Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013



Baixar 10.34 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho10.34 Kb.




.

Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013.



JOGOS COOPERATIVOS: UMA PROPOSTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

MARTINS, Jucele Devos Martins

GOMES, Vanise dos Santos (orientador)

juceledevos@bol.com.br
Evento: Encontro de Pós-Graduação

Área do conhecimento: Tópicos específicos de Educação
Palavras-chave: Educação Ambiental, Educação Física, Jogos Cooperativos
1 INTRODUÇÃO
O presente trabalho tem como tema a Educação Ambiental, a Educação Física e os Jogos Cooperativos no contexto escolar e tem como objetivo repensar a própria prática de Educação Física na escola a partir do desenvolvimento dos jogos cooperativos e investigar qual o significado atribuído pelos alunos diante de tal proposta. A Educação Física é uma disciplina inserida no espaço escolar e tem como característica a presença dos esportes como conteúdo dominante. Este trabalho basea-se na ideia de que a sociedade, vivendo em um modelo econômico capitalista, tem como particularidade fundamental a competição, o individualismo e a exclusão e são representados na escola pelo esporte competitivo que acaba reproduzindo esses mesmos valores. Esse mesmo modelo de sociedade através de sua relação exploratória com a natureza tem exaurido até os limites do insuportável os bens da terra como também do próprio homem, configurando a exploração do homem pelo próprio homem. Portanto a crise ambiental vivida atualmente deve-se ao modo como temos nos relacionado com a natureza humana e não humana. A Educação Física dimensionada pela Educação Ambiental tem a oportunidade de refletir sobre essa sociedade e sobre as práticas pedagógicas desenvolvidas com o objetivo de contrapor-se aos modelos reprodutivistas desta sociedade, que neste caso, constitui-se os jogos competitivos. Os jogos cooperativos entram na esfera de ação do educador ambiental por preconizar valores como, união, solidariedade, cooperação e por incentivar o desenvolvimento de uma consciência coletiva baseado na colaboração, oferecendo ao aluno a formação de um outro padrão de comportamento.

2 MATERIAIS E MÉTODOS (ou PROCEDIMENTO METODOLÓGICO)
A pesquisa utilizou a metodologia da pesquisa-ação e se desenvolveu na Escola Municipal de Ensino Fundamental Mate Amargo, escola onde a pesquisadora possui vínculo como professora. A produção dos dados teve início no segundo semestre de 2012 e continuou no primeiro semestre do corrente ano, ocorreu por meio da proposição de jogos cooperativos e semi-cooperativos para uma turma de 7ª série (atualmente 8ª série) do ensino fundamental onde os alunos canalizaram suas opiniões, idéias, percepções e sentimentos da prática vivenciada dos jogos via registros escritos após as vivências, bem como pela produção de uma história sobre as aulas de Educação Física e a partir da escrita no diário de campo da pesquisadora. Como instrumento de análise está sendo utilizada a análise textual discursiva de Moraes e Galliazzi (2007).
3 RESULTADOS e DISCUSSÃO
Esta pesquisa possui dados parciais e a partir da unitarização emergiram três categorias de análise até o momento. O que têm se percebido das análises até agora realizadas é que a competição é elemento que aparece frequentemente no relato dos alunos, sendo destacado o individualismo como aspecto de maior relevância. Chama a atenção, porém, o fato de que tal individualismo aparece nos discursos como uma denúncia, muito mais do que como uma postura a ser assumida por cada um, percebem também a importância do coletivismo em suas relações.


4 CONSIDERAÇÕES FINAIS
A pesquisa-ação é um dispositivo de investigação que realiza as necessárias intervenções no ambiente escolar, trazendo à luz a problematização da prática pedagógica podendo conduzir a possíveis caminhos de superação de práticas reprodutivistas do sistema. Estas primeiras análises revelam a importância da pesquisa no âmbito escolar, pois delas emergem elementos suficientes para a reflexão e proposição de práticas pedagógicas, que estejam para além da lógica capitalista.

REFERÊNCIAS
GALLIAZI, M.C. ; MORAES, R. Análise textual discursiva. Ijuí : Unijuí, 2007.
Catálogo: anaismpu -> cd2013 -> pos
pos -> Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013
pos -> Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013
pos -> Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013
pos -> Área do conhecimento: Literatura Brasileira Palavras-chave: Lourenço Mutarelli; História da Literatura; Crítica Literária
pos -> Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013. Fragmentos, diálogos e intertextos em
pos -> Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013. Consciência histórica na formaçÃo do sujeito-histórico
pos -> Área do conhecimento: História do Brasil Palavras-chave: livro didático, ensino, história afro-brasileira
pos -> Área do Conhecimento: Ciências Humanas Palavras-chave
pos -> Cidadania de jogadores de futebol
pos -> Função social, propriedade, perdimento, Ponderação de princípios, colisão


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal