Projeto de lei nº 182, de 2016



Baixar 8.66 Kb.
Encontro26.07.2016
Tamanho8.66 Kb.
PROJETO DE LEI Nº 182, DE 2016
Dá denominação de "Mauro Bellani", ao viaduto localizado no Km 139 + 200 m da Rodovia Luiz de Queiroz - SP 304, no município de Santa Bárbara d'Oeste.



A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA:
Artigo 1º - Passa a denominar-se “Mauro Bellani”, o viaduto localizado no Km 139 + 200 m da Rodovia Luiz de Queiroz - SP 304, no município de Santa Bárbara d’Oeste.
Artigo 2º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.



JUSTIFICATIVA

Mauro Bellani nasceu no município de Santa Bárbara D’Oeste em 13 de janeiro de 1941 na Colônia São Pedro, da Fazenda São Pedro, em terras pertencentes à Usina Santa Bárbara. Descendente de italianos, Mauro era filho de José Bellani e de Helena Fergúlia Bellani.

Começou seus estudos no Grupo Escolar “Coronel Luiz Alves” da Usina Santa Bárbara. Em 1953, com apenas 12 anos, começou a trabalhar em tecelagem, na empresa “Tecelagem Salemi”, no centro de Santa Bárbara d’Oeste, mesmo ano em que seus pais e toda a família mudaram da Usina Santa Bárbara para a cidade.··.

Frequentou o curso do Centro de Aprendizagem Técnico da Fundação Romi, mantido pelo SENAI – Serviço Nacional da Indústria, diplomado em dezembro de 1959 naquela que foi a primeira turma de formandos da história do SENAI barbarense. A partir de 1960 deixou de ser estagiário e passou a ser funcionário registrado das Indústrias Romi, tornando-se um metalúrgico na profissão de torneiro mecânico.

Mauro Bellani contraiu matrimônio com 23 anos, em 24 de outubro de 1964, com a também barbarense Maria Iolanda Rodrigues Azanha, com a qual teve quatro filhas: Renata, Márcia, Valéria e Rosana.

Trabalhou nas Indústrias Romi pelo período de 13 anos, passando em seguida a ter sua própria oficina com um dos sócios inicialmente da empresa “A. Macari & Cia Ltda”, situada no Jardim São Francisco, operando na restauração de tornos e depois na “Restauração São Jorge”, situada na Vila Santa Luzia, sempre em Santa Bárbara d’Oeste. Trabalhou em sua empresa até o final de sua vida, tendo falecido pouco depois de ter completado 60 anos, em 24 de janeiro de 2001.



Na comunidade barbarense, Mauro Bellani foi um participante muito ativo da vida religiosa, foi congregado mariano da Igreja Matriz de Nossa Senhora Aparecida, paróquia que tinha um time de futebol denominado de Constelação Mariana. Foi grande no futebol amador de Santa Bárbara D’Oeste, inclusive ganhando em 1970 o título de campeão do Campeonato Varzeano.
Mauro Bellani foi o presidente da agremiação esportiva por longos anos e por este motivo acabou sendo incluído entre as 100 personalidades marcantes do século esportivo de Santa Bárbara d’Oeste. Presidiu a Constelação Mariana, considerada como o time mais disciplinado da história esportiva barbarense. Como a agremiação era ligada à igreja, Mauro Bellani sempre frisava que seu período como dirigente esportivo era, para ele, um apostolado que exercia acima de tudo procurando manter a disciplina geral e oferecer espaço para a diversão e o lazer de todos os participantes da agremiação.



Sala das Sessões, em 16/3/2016
a) Chico Sardelli - PV


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal