Relatório de atividades no seminário agroecológia e desenvolvimento sustentável solo água e reflorestamento em mantenópolis



Baixar 12.85 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho12.85 Kb.

RELATÓRIO DE ATIVIDADES NO SEMINÁRIO AGROECOLÓGIA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL SOLO ÁGUA E REFLORESTAMENTO EM MANTENÓPOLIS




14/05
As 15h do saímos de Vitória com destino ao município de Mantenópolis – ES. No horário de 20h chegamos no Sitio Solidariedade da Paróquia Nossa Senhora das Dores em Mantenópolis.

Quando chegamos o Frei Honório José da Siqueira estava apresentado o cronograma das atividades que seriam realizadas durante o Seminário Agroecológico e Desenvolvimento Sustentável Solo Água e Reflorestamento, após a apresentação do cronograma de atividades deu-se inicio ao credenciamento das paróquias, agricultores e entidades que realizariam o Seminário.




15/05
As 07h no Sitio Solidariedade, teve como abertura do Seminário uma missa matinal, onde logo após foi realizado um café da manhã para dar boas vindas aos participantes do Seminário Agroecológico.

A primeira palestro do dia foi realizado pelo Sr. Alfredo Stange, que atualmente e Gerente de Agricultura orgânica do Governo de Estado do Espirito santo.

Ele iniciou sua apresentação relatando como sua experiência no Estado de Amazonas, e que quando voltou para o Espírito Santo foi morar em Santa Maria de Jetibá.

Ao chegar no município ele pode percebe que havia um grupo de pequenos agricultores, que estavam com problemas de saúde por causa do uso continuo de agrotóxicos e fertilizantes.

A igreja Luterana juntamente com o país da Alemanha que foram os incentivadores do cultivo da Agricultura Orgânica. No ano de 1988, Santa Maria de Jetibá se emancipa de santa Leopoldina elege o seu primeiro prefeito o Sr. Helmar Potratz, e que naquela época não sabia como organizar aquele nova técnica na área de Agricultura .

Em 2000 realmente foi quando a Agricultura Organica tornou-se Política Publica através de um projeto chamado de Unidade de Teste e Invalidação (UTI), onde o agricultor deixa em sua propriedade 1000 metros quadrados e a sua mão de obra, a Prefeitura Municipal de Santa Maria de Jetibá de contrapartida entra com a parte técnica, sementes e o que for necessário para o inicio do teste, o que for produzido durante os testes e do agricultor.

Segundo Sr. Alfredo Stange, o solo é o recurso natural mais importante para a agricultura orgânica. É um organismo vivo do qual tiramos alimentos sadios, e somente um solo vivo é capaz de alimentar adequadamente as plantas, reforçando sua capacidade de própria de defesa contra insetos e doenças.

O Sr. Alfredo Stange, aproveitou o momento e apresentou a Associação Chão Vivo, que é uma entidade da sociedade civil, sem fins lucrativos, apartidário, com origem e sede no Estado do Espírito Santo, estatutariamente com atuação em todo o território nacional, formada por agricultores, técnicos, consumidores, processadores, comerciantes, etc., ligados a movimentos agroecologicos e ambientais, que tem como objetivo principal certificar o processo de produção orgânica, garantido a credibilidade e qualidade do processo, a preservação do ecossistema e contribuindo para a qualidade do processo de qualidade de vida do população.

Após sua apresentação, ele abriu o debate para perguntas e esclarecimentos de dúvidas dos participantes do evento, onde a dúvida mais comum foi a de como eles sobreviveriam durante o cultivo da Agricultura orgânica, visto que, na agricultura convencional o crescimento dos produto e mais rápido,

O Sr. Alfredo ressaltou que os interessados neste novo tipo de agricultura, não precisam necessariamente abandonar de vez a agricultura convencional, mas que podem usar das mesma técnicas que os agricultores de Santa Maria de Jetibá usaram, que é de deixar um pedaço de sua propriedade como teste e neste período não fazer o uso de adubos químicos, agrotóxicos, hormônios, conservastes, etc. e utilizar do que a própria natureza oferece, exemplo é a utilização da mamona como repelente de insetos.

O Sr. Alfredo conclui sua fala explicando o seguinte: que os métodos empregados na agricultura organica atualmente, são os métodos modernos, desenvolvidos em sofisticado e complexo sistema de técnicas agronômicas, cujo o objetivo principal não é a exploração econômica imediatista e inconseqüente, mas sim, a exploração econômica por longo prazo, mantendo o agroecossistema estável e auto-sustentável.
No segundo bloco de apresentação, o palestrante foi o Engenheiro Agrônomo André Henriques, da Cidade de Três Rios de Minas, em Minas Gerais, que início a sua fala no horário de 13h30m.

Sua apresentação teve como tema: As Defesas e meios Naturais para a Agricultura Organica.

André Henriques explicou os danos causados ao solo quando se uso de capina, queimadas e outros fatores usados na agricultura convencional, e que nos homens estamos acabando com a base da vida desequilibrando o solo.

O solo é vital para a saúde. Um solo rico, adequadamente composto, com bactérias, fungos e minhocas e livres de fertilizantes químicos e pesticidas, produz plantas saudáveis que naturalmente repelem as pragas e insetos. As plantas saudáveis produzem homens e animais saudáveis.

O Sr. André Henriques orientou os participantes de como cuidar de suas propriedades e como produtos naturais como forma de evitar insetos e pragas com os recursos da própria natureza, mostrou para os agricultores que tipo de arvore e matos que podem ser deixados como forma de preservação do solo e os produtos agrícolas.

Durante o Seminário foi feito depoimento das conseqüências que os produtos químicos causam para a natureza, principalmente para os lençóis freáticos, e as suas conseqüências para a população.

Devido ao uso da água e alimentos contaminados o população está propícia a cada vez mais ter sérios problemas de saúde, talvez não hoje mas da próxima geração poderemos está dando origem a uma população deformada pelo uso de produtos químicos.

Após o intervalo do café da tarde quando retomamos as atividades foram voltadas para esclarecimentos de duvidas e dificuldades do cultivo de suas cultura.



16/05
A programação do dia inicio às 07h com a Missa Matinal, no Sítio Solidariedade, onde participamos de um café comunitário, é que logo após fomos participar da palestra feita pelo Técnico da CIPE Rio Doce Beto Pêgo da ALES.
Beto Pêgo explicou para os participante, o que é a CIPE Rio Doce, e uma Comissão Interestadual Parlamentar de Estudos do Rio Doce. principais ações feitas pelo Legislativo Mineiro e Capixaba através das ações da CIPE Rio Doce, falou sobre a importância deste novo meio de gestão da água. É que é o Comitê de Bacia, e que os que tivessem interesse de participar que o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São José que tem suas nascentes do município de Mantenópolis estava sendo criado e que atualmente esta em processo de mobilização social.
Após o almoço o Engenheiro Agrônomo André Henriques da EMATER – MG proferiu a palestra sobre Uso e Ocupação do Solo.
Após a palestra de André Henriques, fomos visitar dois agricultores que naquele dia estava deixando a agricultura convencional para orgânica um deles era o Sr. Natalino proprietário de 120 mil pés de café na região, que estava interessado no café orgânico para venda na exportação principalmente para o mercado europeu.

17/05

Saímos de Mantenópolis as 05:00 chegando em Vitória às 10:30


Altair Chung Nin

Assistente Legislativo
Catálogo: antigo portal ales -> images -> documento viagem
images -> Assembleia legislativa gabinete da deputada luzia toledo
images -> Estado do espírito santo assembléia legislativa projeto de lei nº 454/2008
images -> Mensagem nº13/2006
images -> Vitória, 13 de novrmbro de 2009. Mensagem nº 179/2009 Senhor Presidente
images -> Estado do espírito santo assembléia legislativa projeto de lei nº 147/05
images -> Projeto de lei nº 346/2007 Concede Título de Cidadão Espírito-Santense ao músico carioca, Ilmo. Senhor Jefferson Gonçalves
images -> Projeto de lei nº 466/2007
images -> Estado do espírito santo assembleia Legislativa
documento viagem -> Assembléia Legislativa do Estado do Espírito Santo Deputado Estadual Claudio Vereza
documento viagem -> Servidor: geovani silva cargo: deputado estadual período da viagem


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal