Prova de língua portuguesa/legislaçÃo instruçÃO: As questões de 1 a 11



Baixar 104.03 Kb.
Encontro24.07.2016
Tamanho104.03 Kb.

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA/LEGISLAÇÃO
INSTRUÇÃO: As questões de 1 a 11 devem ser respondidas com base no texto a seguir. Leia atentamente todo o texto antes de responder a elas.

TEXTO 01




1

2

3



4

5

6



7

8

9



10

11

12



13

14

15



16

17

18



19

20

21



22

23

24



25

26

27



28

29

30



31

32

33



34

35

36



37

38

39



40

41

42



43

44

45



46

47


Arma é diferente de droga. Chegam juntas ao crime, mas não se confundem. A droga ilícita nasce e circula na clandestinidade. Cresce de baixo para cima, de regiões sem lei para
a grande sociedade, que a realimenta. A arma é produto sofisticado. Nasce em indústrias de renome, é peça-chave para o funcionamento do Estado e das leis, faz diferença nas contas nacionais, produz medalha nas Olimpíadas. Num movimento inverso ao feito pela droga, a
arma entra no crime de cima para baixo, desliza do legal para o ilícito por uma série de
desvios. É arrochando o mercado legal, fechando esses desvios, que se pode reduzir a oferta
de armas e munições para o comércio ilegal. O Estatuto do Desarmamento, que o Senado
deve aprovar em breve, oferece um novo marco legal e uma agenda para que o país persiga
esse fim.

Aprovado no Senado, o Estatuto vai à sanção do presidente da República, que


definirá um prazo para sua regulamentação. É um momento crítico porque no detalhe mora o
perigo. O novo regulamento deverá ser bem conhecido e discutido pela opinião pública para
que cumpra o objetivo maior de dificultar esses desvios. Os regimentos atuais são uma
continuidade de normas definidas nos anos 30. Espera-se um novo marco regimental, mais adequado ao mundo globalizado, ao Brasil democrático, à ameaça da anarquia armada pelo
crime.

Feita a regulamentação, começa o recadastramento das armas em circulação no


país. Quem possui ou porta arma terá seis meses para se ajustar à nova lei ou escolher a ilegalidade. Tempo para campanhas de esclarecimento e apelo aos cidadãos para que se
desfaçam de suas armas. Não termina o direito de posse, mas cria-se o ambiente propício à
redução voluntária das armas circulantes. Ocasião para aprender com países onde se
trocaram armas por bens ou serviços e criar novas estratégias de desarmamento.

O recadastramento coloca tarefa de peso para a Polícia Federal e para o Exército, responsáveis pelos registros. É tempo, portanto, para um esforço de melhoria expressiva em


suas bases de informação sobre os milhões de armas e as toneladas de munição em
circulação. Sobretudo, tempo de desenvolver uma linguagem comum e de pôr as bases de
dados em comunicação, em nível federal e com as polícias estaduais, para que se tenha, por
fim, a informação necessária para rastrear o movimento das armas, como já acontece com os automóveis.

Tanta ação há de provocar reações sinérgicas nos países vizinhos. Agenda cheia


para nossa diplomacia, com repercussões diretas no controle de fronteiras e na troca de informações, o que implica, novamente, agenda cheia para a Polícia Federal e para a
Receita. No Mercosul e nos países associados, o tema cresce em importância e conta com
aliados ativos no Chile e na Argentina. Ocasião forte para colaborar com o novo governo
paraguaio no enfrentamento do contrabando brasiguaio. O mesmo vale, num outro contexto,
para a relação com a Colômbia e demais vizinhos andino-amazônicos.

Em 2005, teremos o referendo para que os brasileiros decidam se querem ou não


acabar com a venda de armas para civis no país. Experiência notável, sem paralelo, quando
a sociedade brasileira será chamada a pensar a fundo sobre como resolver seus conflitos.

Na dinâmica de aplicação da nova lei, esperam-se progressos importantes no


controle sobre os estoques de armas e munições nas Forças Armadas, nas Polícias e, mais
difícil, nas empresas de segurança. São essas as instituições que têm o direito de acumular
armas em seus armazéns. São elas, portanto, as mais expostas às tentações dos desvios.

Por fim, o mais difícil: uma política de segurança que reduza a demanda por armas e munições e reduza o tiroteio, sem a qual todo o esforço para controlar a oferta e os estoques


não atingirá seu fim.

(FERNANDES, Rubem César. Época. Editora Globo, ed. 290, dez. 2003 Disponível na página http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,,EPT642593-1667,00.html Fragmento adaptado)





Questão 01
O objetivo principal do texto lido é


  1. expor sobre a decisão democrática relativa ao desarmamento da população brasileira.

  2. delimitar as razões que justificam a urgência do desarmamento pelo povo brasileiro.

  3. apresentar a fragilidade do projeto de lei que visa a regulamentar o desarmamento.

  4. esclarecer o cidadão brasileiro sobre as etapas relativas ao Estatuto do Desarmamento.


Questão 02
De acordo com o texto, a arma se caracteriza por ser um


  1. instrumento exclusivo para o Estado conquistar medalhas.

  2. meio ilegal do Estado, utilizado pela polícia e pelo exército.

  3. produto que circula tanto legal quanto clandestinamente.

  4. recurso legítimo e necessário do cidadão que o porta.


Questão 03
É INCORRETO afirmar que, de acordo com o texto, o novo regulamento deverá


  1. ser amplamente divulgado para se tornar conhecido.

  2. dar prosseguimento às normas vigentes no país.

  3. cumprir o objetivo maior de dificultar desvios.

  4. adequar-se ao mundo globalizado e democrático.


Questão 04
São conseqüências da nova regulamentação, EXCETO


  1. a criação de ambiente favorável a que os cidadãos se desfaçam de suas armas.

  2. o encerramento definitivo do direito previamente adquirido ao porte de armas.

  3. o estabelecimento de prazo de um semestre para o ajustamento (ou não) à nova lei.

  4. o recadastramento das armas em circulação no Brasil acompanhado de campanhas.

Leia este trecho do texto para responder às questões 5 e 6.




“É um momento crítico porque no detalhe mora o perigo.” [linhas 12-13]


Questão 05
Assinale a alternativa que contém a expressão que NÃO pode substituir a conjunção porque, sem alterar seu sentido do texto.


  1. pois

  2. não obstante

  3. visto que

  4. porquanto


Questão 06
Os termos crítico e detalhe podem, respectivamente, ser substituídos no contexto, sem alteração de sentido do texto, por


  1. atroz, particular.

  2. decisivo, pormenor.

  3. frívolo, insignificante.

  4. indecifrável, singular.


Questão 07
Leia este trecho.


“Arma é diferente de droga. Chegam juntas ao crime, mas não se confundem.”

A conjunção mas explicita uma relação de




  1. adição.

  2. conseqüência.

  3. finalidade.

  4. oposição.

Leia este trecho do texto para responder às questões 8 e 9.





“Tanta ação há de provocar reações sinérgicas nos países vizinhos.” [linha 31]



Questão 08
Nesse contexto, o termo sinérgicas remete aos seguintes significados, EXCETO


  1. à ação anacrônica realizada por um grupo avesso aos costumes hodiernos.

  2. à associação de vários fatores que contribuem para uma ação organizada.

  3. ao ato coordenado de vários órgãos na realização de um propósito.

  4. ao esforço conjunto de instituições para execução de uma tarefa.


Questão 09
Assinale a alternativa em que as palavras destacadas NÃO possuem a mesma função sintática do termo sinérgica no trecho lido.


  1. “Agenda cheia para nossa diplomacia, com repercussões diretas no controle de fronteiras” ... [linhas 31-32]

  2. “No Mercosul e nos países associados, o tema cresce em importância e conta com aliados ativos no Chile e na Argentina. [linhas 34-35]

  3. “O mesmo vale, num outro contexto, para a relação com a Colômbia e demais vizinhos andino-amazônicos.” [linhas 36-37]

  4. Ocasião forte para colaborar com o novo governo paraguaio no enfrentamento do contrabando brasiguaio. [linhas 35-36]


Questão 10
Assinale a alternativa em que NÃO há relação entre o pronome destacado e a expressão enunciada entre parênteses.


  1. “É tempo, portanto, para um esforço de melhoria expressiva em suas bases de informação sobre os milhões de armas”... (da Polícia Federal e do Exército). [linhas 25-26]

  2. “São essas as instituições que têm o direito de acumular armas em seus armazéns.” (dessas instituições/ das Forças Armadas, das Polícias e das empresas de segurança). [linhas 43-44]

  3. “São elas, portanto, as mais expostas às tentações dos desvios.” (as empresas de segurança) [linha 44] .

  4. ...“uma política de segurança que reduza a demanda por armas e munições e reduza o tiroteio, sem a qual todo o esforço para controlar a oferta e os estoques não atingirá seu fim. (a demanda) [linhas 45-46-47]


Questão 11
A alternativa que apresenta um título adequado para o texto é


  1. A agenda do desarmamento.

  2. Desarmamento: caso de polícia.

  3. A droga do desarmamento.

  4. Desarmamento: garantia de segurança.

Leia o TEXTO 2 para responder às questões 12 e 13.


TEXTO 2





Questão 12
O TEXTO 2 NÃO deve ser interpretado como


  1. um alerta a favor do desarmamento.

  2. um ataque à redução voluntária de armas.

  3. uma crítica à possível inação do Estado.

  4. uma manifestação contra o desarmamento.


Questão 13
O TEXTO 2 ilustra a seguinte idéia defendida no TEXTO 1.


  1. É tempo de a sociedade brasileira pensar a fundo como resolver seus conflitos e decidir sobre as armas.

  2. É tempo de entender que a arma não é como a droga; trata-se, outrossim, de um produto sofisticado.

  3. É tempo de o Estado garantir a grande quantidade de armas e de munição em circulação no país.

  4. É tempo de se desenvolver base de dados com informação necessária para cessar o movimento das armas.


Questão 14
De acordo com a Lei 8.112/90, marque a alternativa INCORRETA:


  1. Ressalvados os casos previstos na Constituição, é vedada a acumulação remunerada de cargos públicos e esta proibição estende-se a cargos, empregos e funções em autarquias, fundações públicas, empresas públicas, sociedades de economia mista da União, do Distrito Federal, dos Estados, dos Territórios e dos Municípios.

  2. São penalidades disciplinares: advertência; suspensão; demissão; cassação de aposentadoria ou disponibilidade; destituição de cargo em comissão; destituição de função comissionada e remoção.

  3. A demissão será aplicada, dentre outros, nos seguintes casos: crime contra a admissão pública; inassiduidade habitual; acumulação ilegal de cargos, empregos ou funções públicas e revelação de segredo do qual se apropriou em razão do cargo.

  4. Poderá ser concedida licença ao servidor para acompanhar cônjuge ou companheiro que foi deslocado para outro ponto do território nacional, para o exterior ou para o exercício de mandato efetivo dos Poderes Executivo e Legislativo.


Questão 15
Marque a alternativa CORRETA segundo a Lei 8.112/90 e suas alterações:


  1. É proibido ao servidor público manter sob sua chefia imediata, em cargo ou função de confiança, cônjuge, companheiro ou parente em qualquer grau civil.

  2. Poderá ser concedida licença ao servidor por motivo de doença do cônjuge ou companheiro, dos pais, dos filhos, do padastro ou madastra e enteado, ou dependente que viva às suas expensas e conste do seu assentamento funcional, mediante comprovação por atestado médico.

  3. Após cada qüinqüênio de efetivo exercício, o servidor poderá, no seu interesse, afastar-se do exercício do cargo efetivo, com a respectiva remuneração, por até três meses, para participar de curso de capacitação profissional.

  4. Ao servidor público em estágio probatório somente poderão ser concedidas as licenças e os afastamentos previstos nos artigos 81, incisos I a IV, 94, 95 e 96, bem assim afastamento para participar de curso de formação decorrente de aprovação em concurso para outro cargo na Administração Pública Federal.



prova ESPECÍFICA

ENGENHEIRO CIVIL

QUESTÃO 16
Em relação ao cálculo de vazão de dimensionamento de um sistema urbano de abastecimento de água, é INCORRETO afirmar que


  1. não deve ser considerada a população atual e sim a projeção da população futura, para um horizonte em torno de 10 anos.

  2. as vazões devem ser acrescidas dos coeficientes de reforço, que devem levar em conta o dia de maior consumo no ano e a hora de maior consumo neste dia de maior consumo.

  3. o consumo per capita atual, que deve servir de base para a estimativa do valor de projeto, corresponde à relação entre o total anual do consumo da área de abastecimento (residencial, comercial, público e industrial) e a população abastecida.

  4. para o dimensionamento das unidades do sistema, as vazões são expressas, usualmente, em ml/s (mililitros por segundo).


QUESTÃO 17
Observe o perfil do terreno da figura a seguir, onde será projetada uma adutora.

Para esse terreno, sob os aspectos técnico, econômico e operacional, a solução mais ADEQUADA é




  1. adutora inteiramente por gravidade, com caixa de passagem intermediária em C.

  2. adutora inteiramente por gravidade, sem caixa de passagem intermediária.

  3. adutora mista (gravidade nos trechos AB e CD; recalque nos trechos BC e DE).

  4. adutora mista (gravidade no trecho AB; recalque no trecho BE).


QUESTÃO 18
Examine a seguinte listagem de operações unitárias empregadas no tratamento de águas de abastecimento.


  1. Filtração lenta.

  2. Filtração rápida.

  3. Floculação.

  4. Correção de pH.

  5. Abrandamento.

  6. Coagulação.

  7. Sedimentação.

  8. Desinfecção.

  9. Fluoretação.

A seqüência que exprime a linha de tratamento conhecida como convencional ou de ciclo completo é


  1. 5 - 7 - 2 - 8 - 9

  2. 6 - 3 - 7 - 2 - 8 - 4 - 9

  3. 5 - 6 - 3 - 7 - 1 - 8

  4. 6 - 3 - 7 - 1 - 4 - 9 - 8


QUESTÃO 19
Em relação aos sistemas de coleta de esgotos sanitários, é CORRETO afirmar que


  1. os poços de visita destinam-se, principalmente, a permitir mudanças de direção na rede.

  2. um trecho entre dois poços de visita deve apresentar declividade constante, a menos no caso dos sifões invertidos.

  3. hidraulicamente, os condutos da rede coletora são dimensionados como condutos forçados.

  4. o material de tubulação mais empregado no Brasil, nos coletores de esgotos, é o ferro fundido, principalmente pela sua maior resistência à corrosão.


QUESTÃO 20
Em relação ao tratamento de esgotos sanitários, é INCORRETO afirmar que


  1. em termos de redução de coliformes, os processos de tratamento, por ordem crescente de eficiência assim se situam: tratamento primário, lagoas facultativas e lodos ativados.

  2. DBO significa demanda bioquímica de oxigênio e representa uma medida indireta da concentração de matéria orgânica nos esgotos.

  3. lagoas de estabilização caracterizam-se por um custo operacional inferior ao de estações de lodos ativados.

  4. a fossa séptica não pode ser considerada um sistema de disposição final, uma vez que normalmente exige uma unidade complementar para a disposição de seu efluente.


QUESTÃO 21
Relacione o dispositivo de microdrenagem apresentado na primeira coluna à sua definição na segunda coluna.



  1. Boca de lobo

  2. Tubo de conexão

  3. Galeria

  4. Guia

  5. Poço de visita

  6. Sarjeta







Separa a faixa da pavimentação da faixa do passeio. Meio fio.







Interliga a boca de lobo ao poço de visita.







Caixa com inspeção, colocada entre dois trechos da rede de microdrenagem.







Canal triangular, disposto longitudinalmente às vias, responsável pelo encaminhamento das águas pluviais às bocas de lobo.







Conduto destinado a transportar a água pluvial, desde a sua captação até seu lançamento no sistema de macrodrenagem.







Estrutura hidráulica, destinada a captar a água superficial.

A seqüência CORRETA é:




  1. 1 - 2 - 3 - 4 - 6 - 5

  2. 4 - 3 - 5 - 6 - 2 - 1

  3. 6 - 4 - 1 - 3 - 2 - 5

  4. 4 - 2 - 5 - 6 - 3 - 1


QUESTÃO 22
Relacione as modalidades de revestimento de canais (apresentadas na primeira coluna) a uma característica de cada solução (apresentada na segunda coluna).




  1. Taludes gramados com calha central em concreto.

  2. Canal aberto, seção retangular, paredes e fundo em concreto armado.

  3. Canal fechado, em concreto armado, sob avenida sanitária.

  4. Canal em gabiões.

  5. Canal em pedras rejuntadas.

  6. Enrocamento simples.







É usual apresentar fissuras.







Solução que se integra de forma mais adequada à paisagem urbana, com menor impacto visual.







É a solução com menores necessidades de desapropriação.







Em vista das baixas rugosidades, ocupa a menor largura dentre as soluções abertas.







O dimensionamento do tamanho das pedras é ponto crucial.










A seqüência CORRETA é




  1. 1 - 4 - 6 - 2 - 5

  2. 5 - 2 - 3 - 1 - 4

  3. 5 - 1 - 3 - 2 - 6

  4. 3 - 1 - 2 - 4 - 6


QUESTÃO 23
São fases de um sistema de limpeza pública, EXCETO.


  1. Coleta.

  2. Captação.

  3. Varrição.

  4. Destino final.


QUESTÃO 24
Observe as afirmativas seguintes, que apresentam vantagens comparativas entre dois processos de destino final do lixo. Assinale com (A) a(s) vantagem(ens) do aterro sanitário e com (C) a(s) vantagem(ens) do processo de compostagem.





Permite a reciclagem da matéria orgânica.




Ocupa menores áreas.




Pode possibilitar a recuperação de áreas degradadas.




Pode possibilitar a destruição dos microrganismos patogênicos presentes no lixo.




Possibilita processar todo o lixo, sem necessidade de separação prévia.

A seqüência CORRETA é




  1. C - C - A - C - A

  2. A - C - C - A - A

  3. C - C - C - A - A

  4. C - A - C - C - A


QUESTÃO 25
Em relação às instalações prediais de esgotos e sua ligação à rede é CORRETO afirmar que


  1. efluentes de ralos localizados em áreas não cobertas são admitidos em sistemas separadores absolutos.

  2. na ocorrência de obstrução do ramal interno, o refluxo do esgoto manifesta-se primeiramente pelo transbordamento dos vasos sanitários.

  3. esgoto primário é aquele que veicula o efluente dos vasos sanitários.

  4. na interligação entre o esgoto primário e o secundário é necessário haver um selo hidráulico, para evitar a passagem de gases do secundário para o primário.


QUESTÃO 26
Em relação à organização do canteiro de obras é INCORRETO afirmar que


  1. os meios internos de transporte dos materiais devem ser escolhidos conforme os tipo e quantidades desses materiais, bem como de acordo com as distâncias a serem percorridas.

  2. nos depósitos de cimento deve haver sinalização indicando o plano de concretagem adotado, bem como o teste de abatimento do tronco de cone (SLUMP).

  3. os escritórios devem ser dimensionados de acordo com o tamanho do empreendimento.

  4. deve-se garantir um bom acesso à obra, com os caminhos internos do canteiro transitáveis até nos dias de chuva.


QUESTÃO 27
Relativamente ao uso de aditivos aceleradores de pega do concreto, é CORRETO afirmar que devem ser utilizados quando


  1. há formas complicadas que atrasam a concretagem.

  2. há perigo de lavagem do concreto por água corrente.

  3. o tempo de concretagem exceder o tempo de pega do concreto.

  4. há perigo de aparecimento de fissuras na estrutura.


QUESTÃO 28
Com relação à execução de formas para concreto armado na construção civil no Brasil, é INCORRETO afirmar que


  1. os painéis em madeira são mais utilizados que os painéis metálicos em aço.

  2. nos últimos anos os painéis em madeira compensada tiveram aumento em seu uso.

  3. os escoramentos metálicos estão sendo cada vez menos utilizados.

  4. o uso excessivo de pregos pode diminuir a vida útil de um sistema de formas em madeira.


QUESTÃO 29
Com relação aos procedimentos de concretagem, assinale a única alternativa FALSA.


  1. Em pilares com altura maior que 3,0 m é aconselhável que o lançamento do concreto seja feito em etapas, utilizando-se janelas abertas na parte lateral das formas.

  2. O intervalo de tempo entre o fim do amassamento do concreto e seu lançamento não deve ser longo, a não ser que sejam utilizados aditivos retardadores de pega.

  3. O adensamento do concreto com vibrador tem por objetivo principal a segregação dos agregados.

  4. Os painéis de formas em madeira devem ser limpos e molhados antes da concretagem.


QUESTÃO 30
Uma condição necessária para que uma barra de aço para concreto armado seja classificada como CA 50, segundo a NBR 7480 é que


  1. o limite de resistência à tração do aço seja no mínimo de 50 MPa.

  2. o limite de resistência à tração do aço seja no mínimo 50 Kgf/mm2.

  3. o limite de escoamento do aço seja no mínimo de 50 MPa.

  4. o limite de escoamento do aço seja no mínimo de 50 Kgf/mm2.


QUESTÃO 31
Todas as afirmativas sobre os componentes cerâmicos de alvenaria são corretas, EXCETO.


  1. As alvenarias executadas com blocos vazados de vedação são mais leves que as executadas com tijolos maciços.

  2. As alvenarias executadas com tijolos maciços podem ser utilizadas com fins estruturais em pequenas construções.

  3. As alvenarias executadas com blocos vazados de vedação consomem mais argamassa de assentamento que as executadas com tijolos maciços.

  4. Os gastos com serviços de pedreiro são maiores nas alvenarias executadas com tijolos maciços do que nas executadas com blocos de vedação.


QUESTÃO 32
Assinale a alternativa em que o grupo de peças de madeira corresponde às partes integrantes do suporte de um telhado em telhas cerâmicas.


  1. Tesouras, pontaletes, caibros e ripas.

  2. Tesouras, terças, caibros e ripas.

  3. Pontaletes, terças, caibros e beirais.

  4. Tesouras, beirais, pontaletes e ripas.


QUESTÃO 33
Com relação à inclinação de um telhado executado com telhas cerâmicas, é CORRETO afirmar que


  1. não deve ser muito baixa, pois dificultaria o escoamento das águas de chuva.

  2. deve ser a menor possível, para evitar a ocorrência de queda nas telhas.

  3. pelas normas da ABNT, deve ser no mínimo de 450.

  4. pelas normas da ANBT, deve ser inferior à 20%.


QUESTÃO 34
No revestimento de paredes com argamassas de cimento, é INCORRETO afirmar que


  1. o chapisco tem por finalidade criar uma superfície áspera entre a alvenaria e o emboço, para melhorar a aderência deste.

  2. a argamassa utilizada no emboço pode ser semelhante à utilizada no assentamento dos tijolos maciços.

  3. a argamassa do emboço deve ter espessura média de 5,0 cm para garantir um bom isolamento acústico do ambiente.

  4. a argamassa do reboco pode ser aplicada de forma uniforme e nivelada sobre o emboço.


QUESTÃO 35
Com relação à execução de alvenarias em componentes cerâmicos, é CORRETO afirmar que


  1. o encunhamento das paredes visa garantir um melhor embutimento das instalações hidráulicas.

  2. as vergas são peças construídas sobre os vãos de portas e janelas.

  3. as contravergas fazem a amarração entre duas paredes ortogonais.

  4. nas alvenarias estruturais, são necessárias vigas, pois as paredes não podem receber as cargas provenientes das lajes.

QUESTÃO 36
Em relação ao aço para concreto armado, é INCORRETO afirmar que


  1. na confecção de estribos deve-se utilizar barras de aço do tipo CA 40 ou CA 50.

  2. as saliências nas barras de aço têm por finalidade melhorar sua aderência ao concreto.

  3. as barras de aço são, em geral, fabricadas através do processo de laminação a quente.

  4. os fios de aço podem ser encruados através do processo de trefilação.


QUESTÃO 37
Em relação às providências para o início de obra é INCORRETO afirmar que


  1. uma das primeiras providências a serem tomadas para o início dos trabalhos é conseguir água para o consumo da obra.

  2. muitas Prefeituras Municipais exigem o fechamento do perímetro do terreno antes do início da obra.

  3. a locação da obra é feita logo após a execução das vigas baldrames e sapatas isoladas.

  4. em pequenas construções, antes da execução dos alicerces de alvenaria é necessária a abertura de valas.


QUESTÃO 38
Com relação aos blocos cerâmicos vazados para alvenarias, é INCORRETO afirmar que


  1. a falta de planeza das faces dos blocos pode gerar alvenarias irregulares, consumindo maior quantidade de argamassa de revestimento para regularização.

  2. a presença de material orgânico nas argilas com que se fabricam os blocos é desejável, visto que isso facilita a moldagem.

  3. o excesso de água para moldagem dos blocos pode provocar retrações exageradas durante a secagem e queima.

  4. a etapa de secagem dos blocos antes da queima é de grande importância, não sendo aconselhável a queima dos blocos imediatamente após a sua moldagem.


QUESTÃO 39
Um engenheiro quer decidir sobre quais blocos cerâmicos utilizar em uma alvenaria estrutural. Pelos cálculos de projeto, os blocos a serem utilizados devem ter a resistência à compressão, no mínimo, de 6,0 MPa. Dois tipos de blocos, com diferentes características e preços foram testados em laboratório, sendo obtidos os seguintes resultados.




BLOCOS



CARGA MÁXIMA À COMPRESSÃO
(MÉDIA DE 12 TESTES)


DIMENSÕES




PREÇO

(R$/MILHEIRO)


COMPRIMENTO

(CM)



LARGURA

(CM)


Tipo 1

23.000

29,0

14,0

400,00



Tipo 2

25.000

29,0

14,0

600,00


Sobre esses resultados, é CORRETO afirmar que




  1. os dois blocos satisfazem a exigência de projeto, devendo-se optar pelos blocos mais baratos (Tipo 1).

  2. nenhum dos blocos atende à exigência de projeto.

  3. apenas os blocos do Tipo 1 satisfazem a exigência de projeto.

  4. apenas os blocos do Tipo 2 satisfazem a exigência de projeto, devendo-se optar por eles, mesmo sendo mais caros.


QUESTÃO 40
Com relação à produção de concreto para uso em uma obra, é CORRETO afirmar que


  1. a cura do concreto deve ser feita de forma que não haja perda da água de amassamento nas primeiras idades.

  2. a resistência mecânica à compressão do concreto é diretamente proporcional à quantidade de água de amassamento.

  3. a tendência tecnológica atual é de que as resistências mecânicas à compressão dos concretos sejam mais baixas, devido aos problemas ocasionados pelos aditivos.

  4. devido à natureza exotérmica da reação da água com o cimento, muitas vezes é necessário o aquecimento do concreto fresco.


QUESTÃO 41

Observe o gráfico convencional tensão-deformação a seguir, referente a um ensaio de tração de uma barra de aço:





Em relação a esse gráfico é INCORRETO afirmar que




  1. o trecho OA representa o comportamento elástico-linear.

  2. o trecho BC representa o patamar de escoamento.

  3. o módulo de elasticidade longitudinal é igual a 200 MPa.

  4. a tensão limite de ruptura REAL é maior que R.



QUESTÃO 42
Com relação às tensões em uma viga prismática de seção transversal retangular, é CORRETO afirmar que


  1. a tensão normal máxima de compressão devida à flexão ocorre no centro geométrico da seção transversal.

  2. a tensão tangencial máxima devida ao cisalhamento ocorre no centro geométrico da seção transversal.

  3. a distribuição das tensões normais devida à flexão em uma seção transversal se dá conforme um diagrama parabólico.

  4. a distribuição das tensões tangenciais devida ao cisalhamento em uma seção transversal se dá conforme um diagrama linear.


QUESTÃO 43
Observe a figura a seguir.

Nessa figura, a barra ABC com seção transversal quadrada de lado igual a 2 cm, módulo de elasticidade longitudinal E = 200 GPa e coeficiente de Poisson = 0,3, foi axialmente tracionada pela força normal F = 100 kN.
Todas as afirmativas abaixo relativas à barra ABC estão corretas, EXCETO.


  1. O deslocamento final do ponto A é de 1,25 mm, para baixo.

  2. A tensão normal média de tração na seção transversal (com  = 0o - zero grau) que contém o ponto B é de 250 MPa.

  3. A tensão de cisalhamento média na seção com  = 30o (trinta graus) que contém o ponto B é de 125 MPa.

  4. A área da seção transversal que contém o ponto B diminuiu aproximadamente, 0,3 mm2.



QUESTÃO 44
Todas as afirmativas referentes às estruturas isostáticas estão corretas, EXCETO.


  1. As reações de apoio ficam perfeitamente determinadas apenas com as equações de equilíbrio estático.

  2. Os esforços provenientes de recalques de apoio e de variação de temperatura são nulos.

  3. A sujeição completa de uma viga isostática sobre 3 (três) apoios independe da disposição e da orientação dos apoios.

  4. A força normal é o único esforço solicitante em barras de treliças carregadas apenas em seus nós.



QUESTÃO 45

Observe as figuras a seguir.


Com relação às três estruturas mostradas, é CORRETO afirmar que




  1. as três figuras representam estruturas hiperestáticas.

  2. apenas a estrutura representada na figura II é isostática.

  3. apenas a estrutura representada na figura III é isostática.

  4. as três figuras representam estruturas isostáticas.



QUESTÃO 46
Observe as figuras a seguir.



A viga contínua e simétrica (fig. A) submetida a uma carga uniformemente distribuída, apresenta os diagramas de força cortante (fig. B) e de momentos fletores (fig. C). Sobre essa viga é INCORRETO afirmar que




  1. o momento fletor negativo sobre o apoio B é X = 40 kN.m.

  2. o momento fletor máximo positivo no vão AB é M = 22,5 kN.m.

  3. o momento fletor máximo positivo no vão AB ocorre a 1,0 m do apoio A.

  4. o diagrama de momentos fletores negativos anula-se a uma distância a = 1,0 m para cada lado do apoio B.



QUESTÃO 47
A nova norma de concreto NBR 6118:2003, recentemente aprovada, define os estados limites últimos (ELU) e os estados limites de serviço (ELS). Com relação a esses estados limites, é CORRETO afirmar que


  1. o estado limite último (ELU) de esgotamento da capacidade resistente da estrutura, no seu todo ou em parte, deve ser utilizado no dimensionamento de peças de concreto estrutural.

  2. o estado limite de serviço (ELS) é relacionado ao colapso ou a qualquer forma de ruína estrutural, que determine a paralisação do uso da estrutura.

  3. o estado limite de abertura de fissuras (ELS-W) é o estado em que se inicia a formação das fissuras.

  4. o estado limite de descompressão (ELS-D) deve ser de verificação usual em peças de concreto armado.



QUESTÃO 48
As afirmativas abaixo referem-se ao detalhamento de peças de concreto armado segundo a nova norma NBR 6118:2003. Todas as prescrições de norma abaixo estão corretas, EXCETO.


  1. A armadura transversal de pilares, constituídas por estribos e, quando for o caso, por grampos suplementares, deve ser colocada em toda a altura do pilar, sendo obrigatória sua colocação na região de cruzamento com vigas e lajes.

  2. A armadura longitudinal de pilares deve ser constituída de barras com diâmetro mínimo de 10 mm e diâmetro máximo não superior a 1/8 (um oitavo) da menor dimensão da seção transversal.

  3. O diâmetro mínimo para os estribos em vigas e pilares é de 5 mm, obedecido o mínimo de 1/4 (um quarto) do diâmetro da barra da armadura longitudinal, no caso de pilares.

  4. As barras da armadura principal de flexão das lajes devem apresentar espaçamento menor ou igual a 2h (duas vezes a altura da laje), no caso de lajes armadas em uma direção, e de 20 cm para as lajes armadas em duas direções.



QUESTÃO 49
As vigas de concreto armado devem obedecer a todas as prescrições abaixo, conforme a NBR 6118:2003, referentes ao estado limite de deformação, EXCETO.


  1. Na avaliação aproximada de flecha em vigas, deve ser utilizado o módulo de elasticidade secante do concreto Ecs, não sendo obrigatória a consideração da fluência.

  2. Na avaliação aproximada de flecha imediata em vigas, pode-se utilizar a rigidez equivalente (formulação de Branson), em substituição à rigidez bruta da seção transversal.

  3. A flecha adicional diferida, decorrente das cargas de longa duração (usualmente aplicadas aos 14 dias) em função da fluência, pode ser calculada de maneira aproximada, como sendo igual a 1,46 vezes a flecha imediata.

  4. A flecha total em vigas, em função da aceitabilidade sensorial dos usuários, não deve ultrapassar a L/250 (vão L dividido por 250).


QUESTÃO 50
Seja o perfil de sondagem de simples reconhecimento a seguir.


Todas as afirmativas sobre esse perfil estão incorretas, EXCETO.


  1. a camada de argila siltosa pode ser classificada quanto à CONSISTÊNCIA como MOLE.

  2. a camada de silte arenoso pode ser classificada quanto à COMPACIDADE como POUCO COMPACTA.

  3. uma fundação superficial em SAPATA CONTÍNUA pode ser utilizada, para pequenas cargas, a uma profundidade de 2,5m do NT.

  4. a fundação PROFUNDA em TUBULÃO A CÉU ABERTO pode ser usada normalmente, quando a cota de profundidade de sua base estiver a 12m do NT.


Concurso Público UFMG-2005

P

ROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA/LEGISLAÇÃO - Superior







©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal