Projeto Nacional phpb-equipe Regional de São Paulo



Baixar 1.56 Mb.
Página14/18
Encontro18.07.2016
Tamanho1.56 Mb.
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   18

[fól. 1v]

que os intermedea, olucro naõ é só acarta peque =

na distancia, é mais aeconomia do trans –

porte da Estaçaõ do Salto para a de Indaiatu –

ba, que tem tres legoas de distancia, demodo

que os productores deste Municipio servindo –

se desta estrada tem de derigir seos generos

pela actual com cinco legoas e meia, e sugei –

tar los ao trote de mais tres quando pela

projectada estrada tem de percorrer somente

cinco, economia esta que anima os productores

de preferencia servirasse se desta enaõ d’aquela.

Alem destas vantagens que deve superar a todo

obstaculo de sua abertura, ainda acerasce

sua facilidade pelo aproveitamento que se pode

colher de estradas de particulares, que estaõ no

caso de perfeiçaõ, que com pouco trabalho fi –

caõ perfeitamente prestaveis, epor isso orço adis –

pesa para sua factura inclusivel a ponte do

Rio Capivarý na diminuta quantia de seis

contos de reis 6.000$000 reis quantia, que pode

o Governo dispender.

Junto a este vaõ os mappas das ferias das dispezas

que fis em virtude da portaria pelas quaes levo

provado que despendi settecentos, e vinte, e oito

mil e quinhentos reis que espero receber. Tendo

satisfeito o meu dever, e aconfiança que me foi

depositada resta-me o desejo de ver aberta

a estrada como hum em geral. Deus Guarde aVossa Excellencia

Capivarý 14 de Agosto de 1871

Illustrissimo Excellentissimo Senhor Doutor Jose Fernandes Pereira da

Costa Junior Dignissimo Presidente de Sam Paulo

Francisco Fernando de Barros
Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício de Samuel José de Assunção ao Presidente da Província José Fernandes da Costa Pereira Júnior
3. Assunto: Requerimento de exoneração de cargo de delegado suplente.
4. Data do documento: 20 de abril de 1872.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0982, caixa 187, pasta 3, documento 46
7. Identificação do autor: Samuel José de Assunção / brasileiro / delegado suplente
8. Número de palavras: 93
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas, sem filigranas, medindo 273 mm de altura e 212 mm de largura. A margem esquerda tem 40 mm, a superior, 65 mm e a inferior, 79 mm. O carimbo do arquivo está na parte inferior, um pouco acima da assinatura. E como intervenções de terceiros, há somente um J escrito a lápis entre a saudação e o corpo do texto.
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor

Exercendo o cargo de 6° Juis Municipal

Supplente d’este Termo, e acontessen

do, que omeu estado de soffrimentos

de saude, avançada idade, e oresi =

dir distante da cidade, me impossi =

blitaõ de continuar a exercer se =

melhante cargo; rogo por tanto

a Vossa Excellencia conceder me a exonaraçaõ,

no que Vossa Excellencia fará um d’aquelles actos

a justiça que o caracterisaõ

[espaço] Deus Guarde a Vossa Excellencia

Capivary 20 d[e] Abril d[e] 1872.

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor Doutor Prezidente d’esta Provincia

de SPaulo.

Samuel Joze d’Assumpçaõ

Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício de Francisco Fernando de Barros ao Presidente da Província Francisco Xavier Pinto de Lima
3. Assunto: Informe de que não estava havendo matrículas dos escravos conforme solicitado pela província.
4. Data do documento: 04 de julho de 1872.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0982, caixa 187, pasta 3, documento 51
7. Identificação do autor: Francisco Fernando de Barros / brasileiro / delegado de polícia
8. Número de palavras: 299
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas, pautado comum, sem filigranas, medindo 210 mm de largura e 275 mm de altura. O fólio 1r tem 58 mm de margem esquerda, 80 mm na superior e 15 mm na inferior. O carimbo do arquivo está na parte superior, entre a saudação e o corpo do texto. Há o reclame es e três intervenções de terceiros tendo sido escritas à tinta azul. A primeira à margem superior esquerda:

Á Thesouraria de Fazenda

para informar pedido do Governo de

Saõ Paulo 3 de Julho de 1872

Pinto Silva

A outra está na margem vertical esquerdo, onde lê-se:



Respondido em 24 de Junho de 1872

A terceira na margem direita inferior:



Extraido á folha 364°

O 1v tem 57 mm na margem direita, 77 mm na superior e 15 na inferior. A tinta da

assinatura do delegado de polícia difere da do restante do documento. Com poucos documentos que retratam a presença de escravos na cidade, este nos dá noção de como agia as leis do período.
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

[fól. 1r]

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor

Tenho a honra de levar ao conhecimen -

to de Vossa Excellencia um facto que se dá n’esta ci –

dade ainda que naõ seja elle de caracter po –

licial e por isso dentro de minhas attribuiçoes

como autoridade policial; porém por que é de

alguma gravidade e interessa aos habitantes

deste municipio, por tal motivo permittir-me

ha Vossa Excellencia que o exponha á Vossa Excellencia, para provi –

denciar como o caso merece.

Estando correndo desde Junho proximo pas –

sado o praso marcado para a matricula

dos escravos pela Lei de 18 de Setembro de 1871, acon –

tece que, indo os proprietarios á Collectoria

d’esta cidade com a lista dos seos escra -

vos para serem matriculados, vaõ sen –

do despendidos pelo Collector, disendo que ain –

da naõ lhe chegáraõ os Livros e Regula –

mentos respectivos para proceder á ma –

tricula; á outros disendo que a Tezoura -

ria de fazenda naõ lhe deo instrucçaõ á res –

peito. [espaço] De forma que vai se findando

o praso legal para a matricula dos es -


[fól. 1v]

escravos, sem que os proprietarios d’esta

cidade possaõ matricula-los.

Por tal motivo já se manifesta certo in –

commodo da parte dos que possuim es –

cravos, temendo que, a continuar o

Collector a proceder como tem procedido

até o presente, se vejaõ em difficulda -

des para garantirem a sua proprie –

dade.


Os jornaes já tem publicado as matriculas

de escravos effectuadas em varias loca –

lidades do Imperio, isto concorre para

augmentar a anciedade dos proprietarios

d’esta cidade em vér a Lei aqui cumprida

e elles já exonerados de suas obrigaçoes,

cumprindo o seo dever.

[espaço] Deos Guarde a Vossa Excellencia Capivary 4 de

Julho de 1872.

Illustrissimo Excellentissimo Senhor d’esta Provincia

de Saõ Paulo -

O Delegado dePolicia

Francisco Fernando de Barros

Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício de Maria Augusta de Santana da Província Joaõ Theodoro Xavier
3. Assunto: Informação da posse do cargo da segunda cadeira de primeiras letras pela professora.
4. Data do documento: 06 de novembro de 1873.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0982, caixa 187, pasta 3, documento 78.
7. Identificação do autor: Maria Augusta de Santana / brasileira / professora
8. Número de palavras: 93
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas, pautado, com uma pequena filigrana em alto relevo no canto esquerdo da folha com a inscrição quadricular Bath. O papel mede 275 mm de altura e 210 mm de largura, tendo o ofício a margem esquerda 58 mm, a superior, 80 mm e a inferior, 105 mm. O carimbo do arquivo está na parte mediana, ao lado esquerdo do corpo do texto. Há duas intervenções de terceiros no fólio: um a lápis na margem superior, em que se lê:

Veja-a se ainda

naõ communicou-se

na Thesoureira, como me

parece. No caso ne –

gativo, volte para se mi

nutar

e o outro escrito à tinta na margem vertical esquerda, passando por cima da despedida. Comunique ao Thezoureiro Provincial a 14 de Novembro 1873. Segundo Grellet (1932: 54) “obteve esta cidade uma segunda cadeira de primeiras letras para o sexo masculino e uma segunda para o feminino. Lei n° 13 de 9 de março de 1871”. Conforme vemos por esse documento, a cadeira feminina havia sido ocupada dois anos depois por uma professora que cometia várias metafonias ao escrever.


10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Excellentissimo Senhor

Tenho a honra levar a sabia consederaçaõ de Vossa Excellencia

que no dia 6 do mes e anno vegente nesta cidade tomei

posse do meo menisterio publico de Professora de segun –

da cadeira de primeiras lettras do sexo femenino, é o

que com todo acatamento me cumpre preventmente

fazer chegar ao elevado conhicemento de Vossa Excellencia.

Cidade de Capivary 6 de Novembro de 1873.

[espaço] Deos Guarde a Vossa Excellencia

Illustrissimo Excellentissimo Senhor Doutor Joaõ Theodoro Xavier

Mui Dignissimo Presidente da Provincia de SPaulo

Maria Augusta de Sant’Anna

Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício da Câmara ao Presidente da Província João Theodoro Xavier
3. Assunto: Informação sobre o cultivo de algodão nas terras capivarianas.
4. Data do documento: 11 de julho de 1874.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0982, caixa 187, pasta 3, documento 91.
7. Identificação do autor: Câmara Municipal de Capivari
8. Número de palavras: 396
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas, medindo 379 mm de altura e 236 mm de largura, com a presença de filigrana sob a inscrição A Pierre & Sons 1859, situadas na parte inferior de ambas as páginas. O fólio 1r tem 52 mm de margem esquerda, 70 mm na superior e 15 mm na inferior. O carimbo do arquivo está na parte mediana do fólio, ao lado esquerdo do corpo do texto. A borda superior do almaço está danificada por rasgos que prejudicaram a leitura de uma das intervenções de terceiros, mas ainda é possível ler no texto, entre a saudação e o corpo do documento:

A baixa o preço, nos

mercados, praga das lagartas.

Influem os impostos: com reduçaõ proposta é

deficiente: deve ser abatido o imposto

Embora a cana-de-açúcar sempre tenha sido o principal produto agrícola de Capivari, este documento ainda nos mostra a tentativa de implantação do cultivo de algodão na cidade e a solicitação de colonos para o andamento das colheitas.


10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

[fól. 1r]

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor

Em resposta a Circular d’esua Excellentissima Prezidencia

de 28 de Abril proximo passado, cumpre a esta

Comarca dizer o seguinte –

Quanto ao primeiro quizito , pensa esta

Camara que entre as diversas cauzas

do pouco dezenvolvimento da cultura do

algodaõ na Provincia, sobresahem a baixa –

assás consideravel dos preços e a consequen –

te paralizaçaõ dos mercados em primeiro lu -

gar, e depois a praga das lagartas – cruque –

res – cousa esta inteiramente dependente da

primeira, visto como a alta nos preços a

fasia indubitavelmente deixar de influ -

ir no animo dos lavradores.

Ao segundo que devem influir sobre isto

fortemente os impostos provinciaes de qua –

tro por cento e os geraes de nove. Com effeito,

teve por cento sobre a media de seis mil reis

por dez quillos, produzem o disfarque de 180

reis em cada um desses pezos, contribuiçaõ

esta assaz oneroza para uma cultura

decadente.

Ao terceiro, que julga nimiamente dific –

cientes a reduçaõ de dois por cento no

imposto Provincial para que se possa sen –

tir; attendendo se que dois por cento so –

bre a [espaço] media de 6$ reis por 10 killos apenas

aprezentaria ao lavrador a vantagem

de 120 reis por cada 10 killos; ou isto de -

sappareceo completamente nas mais leves

oscilaçoes dos mercados

Quanto ao quarto, finalmente que

os meios de ampliar e provocalo em

melhoramento seraõ diretamente a abo

licaõ dos empostos Provenciais e Geraes,

intotum e tudo quanto possa contri –

buir para seu mais prompto consum –

mo, indiretamente a criaçaõ de Bancos


[fól. 1v]

que forencao o juro barato ao lavrador a

introduçaõ de colonos em condiçoes pou –

co oneroza, machinas e instrumentos

aratorios por modicos preços.

Tendo assim respondido aos quizitos

contidos na ja citada Circular, esta

Camara aproveita o ensejo para pe –

dir a essa Excellentissima Prezidencia a aboliçaõ

dos impostos Provinciaes e os seus bons

officios na consecuçaõ no mesmo favor

por parte da Assembléa Geral, conscios

deque só uma medida de tal alcance

poderá contribuir com alguma efficacia

para o melhoramento da cultura de

que se trata

[espaço] Deos Guarde á Vossa Excellencia Capivary

11 de Julho de 1874

Illustrissimo Excellentissimo Senhor Doutor Joaõ Theodoro Xavier

Mui Dignissimo Prezidente desta Provincia

Joaõ Baptista de Mello Taques Vice Prezidente

Antonio de Sampaio Leite

Jose Antonio de Carvalho

Lucianno Leite de Campos Paxeco

Françisco Pinto de Camargo Junior

Estanisláu de Campos Pacheco



Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício de Carlos Augusto Cardoso de Meneses ao Presidente da Província João Teodoro Xavier de Matos
3. Assunto: Informação comunicando a instalação da Comarca da cidade de Capivari.
4. Data do documento: 03 de dezembro de 1874.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0982, caixa 187, pasta 3, documento 93.
7. Identificação do autor: Carlos Augusto Cardoso de Meneses / brasileiro / Promotor Público
8. Número de palavras: 163
9. Informações Levantadas: Documento escrito com tinta azul em almaço de folhas duplas pautadas, medindo 221 mm de altura, 324 mm de largura, com filigranas em marca d’água nos rodapés de ambas as páginas sob a inscrição Smith & Meynier fiume no fólio 2r, e almasso embaixo de uma flor de quatro pétalas em formato de losango no 1r. O fólio 1r tem 55 mm de margem esquerda, 101 na superior e 7 mm na inferior. O carimbo do arquivo está na parte superior, acima do corpo do texto. Há duas intervenções, uma a lápis no topo da página, entre o carimbo e a saudação:

Communique na Thesoureria

se ainda não communicoua

e outra na margem vertical esquerda produzida à tinta preta: Communique á Thesouraria á 15 de Dezembro de 1874. O fólio 1v tem 60 mm de margem direita, 99 mm na superior e 113 mm na inferior. Não há outras interferências de terceiros.

Segundo consta nos livros sobre a história da cidade (CAMPOS 1981, p.233), a criação da Comarca de Capivari foi tida em 17 de abril de 1874, e o documento abaixo mostra que ela foi “solenemente instalada” em 30 de novembro de 1874.
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.
[fól. 1r]

Excellentissimo Senhor

Tenho a subida honra de levar

ao conhecimento de Vossa Excellencia o facto

seguinte:

No dia 30 do proximo passado mez de No -

vembro, foi solemnemente ins –

tallada a Comarca de Capivary,

pelo Excellentissimo Senhor Juis de Direito, pa –

ra elle nomeado, Dom Carlos

de Sousa Silveira; e nesse dia

recebi das maõs do mesmo

Doutor Juis de Direito, a posse do

Cargo de Promotor Publico da

Comarca, para o qual foi

nomeado por Vossa Excellencia, em 13

de Julho do vigente anno.

Julgo ser de meu dever com –

municar este facto á Vossa Excellencia,

para o fim de ser-me conta –

da a antiguidade, e receber

na Collectoria desta Cidade,

os vencimentos, que a Lei

me confere, no caracter de

Promotor Publico.

[espaço] Deos Guarde á Vossa Excellencia


[fól. 1v]

por muitos annos.

Illustrissimo e Excellentissimo Senhor Doutor Pre –

sidente desta Provincia de

Saõ Paulo.

Capivary 3 de Dezembro de 1874

O Promotor Publico da

Comarca


Carlos Augusto Cardoso de

Meneses


Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício da Câmara Municipal ao presidente da Província Joaõ Theodoro Xavier
3. Assunto: Informação da morte do vigário Fabiano José Moreira.
4. Data do documento: 14 de fevereiro de 1875.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0982, caixa 187, pasta 3, documento 98.
7. Identificação do autor: Câmara Municipal de Capivari
8. Número de palavras: 98
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço de folhas duplas, de textura grossa, sem filigranas, medindo 352 mm de altura, 226 mm de largura. A margem esquerda possui 67 mm, a superior 85 mm e a inferior 120 mm. O carimbo do arquivo está ao lado das assinaturas na parte inferior da folha. Há apenas uma intervenção produzida a lápis na parte superior, acima do corpo do texto, onde se lê: Verificado. “O Padre Fabiano José Moreira de Camargo, prestigioso chefe liberal de Capivari na década de 60, deputado à Assembléia Provincial na legislatura de 1864 – 1866” (CAMPOS, 1981, p. 67) foi um dos responsáveis por enviar recrutas de Capivari para a Guerra do Paraguai. Além deste feito, havia sido uma figura respeitada e de importância na cidade. Segundo Grellet (1932, p. 57) “o virtuoso padre Fabiano [foi] rodeado de verdadeira multidão de admiradores, sendo sepultado na igreja matriz”.
10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Illustrissimo Excellentissimo Senhor

Tendo fallecido o Vegario Collador des –

ta Parochia Fabiano José Moreira

de Camargo, no dia 11 do corrente as

5 horas da tarde, ficando por tan -

to a Igreja vaga, esta Camara

julga do seu dever assim o Com –

municar a Vossa Excellencia para os fins

convenientes. Deos Guarde a Vossa Excellencia

Capivary 14 de Fevereiro de 1875

Illustrissimo Excellentissimo Senhor Doutor Joaõ Theodoro Xavier

Muito Digno Prezidente desta Provincia de SPaulo

Estanislão de Sampaio Pacheco Presidente

Joaõ Baptista de Mello Taques

Estanislaõ de Campos Pacheco

Luis Teixeira do Prado

Adolpho Martins Stains



Projeto Nacional PHPB-Equipe Regional de São Paulo

Século XIX - Documento oficial / Ofício

Edição: GARCIA, Rosicleide R.

1. Modalidade: Língua Escrita


2. Tipo de Texto: Ofício de Francisco Fernando de Barros ao presidente da Província Sebastião José Pereira
3. Assunto: Informação sobre a exoneração do cargo do tabelião.
4. Data do documento: 24 de julho de 1876.
5. Local de origem do documento: Capivari
6. Local de depósito do documento: Arquivo do Estado de São Paulo – São Paulo – CO0982, caixa 187, pasta 4, documento 14b.
7. Identificação do autor: Francisco Fernando de Barros / brasileiro / delegado de polícia
8. Número de palavras: 310
9. Informações Levantadas: Documento escrito em almaço com uma única folha pautada, de textura grossa, sem filigranas, medindo 270 mm de altura e 214 mm de largura. O fólio 1r tem 55 mm de margem esquerda, a superior 74 mm e a inferior 20 mm. O carimbo do arquivo está na margem esquerda superior ao lado da primeira linha do corpo do texto. As intervenções que aparecem são: à tinta, no canto superior esquerdo, Reservado, no canto direito, também superior, a lápis:

Capivari

1876

e, por fim, um rabisco feito a lápis parecendo um visto, ocupando proximadamente cinco linhas. O 1r tem 57 mm de margem direita, 67 mm na superior e 19 mm na inferior. Não há outras formas de interferências e reclames. Além do assunto abordado sobre a condição física e social do tabelião da cidade, o documento ratifica a informação de que Capivari também enviara soldados à Guerra do Paraguai.


10. Editor do documento: GARCIA, R. R. Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari. 2009. 667 p. Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa. Área de concentração: Filologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   18


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal