Saberes psicológicos, psicologia e história da educaçÃo em goiás gt



Baixar 6.03 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho6.03 Kb.
SABERES PSICOLÓGICOS, PSICOLOGIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM GOIÁS
GT: Historiografia e questões teórico-metodológicas da história da educação
Anderson de Brito Rodrigues

Universidade Federal de Goiás

Agência Financiadora: CAPES

andersondebrito@uol.com.br
Resumo: Esse texto é fruto do trabalho de doutoramento do autor na área de educação na Universidade Federal de Goiás. Partindo de uma perspectiva historiográfica, o trabalho objetivou reconstituir os saberes, as práticas e os discursos psicológicos que contribuíram para a constituição da psicologia científica em Goiás. Para o alcance desse objetivo procurou-se compreender as raízes da Psicologia no Brasil nos períodos colonial e imperial, assim como o processo de desenvolvimento dessa ciência no interior de áreas como a medicina e a educação. Essa abordagem histórica em relação à psicologia justifica-se pela necessidade de sistematização de uma história da psicologia em Goiás. Para a realização da pesquisa foi importante a reconstrução da produção historiográfica no campo da psicologia brasileira, assim como a análise de escritos do século XIX, buscando a apreensão de saberes psicológicos. A pesquisa evidenciou que tais saberes estavam presentes em Goiás desde o século XIX e que constituem o ponto de partida da historiografia da psicologia no Estado, e por vezes engendravam concepções inatistas, ambientalistas e interacionistas acerca dos aspectos psíquicos. O trabalho explicitou que a psicologia, ao longo de sua constituição em Goiás, esteve relacionada às áreas da medicina e da educação. No campo médico a relação medicina-psicologia evidenciou-se na produção de saberes referentes ao controle dos comportamentos individuais por meio da purificação e dos processos de higienização dos espaços sociais. Porém, foi no terreno educacional que a psicologia encontrou maior espaço para o seu desenvolvimento, colaborando para as discussões e proposições de novos métodos pedagógicos no interior das escolas normais, que muito contribuíram para a difusão das teorias psicológicas, especialmente, as que se referem à abordagem escolanovista. Pode-se dizer que os conhecimentos psicológicos foram fundamentais na formação de uma nova concepção de educação, de criança e de sociedade, concepções estas que iam ao encontro do modelo de homem idealizado pelos projetos de modernização da sociedade e da cultura de Goiás, até a década de 1950.

Palavras-chave: História da Psicologia em Goiás; História da Educação em Goiás; Formação de Professores.
Catálogo: acer histedbr -> jornada -> jornada8 -> resumos
resumos -> Politecnia versus alienaçÃO: contribuiçÕes conceituais para o estudo sobre a ofensiva capitalista na educaçÃo adnilson José da Silva1
resumos -> FundaçÃo do colégio dos anjos, no município de botucatu em 1912 Neise Marino Cardoso
resumos -> A concepçÃo de história de walter benjamin e a história da educaçÃO
resumos -> A disciplina de instruçÃo moral e cívica na reforma educacional de benjamin constante de 1890 Ariella Lúcia Sachertt Seki
resumos -> História da educaçÃo rural em goiáS: um diáLOGO ENTRE A história e a literatura
resumos -> O instituto santa dorotéia de pouso alegre – mg (1911-1976): instruçÃo religiosa e educaçÃo para a vida urbana
resumos -> EducaçÃo e escolarizaçÃo japonesa nas colônias rurais do norte do paraná (1930-1960)
resumos -> Comunidade e cotidiano: categorias e obstáculos à pesquisa em história da educaçÃO
resumos -> O núcleo de pesquisa sobre ensino superior da universidade de são paulo-nupes e a história recente da educaçÃo superior: traços de identidade
resumos -> A educaçÃo das camadas populares: o repensar da prática cotidiana


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal