Resumo básico de contabilidade



Baixar 0.79 Mb.
Página2/11
Encontro19.07.2016
Tamanho0.79 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11

2.2. itens Patrimoniais




ATIVO: conjunto de bens e direitos (parte positiva). Chamado de Patrimônio Bruto

PASSIVO: conjunto de obrigações (parte negativa). Também chamado de Capital de Terceiros ou Passivo Exigível.


PATRIMÔNIO LÍQUIDO : diferença entre o Ativo e o Passivo. Representa as obrigações da entidade para com os sócios ou acionistas. É a parte do Patrimônio que vai medir ou avaliar a situação ou condição da entidade; é chamado, também, de Passivo não exigível ou Situação Líquida.

2.3. Equação Patrimonial e suas variações




PATRIMÔNIO LÍQUIDO = ATIVO - PASSIVO


Situações Patrimoniais




  1. ATIVO > PASSIVO Patrimônio Líquido é POSITIVO / SUPERAVITÁRIO

  • Situação Favorável  PL + ou SL +

  • Ocorre quando os bens e direitos (Ativo) excedem o valor das obrigações com terceiros (Passivo Exigível)



  1. ATIVO < PASSIVO Patrimônio Líquido é NEGATIVO / DEFICITÁRIO

  • Situação Desfavorável  PL (-) ou SL (-) ou Passivo a Descoberto

  • Ocorre quando os bens e direitos (Ativo) forem menores que as obrigações com terceiros (Passivo Exigível)



  1. ATIVO = PASSIVO Patrimônio Líquido é NULO / EQUILIBRADO

  • Situação NULA, Equilíbrio Aparente  A = PE, logo PL = 0

  • Ocorre quando os bens e direitos (Ativo) forem iguais às obrigações com terceiros (Passivo Exigível); nessa hipótese o patrimônio líquido será nulo.



  1. ATIVO = PATRIMÔNIO LÍQUIDO 

  • Situação Plena ou Propriedade Total  A = PL, logo PE = 0

  • Ocorre quando os bens e direitos (Ativo) forem iguais ao patrimônio líquido; nessa hipótese , as obrigações com terceiros (Passivo Exigível) serão nulas.




  1. PASSIVO EXIGÍVEL = PATRIMÔNIO LÍQUIDO 

  • Situação de Inexistência de Ativos  PE = ( PL ) , logo A = 0

  • Ocorre quando as obrigações com terceiros (Passivo Exigível) for igual ao patrimônio líquido negativo; nessa hipótese, o ativo será nulo.



2.4. REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ESTADOS PATRIMONIAIS

PATRIMÔNIO




BENS

DIREITOS

OBRIGAÇÕES

 Na representação gráfica apresentada temos, de um lado, os Bens e os Direitos, que formam o grupo dos elementos positivos; e, do outro lado, as Obrigações, que formam o grupo dos elementos negativos.




  • Na maioria das empresas comerciais, o Ativo suplanta o Passivo Exigível (obrigações). Assim, a representação mais comum do patrimônio de uma empresa comercial assume a forma:



Ativo = Passivo Exigível + Patrimônio Líquido



  • Diz-se que a:




    • Situação Líquida é Negativa quando o Ativo Total é:

      • menor que o Passivo Exigível.



    • Situação Patrimonial inconcebível quando a:

      • Situação Líquida maior que o Ativo.



    • Aumenta o patrimônio líquido quando há:

      • Recebimento de duplicatas com juros.



    • Diminui o patrimônio líquido quando há:

      • Pagamento de duplicatas com juros.


3. CONCEITOS DE CAPITAL
CAPITAL SOCIAL é a obrigação da empresa para com os sócios originária da entrega de recursos para a formação do capital da entidade. Corresponde ao patrimônio líquido (PL)
CAPITAL PRÓPRIO são os recursos originários dos sócios ou acionistas da entidade ou decorrentes de suas operações sociais.
CAPITAL DE TERCEIROS representam recursos originários de terceiros utilizados para a aquisição de ativos de propriedade da entidade. Corresponde ao passivo exigível (PE)
CAPITAL REALIZADO corresponde ao valor dos recursos entregues pelos sócios e à disposição da entidade (em caixa, nos bancos, em imóveis, etc).
CAPITAL A REALIZAR é o capital com que a entidade foi registrada mas que por algum motivo ainda não foi colocado totalmente à disposição da entidade. Com o desenrolar dos negócios, este capital será posto à disposição da entidade, seja através de dinheiro ou outros bens.
CAPITAL TOTAL A DISPOSIÇÃO DA EMPRESA corresponde à soma do capital próprio com o capital de terceiros. É também igual ao total do ativo da entidade.

DIFERENÇA ENTRE CAPITAL E PATRIMÔNIO
Capital: é o conjunto de elementos que o proprietário da empresa possui para iniciar suas atividades. Ex.: Lúcia vai abrir uma papelaria. Ela possui, para esse fim, R$ 10.000 em dinheiro. Logo, esses R$ 10.000 em dinheiro constituem o seu Capital Inicial.
O Capital Inicial pode ser composto por:

  • Dinheiro

  • Móveis

  • Veículos

  • Imóveis

  • Promissórias a Receber etc.


PATRIMÔNIO: é o conjunto que compreende os bens da empresa (dinheiro em caixa, contas a receber, imóveis, veículos., etc), seus direitos (contas a receber) e suas obrigações para com terceiros (contas a pagar)

4. ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL




4.1. CONCEITO DE DÉBITO E CRÉDITO
 um alerta para não confundir termos da linguagem comum, quando usados na terminologia contábil.

Débito: na linguagem comum, significa:

  • dívida

  • situação negativa

  • estar em débito com alguém

  • estar devendo para alguém etc.

 Quando falarmos na palavra débito, procure não ligar o seu significado do ponto de vista técnico com o que ela representa na linguagem comum.





  • Na terminologia contábil, essa palavra tem vários significados, os quais raramente correspondem aos da linguagem comum. Enquanto não se conscientizar disso, dificilmente aceitará que débito pode representar elementos positivos, o que prejudica sensivelmente a aprendizagem. Portanto, muito cuidado com a terminologia.



Crédito: na linguagem comum, significa:

— ter crédito com alguém, em uma loja etc.

— situação positiva

— poder comprar a prazo etc.





  • Na terminologia contábil, a palavra crédito também possui vários significados. As mesmas observações que fizemos para a palavra débito aplicam-se à palavra crédito. Portanto é importante memorizar :


a. No gráfico das Contas Patrimoniais, o lado direito é o lado do Crédito, exceto para as Contas Retificadoras.
b. No gráfico das Contas de Resultado, o lado direito é o lado do Crédito.
Portanto:
débito é uma situação de dívida ou de responsabilidade da conta para com entidade;
crédito é uma situação de direito ou de haver da conta em relação à entidade;
saldo é a diferença entre o total dos débitos e o total dos créditos efetuados numa conta; O saldo pode ser:


  • devedor - quando a soma dos débitos for maior do que a soma dos créditos;

  • credor - quando a soma dos débitos for menor do que a soma dos créditos;

  • nulo - quando a soma dos débitos for igual a soma dos créditos;


4.2. CONTAS CONTÁBEIS: SUA NATUREZA E SUA MOVIMENTAÇÃO
Razonete


Nome da Conta

Débitos

( D )

Créditos

( C )

Devedor

Credor

Saldo



Mecanismo de Débito e Crédito


Contas

NATUREZA

Aumentos

Diminuições

ATIVO

Dv

D

C

PASSIVO

Cr

C

D

DESPESAS

Dv

D

C

RECEITAS

Cr

C

D

SITUAÇÃO LÍQUIDA

Cr

C

D
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal