Projeto Nacional phpb-equipe Regional de São Paulo



Baixar 1.56 Mb.
Página11/18
Encontro18.07.2016
Tamanho1.56 Mb.
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   18

Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício da Câmara Municipal ao Vice-presidente da Província Hypolito José Soares de Souza
3. Assunto: Requerimento de mais valores para a construção da cadeia.
4. Data do documento: 06 de julho de 1859.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0981, caixa 186, pasta 4, documento 43.
7. Identificação do autor: Câmara Municipal de Capivari
8. Número de palavras: 223
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas, utilizada somente a primeira página, de textura fina, e sem a presença de filigrana. O papel mede 267 mm de altura e 211 mm de largura. O fólio 1r tem 53 mm de margem esquerda, 58 mm de margem superior e 5 mm na inferior. O carimbo do arquivo está na parte superior entre a saudação e o corpo do texto. Há intervenções de terceiros: na parte superior esquerda, feita a lápis, aparece: A Thesouraria. Na vertical esquerda, próxima à dobra do almaço, produzida à tinta está a inscrição: Respondido a 13 de Setembro de 1859. Neste documento, continuamos a ver que a construção da cadeia foi algo duradouro e de difícil conclusão justamente pela falta de renda, seja feita por pagamento de impostos, seja por não receberem ajuda de custo da província.
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

[fól. 1r]

Illustrissimo Excellentissimo Senhor

ACamara Municipal d’estaVilla ac -

cuza a recepçaõ da Portaria do Excellentissimo Gover

no dactada de 13 de Maio do corrente

anno remettendo copia d’informaçaõ

do Senhor Inspector da Thezouraria a cer =

ca daquantia de 400$000 reis votados

para obra da Cadéa d’esta Villa em

que dita quantia é considerada in =

suficiente para levantar-se o telha =

do da mesma, e excessiva para cu -

berta dos muros: as que esta Camara

tem a honra de representar aVossa Excellencia

que éssa quantia reunida á alguns

fundos da Camara é suficiente

para cubrir a cadéa, e que esta obra

é d’urgente necessidade, pois que ser =

vindo de Cadéa uma pequena caza

alugada, que naõ tem, e nem pode

ter a segurança preciza, occaziona

fuga de prezos, como ainda apouco

succedeo, e por este motivo esta Ca =

mara pede novamente aVossa Excellencia que

dita quantia seja posta á sua

dispoziçaõ; epara esse fim já a Camara


[fól. 1v]

tem contractado as madeiras, contando

com a quantia votada.

[espaço] Deos Guarde aVossa Excellencia

Capivary 6 de Julho de 1859.

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor Doutor

Hypolito José Soares de Souza

Dignissimo Vice Prezidente d’esta Provincia

Antonio Pompeo Paes de Campos

Raimundo Pires de Almeida Moura

José Martins Bonilha

Francisco Jozé Vaz do Amaral

Joaquim Rodrigues Leite

Jozé de Toledo Piza Almeida



Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício de Francisco Fernando de Barros ao Conselheiro José Joaquim Fernandes Torres
3. Assunto: Carta e bilhete com fixação de valores para conserto da ponte do ribeirão.
4. Data do documento: 16 de janeiro de 1860.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0981, caixa 186, pasta 4, documento 72.
7. Identificação do autor: Francisco Fernando de Barros / brasileiro / Inspetor de Estradas
8. Número de palavras: 210
9. Informações Levantadas: As edições deste ano constituem dois documentos. O primeiro (fól. 1r) foi escrito em uma folha de almaço de duas páginas. O papel, de textura fina, mede 276 mm de altura e 215 mm de largura. No canto superior esquerdo há a filigrana em alto relevo Bath (com a coroa ao centro e a inscrição feita embaixo dentro de uma borda quadrada). O carimbo apresenta-se na parte inferior, bem em cima do sobrenome Torres pertencente ao escatocolo. A margem esquerda possui 60 mm, a superior, 70 mm e a inferior, 17 mm. As intervenções de terceiros aparecem na parte direita superior, feita a lápis: Ao Thesoureiro Provincial e na vertical esquerda, próxima à dobra do almaço, produzida à tinta: Respondido a 20 de Março de 1860. O segundo fólio (fól. 2r), um pequeno orçamento produzido por Felizardo José Rodriguez a Francisco Fernando Pais de Barros havia sido escrito em uma folha única, dobrada ao meio (dando a impressão de ter sido um papel reutilizado para a feitura do orçamento), medindo 220 mm de altura e 165 mm de largura. A margem esquerda possui 25 mm, a superior, 5 mm e a inferior, 91 mm. De textura grossa, o papel não apresenta filigranas. O carimbo do arquivo está na parte mediana do fólio, logo acima de um valor, inclusive com borrão de tinta. Não há outras interferências. Ainda sobre o conserto da ponte, verificamos, em observação aos documentos que sempre abordam o assunto, que as vias de transportes da cidade danificavam-se pela ação do tempo e uso, demonstrando que havia uma grande transição entre as regiões.
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

[fól. 1r]

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor

Em conformidade do que Vossa Excellencia me ordenou em

seo officio de 2 do corrente, mandei proceder ao orça =

mento da dispeza necessaria ao conserto radi -

cal da ponte do ribeiraõ na estra d’esta

a Jtú, e foi orçada na quantia de 500$ reis

conforme o orçamento juncto; porem achando

um pouco exagerado dito orçamento, apalavrei

a factura da óbra com um empreiteiro pela

quantia de 400$ reis: cujo contracto será fixa[do]

na occaziaõ em que receber de Vossa Excellencia a appro -

vaçaõ, dando as necessarias ordens para se

pôr á minha dispoziçaõ dita quantia de

400$ reis. [espaço] Deos Guarde a Vossa Excellencia Capivarÿ

16 de Janeiro de 1860 –

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor Conselheiro José Joaquim Fernandes Torres.

Dignissimo Prezidente d’esta Provincia

Francisco Fernando de Barros

Inspector da estada de Capivary

20 á Itu
[fól. 2r]

Illustrissimo Senhor Francisco Fernando Pais dBarros

Diginisimo Espetor da Estrada desta Villa

de Capivari, a Ponte que meordena horsar

se do Rebeiraõ da Fruqilha aque vai do

Capivari a Sidade de Jtú heis orsado

por – 500$ mil reis, a proveitando as madeiras

que estiverem boas. Capivary 16 de Janeiro

de 1860 deVossa Senhoria Servo obreiro

Felizardo Joze Rodriguez

a Ponte tem 1 Capital

3$ 120 pago



Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício da Câmara Municipal ao Presidente da Província João Jacinto de Mendonça
3. Assunto: Requerimento de verba para reforma de pontes e estradas, e auxílio para a construção da cadeia.
4. Data do documento: 10 de julho de 1861.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0981, caixa 186, pasta 5, documento 21.
7. Identificação do autor: Câmara Municipal de Capivari
8. Número de palavras: 53
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas, de textura grossa, com linhas verticais onduladas amareladas em toda a folha, sem filigranas, medindo 271 mm de altura e 211 mm de largura. O fólio 1r tem 44 mm de margem esquerda, 77 mm na superior e 7 mm na inferior. O carimbo está na parte superior, entre a saudação e o corpo do texto. Há uma intervenção de terceiro feita a lápis, muito clareada, no canto superior esquerdo, onde lê-se: Ao Engenheiro responsavel. O 1v e o 2r têm 44 mm um na margem direita e o outro na esquerda, ambos 77 mm na superior, e 8 mm e 11 mm, respectivamente, nas inferiores. No 2r também há o carimbo do Arquivo de São Paulo na parte inferior, ao lado esquerdo das assinaturas. O documento revela a dificuldade que era manter o terreno das estradas limpo e sem demais custos de manutenção, assim como as pontes e a cadeia da cidade que demorou anos para ser construída, como vemos em outros fólios que também tratam do assunto.
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

[fól. 1r]

Illustrissimo Excellentissimo Senhor

Naõ só a Camara transacta, como a actual,

tem officiado immensas veses a diversos Excellentissimos

Governos á área d’algúns assumptos de sum -

ma importancia a este Municipio, e naõ

tem obtido como resposta, senaõ úm cabal

desprêso manifestado por úm misteriozo si -

lencio. [espaço] Convencida porêm esta Camara que

Vossa Excellencia assumira a administraçaõ d’esta Pro -

vincia com o louvavel fim de curar de

seus interesses, dotando-a de toda a sorte

de melhoramentos possiveis, enderéça a

Vossa Excellencia seus justo pedido, que he sellado com

o clamôr geral do Municipio e do publico geralmente

[espaço] A’ 7 para 8 annos, Excellentissimo Senhor, que a estrada

geral, que d’esta Villa segue a Cidade de Por -

to felis, jás em complecto abandono, va -

rias pontes caidas, grandes escavaçoes co -

bertas de grossas camadas de mattos, que

ai tem vegetado á vontade, em todo este espa

ço de tempo; tudo isto a colloca em úm

estado inteiramente intransitavel, occacio -

nando este facto grandes incomodos aos


[fól. 1v]

viandantes, que só podem transitar

mendigando favores particulares, dan –

do grandes voltas, e ainda causando gra -

ves prejuizos e incomodos aos proprietarios,

por cujas terras pássaõ.

[espaço] A Camara órça a factura d’estrada,

e construcçaõ de pontes actualmente na quan -

tia de 2000$000, que pede a Vossa Excellencia, actuan -

do justo, de conceder, a fim de se re -

mover taõ grande mal: e mesmo

porque d’outra sorte ficariaõ per -

didos alguns sacrificios do Excelentissimo Governo,

que tem consedido quottas para a mesma

estrada na parte, que pertence ao Mu -

nicipio de Porto-feliz, a qual se acha

bem transitavel, ao passo que ás exi -

gencias d’esta Camara para o mesmo fim / co -

mo já se dice / nem resposta tem dado

os Excellentissimos Governos anteriores ao deVossa Excellencia,

originando d’aqui tornar-se esta Camara

o alvo constante dos anathemas injustos

do publico viandante, e mesmo d’alguns
[fól. 2r]

municipes, que mal informados do

ocorrido attribúem a esta Camara um

taõ inqualificável deleixo.

[espaço] É tambem de indeclinavel necessidade

n’esta Villa ua Cadêa, cuja falta se fas

sentir em todos os ramos d’administraçam

da Justiça. [espaço] Tracta-se presentemente de

accabar ua, que á tempos acha-se co –

meçada: os fundos municipaes taõ

exiguos, e distrahidos já para tantas outras

necessidades, naõ saõ sufficientes: por

tanto faz-se mister que / sendo possi –

vel / Vossa Excellencia a coadjuve com ua quotta

votada pela Assemblea Provincial para este fim.

Deos Guarde a Vossa Excellencia – Capivary 10 de Julho de 1861.

Illustrissimo Excellentissimo Senhor Doutor Joaõ Jacinto de Mendonça,

Dignissimo Presidente d’esta Provincia

Joaquim Fernandes de Padua Mello,

Joaquim Vaz d’Arruda Amaral

Tiburcio deCampos Leite

Joaquim Augusto de Sousa

Porphyrio José Lucio Gonçallo Silva

Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício de José Antonio da Silva ao Presidente da Província João Jacinto de Mendonça
3. Assunto: Carta para comunicação de recebimento de circulares.
4. Data do documento: 26 de janeiro de 1862.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0981, caixa 186, pasta 5, documento 31.
7. Identificação do autor: José Antonio da Silva / brasileiro / Juiz Imediato
8. Número de palavras: 214
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas, o qual somente a primeira foi utilizada, de textura fina, azulado, com uma filigrana em alto relevo no canto superior esquerdo sob a inscrição Bath abaixo da coroa, dentro do quadrado emoldurado. O papel mede 278 mm de altura e 212 mm de largura. A margem esquerda tem 59 mm, a superior, 58 mm e a inferior, 3 mm. O carimbo está no canto inferior direito, ao lado do escatocolo, logo acima da assinatura. Com intervenção, temos somente um G de “guarde” escrito na parte superior, entre a saudação e o corpo do texto, a lápis. O recebimento de circulares refere-se ao pagamento do imposto e informação sobre transferência de escravos. Embora não haja informações nos livros sobre a história da região a respeito destas transferências em específico, sabe-se que no período os escravos também eram objetos de transação, e seus registros eram necessários de acordo com a “(...) lei imperial n° 1.114, de 27 de setembro de 1860, que passou a exigir o registro público também das transações com escravos que excedessem o valor de duzentos mil-réis” (COSTA, 1986, p.117-146).
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

[fól. 1r]

Illustrissimo Excellentissimo Senhor

Hoje fui empossado da Circular de Vossa Excellencia

dactada de 28 de Novembro do anno preterito

que acompanhou a hum exemplar

do Decreto numero 2833 de 12 de Novembro do dito an -

no que regula a transferencia de

escravos, e a arrecadaçaõ do impos -

to da meia Siza. Da mesma sorte fui

hoje impossado de outra circular de Vossa

Excellencia dactada de 30 de Dezembro proximo pas -

sado que trouxe um exemplar im -

presso do Decreto numero 2865 de 21 de Dezembro

do anno proximo passado dando

instrucçoes para a boa instrucçaõ

digo, boa execucçaõ do disposto nos

artigos 26, e 27 da Lei Regulamentar das

eleiçoes numero 387 de 19 de Agosto de 1846.

Ao cumprimento de tudo quanto Vossa

Excellencia recomenda terei em vista fazendo

por dezempenhar os meos deveres; cum -

prindo asseverar que aqui ainda veio

estas instrucçoes atempo, por ter se

de fazer aqualificaçaõ, ou revizaõ da

Qualificaçaõ de votantes a 18 de

Fevereiro proximo seguinte, pelas ra -

zoes de que Vossa Excellencia deve estar sciente.

Deos Guarde a Vossa Excellencia Capivary 26 de Janeiro

de1862.

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor Doutor Joaõ Jacintho



de Mendonça Dignissimo Prezidente d’esta Provincia

Jozé Antonio daSilva

Juis de Paz emmedia

to ao mais votado



Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Atestado

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Atestados de Domingos de Alvarenga Pinto, José Martins Bonilha e João Dias de Aguiar, e João Vaz de Arruda Amaral
3. Assunto: Relato de compra de votos para servidores públicos.
4. Data do documento: 05 de julho de 1863.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo –caixa 187, pasta 1, documento 24, ordem 982.
7. Identificação do autor: diversos / brasileiros
8. Número de palavras: 878
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas. Papel fino, com a filigrana em alto relevo Canson no canto esquerdo superior, mede 273 mm de altura e 215 mm de largura. Os fólios a seguir possuem uma característica peculiar: são três atestados, e, embora haja um texto principal respeitando a margem imaginária, os espaços deixados em branco foram aproveitados para apoio da terceira declaração, atestando as informações com anotações interferentes, cujos pontos comentados são indicados através de números postos sobre palavras específicas nas entrelinhas. Percebe-se, através da caligrafia, que esses comentários são produzidos pelo escrivão que dá seu parecer no fólio 2v, assinado por João Vaz de Arruda Amaral. Por tais atestados fazerem parte da constituição total do documento, foram escritos por morador capivariano (não como as intervenções feitas por paulistanos) e possuem variantes relevantes aos estudos, estes serão editados logo após a transcrição do corpo do texto; e na numeração à esquerda, será demarcada com letras do abecedário (a, b, c, etc.) conforme explicado no item 2.6. Os carimbos do arquivo estão na parte superior dos fólios 1r e 2r, acima dos corpos dos textos. No 2r há a intervenção escrita à tinta no topo da folha: N 10. E no fólio 2v, após o depoimento de João Vaz de Arruda Amaral, também há, feitas à tinta, autenticando o documento com a seguinte transcrição:

Reconheço verdadeiras as letras efir –

mas dos prezentes attestados, pelo

pleno conhecimento deque dou fé. Ca –

pivary 5 de Iulho de 1863

Em titulo da Verdade

O Tabeliam José Almeida Martins

Documento 64
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.
[fól. 1r]

Domingos d’Alvarenga Pinto Bacha –

rel em direito pela Faculdade de Sam Pau –

lo.


Attesto sob o juramento de meu

grão que é publico e notorio n’esta villa

de Capivary serem o Senhor Delegado de Policia

Francisco Fernando de Barros, seus irmaõs

o 1° Supplente de Delegado Joaquim Fernan -

do Barros, o 2 ° Supplente do Juiz Municipal

Bento Paes de Barros e José Fernando d’Almei –

da Barros membros extremados do partido



<(1)> conservador, e que em uma reuniaõ politica,

havido no dia 26 de Junho de 1861 em a casa

da aposentadoria do ex Juiz de Direito da Co –

marca Francisco da Costa <(2)> Carvalho, presidi -

da pelo Senador Jose Manoel da <(3)> Fonseca, foi

o mesmo Senhor Delegado, entaõ em exercicio como

actualmente, eleito membro do Directorio d’esse

partido; attesto mais que é verdade ter na

casa de minha residencia e perante o cida –

daõ Jose Martins Bonilha o mesmo Senhor

Delegado declarado depender o ganho da elei -

[à margem esquerda]:

(1)


Assim como o foraõ

do partido liberal_______

(2.)

Sua Senhoria tem muito geito



para mover as paixoes

como se figura no

Judeo errante respeito

de Rodim.____________

(3°)

O Senhor Doutor Queirós



Teles havia se zan =

gado com os que naõ

queriaõ ser patife.
[fól. 1v]

ção pelo seu partido da inclusaõ de trinta e um

individuos <(4)> unanimimente excluidos pela Junta

Qualificadôra visto serem elles faceis de <(5)> conseguir;

attesto mais, que é verdade ter Antonio da Sil –

veira Moraes dito em minha presença no carto –

rio e perante o Escrivaõ Jose Alves Moreira, que

seu irmaõ Jose da Silveira Leite estava compromet –

tido a votar com o delegado por lhe haver este res –

gatado pela quantia de cem mil reis uma obri –

gaçaõ mal parada de Manoel da Costa Ara –

nha, que fes cessaõ de bens e de quem seu

dito irmaõ naõ tinha esperança de receber

cousa <(6)> alguma; attesto mais que é verdade

ter o mesmo Senhor Delegado declarado em casa

do Senhor Jose Rodrigues d’Almeida Leite, perante

este perante o cidadaõ Manoel Dias d’Aguiar

e outras pessoâs de quem actualmente me naõ

recordo, ter á sua disposiçaõ o dinheiro, a delega –

cia, e recrutamento e a Guarda Nacional

para contar com a victoria da eleiçaõ; <(7)> attes –

[à margem direita]:

(4)


Unanimente por que

existem honrados sa =

quarêmas que não saõ

manivellos de preten =

ciozas potestades.____

(5)


Pelo terror epelo

dinheiro como me bem

esclarecido n’úm

despacho offerescido por

Joaõ Vaz, oqual fui trans –

cripto na acta do

livro competente._____

(6)


Saõ generozidades pro =

prias da épocha e

da qual saõ versados.

1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   18


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal