Regras de ressonância



Baixar 5.77 Kb.
Encontro18.07.2016
Tamanho5.77 Kb.
REGRAS DE RESSONÂNCIA
Estruturas electrónicas de uma mesma molécula que difiram apenas na posição de electrões  ou não ligantes dizem-se estruturas de ressonância.
- O composto não é descrito por nenhuma das estruturas individualmente e diz-se um híbrido de ressonância de todas elas.
- A estabilidade de um híbrido de ressonância é superior à que seria de esperar de qualquer um dos seus contributores. A energia de um híbrido é menor que a da estrutura mais estável e a essa diferença de energia chama-se energia de ressonância. Diz-se, portanto, que o híbrido está estabilizado por ressonância.
- Quanto maior for a estabilidade de uma estrutura contributora, maior será a sua contribuição para o híbrido.
- Quanto maior o número de estruturas contributoras estáveis e mais semelhante a sua contribuição, maior a estabilização do híbrido.
ATENÇÃO - nas várias formas de ressonância de um híbrido os átomos não mudam de posição e a carga total da molécula não varia.


Regras para avaliação da estabilidade de uma estrutura de ressonância

(por ordem de importância)


1 - Quanto menor a separação de cargas maior a estabilidade (formas sem cargas mais estáveis que formas com uma carga positiva e uma negativa, etc).
2 - Estruturas em que todos os átomos têm o octeto completo são mais estáveis que outras onde tal não aconteça. Em particular, estruturas em que átomos com electrões desemparelhados os partilham são particularmente estáveis.
3 - Quanto maior o número de ligações covalentes, maior a estabilidade (por vezes equivalente à anterior)
4 - Estruturas com carga negativa no elemento mais electronegativo são mais estáveis.
5 - Quanto maior a separação entre cargas de sinal igual e menor a separação entre cargas de sinal diferente, maior a estabilidade.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal