Quanto aos artefatos, todas as afirmativas abaixo estão corretas, exceto



Baixar 44.87 Kb.
Encontro19.07.2016
Tamanho44.87 Kb.
FÍSICA


  1. Quanto aos artefatos, todas as afirmativas abaixo estão corretas, EXCETO:

a) a imagem em espelho é formada porque o aparelho considera que o som sempre percorre linha reta

b) quando a freqüência de repetição do pulso é alta, a imagem de determinada estrutura de estar mais próxima da superfície do que na verdade é

c) a reverberação em cauda de cometa pode surgir em interfaces do tipo tecido gás devido a grande diferença de impedância acústica entre os meios

d) a sombra lateral é devida à refração e a reflexão do som nas bordas de um nódulo redondo ou ovóide

e) o reforço acústico posterior é devido ao aumento da amplitude da onda sonora ao atravessar uma estrutura cística


  1. Em qual destes estudos radiológicos não está indicada técnica de alta kilovoltagem?

a) tórax

b) EED


c) trânsito Delgado

d) clister com duplo contraste

e) urografia excretora


  1. Na seqüência SPIN-ECHO contraste baseado em T1 obtido em RM as intensidades de sinais da gordura, líquor e músculo são respectivamente:

a) hiperintenso, hipointenso, intermediário

b) hiperintenso, hiperintenso, intermediário

c) hipointenso, hiperintenso, intermediário

d) hipointenso, hiperintenso, hiperintenso

e) hiperintenso, hipointenso, hiperintenso


  1. Todas as afirmativas concernentes aos fatores que influenciam na definição de detalhes ou na nitidez da imagem radiográfica estão corretas, EXCETO:

  1. Velocidade filme/écran

  2. Miliamperagem

  3. Movimentação

  4. Distância foco-filme

  5. Colimação

28) Os modernos equipamentos de mamografia utilizam:

a) geradores trifásicos ou de alta freqüência

b) foco fino (0,1-0,3 mm)

c) sistema de controle automático de exposição

d) sistemas de compressão

e) todas as anteriores
29) A efetiva energia dos fótons de raios-X não pode ser modificada por:

a) corrente de tubo (mA)

b) filtração do feixe

c) voltagem do tubo

d) passagem através do paciente

e) forma de onda


30) Qual a razão primária para justificar as combinações rápidas de filme/écrans reduzam a dose em pacientes?

a) Kvp


b) mAs

c) Razão de grade

d) Tamanho do ponto focal

e) filtração adicional


31) Um contato écran/filme deficiente resulta em significativa perda de:

a) contraste

b) magnificação

c) detalhe da imagem

d) eficiência da absorção de raios-X

Comentário: se o filme radiográfico e a tela intensificadora não estiverem em perfeito contato um com o outro, a luz divergirá ocasionando perda de definição.


32) o número de elétrons acelerado através de um tubo de raios-X é determinado por:

a) velocidade do ânodo

b) tamanho do ponto focal

c) corrente do filamento

d) filtração do tubo de raios-X

e) nda
33) Os anodos para a produção de Raios-X devem ter quais das características:

a) baixos números atômicos

b) sistemas de dissipação de calor

c) janela de berílio

d) alta capacidade calorífica para suportar altas temperaturas

e) todas as respostas acima

Comentário: os anodos possuem como funções básicas converter a energia dos elétrons em raios-X e dissipar o calor criado no processo de produção de raios-X. Para suportar altas temperaturas, o material do anodo deve ser de alto número atômico.


34) A razão mais provável para que unidades radiográficas para tórax com fototimer produzam imagens escuras em radiografias de PA é:

a) incorreta seleção de kVp

b) incorreta seleção de mA

c) mal funcionamento do sistema de controle automático de exposição (AEC)

d) razão desfocada

e) reduzida temperatura de revelação

Comentário: dentre os modelos de equipamentos mais modernos de radiodiagnóstico, alguns possuem um dispositivo eletrônico que controla o nível de exposição no receptor, que tem a função de suspender a geração de raios-X quando o receptor de imagens (conjunto tela-filme) recebe uma determinada quantidade de exposição pré-determinada considerada ideal para um determinado exame.
35) Diminuindo-se somente a filtração e mantendo-se a densidade constante no filme, resultará em um aumento de:

a) máxima energia do fóton

b) energia média dos fótons

c) dose de entrada na pele

d) contribuição Compton

e) penetração no paciente

Comentário: os fótons de baixa energia são aqueles com menos de 20 keV. Eles não contribuem para a formação da imagem. Para que eles não cheguem até o paciente, são utilizados filtros cujo principal material é o alumínio.
36) Aumentando-se somente a filtração dos raios-X e mantendo-se constante a densidade no filme o resultado é a redução de:

a) contraste subjetivo

b) tempo de exposição

c) carga de aquecimento do tubo

d) borramento por movimentação

e) efeito anódico

Comentário: aumentando-se a filtração dos raios X, torna-se necessário aumentar-se o kV. Nessas circunstâncias, é necessário reduzir-se o tempo de exposição como medida compensatória, pois, se isso não ocorrer, pode haver prejuízos a imagem produzida no filme.

Obs.: densidade óptica é o grau de enegrecimento ou opacidade de um filme radiográfico que tem base transparente. Ela é produzida pela exposição do filme aos raios X e ao processamento químico. São atribuídos à densidade óptica, valores numéricos associados à quantidade de luz que consegue atravessar o filme. Quando a densidade do filme aumenta (mais escuro), diminui a penetração da luz. Cada unidade de densidade diminui a penetração da luz por um fator de 10 vezes.


37) A medida que a transmissão dos raios-X de um simples scan de CT(fan bean) através dos pacientes são chamados:

a) filter

b) algoritmo de retroprojeção

c) corte tomográfico

d) feixe primário

e) projeção


38) Assinale a alternativa INCORRETA

a) a resolução axial é a mínima distância entre 2 pontos situados no eixo do feixe sonoro, para que eles possam ser individualizados

b) quanto menor a freqüência, maior a profundidade do tecido atingido pelo som

c) a freqüência do som varia com a densidade dos tecidos

d) a atenuação acústica é caracterizada pelo decréscimo da intensidade do feixe sonoro à medida que atravessa os tecidos

e) a reflexão do som depende da diferença de impedância acústica entre os dois meios

Comentário: a VELOCIDADE do som varia com a densidade dos tecidos. A freqüência depende exclusivamente da fonte emissora para variar.
39) Assinale a alternativa CORRETA

a) o Doppler colorido sem Doppler pulsado é técnica moderadamente eficiente na determinação da natureza de um fluxo vascular (arterial ou venoso)

b) em vasos de pequeno calibre e tortuosos, a utilização do ângulo é imprecindível para a avaliação da vascularização dos nódulos

c) o Doppler de amplitude é mais sensível. Não devemos corrigir o ângulo eletronicamente , mesmo quando tentamos verificar as suas velocidades, pois erros significativos podem ocorrer

d) o Doppler colorido modo amplitude, também conhecido como “power Doppler” substitui em todos os aspectos o Doppler colorido tradicional

e) todas as alternativas são falsas

A lei do inverso do quadrado da distância é uma conseqüência do espaço ser tridimensional e das ondas eletromagnéticas se propagarem em linha reta. Enunciado da Lei “ A intensidade da radiação emitida por uma fonte pequena é proporcional ao inverso do quadrado da distância àquela fonte, desde que não haja absorção ou espalhamento pelo meio atravessado pela radiação”.
40) Considerando a lei do inverso do quadrado da distância, ao se dobrar a distância da fonte ao detector, o mAs deverá ser corrigido para se manter a densidade da radiografia. O fator de correção deverá ser:

a) 0,5


b) 2

c) 0,25


d) nda
41) A lei do inverso do quadrado da distância tem aplicação nas seguintes áreas da prática do radiodiagnóstico:

a) calibração dos equipamentos e proteção radiológica

b) calibração dos equipamentos e redução das repetições

c) todas as anteriores


42) Ao aproximar o chassi (detector) do tubo de raio-x (fonte), é possível compensar a falta de rendimento do equipamento (baixa potência do gerador) (V) (F)
43) Há uma distância limite da fonte de raios-x à pele do paciente, 38 cm. O motivo para este limite é a proteção do paciente (V) (F)

Lei Exponencial

Esta lei é fundamental para a compreensão da atenuação dos raios x pela matéria. Parece que a melhor ilustração desta lei é a do crescimento de capital num determinado investimento. Se a taxa for de 10% ao mês, os R$ 100,00 iniciais terão aumentado para R$ 110,00 após o primeiro mês e para R$ 121,00 no segundo mês, R$ 133,10 no terceiro. O aumento fracional (percentual) é constante, mas o valor absoluto do aumento varia de R$ 10,00 para R$ 11,00 e R$ 12,10. Na atenuação dos raios X pela matéria, uma placa de 1mm de alumínio pode resultar uma taxa de atenuação de 10%. Isto significa que 90% dos raios atravessam e 10% são absorvidos pelo filtro. Ao acrescentarmos mais 1 mm de alumínio, teremos a atenuação de outros 10% e assim sucessivamente. Exemplos de grandezas que variam exponencialmente: distância, atenuação, kV.
44) Quando se utilizam dois aventais de chumbo iguais, com 90% de atenuação de cada avental, a atenuação final será:

a) 180%


b) 45%

c) 99%


d) 81%

e) nda
45) Durante as medições de controle de qualidade do equipamento do raio x, foram encontrados alguns desvios. Assinale o desvio que representa o maior efeito na intensidade do feixe:


a) para um ajuste de 100 mA a medida foi de 110 mA

b) para um ajuste de 0,50s a medida foi de 0,54s

c) para um ajuste de 80 kV, a medida foi de 88 kV

d) para um ajuste de 100cm, a medida foi de 102cm


46) A portaria MS 453: Diretrizes de proteção Radiológica em Radiodiagnóstico Médico e odontológico, em vigor em todo Território Nacional, especifica que deverão ser monitorados:

O índice de rejeição de radiografias (controle de qualidade 4,45c)(vii)) e a sensiometria do sistema de processamento (controle de 4.45d)(iii)).

Estas monitorações visam:

I – aspecto econômico: reduzir perdas;

II – aspecto proteção ambiental: reduzir a contaminação do meio ambiente

III – aspecto proteção radiológica: reduzir a repetição de radiografias

IV – aspecto proteção radiológica: reduzir as exposições desnecessariamente elevadas

a) há uma afirmativa correta

b) há duas afirmativas corretas

c) há três afirmativas corretas

d) todas as afirmativas estão corretas
47) A redução da largura de uma janela de um exame de tomografia computadorizada implica no seguinte efeito:
a) melhor resolução espacial

b) aumento do contraste

c) diminuição dos artefatos

d) elevação dos coeficientes de atenuação

e) redução do efeito de volume parcial

Comentário: a redução da janela na tomografia computadorizada permite a melhor diferenciação entre estruturas com densidades próximas, propiciando com que seja possível a diferenciação delas. Com a janela mais larga, essa diferenciação não seria possível.


48) A qualidade dos raios-X é primariamente determinada por:

a) tamanho do ponto focal

b) corrente de filamento

c) corrente do tubo de raios-x

d) voltagem no filamento

e) voltagem no tubo de raios-x

Comentário: a qualidade de um feixe de raios X em Radiologia refere-se à capacidade de penetração que, por sua vez, depende da energia. No entanto, em um feixe de raios X, há fótons com energia na faixa que se estende de um valor próximo de zero até uma energia máxima numericamente igual ao kVp. Portanto, a capacidade de penetração do fóton dependerá de sua energia máxima. Um feixe de raios-X de um dado kVp em Radiodiagnóstico é constituído de fótons de várias energias compondo o que se chama espectro de energia do feixe. Cabe ressaltar que:

a- a energia do pico não representa a energia efetiva do feixe. O valor da energia efetiva dos raios X está em torno de 30 a 40% do valor da tensão de pico

b- um dos principais fatores que contribui para alterar a forma de um espectro de um feixe de Raios X é a quantidade de filtragem do feixe.
49) O número de fótons espalhados que atingem o receptor (écrans/filme) diminuem com o aumento de:

a) campo de radiação

b) espessura do paciente

c) Kvp


d) nda
Respostas das questões da apostila de física

  1. Principais fontes de radiação naturais: raios cósmicos, materiais existentes no solo, vidros, cerâmica, materiais de construção, água. Principais fontes radiação artificiais: raios X, fontes de radioterapia.

  2. As radiações mucleares são alfa, beta e gama. Os raios X têm origem na eletrosfera nos átomos alvo (anodo). As radiações nucleares são emitidas pelo núcleo de um átomo devido à acomodação de seus prótons e nêutrons que compõe o núcleo, sendo que, nesta acomodação, eles emitem “sobras” de energia em forma de radiação. Já os raios-X, que são fótons, originam-se na eletrosfera, e como são ondas eletromagnéticas, não tem carga nem massa. Os fótons são constituídos de energia pura, como a luz que enxergamos. A radiação alfa é constituída de dois prótons e dois nêutrons que o núcleo perde ao emiti-la.

Proteção radiológica



  1. Princípios de radioproteção

  • Justificação: qualquer atividade envolvendo radiação ou exposição deve ser justificada em relação a outras alternativas disponíveis

  • Otimização: não existe um limiar de dose para os efeitos estocásticos das radiações. Portanto, qualquer exposição em um tecido envolve um risco de carcinogênese. A exposição dos gametas pode comprometer os descendentes

  • Limitação da dose: as doses anuais de trabalhadores e de indivíduos do público na unidade de dose equivalente miliSievert não devem ultrapassar os valores estabelecidos (50 mSv para os trabalhadores e 1 mSv para o público). Os trabalhadores não devem receber em 50 anos uma dose efetiva superior a 1 Sv.

  1. Três maneiras básicas na radioproteção:

  • Distância: manter-se afastado das fontes. A exposição é inversamente proporcional ao quadrado da distância

  • Blindagem: interpor um asorvedor de radiação entre a fonte e a distância

  • Tempo: minimizar o tempo máximo de exposição

  1. Dose absorvida: é uma medida da quantidade de energia depositada pela radiação na matéria por unidade de massa. A unidade de dose absorvida é o Joule/kg (Gray). É possível converter um valor de exposição no ar em dose absorvida (Dar=0,876X). Equivalente dose: é usado para quantificar a energia depositada em um órgão ou tecido. Fornecem informações a respeito do dano biológico causado. É calculado multiplicando-se a dose abdorvida por um fator de qualidade da radiação (as partículas alfa causam um dano 20 vezes maior que o raio X).. Equivalente de dose efetiva: considera o quanto se deve dar de radiação para cada órgão para não se causar danos à saúde em mSV.

  2. Fator Q: quanto mais danosa a radiação, maior o fator Q

  3. Pele

  4. Contaminação radioativa é quando se tem exposição involuntária à radiação

  5. 20 mSv pela ICRP 60

  6. Efeitos estocásticos da radiação: são efeitos relacionados à radiação que ocorrem sem existência de um limiar seguro que pudesse impedi-los (ex.: pessoa desenvolve leucemia após contato com a radiação). Efeitos determinísticos ocorrem dias ou semanas após a irradiação de órgãos e tecidos somente se o organismo tiver absorvido uma dose mínima de radiação (ex.: radiodermite, catarata). Quanto maior a dose, maior a radiodermite.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal