Respostas cap. 01 pá



Baixar 114.1 Kb.
Encontro20.07.2016
Tamanho114.1 Kb.
Respostas – cap. 01 – pág. 35.


  1. Porque o presente é o resultado do passado. Estudar o passado é estudar o modo como a sociedade atual surgiu. Estudando o passado podemos entender o presente.

  2. Porque vivemos em sociedade. Isso significa que ninguém sobrevive sozinho, dependemos direta ou indiretamente de outras pessoas para viver.

  3. Ele é importante, pois através do trabalho podemos transformar a natureza e a sociedade, e podemos ainda, produzir novos objetos, novas idéias, novos gostos, e novas relações sociais.

  4. Porque as leis da natureza não dependem da vontade dos homens. Já as sociedades podem serem modificadas, pois são resultados das opções humanas.ao longo da história as pessoas tomaram decisões, escolheram caminhos e construíram determinados tipos de sociedade.

  5. È uma frase que contém erros, pois se analisarmos a história perceberemos que as camadas sociais também participaram da construção da história, embora fossem esquecidas. Por exemplo, o fim da escravidão no Brasil se deveu em grande parte ao movimento de resistência dos africanos, as manifestações dos abolicionistas e não apenas a princesa Isabel que assinou a Lei Áurea, libertando os escravos. Acreditar que a história é construída por heróis, é aceitar a sua condição e negar a capacidade de lutar por seus direitos.

  6. É um fato social.



  1. economia

  2. idéias sociais

  3. política

  4. economia

  5. economia

  6. política

  7. idéias sociais

  8. idéias sociais

  9. política

  10. política

  11. idéias sociais

  12. economia

  13. economia

  14. política

  1. Os jornais, revistas, roupas, instrumento de trabalho, vídeos, discos, filmes, construções, armas, moedas, selos de cartas e etc.

  2. Não, pois as sociedades possuem calendário diferente e tem como ano base uma data que é importante para a sociedade, não é como nosso calendário que tem o nascimento de Cristo como base para contar os anos.

ATIVIDADES DE HISTÓRIA


  1. Para os anos a seguir dê o século e o ano de início e término:

  1. 392 d. C. –

  2. 55 d. C. –

  3. 621 d. C. –

  4. 1290 d. C. –



  1. Para os séculos a seguir dê o ano de início e término, a seguir dê o milênio:

  1. Séc. XIX d. C. –

  2. Séc. II a. C. –

  3. Séc. XIV d. C. –

  4. Séc. VIII d. C. –



  1. Para os seguintes anos, dê o século com seu ano de início e término e o milênio com seu ano de início e término:

  1. 1500 d. C –

  2. 70 a. C. –

  3. 1789 d. C. –

  4. 1822 d. C. –

Responda: (referente ao capitulo 01)



    1. Explique por que somos seres sociais.

    2. Explique o que é cultura, natureza e história.

    3. O que são os grupos sociais?

    4. Cite e explique as faces da sociedade.

    5. É correto afirmar que a história é feita por grandes heróis. Justifique.

    6. O que são fontes históricas? Cite exemplos.

    7. Explique o que são fontes secundárias.



ATIVIDADES DE HISTÓRIA
Responda: (referente ao capitulo 02 e 03)

      1. Explique como surgiu o Universo e a vida.

      2. Qual a importância dos fósseis e da Paleontologia.

      3. Como Charles Darwin explica a Teoria da Evolução das Espécies?

      4. Explique a evolução da espécie humana.

      5. Diferencie nômade de sedentário.

      6. Cite invenções e criações do homem que contribuíram para ele sobreviver.

      7. Cite características da Idade dos Metais.

      8. Como se explica a primeira colonização da América?

      9. Diferencie propriedade coletiva de propriedade privada.

      10. Como aconteceu a especialização do trabalho?

      11. Crie um parágrafo relacionando produção de subsistência, produção excedente, comércio e dinheiro.

      12. O que é trabalho intelectual?

Respostas:



        1. Universo – a teoria do Big Bang mostra que a 18 milhões de anos começou a grande expansão do Universo, como se fosse uma grande explosão. Vida - surgiu ao acaso, quando moléculas muito complexas começaram a se combinar e ganharam capacidade de se reproduzir. Eram criaturas de apenas uma célula (unicelulares).

        2. É Paleontologia que estuda os fósseis. Assim, por eles podemos saber como a vida evoluiu desde que surgiu na Terra.

        3. Ele provou que ao longo de milhares de anos todas as espécies de seres vivos se transformaram, ou seja, evoluíram, as que não conseguiram se extinguiram.

        4. Segundo a teoria a 32 milhões de anos surgiram os primeiros primatas. Há sete milhões de anos os primatas evoluíram para duas espécies: uma deu origem aos macacos e outra aos homens. A dois ou três milhões de anos havia duas ou três espécies de hominídeos, que denominamos de Australopiteco. Há 2,3 milhões de anos surgiu o Homo Habilis,. Há 2 milhões de anos este evoluiu para o Homo Erectus. Há mais ou menos 400 mil anos surgiu o Homo de Neanderthal , que conviveu com o Homo Sapiens e o Homo Sapiens Sapiens.

        5. Nômade – são pessoas que não se fixam em um lugar. Sedentário – são pessoas que moram em determinada lugar.

        6. Ferramentas de pedra, osso, madeira, arco e flecha, domínio do fogo, domesticação de animais, pratica da agricultura, construção de casas, desenvolvimento do artesanato e outros...

        7. Os instrumentos e armas eram de metais, quem tinham armas de metal na guerra saia vencedor.

        8. A teoria do Estreito de Bering afirma que a 40 mil anos o homem saiu da Ásia e passou pelo estreito, pois estava congelado as águas, chegando a América do Norte. A teoria de Niéde Guidon afirma que o homem através de pequenas embarcações e passando de ilhas em ilhas teria saído da China e da Oceania e chegado a América do Sul.

        9. Prop. Coletiva – é aquela em que ninguém é dono de nada. Tudo o que é produzido é dividido entre os integrantes da comunidade. Prop. Privada – é aquela em que uma pessoa ou família é dona da terra e os bens da produção fica somente com ela.

        10. A partir do aumento da população, para encontrar alimento para toda a comunidade.

        11. Durante muito tempo as comunidades tiveram produção de subsistência, ou seja, produziam apenas para sanar a necessidade da comunidade, mas com o aumento da população, esses foram obrigados a melhorar as técnicas e produzir mais. Isso gerou o aumento da produção e o produto excedente. A solução encontrada para o que sobrava era comercializar com outras comunidades. Como algumas pessoas perceberam que saiam prejudicadas foi criado a moeda para facilitar o comércio.

        12. Trab. Intelectual – se baseia principalmente em atividades que envolvem planejamento, projetos e comandos.



Respostas: cap. 02

          1. A vida surgiu ao acaso, quando moléculas muito complexas começaram a se combinar e ganharam capacidade de se reproduzir.

          2. Eram criaturas de apenas uma célula (unicelulares).

          3. São restos de plantas e animais petrificados, devido a ação do tempo. Eles são importantes, pois através deles podemos saber como a vida evoluiu desde que surgiu na Terra.

          4. Estudam os fósseis.

          5. Dos primatas primitivos, os primeiros ancestrais que derem origem ao homem e as diversas espécies de macacos.

          6. Não, foi o Homo Habilis.

          7. Não, fazia-se objetos também de osso e madeira.

          8. A invenção da escrita.



Respostas: cap. 03

  1. Não. A propriedade era coletiva. Não.

  2. A frase está errada, pois as comunidades primitivas representavam uma outra maneira de viver. Em algumas sociedades a evolução ocasionou a destruição desse tipo de comunidade, mas houve aquelas que ainda hoje se mantém, por ex., os indígenas.

  3. Porque eles forneciam água para a alimentação, para matar a sede, para irrigar a terra e ainda era local onde os animais iam para beber água.

  4. É a especialização das tarefas. Na escola há diretor, coordenadores, professores, funcionários da secretaria e outros.

  5. Vantagem: aumento da produtividade e pode poupar energia e matéria-prima. Desvantagem: trabalhador perde o controle sobre toda produção, ele fica restrito a repetir a mesma tarefa.

  6. Trab. Manual – se baseia principalmente no esforço físico e na habilidade com as mãos. Trab. Intelectual – se baseia principalmente em atividades que envolvem planejamento, projetos e comandos.

  7. Vantagem – era o desenvolvimento da produção. Desvantagens – os trabalhadores intelectuais foram aumentando o controle sobre a sociedade, dado origem as classes sociais.

  8. Foi o surgimento das classes sociais. Um grupo de famílias pensava ter o direito exclusivo de comandar as obras públicas. O poder era passado de pai para filho.

  9. Ficassem mais separadas, dando origem as classes sociais e aumentou a desigualdade entre ricos e pobres.

  10. A afirmação está errada, pois são outros fatores que contribuem para aumentar as diferenças sociais. Dentre elas podemos destacar: a divisão do trabalho, aparecimento do Estado, as guerras.

  11. Quanto maior era a divisão do trabalho maior a especialização das tarefas produtivas o que gerou a produção excedente, originando o comércio.

  12. O dinheiro nasceu do desenvolvimento do comércio. Ele facilitava o comércio, pois qualquer mercadoria podia ser vendida.

  13. Ela nasceu da necessidade de organizar exército, as obras públicas, evitar revoltas dos escravos e da população dominadas, cobrar impostos.

  14. O Estado enviava seus soldados para prender ou matar os revoltados.

  15. A nobreza.

  16. Havia uma razoável igualdade social entre homens e mulheres, mas o desenvolvimento da divisão do trabalho foi alterando esse quadro. As atividades guerreiras exercidas pelos homens acabavam prestigiando-os.

  17. Através dela podia saquear outra comunidade e obter alimentos, escravos.

  18. Devido a necessidade de organizar exércitos, cobrar os impostos.

Atividades – cap. 04

            1. Cite características dos povos que dominaram a Mesopotâmia.

            2. O que significa o termo Mesopotâmia? Quais rios banhavam essa região?

            3. Destaque a importância do rios para a região da Mesopotâmia.

            4. Explique o que eram as cidades-estados e zigurate.

            5. Explique como era feita a escrita cuneiforme.

            6. Cite características da cultura mesopotâmica.

Atividade de História – Cap. 04 e 05

Pesquisar sobre as seguintes civilizações e seus aspectos abaixo relacionados. A seguir completar o quadro.



Civilização

Aspectos





Mesopotâmica







Egípcia

Política










Cidades principais








Característica própria








Economia









Organização social











Tipo de religião e principal (is) deuses







Legado cultural











Localização









Atividade de História – cap. 06 e 07

Pesquisar sobre as seguintes civilizações e seus aspectos abaixo relacionados. A seguir complete o quadro.



Civilização

Aspectos




Fenícios




Hebreus

Persas

Política




Não havia governo centralizado, eram cidades-estados. Cada cidade tinha seu governo - Talassocracia – o rei governava auxuliado por um conselho de comerciantes.

Tiveram dirigidos por patriarcas, foram governados pelos juízes (líderes militares) e por reis, a monarquia teocrática.

Monarquia – governada por imperadores


Cidades principais


Tiro, Sídon, Biblos, Ugarit, Beritos.

Jerusalém, Damasco, Samaria, Belém, Jericó, Hebron.

Susa, Sardes, Persépoles e Pasárgada.

Característica própria




Comércio marítimo, alfabeto fonético, púrpura, tinham colônias.

Tiveram uma história de migração, lutas, fugas e cativeiros. Eram seminômades, pastores e monoteístas. Se consideravam o povo escolhido por Jeová. Bíblia

Criaram uma moeda, eram tolerantes com os povos dominados, tinham sistema de estradas e correios.

Economia




Comércio marítimo, artesanato, agricultura, pecuária.

Agricultura e pecuária (criação de ovelhas e cabras), também desenvolveram o comércio.

Agricultura, pecuária, principalmente eqüina, artesanato e destacavam-se no comércio terrestre.

Organização social




Governantes (rei), grandes e pequenos comerciantes, sacerdotes, grandes e pequenos artesãos, agricultores e escravos.

Família real, grandes fazendeiros, sacerdotes, funcionários públicos, camponeses, pastores e escravos.

Imperador, família real, sacerdotes, nobres, militares, comerciantes, artesão, camponeses e escravos.


Tipo de religião e principal (is) deuses


Eram politeístas. Deuses: Dagon representava os rios e anunciava as chuvas; Baal era o deus das alturas, tempestades e raios: Ayan e Anat, filhos de Baal, representavam as águas subterrâneas e a guerra.

Monoteístas, Iaweh ou Jeová

Eram politeístas, com as pregações de Zaratustra, passaram acreditar no dualismo religioso (existência do bem e do mal)

Legado cultural





Alfabeto, púrpura, forma de governo das cidades, habilidade no comércio marítimo,

Monoteísmo, Comemoração da Páscoa que representa a saída do Egito. Na literatura, destaca-se a Bíblia. As Tábuas das Leis, Templo em Jerusalém.

Deixaram a moeda, sistema de correios e estradas.

Localização


Onde hoje está os países do Líbano e Síria.

Estado de Israel (Palestina)

No Planalto do Irã, onde hoje é o país do Irã



Atividade de História – Cap. 08

Pesquisar sobre as seguintes civilizações e seus aspectos abaixo relacionados. A seguir completar o quadro.



Civilização

Aspectos





Indiana







Chinesa

Japonesa

Política




Monarquia – governada por reis e imperadores

Monarquia – governada por imperadores

Monarquia – governada por imperadores e auxiliado pelos samurais.

Cidades principais



Harappa e Mohenjo-Daro, Nalanda

Xi’na, Chengdu, Nanjing, Luoyang e Pequim

Tokyo, Nô, o Kabuki e o Bunraku

Característica própria



Sociedade dividida em castas, criaram os algarismos (1 ao 9), cultuam animais como sagrados (vaca, elefante, macaco, serpente e crocodilo), acreditam na reencarnação

Se consideravam o Império do Centro, A Muralha da China, os ideogramas, produção da seda (tecido), produção de objetos de porcelana.

Viviam em comunidades, possuíam os samurais, absolveram a escrita chinesa.

Atividades econômicas e produtos produzidos




Agricultura (cultivam trigo, centeio, cevada, arroz e algodão). Pecuária (criam búfalos, cabras e gado bovino). Artesanato (fabricam armas e ferramentas de metal). Comércio era praticado com outros povos.

Agricultura (cultivam trigo, arroz e algodão). Pecuária (criam cavalos, cabras e gado bovino). Artesanato (fabricam armas, ferramentas de metal e de porcelna). Comércio era praticado com outros povos.

Agricultura (cultivam trigo, arroz). Artesanato (fabricam armas, ferramentas de metal). Pesca e caça.

Organização social (camadas sociais)





Dividida em castas superiores: brâmanes (sacerdotes) e xátrias (guerreiros e governantes) e as intermediárias: vaixas (camponeses, artesãos e comerciantes); inferiores sudras (servos) e parias (miseráveis)

Imperador, mandarins, comerciantes, proprietários rurais, artesãos, camponeses.

Imperador, samurais, proprietários de terras, artesãos e camponeses.

Tipo de religião e principal (is) deuses


Eram politeístas e acreditavam na reencarnação. A religião Hinduísta defendia a existência do deus Brahma, Vishnu e Shiva. O budismo não é religião, mas filosofia de vida.

Possuíam duas filosofias de vida: o budismo e o Taoísmo.

Adotaram o Budismo

Legado cultural





Deixaram uma das mais antigas religiões do mundo, o Hinduísmo, os algarismos, a crença na reencarnação e o Budismo.

Muralha da China, vasos de porcelana, ideogramas, o confucionismo, o tecido de seda.

Samurais, budismo, sofreram influência a escrita e língua chinesa

Localização


Índia atual

China atual.

Japão atual.

Respostas – livro cap. 08 – pág. 130



    1. O comércio internacional de produtos e a comunicação.

    2. As cidades indianas tinham centenas de esgotos que canalizavam os excrementos para fora da cidade. Também havia sistema de distribuição de água.

    3. Existiam as castas superiores compostas pelos brâmanes, quem eram os sacerdotes, e xátrias que eram os guerreiros e governantes. As intermediárias era composta pelos vaixás, comerciantes, artesão e camponeses. E as inferiores eram dos sudras, os servos, e dos parias, os miseráveis.

    4. Sim. Uma pessoa jamais poderia deixar de pertencer a sua casta, também não podia casar-se ou ter amizade com pessoas de outras castas.

    5. Eles acreditavam que depois que a pessoa morria, sua alma perderia a memória e entrava no corpo de um bebê recém-nascido.

    6. Os hinduístas acreditavam que se uma pessoa durante sua vida não tivesse aceitado sua posição social, servido as castas superiores ou levado uma vida de péssimo carma, ela não se reencarnaria no corpo de uma criança de castas superior a sua.

    7. Nele o Estado tinha muito poder e realizava as obras públicas (canais de irrigação, estradas, etc) para a população. Em contrapartida a população devia pagar impostos ao Estado servindo de mão-de-obra nas na realização das obras e pagando impostos.

    8. Egito, Pérsia, Mesopotâmia.

    9. Para o Budismo, a causa de todo o sofrimento é o desejo, que nunca é satisfeito. Portanto as pessoas devem aprender a superar ou controlar os desejos, para assim alcançar o Nirvana, que é a felicidade absoluta.

    10. China e Japão.

    11. Porque a água fertilizava o solo.

    12. A escrita ocidental é baseada no alfabeto latino, composto de sinais que representam sons das palavras, enquanto o ideograma procura transmitir idéia.

    13. Ela foi construída para conter o avanço do mongóis sobre a China.

    14. Ele foi o general que comandou o exercito mongol na invasão sobre a China, também estendeu o domínio dos chineses até a Pérsia.

    15. Seda é um tecido de alta qualidade. Os fios são produzidos a partir do casulo do bicho-da-seda. A partir da confecção do tecido os chineses vendiam ele para outros povos da região. E através da Rota da Seda eles vendiam para os povos que estavam as margens do Mar Mediterrâneo.

    16. Eram os altos funcionários do Estado chinês.

    17. O taoísmo acreditava que o Universo era regido por esses dois princípios, que também são opostos, feminino-masculino, quente-frio. Só haveria sabedoria, equilíbrio na realização das coisas, quando houvesse harmonia entre eles.

    18. Porque ele defendia que só haveria harmonia na sociedade se todos respeitassem a hierarquia e tradição.

    19. O papel, a bússola e a pólvora.

    20. A China.

Atividade de História – cap. 11 e 12

As questões a seguir se referem à sociedade romana. Leia e responda.



  1. Cite o nome dos povos que contribuíram para a formação da sociedade romana. A seguir descreva sobre o relevo da Península Itálica.

  2. Descreva sobre a explicação real e lendária para a fundação de Roma.

  3. Cite e caracterize as camadas sociais romana da época da República.

  4. Cite e caracterize os órgãos de governo romano da época da República.

  5. Enumere as conquistas dos plebeus durante a República.

  6. O que foram as Guerras Púnicas e quais foram as conquistas romanas após essas guerras?

  7. Enumere as conseqüências da expansão romana.

  8. Quem foram Tibério e Caio Graco? Quais foram as reformas que eles propuseram?

  9. Como se caracterizava a religião romana?

  10. Cite fatores sóciais que provocaram a crise na República?

  11. Qual foi a conspiração iniciada por Catilina. E quais foram as medidas tomadas pelos cônsules Mário e Sila? Quais camadas sociais os apoiavam?

  12. Explique o que Triunvirato, a seguir cite a composição do 1º e do 2º Triunvirato.

  13. Por que o governo de Triunvirato não deu certo.

  14. Cite as reformas políticas e econômicas realizadas por Júlio César.

  15. Cite os títulos que Otávio recebeu.

Respostas:

1. Etruscos, gregos, itálicos e latinos. O solo era fértil e seu relevo pouco acidentado, o que favorecia o desenvolvimento da agricultura e facilitava a construção de estradas. Havia também poucos portos e ilhas.
2. Lendária – para os romanos, Roma teria sido fundada por Rômulo e Remo, após destronarem o tio que havia mandado jogá-los no Rio Tibre.

Real – Segundo arqueólogos e historiadores Roma teria sido fundada junto ao Rio Tibre, no século VIII a.C., por pastores e agricultores que habitavam no centro da Península Itálica.


3. patrícios – se consideravam descendentes dos fundadores de Roma e tinham direito a participar da política e possuir terras.

Plebeus – eram pequenos agricultores, pastores e artesãos que não possuíam direito a participar da política no inicio da República.

Cavaleiros – grandes comerciantes, donos de navios que comercializa as mercadorias pelas terras dominadas pro Roma.

Escravos – viviam nessa condição por dois motivos: por dívidas que não podiam pagar e por causa das guerras de conquistas.


4. – Senado – órgão que possuía maior poder na República, elaboravam as leis, controlavam as finanças, orientavam a religião e decidiam a política exterior.

- Assembléia Centuriata – eram assembléias para votarem as leis e eleger os magistrados.

- Magistrados – eram divididos em: cônsules, pretores, censores, edis, questores, tribuno da plebe e um ditador em épocas de guerra.
5. Foram:

- transformação das leis orais em leis escritas.

- autorização do casamento entre patrícios e plebeus;

- direito de eleição de representantes na magistratura, o tribuno da plebe;

- abolição da escravidão por dividas;
6. Foram as guerras entre romanos e cartagineses. Durante as guerras conquistou as ilhas da Sardenha, Córsega e Sicília. Também apoderou-se de navios cartagineses e do controle marítimo e comercial do Mar Mediterrâneo Ocidental.

Após as guerras dominou o Mar Mediterrâneo Oriental, a Macedônia, a Síria, e os reinos da Ásia Menor.


7. – formaram os latifúndios;

- aumentou o número de escravos;

- migração de plebeus para as cidades;

- enriquecimento dos patrícios, comerciantes e artesãos;


8. Foram tribunos da plebe. Tibério propôs e conseguiu a aprovação da lei que limitava o tamanho da propriedade dos patrícios e distribuição de terras para os desempregados.

Caio defendia o projeto do irmão, propôs uma lei que obrigava o Estado romano vender pão de trigo, a preço baixo, para os cidadãos pobres e criar colônias fora da Península Itálica para acomodar os camponeses pobres.
9. A religião romana era politeísta. Havia os deuses domésticos – eram os antepassados da própria família. Jano era deus da porta de Roma; Penates era da dispensa de alimentos, Vesta deusa do fogo sagrado; e Lar deus da moradia – e os deuses do Estado romano que tinham a função de proteger o Estado Romano, esses foram copiados em sua maioria do Panteão grego, como por exemplo, Marte era deus da guerra; Júpiter era considerado o “pai dos deuses”.
10. A concentração de terras nas mãos de poucos, a utilização da mão-de-obra escrava para todo tipo de serviço, os privilégios para determinadas pessoas, a corrupção, a insubordinação do exército e o descrédito nos órgão do governo, a insurreição dos escravos liderados por Espártaco e a conspiração iniciada por Catilina contra o Senado.
11. Calilina - Ele pretendia tomar o poder, destituir todos os senadores romanos.

Mário – permitiu que os proletários (camponeses sem bens) pudessem participar do exército, criou o soldo, conquistou grandes vitórias em batalhas, conseguiu ser eleito cônsul. Era apoiado pelas camadas populares (pobres).

Sila – derrotou os itálicos, proclamou-se ditador vitalício, ordenou perseguição aos advers´rios políticos, fez uma lista de inimigos políticos do seu governo e gratificava quem matasse seus inimigos políticos. Era apoiado pelos nobres latifundiários.
12. Triunvirato foi quando o poder de Roma foi dividido entre três generais. O 1º Triunvirato foi composto por Pompeu, Crasso e Júlio César, enquanto o 2º foi formado por Lépido, Marco Antônio e Otávio.
13. Por que os generais disputaram o poder entre si.
14. Ele proclamou-se ditador vitalício, distribuiu terras a cerca de 80 mil famílias, anulou parte dos juros dos endividados, deu cidadania romana aos gauleses, aumentou as vagas do senado e colocou nelas cidadãos das províncias romanas, construiu várias obras públicas e criou um novo calendário romano, colocou Cleópatra no trono egípcio.
15. Príncipe – tinha poder para governar Roma, fazer leis, controlar o senado e os cidadãos. Imperador – ele comandava o exército e a marinha. Augustus – ele era o chefe religioso e autorizava o culto religioso.

Respostas – p. 194 – cap. 12




    1. Ele permitiu que os camponeses pobres participassem do exercito e instituiu para os soldados.

    2. Ele liderou uma revolta com Roma e tinha como objetivo percorrer as fazendas e libertar os escravos e fugir de Roma.

    3. Os senadores e seu filho adotivo, Brutus. Os senadores não aceitaram que ele se proclamou ditador vitalício e temiam a ditadura suprema de César.

    4. Acabou o governo da República e iniciou o Império.

    5. Os aquedutos e as estradas.

    6. Escrava.

    7. Levavam uma vida ociosa. Eram donos de extensos latifúndios, moravam em palácios com água encanada e viviam dando festas.

    8. Que os pobres poderiam ter um pouco de comida e de diversão.

    9. Era um estádio e servia para realizar espetáculos, como luta de gladiadores e corrida de bigas.

    10. Eram escravos especializados em lutar.

    11. O imperador era o chefe religioso. Ele que autorizava o culto religioso.

    12. Dos nobres.


Atividade de História
As questões a seguir se referem ao legado do Império Romano. Leia e responda.


      1. Descreva sobre a vida de Jesus Cristo.

      2. Crie uma frase relacionando os termos: Judaísmo, Cristianismo, Jesus Cristo, cristãos, e evangelhos.

      3. Explique como aconteceu a difusão do Cristianismo e quais foram as camadas sociais romanas que aderiram.

      4. O que defendia o Cristianismo?

      5. Cite alguns meios usados pelos romanos para perseguir os cristãos.

      6. Como aconteceu a oficialização do Cristianismo?

      7. Explique como iniciou a crise do Império Romano.

      8. Quem eram os bárbaros? Quais eram os dois principais grupos?

      9. Quais eram os povos que faziam parte dos germanos?

      10. Cite as reformas realizadas por Constantino e Teodósio para tentar sanar a crise e as invasões bárbaras.

      11. Cite as contribuições dos romanos para com nossa sociedade.

      12. Explique o que foi a política do “pão e circo”.

      13. O que eram as províncias? Que obrigações tinham seus moradores?

      14. Descreva sobre o cotidiano da vida dos romanos e de suas casas.

Respostas:

1. Nasceu de uma família pobre na Palestina. Pouco se sabe sobre sua infância e adolescência. Quando adulto iniciou suas pregações defendendo o desapego aos bens terrenos, ao luxo e prazeres animalescos dos nobres. Falava de vida simples, trabalho, amizade econforto moderado. Suas pregações agradava os oprimidos, mas irritou os poderosos que o prenderam e condenaram a morte na cruz.

2. O Cristianismo tem sua raiz no Judaísmo. Jesus Cristo ao longo de sua anunciou a boa Nova que os primeiros cristãos registraram nos evangelhos.

3. Após a morte de Jesus seus discípulos se espalharam pelo Império romano divulgando a mensagem de Cristo. Muitas pessoas pobres, os escravos, camponeses, artesãos acreditavam e se convertiam a nova religião.

4. O fim da autoridade do imperador, o fim da escravidão e um modo de vida simples, diferente da vida imoral e gananciosa dos nobres romanos.

5. Eles prendiam, torturavam e matavam os cristãos. Muitos espetáculos dado nos estádios pelos imperadores consistia em mortes dos cristãos.

6. Ela se tornou a religião oficial do Império romano quando o imperador Teodósio proibiu que as pessoas do império seguissem outras religiões.

7. Devido a corrupção política dos nobres, a falta de escravos que não geravam mais produtos, enfraquecimento do exercito e invasão dos povos bárbaros.

8. Eram os povos que faziam parte do império romanos, ou seja, não eram dominados pelos romanos. Havia os germanos, que residiam na Europa e os hunos que vieram da Ásia.

9. Havia os francos, alanos, saxões, anglos, ostrogodos, burgúndios, vivigodos, lombardos, frisões, sármatas, suevos, celtas.

10. Constantino transferiu a capital do império romano para a cidade de Constantinopla. Após a morte de Teodósio o império foi dividido em dois grandes conjuntos: Império Romano do Oriente, com capital em Constantinopla e Império Romano do Ocidente, com capital em Roma.

11. É do idioma romano que deriva a nossa língua, nosso direito é baseado no romano, também pegamos noções de administração pública, arquitetura e religião.

12. Diante do aumento da população em Roma, os imperadores ficaram com medo desses se revoltarem contra o governo, então oferecia espetáculos e alimentos nos estádios para a população pobre.

13. Eram as regiões que faziam parte do império romano. Seus habitantes eram obrigados a pagarem impostos aos romanos.

14. Os nobres levavam uma vida ociosa, de muito luxo. Participavam da política, possuíam terras, mas moravam em grandes casas nas cidades, essas eram chamadas de palácios e possuíam água encanada e muitos escravos para servi-los.



Atividade de História – Cap. 15 e 16

Pesquisar sobre as seguintes civilizações e seus aspectos abaixo relacionados. A seguir completar o quadro.



Civilização

Aspectos





Árabe




Bizantina

Política








Cidades principais






Característica própria







Economia







Organização social








Tipo de religião e principal (is) deuses






Legado cultural








Localização








Atividade de História
As questões a seguir se referem ao legado do Império Bizantino. Leia e responda.

  1. Explique como se originou e como acabou o Império Bizantino?

  2. Descreva sobre as reformas realizadas na cidade de Bizâncio para se tornar a nova capital do Império Romano.

  3. Quais características diferenciam o Império Bizantino dos reinos que se formaram no Ocidente da Europa?

  4. Cite características da cidade de Constantinopla.

  5. Cite alguns eventos que aconteciam no hipódromo.

  6. Quais povos contribuíram para a formação da sociedade bizantina? E qual era o idioma oficial do Império?

  7. Quais foram às conquistas realizadas por Justiniano?

  8. Indique as mudanças que aconteceram no Império Bizantino a partir do século VII.

  9. Explique os termos: cesaropapismo, patriarca, Cisma do Oriente, mosaicos e ícones.

  10. Cite as atividades econômicas que predominavam no Império Bizantino.

  11. Quem eram os servos no Império Bizantino? Quais outras camadas sociais havia na sociedade?

  12. Qual foi a contribuição da cultura bizantina para com as sociedades do Oriente e do Ocidente?

Respostas – Império Bizantino




  1. Originou-se a partir da divisão do Império Romano, em Império Romano do Ocidente e Império Romano do Oriente, pelo imperador Teodósio, em 395. O nome Império Bizantino dado ao Império Romano do Oriente deveu-se a sua capital Constantinopla, que antes de ser reformada para receber a transferência da família real chamava-se Bizâncio. A decadência do Império tem inicio quando passa a sofrer ataques repetidos de diversos povos orientais e em 1453, os turcos-otomanos, povo muçulmano, conquista a cidade de Constantinopla, assinalando o fim do Império.

  2. Das cidades romanas foram retiradas muitas obras de arte, monumentos, esculturas, colunas ornamentais e levado para Constantinopla. Para atrair os nobres para lá, foi construído palácios e mansões e para a população foi oferecido a política do “pão e circo”.

  3. Império Bizantino – governo centralizado, crescimento das cidades e manutenção do comércio. Reinos Ocidentais (bárbaros) – economia rural, pouco comércio, despovoamento das cidades, e poder político descentralizado.

  4. Os bairros eram superpovoados e separados por pomares e jardins, bairros comerciais e residenciais não se misturavam, também não havia bairro exclusivamente para ricos e para pobres. A mais importante rua era a Mesê, era larga e abrigava uma grande diversidade de lojas no seu entorno. Os esgotos eram levados para o mar, os cemitérios ficavam fora da cidade e havia aquedutos para transportar água para a cidade.

  5. Combates de animais, montaria em cavalos e corridas de bigas.

  6. Foram os povos gregos, sírios, judeus, armênios, egípcios, persas, eslavos, mongóis, germanos. Até o século VII foi o latim, a partir dessa data foi substituído pelo grego.

  7. Justiniano desejava recuperar o Império Romano, por isso, retomou o norte da África dos vândalos, reconquistou a Península Itálica dos ostrogodos, no Oriente derrotou os persas e após sua morte foi retomada dos visigodos, a Península Ibérica.

  8. O idioma passou a ser o grego, as tradições literárias, artísticas, e científicas dos gregos predominaram. E também foi criado uma nova religião cristã.

  9. Cesaropapismo – é o poder ou supremacia que o imperador tem sobre a religião e o papa. Patriarca – é o bispo de Constantinopla e religioso com maior poder no Oriente. Cisma do Oriente – foi o movimento que aconteceu em 1054, e ocasionou a divisão do Cristianismo e a formação de duas igrejas: Igreja Católica Romana, presidida pelo papa e Igreja Católica Ortodoxa, presidida pelo patriarca. Mosaicos – são desenhos feitos com a combinação de muitas pedrinhas de formato e cores diferentes. Ícones – são as imagens de santos, como Jesus Cristo, Maria, pintados em telas e painéis, ou esculpidas em superfícies planas.

  10. A pesca, manufatura (produção de tecidos), fabricação de armamentos, a mineração (extração de minérios) e a cobrança de impostos sobre os produtos produzidos e comercializados.

  11. Eram os trabalhadores rurais que eram proibidos de saírem das terras que cultivavam. Havia a aristocracia, formada por banqueiros, mercadores, donos de fábricas, grandes proprietários de terras, havia também os artesãos (trabalhadores das oficinas e do comércio), e por fim tinham os escravos.

  12. Conservou e espalhou a cultura grega, manteve as relações culturais entre ocidente e oriente por meio do comércio. A cidade de Constantinopla, hoje Istambul, tornou-se importante metrópole cultural. A religião Católica Ortodoxa foi preservada.


Atividade de História
As questões a seguir se referem ao legado do Império Islâmico. Leia e responda.

  1. Por que podemos afirmar que a Península Arábica não era uma região propicia a formação de uma civilização?

  2. Diferencie os beduínos dos coraixitas.

  3. Qual a importância do camelo para os árabes?

  4. Como se caracterizava a religião árabe antes das pregações de Maomé?

  5. Explique o que é Caaba, Meca, Islã, muçulmano, mesquita, Corão, Hégira, Pedra Negra.

  6. Descreva sobre a vida de Maomé antes de se tornar profeta.

  7. Cite características comuns entre o Islamismo, Cristianismo e Judaísmo.

  8. Cite e explique os pilares do Islã.

  9. Por que o império islâmico cresceu tão rápido?

  10. Por que podemos afirmar que a cultura islâmica é uma das mais ricas e cheia de conquistas intelectuais?

  11. Destaque as principais contribuições dos muçulmanos.

  12. Quais foram às contribuições dos islâmicos na Europa?

  13. Em quais grupos se divide o islamismo? E o que mais diferencia o islamismo das outras religiões?

Respostas:



  1. Porque é uma região pobre, de difícil acesso, sem atrativos, desprovida de vantagens naturais, como rios e terras férteis.

  2. Beduínos – as tribos de beduínos eram nômades e dedicavam-se ao pastoreio de carneiros e cabras, ao comércio com outras regiões fora da península. Comercializavam produtos derivados da agricultura e animais. Coraixitas – as tribos eram sedentárias e habitavam cidades próximas do Mar Vermelho, viviam basicamente do comércio e do fornecimento de produtos para as tribos nômades.

  3. Eles dependiam do camelo para sobreviver, pois de seu pêlo e couro os beduínos faziam tendas e redes, agasalhos, cobertas, sapatos, cordas. Também tomavam seu leite e usavam seu esterco como combustível para o fogo. Era ainda usado para longas caminhadas comerciais e também para moeda de troca ou dote de casamento.

  4. Era politeísta, os árabes cultuavam mais de trezentos deuses. Em Meca ficava o templo sagrado, chamado Caaba, que abrigava a imagem dos deuses e a Pedra Negra, que os árabes acreditavam ter sido enviado do céu.

  5. Caaba – templo sagrado que abrigava a imagem dos deuses e a Pedra Negra. Hoje é o principal templo do Islã. Meca – é a cidade sagrada para os muçulmano e nela fica a Caaba. Islã – nome da religião fundada por Maomé, e significa “submissão absoluta à vontade de Deus”. Muçulmano – é o crente da religião Islâmica, e significa “aquele que se entrega a Deus”. Mesquita – nome dado aos templos islâmicos, local de oração dos muçulmanos. Corão – também chamado de Alcorão, é livro sagrado do Islã, nele contém a palavra de Deus revelada a Maomé pelo anjo Gabriel. Hégira – significa “partida”, aconteceu em 622 e marca o inicio do calendário islâmico. Devido a perseguições e tentativas de assassinato a Maomé, ele e seus seguidores fugiram de Meca para Yathrib (Medina). Pedra Negra – é um meteorito, os árabes acreditam que essa pedra foi enviada dos céus por Deus ao seu povo. No inicio ela era branca, mas devido aos pecados da humanidade ela escureceu.

  6. Ele nasceu em Meca, e aos sete anos ficou órfão e foi criado pelo seu tio, um comerciante. Na juventude tornou-se caravaneiro e casou-se com uma rica viúva. Como caravaneiro entrou em contato com os judeus e cristãos e foi influenciado pelas crenças religiosas deles. Dizendo ter sido visitado pelo anjo Gabriel defendia que havia um só Deus, Alá e um único profeta, ele, Maomé.

  7. Acreditam em um único Deus, julgamento final, no paraíso e inferno.

  8. – acreditar em um único Deus, Alá. Oração – rezar a Alá cinco vezes ao dia, entre a aurora e o anoitecer. Esmola – praticar a caridade. Jejum – jejuar durante o mês do Ramadã. Peregrinação – visitar a cidade de Meca pelo menos uma vez na vida.

  9. Devido à tolerância e ao respeito aos costumes dos povos dominados. Os povos tinham suas crenças respeitadas e eram tratados com moderação. Eram obrigados a entregar suas armas e pagar os impostos.

  10. Porque os árabes respeitavam e assimilavam a cultura dos povos com que entravam em contato. E depois enriqueciam com sua própria cultura.

  11. Na astronomia fundaram observatórios, elaboraram calendário. Na matemática desenvolveram a álgebra, trigonometria, e propagaram o sistema numérico, os chamados “algarismos arábicos”. Na química descobriram várias substancias e compostos, como: álcool, ácido nítrico e sulfúrico. Na física fizeram experiência sobre velocidade, transmissão e refração da luz. Na Medicina descreveram diversas doenças nervosas, descobriram que as doenças podem propagar-se pela contaminação da água, do solo e das vestes, diferenciaram varíola e sarampo. Na literatura escreveram o Alcorão, e vários contos e lendas, como As mil e uma noites.

  12. Sistema de irrigação, introdução de vários produtos agrícolas, como: arroz, algodão, cana-de-açúcar. Conhecimento da bússola, do astrolábio, da produção de papel, da fabricação da pólvora e introduziram várias palavras, como: alfinete, alcunha, açougue, açúcar.

  13. Em sunitas, xiitas e sufis. Ela se propõe a regular integralmente todos os aspectos do dia-a-dia das comunidades que seguem os ensinamentos de Maomé: há uma profunda ligação entre vida social, política e religiosa.

Respostas – p. 258

  1. Através das guerras e das trocas mútuas de cultura entre esses povos.

  2. Parte da cultura sobreviveu, por exemplo, o latim, o cristianismo.

  3. Europa Ocidental recebeu influência da cultura romana e germânica, enquanto a Europa Oriental recebeu influencia da cultura grega e dos povos eslavos.

  4. Através de guerras Carlos Magno criou um grande império na Europa.

  5. As cidades perderam a importância, muitas pessoas as abandonaram e foram viver no campo.

  6. è uma propriedade que produz praticamente tudo que seus moradores precisam para sobreviver..

  7. As fazendas passaram a produzir apenas para elas mesmas, portanto não tinha o que comprar nas cidades, de modo que o comércio entre o campo e a cidade diminuiu.

  8. Era um acordo de honra e fidelidade que era realizado entre o suserano (pessoa que doa a terra) e o vassalo (pessoa que recebe a terra). Os vassalos tinham a obrigação de lutar e defender seu suserano.

  9. Diminuiu bastante. A Europa ficou cheia de pequenos Estados, nos quais os reis não tinham poder além de suas terras.

  10. O cristianismo, a cultura greco-romana e a cultura dos povos germânicos.

  11. Era um latifúndio, ou seja, uma grande propriedade rural que pertencia a um nobre.

  12. Agricultura e criação de animais.

  13. era um nobre proprietário de um feudo. Dedicava-se principalmente a arte militar.

  14. O escravo pertence ao seu senhor, o que produz é obrigados a entregar para seu senhor e ainda podia ser comprado ou vendido. O servo está ligado a terra, de forma que seu senhor muda de terra ele continua morando na terra de origem, o que ele produzia dava uma parte ao seu senhor e não podia ser comprado ou vendido. O Trabalhador livre possui liberdade para arranjar emprego onde bem entenda, não pertence ao senhor ou a terra e recebe salário pelo trabalho que desempenha.

  15. Eram expedições militares com o objetivo de libertar a cidade de Jerusalém do domínio muçulmano. Seu principal objetivo era libertar Jerusalém do domínio muçulmano. Os nobres e burgueses partiam para essas expedições com objetivo de adquirir terras e produtos para comercializar na Europa.

  16. A cultura européia e árabe trocaram experiência, os europeus entraram em contato com novos costumes e produtos, os árabes perderam o domínio sobre o Mar mediterrâneo, fez desenvolver o comércio na Europa.

  17. Porque acabaram as invasões bárbaras.

  18. Começou a produzir mais e criou o produto excedente, a população aumentou. Renasceram. Burguesa. Dinheiro.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal