Prova de história ufpi /2000



Baixar 101.36 Kb.
Encontro28.07.2016
Tamanho101.36 Kb.

COLÉGIO PRO CAMPUS – A PAZ ESTÁ NA BOA EDUCAÇÃO – www.procampus.com.br


PROVA DE HISTÓRIA – UFPI /2000
31. Assinale o que for correto a respeito da mulher na sociedade democrática ateniense, na Antigüidade.

a) Além de cuidar da administração interna das residências, cabia à mulher fazer pessoalmente as compras no mercado.

b) Naquela organização social, a mulher estava excluída da cidadania que era reservada aos homens.

c) A mulher podia ser repudiada pelo marido desde que este apresentasse motivo justo e devolvesse o dote ao pai da esposa.

d) As mulheres passavam boa parte do tempo fora de casa, nos locais públicos com amigas e mesmo estabelecendo relações íntimas com outros homens.

e) No espaço do lar a mulher exercia o poder, cabendo a ela decidir pela rejeição ou não dos filhos recém nascidos.


32. A respeito da sociedade fenícia podemos afirmar corretamente que.

a) a Fenícia desconhecia centralização do poder, pois era formada por cidades-estados que tinham ampla autonomia política, econômica, religiosa e administrativa.

b) a independência política das cidades-estados fenícias foi possível, durante séculos, pelas alianças estabelecidas com os romanos que, por sua vez, faziam frente à expansão persa.

c) os extensos vales situados entre as montanhas e o mediterrâneo possibilitaram o grande desenvolvimento da agricultura e do pastoreio e, consequentemente, do comércio.

d) de todas as criações fenícias, a mais importante foi a caravela, posteriormente aperfeiçoada pelos gregos.

e) a grande e original contribuição dos fenícios para a história da civilização foi a introdução das vogais no alfabeto criado pelos gregos e romanos, o que veio tornar a comunicação mais fácil e rápida.


33. A respeito da cultura grega, leia as sínteses filosóficas abaixo.

I- A ciência, a moral e os credos religiosos eram criações humanas válidas para determinados grupos sociais em um determinado período.

lI- Sua principal contribuição filosófica foi a Teoria das Idéias, segundo a qual as idéias são a essência dos conceitos e das coisas e, portanto, transcendentes ao homem, que delas tem apenas um pálido reflexo.

lli- Defendia a existência de um conhecimento estável e válido para todos. Sua grande preocupação era o autoconhecimento que poderia ser obtido através da ironia e da maiêutica.

As sínteses que você acabou de ler, podem ser associadas, respectivamente, a:

a) Platão, Aristóteles e Sócrates

b) Platão, Sofistas e Aristóteles

c) Sócrates, Sofistas e Platão

d) Sofistas, Platão e Sócrates

e) Platão, Sofistas e Sócrates


34. Leia o texto abaixo, referente à formação do Feudalismo, na Europa Ocidental: "Aqui foi onde apareceu pela primeira vez a servidão, onde se desenvolveu um sistema senhorial onde a justiça foi mais profunda e, por fim, a subenfeudação foi mais acentuada" (ANIDERSON, Perry. Transiciones de Ia Antiguedad al feudalismo. Mexico: Siglo XXI, 1983, p. 156).

O historiador Perry Anderson, no texto acima, refere-se a (ao):

a) Norte da África

b) Península Ibérica

c) Sul da Itália

d) Centro do Império Carolíngio

e) Inglaterra
35. As principais estruturas germânicas que entraram na composição do feudalismo foram:

a) Colonato, Vilas e descentralização do poder político.

b) Colonato, Comitatus e Vilas.

c) Comitatus, Direito consuetudinário e centralização política.

d) Economia agropastoril, poder descentralizado e Vilas.

e) Direito consuetudinário, Comitatus e poder descentralizado.


36. Leia, com atenção, o texto abaixo:

“( .. ) deu-se por todo o orbe da terra, especialmente na Itália e nas Gálías, um surto de construção de igrejas basilicais. (..) Era como se o mundo, tendo-se sacudido e lançado fora o antigo, se estivesse revestindo com a cândida veste das igrejas. Como tal os fiéis reformaram quase todas as igrejas das sedes episcopais, e o mesmo fizeram aos mosteiros dos vários santos, assim como aos lugares de oração de menos importância, nas vilas” (Fonte: Raoul Glaber in: J.P.Migne, Patrologiae Cursus Completus, Series Latina, t. CXLII, Paris, 1880).


A partir do texto do cronista medieval Raoui Glaber (985-1 050), podemos afirmar, corretamente:

a) O nascimento da arquitetura românica acompanhou o despertar da economia ocidental européia.

b) A construção de igrejas, no período, explica-se pelo fortalecimento da fé, independentemente das condições econômicas.

c) O surto de construções ao qual o texto faz referência teve fim com as invasões de normandos, húngaros e árabes.

d) A arquitetura românica em expansão após as invasões do séc. IX veio substituir a arquitetura de estilo gótico, especialmente na Itália e na Gália.

e) O crescimento da economia européia a partir do século XI só pode ser compreendido se levarmos em consideração o crescimento da população provocado pelas invasões dos século anteriores.


37. Urna das características do Renascimento é o racionalismo, sobre o qual é correto afirmar que:

a) coloca o homem como centro do Universo.

b) opõe-se ao coletivismo da Idade Média.

c) procura negar a fé como fonte de conhecimento.

d) esforça-se para conciliar fé e razão.

e) afirma que a verdade independe de lógica.


38. A expansão marítima de Espanha e de Portugal tinha por objetivo, além dos interesses econômicos, impor à América uma cultura cristã. A respeito do papel da Igreja Católica neste projeto, leia as seguintes afirmativas:

I- A Igreja Católica estava interessada em expandir o catolicismo para compensar a perda de fiéis na Europa.

lI- A Igreja Católica educava os filhos dos colonizadores dentro de sua concepção de cristianismo. III- A Igreja Católica concedia plena liberdade de culto a colonizadores e colonizados.

IV- A Igreja Católica desconsiderava a cultura nativa para implantar o catolicismo. Assinale a opção correta.

a) I, II e III estão errados.

b) I, II e IV estão corretos.

c) II, III e IV estão corretos.

d) I e IV estão errados.

e) I, III e IV estão corretos.
39. A respeito do Estado Absolutista é correto afirmar:

a) O poder concentrava-se nas mãos do rei por ter este conseguido afastar a influência da nobreza.

b) Era caracterizado pela concentração do poder político nas mãos do rei e pela leg@imação divina desse poder.

c) O poder do rei no Estado absolutista, além de carecer de justificação, era criticado por pensadores como Maquiavel e Hobbes.

d) Na economia, o Absolutismo correspondeu ao período de transição do capitalismo para o feudalismo.

e) No plano político, a formação do Absolutismo correspondeu a uma necessidade de centralização do

poder para adequar-se ao surgimento da nobreza.
40. Nas primeiras décadas do século XIX, na Inglaterra, a opinião pública emitia suas idéias a respeito da vida doméstica. Em sua “Ode a Jorge IV e a Carolina, sua esposa", John Bull, dizia:

Mostra-te um pai para a nação Um esposo para a tua rainha



E seguro do amor de teu povo Reina tranqüilo e sereno".

(HALL, Catherine. Sweet Home. ln: ARIÈS, P. e DUBY, G. História da Vida Privada. São Paulo: Companhia das Letras, 1991, v. 4., p. 54)


A partir dos versos acima, que expressam valores da sociedade no referido período, podemos dizer corretamente:
a) A sociedade inglesa apoia a licenciosidade dos costumes das suas elites.

b) Os versos enaltecem o modelo aristocrático dúplice onde o homem é inflei.

c) O rei não pode cobrar fidelidade da rainha, mas apenas do povo.

d) Setores da burguesia criticam o modelo aristocrático que permitia infidelidades aos homens e penalizava as mulheres.

e) A crítica ao casamento que não se fundasse no afeto e na vida em comum provém, principalmente, de setores médios da aristocracia.
41. A respeito da situação da mulher frente ao Nazismo, podemos afirmar corretamente, EXCETO:

a) As ativistas femininas do nazismo entendiam que a razão do Estado e da raça estava acima dos seus interesses pessoais.

b) Para o nazismo, a 'libertação da mulher' decorria de uma degenerescência de influência judaica.

c) A política nacional-socialista para com as mulheres não era mais do que um 'culto da maternidade'.

d) O regime nacional-socialista instalava creches e melhorava certas leis para proteção das mães com a intenção de que as mulheres pudessem combinar trabalho e maternidade.

e) Metade das vítimas do racismo nacional-socialista era formada por mulheres.


42. Desde a formação dos Estados Modernos a Europa tem ocupado um lugar de destaque no contexto das relações internacionais. Dentre os itens abaixo, assinale um fator que tem impulsionado o processo de unificação da Europa nos tempos atuais.

  1. A possibilidade de restrição de algumas regiões para a indústria e o comércio europeus com a formação de blocos econômicos na Ásia e nas Américas.

b) A necessidade de os países da Europa unirem suas forças para conter a ascensão dos grupos neo-nazistas.

c) A unificação da Alemanha após a derrubada do muro de Berlim e a conseqüente ameaça que isto pode representar para os demais Estados europeus.

d) O crescente desemprego que ora se verifica na Europa e que só poderia ser contido com a cooperação de todos os Estados.

e) A necessidade de se criar uma moeda única para facilitar as trocas, uma vez que a diversidade de moedas estava criando embaraço para o mercado.


43. Diferentemente do que afirmavam economistas como Galbraith, estudo da Orqanização Mundial do Trabalho (OIT) revela que os americanos trabalham 2.000 horas por ano e que o número de horas de trabalho anuais por pessoa não cessa de aumentar. Pode ser apontado como fator fundamental responsável por isto:

a) O crescente apego das pessoas ao trabalho, especialmente os mais jovens.

b) O aumento dos salários que funciona como incentivo para o trabalhador.

c) O desinteresse que tem o trabalhador de voltar para casa.

d) O enfraquecimento do movimento sindical e a própria natureza do capitalismo.

e) O fato de os trabalhadores residirem próximo ao local de trabalho.


44. A respeito da política de globalização, podemos afirmar, corretamente, que:

a) tem-se expandido em todo mundo sem que haja reação a ela.

b) tem sido criticada apenas por setores da esquerda.

c) tem merecido críticas severas de todos os setores da direita.

d) tem merecido apoio, em geral, pelos efeitos positivos referentes às questões sociais.

e) tem recebido mais resistência nos "ex-impérios asiáticos" e nos velhos Estados europeus que na África e América Latina.


45. Leia, com atenção, o que diz o escritor e cientista russo, Alexandre Zinoviev.

(...) tenho a dizer que a capitulação do Ocidente europeu ao americanismo terá como conseqüências nefastas para os países da Europa Ocidental, algo de análogo ao que se passou com a Rússia - a destruição das próprias bases da civilização e a perda da soberania nacional de seus povos". (Folha de São Paulo, Caderno MAIS! de 10.10.99).


Para Alexandre Zinoviev, o "amecanismo" e suas nefastas conseqüências decorreriam:

a) da adesão da Rússia ao neo-liberalismo.

b) do processo de globalização.

c) do fortalecimento da "guerra fria".

d) da adoção da democracia pelos Estados europeus.

e) do enfraquecimento dos Estados Unidos.


4
6. Observe o mapa, abaixo apresentado:

De acordo com o destaque dado à parte de território de algumas "Capitanias", incluindo a do Piauí, no século XVIII, podemos associá-lo:

a) ao desenvolvimento da mineração em diferentes regiões, que tinha como polo principal Minas Gerais.

b) à expansão do plantio do algodão, valorizado tanto pelo mercado interno como pelo externo.

c) à retomada do plantio da cana de açúcar após a expulsão dos holandeses de Pernambuco e da Bahia.

d) ao incremento da política agrária de cunho mercantilista, que beneficiava os pequenos proprietários.

e) ao processo de criação do gado, responsável pela ocupação de diferentes regiões do Brasil.
47. Em relação à população do Piauí, durante o período Imperial, é correto afirmar que:

a) os índios, explorados nas atividades agrárias, superavam a mão de obra escrava disponível.

b) os agregados, integrantes da chamada população livre, viviam na dependência dos grandes fazendeiros.

c) a maioria dos trabalhadores rurais possuía pequenas ou médias propriedades.

d) os posseiros ocupavam as terras mais férteis, em decorrência do apoio dos fazendeiros.

e) os tropeiros dominavam as atividades comerciais, tanto na capital, quanto no interior.


48. O nome de Irineu Evangelista de Souza, o Visconde de Mauá, vincula-se à idéia de modernização do Brasil, difundida na segunda metade do século XIX, que se expressa através do:

a) declínio da produção cafeeira, que incentivava a migração dos trabalhadores europeus para as grandes

cidades.

b) o fato de o país deixar de ser uma nação agro-exportadora, em virtude da implantação de uma política liberal.

c) incremento às atividades industriais no país, além da implantação de estradas de ferro e melhorias urbanas.

d) substitutivo dos valores culturais oriundos da Inglaterra pelas inovações trazidas pelos comerciantes franceses.

e) movimento em prol do nacionalismo econômico, contrário à presença inglesa nas exportações brasileiras.
49. Leia, com atenção, o depoimento do General Bandeira a respeito da participação dos militares na política brasileira: "No movimento de 64, a ideologia política foi puramente a de preservar o regime democrático.

Essa foi a grande mola que conduziu o movimento". (D'Araújo, Maria Celina et ai. Visões do Golpe: a memória militar sobre 1964. Rio de Janeiro:Relume-Dumará,1994, p.225.)

Considerando a tendência interpretativa da História, na atualidade, é correto afirmar que:

a) a real compreensão da situação política nacional fundamenta-se na objetividade do conhecimento histórico, isento de intencionalidade política.

b) a interpretação do referido militar é inaceitável, pois no estudo da História torna-se imprescindível um maior distanciamento cronológico entre o depoente e a realidade estudada.

c) a renovação metodológica, decorrente da valorização da História oral no Brasil, propiciou um novo entendimento a respeito da visão democrática dos militares.

d) a marca da objetividade, nos estudos históricos, comprova a validade da opinião apresentada, evitando urna versão partidária da História.

e) o testemunho apresentado, mesmo considerando a realidade política brasileira, vivida a partir de 1964, comprova a presença da subjetividade na interpretação histórica.
50. Sobre a Semana de Arte Moderna de 1922, é correto afirmar que:

a) reunia jovens poetas e escritores, músicos e artistas plásticos na busca de uma nova linguagem para explicar o Brasil.

b) restringiu-se às artes plásticas, uma vez que os literatos a consideravam anti-nacionalista, de acordo com a reação liderada por Monteiro Lobato.

c) foi organizada pelos intelectuais nordestinos, como um recurso de valorizar a cultura regional, a fim de libertá-la do modelo em vigor no Sudeste.

d) condenava a influência francesa no campo artístico e literário, na tentativa de preservar a tradição lusitana.

e) decorreu da influência dos ideais positivistas na arte, na música e na literatura nacionais, numa tentativa de consolidar a influência européia.


51. Leia, com atenção, a seguinte afirmação.

"O neolíberalismo reinterpreta o processo histórico de cada país. os vilões do atraso econômico passam a ser os sindicatos e junto com eles, as conquistas sociais..."(Emir Sader)
Tal afirmação se configura diretamente como uma:

a) crítica à inexpressiva conscientização política dos sindicatos.

b) defesa dos ideais da direita, na elaboração e preservação de políticas públicas.

c) reação à política neo-liberal, que menospreza as reivindicações dos sindicatos.

d) ampliação do conceito de cidadania social a toda população brasileira.

e) resultante do acordo estabelecido entre os países ricos e os menos favorecidos.


52. Findo o Governo do General João Batista Fiqueiredo, a eleição de Tancredo Neves à Presidência da República representou :

a) a continuidade do sistema de escolha anterior, através da eleição indireta.

b) o fortalecimento dos pequenos partidos que lhe garantiram a eleição.

c) a vitória da campanha pelas "Diretas-já", que uniu as oposições.

d) a derrota do PFL, que apoiava a candidatura de Paulo Maluf.

e) a imposição das Forças Armadas, que desejavam permanecer no poder.


53. A partir dos anos cinqüenta, as mudanças registradas na sociedade brasileira se fizeram sentir cotidiano da juventude que:

a) reagiu através dos artistas da "jovem guarda" contra a influência estrangeira.

b) demonstrava a força da cultura nacionalista, rejeitando o uso das guitarras nos festivais de arte.

c) adotou um novo modo de vestir e de se comportar, seguindo o modelo norte-americano.

d) condenava os "playboys", por menosprezarem os valores nacionais e a cultura regional.

e) combatia as imposições culturais alienígenas, resultantes do fortalecimento dos ideais moralistas.


54. Observe o seguinte depoimento:

"O Brasil só teve dois estadistas ocupando a Presidência da República. Fernando Henrique não está entre eles. Um foi Getúlio Vargas. O outro, Juscelino Kubitschek. Os estadistas mudam as sociedades que lideram." (Entrevista do Prefeito do Recife, Roberto Magalhães in Rev. Época, 6 set. 1999,p.35.)

Associando o conteúdo expresso na fala do Prefeito do Recife à realidade política do Brasil, é correto afirmar que:

a) a consolidação do regime democrático no país tem suas raízes no carisma político de Vargas e de Juscelino.

b) a popularidade desses dois Presidentes resultou da origem democrática de seus partidos políticos: UDN e PTB.

c) a eleição dos dois presidentes constituiu uma prova incontestável da maturidade partidária do FITB.

d) a adoção de princípios socialistas e o rompimento com antigas lideranças favoreceu o amadurecimento político de ambos.

e) o reconhecimento atribuído aos dois presidentes favorece o predomínio do personalismo na interpretação histórica.
55. Relacione os versos, abaixo apresentados, à expansão marítima de Portugal:

"O sonho é ver as formas invisíveis

de distância imprecisa, e, com sensíveis movimentos de esperança e de vontade, buscar na linha fría do horizonte a árvore, a praia, a for, a ave, a fonte os beijos merecidos da verdade."

(Fernando Pessoa)


Tornando por base o conteúdo, expresso através da poesia apresentada, o descobrimento do Brasil representou:

a) o resultado do planejamento adequado da Escola de Sagres, que condenava o espírito aventureiro.

b) a demonstração da fantasia dos lusitanos, complementada pelas experiências técnicas, desenvolvidas na arte náutica.

c) a dependência da expansão marítima lusitana à influência do romantismo na nobreza de Portugal.

d) a prova da influência do predomínio da burguesia na nobreza lusitana, expressa na aceitação do desafio de enfrentar rotas desconhecidas.

e) a execução do plano de cooperação internacional, pois as técnicas marítimas lusitanas eram fornecidas pelos italianos.

56. Leia com atenção as estrofes 1 e 2 abaixo, da composição de Ataufo Alves e Wilson Batista, de 1941

1. “O bonde de São Januário

Sou eu que vou trabalhar."

Sou eu que vou trabalhar."


2. "O bonde de São Januário Leva mais um otário

Leva mais um operário

Sou eu que vou trabalhar."
Considerando a política do Estado Novo frente à edação artística e literária, podemos afirmar, corretamente que:
a) a estrofe 1 expressa o engajamento dos autores à política do Estado Novo.

b) ambas estrofes mostram o declínio do controle dos meios de comunicação durante o Estado Novo.

c) as duas estrofes refletem a identidade que o Estado Novo estabelece entre o operário e o malandro.

d) na estrofe 1, verificasse a impossibilidade de o Estado utilizar-se da mídia para promover políticas sociais.

e) a estrofe 2 expressa a necessidade de a produção cultural do Estado Novo refletir o ideário varguista de exaltação do trabalho.
57. Sobre a presença de imigrantes estrangeiros, a partir da segunda metade do século XIX, na sociedade brasileira, analise as afirmativas apresentadas.

I - As áreas ocupadas pelos imigrantes restringiam-se à Província de São Paulo, em decorrência da expansão da economia cafeeira.

II - Uma parcela considerável de imigrantes portugueses e espanhóis se dedicavam às atividades comerciais ou eram empregados no comércio.

III - A maioria dos imigrantes era composta por italianos, apesar da presença de portugueses, alemães e espanhóis.


Assinale a alternativa correta.

a) I e III são verdadeiras.

b) I e II são verdadeiras.

c) II e III são verdadeiras.

d) Apenas I é verdadeira.

e) Apenas III é verdadeira.


58. A respeito da situação dos operários durante a 1 República, observe as seguintes afirmações:

I - Os anarquistas, em sua maioria imigrantes italianos e espanhóis, criaram os primeiros sindicatos e foram os pioneiros das greves no país.

II - As maiores greves operárias restringiram-se aos Estados do Nordeste, em virtude do forte esquema policial existente nos Estados do Sul.

III - Os anarquistas condenavam as eleições e eram contrários aos partidos políticos, apesar do envolvimento constante com as manifestações contrárias à política governamental.


Assinale a alternativa correta.

a) I e II são verdadeiras.

b) apenas a III é verdadeira. c) II e III são verdadeiras.

d) I e III são verdadeiras.

e) apenas a II é verdadeira.
59. Observe o seguinte depoimento:

“... Nasci e me criei no tempo da regência e nesse tempo o Brasil vivia, por assim dizer, muito mais na praça pública do que mesmo no lar doméstico." (Justiniano José da Rocha)


Partindo do comentário apresentado, é correto afirmar que:

a) a constante afluência às ruas resultava do crescimento comercial, registrado durante a Regência, nas principais cidades do país.

b) a ociosidade da nobreza brasileira estimulava a valorização dos passeios constantes nas ruas e praças do Rio de Janeiro.

c) o comércio ambulante, a cargo de escravos que eram transferidos do setor rural para as cidades, complementava a renda de seus senhores de engenhos.

d) a influência italiana nos usos e costumes da sociedade do Rio de Janeiro modificou a tradição da vida reclusa às residências.

e) a turbulência política desse período se fazia presente através das revoltas e manifestações populares nas ruas da Capital do Brasil.


60. Observe os seguintes depoimentos, acerca de Teresina, nas primeiras décadas deste século:
De acordo com o cronista "Z", em 1913: "Os casebres de palha em franca parceria com construções elegantes ... representam como que feridas gangrenosas que se alastram e deturpam a beleza estética da urbs. "
Entretanto, Augusto Ewerton e Silva, em 1 O set. 1927, punha em destaque: "silvo de locomotiva, traduzindo promissora realidade, o buzinar dos automóveis e caminhões, indo e vindo, correndo céleres... a água canalizada, a luz elétrica, as sucessivas construções de edifícios públicos e particulares, obedecendo, todos, à arquitetura modema, aformoseando praças e ruas, tudo são atestados vivos do progresso de nossa cidade". (QUEIROZ, Teresinha. Os Literatos e a República ... 23, ed. Teresina/J. Pessoa: Universitária, 1998,p. 30 e 31.)
Partindo dos dois comentários apresentados, é correto afirmar que:
a) a situação dos marginalizados se agravava e as melhorias urbanas beneficiavam, sobretudo, os mais ricos da sociedade local.

b) a primeira versão constitui uma análise de influência marxista, ao passo que a segunda é uma defesa da ação política do Governo.

c) a implantação do regime republicano conseguiu superar os dilemas da pobreza através de uma política do bem-estar social.

d) a primeira versão diz respeito ao declínio da produção agrária do Piauí, enquanto o segundo representa a consolidação da política de desenvolvimento industrial.



e) a modernização no Brasil atingiu seu clímax a partir da terceira década deste século, quando Teresina se firmou como principal polo urbano do Nordeste.

GABARITO


31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

B

A

D

D

E

A

C

B

B

D

C

A

D

E

B

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

B

B

C

E

A

C

A

C

E

B

E

C

D

E

A








©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal