ResoluçÃO n.º 004/2004



Baixar 15.01 Kb.
Encontro23.07.2016
Tamanho15.01 Kb.

RESOLUÇÃO n.º 004/2004



INSTITUIÇÃO DO NÚCLEO NACIONAL DE JOVENS LÍDERES - NNJL


Considerando:
a) A Organização Mundial do Movimento Escoteiro, por meio do seu Plano Estratégico “Alcançando Nossa Missão”, onde está definida a nova “Política Mundial de Envolvimento dos Jovens”, de todas as resoluções anteriores que estabelecem os jovens de 18 a 25 anos como atores principais destas políticas de envolvimento e apreciando os modelos adotados atualmente pela própria Organização Mundial do Movimento Escoteiro e Oficina Scout Interamericana;
b) A UEB é signatária das políticas de envolvimento do jovem, desde 1996 quando foi realizado o 1º Fórum Nacional de Jovens Líderes e da fundação da Rede Nacional de Jovens Líderes em 2001, vendo este trabalho com muita satisfação e reconhecendo o esforço de jovens e adultos que dele fizeram parte; e
c) Atualmente, a Rede de Jovens já acumula três anos de trabalho compartilhado em nível nacional da UEB, desde a implantação do Plano 2001, a participação do Núcleo Nacional de Jovens Líderes junto a Comissão Nacional de Programa de Jovens, o alcance desta rede em doze Regiões Escoteiras, seja na forma dos Núcleos e/ou Fóruns Regionais de Jovens Líderes.
o CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO NACIONAL, no uso das competências que lhe confere o Estatuto da UEB, resolve:

Art. 1.º Fica instituído, no âmbito da União dos Escoteiros do Brasil – UEB, o Núcleo Nacional de Jovens Líderes – NNJL, órgão gestor da Rede Nacional de Jovens Líderes - RNJL, formada por três pilares: núcleos, fóruns e sistema de regras, vinculado ao Conselho de Administração Nacional - CAN.
§ 1.º a interlocução do NNJL junto ao CAN dar-se-á por meio dos dois coordenadores eleitos pelo Fórum Nacional de Jovens Líderes.
§ 2.º as formas de funcionamento e modelos de trabalho de cada um destes pilares, bem como sua composição, estarão definidas em documentos específicos estabelecidos pela Rede de Jovens, referendados pelo CAN.
Art. 2.º Entende-se como Jovens Líderes os membros da UEB que possuem entre 18 e 25 anos de idade, sendo pioneiros, escotistas ou dirigentes, com participação efetiva nos processos de tomada de decisão da Organização Escoteira, de modo a contribuir para os objetivos da “política de envolvimento dos jovens”, atuantes em qualquer seção ou função nos diversos níveis da organização e no contexto social no qual está inserido.
Art. 3.º Constituem objetivos da Rede de Jovens, incorporados da “política de envolvimento dos jovens”:
I - no âmbito da seção escoteira, apoiar a correta aplicação do método escoteiro, em especial as práticas democráticas previstas pelo Programa de Jovens.

II - no âmbito da organização escoteira, com a inserção participativa nos processos de tomadas de decisão.

III - no âmbito da sociedade, com a promoção de iniciativas de ação e desenvolvimento comunitário.
Parágrafo Único: os objetivos de que trata este artigo serão alcançados, mediante trabalho conjunto com as diretorias dois respectivos níveis.
Art. 4.º Os órgãos diretivos da UEB apóiam a Rede de Jovens, dentre outras iniciativas, da seguinte forma:

I - promovendo debates no âmbito do Conselho de Administração Nacional e do planejamento estratégico, nas questões relativas às estratégias de envolvimento dos jovens definidas junto ao Núcleo Nacional de Jovens Líderes.

II - organizando anualmente, na mesma data da Assembléia Nacional e do Congresso Nacional, o Fórum Nacional de Jovens Líderes.

III - buscando os meios e recursos necessários à operacionalização de suas funções, mediante previsão orçamentária.

IV - recomendando que as Regiões Escoteiras apóiem todas as medidas citadas acima, em conformidade às orientações do nível nacional, especialmente no que se refere à realização dos Fóruns Regionais.
Parágrafo único - Caberá a DEN em conjunto com o Núcleo Nacional de Jovens Líderes e a Região sede, a organização do Fórum Nacional de Jovens Líderes previsto no inciso II deste artigo.
Art. 5.º Observa-se expressamente que o trabalho desenvolvido pelos Jovens Líderes não caracteriza um novo ramo ou prolongamento do ramo pioneiro, mas parte de uma política de jovens de finalidade eminentemente estratégica da UEB.
Art. 6.º Esta resolução entra em vigor na data de sua aprovação.

São Bernardo do Campo/SP, 14 de Agosto de 2004



Geraldino Ferreira Moreira

Presidente do Conselho de Administração Nacional


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal