacionais para espaços locais, buscando o nivelamento de diferentes culturas.

  3. O historicismo está presente em muitas formulações destinadas ao mercado imobiliário nacional.

  4. Uma volta ao moderno, revisando seus postulados e os adequando aos novos tempos, está presente na obra de alguns dos novos arquitetos brasileiros.

  5. A produção em série de elementos construtivos para o barateamento dos custos finais é determinante na obra de arquitetos como João Filgueiras Lima (Lelé), Ruy Ohtake e Joaquim Guedes.

Assinale a alternativa CORRETA.




  1. Somente as afirmativas I, III e IV estão corretas.

  2. Somente as afirmativas I, II, IV e V estão corretas.

  3. Somente as afirmativas II e IV estão corretas.

  4. Somente as afirmativas II, III e V estão corretas.

  5. Somente as afirmativas III e V estão corretas.



16) O Governo Federal, pressionado em parte por organizações não governamentais, vem adotando várias iniciativas que incentivam construções mais sustentáveis e influenciam a forma como edifícios e cidades são planejados e habitados. Uma delas é a criação da regulamentação para etiquetagem voluntária de nível de eficiência energética de edifícios comerciais, de serviços e públicos, que inclui três requisitos principais: eficiência e potência instalada do sistema de iluminação, eficiência do sistema de condicionamento do ar e o desempenho térmico da envoltória do edifício. (Disponível em: , Acesso em: 2009). A tendência é que esta regulamentação voluntária seja o primeiro passo para exigências mais rigorosas visando edificações mais sustentáveis. Essas exigências terão impacto evidente nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, como:

  1. necessidade de introduzir para os alunos ferramentas de simulação de conforto para aplicação durante o processo projetual.

  2. redução da carga de disciplinas da área de tecnologia nos currículos de Arquitetura e Urbanismo.

  3. exigência de integração entre profissionais ou disciplinas de diferentes áreas que participam do processo de elaboração de uma edificação.

Assinale a alternativa CORRETA.




  1. Todas as afirmativas estão corretas.

  2. Nenhuma das afirmativas está correta.

  3. Somente as afirmativas I e III estão corretas.

  4. Somente as afirmativas I e II estão corretas.

  5. Somente as afirmativas II e III estão corretas.

17) Sobre o Classicismo, assinale a alternativa CORRETA.



  1. Período histórico em que predominou a arte Greco-Romana e que inspirou épocas posteriores como o Romantismo e o Ecletismo.

  2. No sentido amplo, classicismo constitui uma determinada atitude artística que tem reaparecido continuamente nas mais diversas épocas. Continua até hoje nos diversos campos artísticos que dão ênfase à harmonia formal, ao equilíbrio e à apreensão intelectual do mundo.

  3. Movimento cultural baseado nos modelos da Antiguidade clássica.

  4. Segundo Giulio Carlo Argan, o classicismo e o anticlassicismo são dois movimentos ou processos que se opõem e se negam historicamente.

  5. Proposta estética que está vinculada à imitação ou cópia dos valores clássicos de todas as épocas.

18) Sobre Gentrificação, assinale a alternativa CORRETA.

  1. É o resultado da valorização da apropriação pública da cidadania nas cidades contemporâneas.

  2. É um processo social em que o espaço público é privilegiado como valor social.

  3. É a recuperação de áreas históricas e a garantia da permanência da população local em centros urbanos deteriorados.

  4. É uma oposição à combinação de intervenções arquitetônicas, sobrevalorização imagética, capital simbólico e valorização imobiliária.

  5. É um processo econômico-social que substitui a população local de menor renda por uma classe de maior renda e capaz de pagar as novas rendas urbanas criadas.

19) Assinale a alternativa CORRETA.

Pode-se entender o binômio urbanização e urbanismo, no qual:



  1. urbanização é expressão do planejamento técnico das cidades.

  2. urbanização e urbanismo são unidades complementares, sendo que os dois termos se referem à organização espacial das cidades.

  3. a urbanização é compreendida como processo de expansão urbana dos meios de produção, circulação, distribuição e consumo das cidades modernas e contemporâneas.

  4. urbanismo é entendido como corrente de pensamento no campo do planejamento urbano contemporâneo.

  5. a urbanização é concebida como método de planejamento das cidades contemporâneas.

20) Sobre o Pós-Modernismo, analise as afirmativas abaixo.

  1. Superação ou ruptura com o Modernismo.

  2. Continuidade do Modernismo.

  3. Produto das mesmas premissas sociais, culturais, arquitetônicas e urbanísticas do Modernismo.

  4. Expressão de uma contestação ao Modernismo.

Assinale a alternativa CORRETA.




  1. Somente as afirmativas III e IV estão corretas.

  2. Somente as afirmativas I e III estão corretas.

  3. Nenhuma das afirmativas está correta.

  4. Somente as afirmativas I, II e IV estão corretas.

  5. Todas as afirmativas estão corretas.




GRADE DE RESPOSTAS (Somente esta parte poderá ser destacada)

QUESTÕES

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

RESPOSTAS






























































©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal