Sacramentum caritatis de sua santidade



Baixar 365.88 Kb.
Página6/6
Encontro19.07.2016
Tamanho365.88 Kb.
1   2   3   4   5   6

(174) Cf. nn. 1398-1401.

(175) Cf. n. 293.

(176) Cf. Pont. Cons. das Comunicações Sociais, Instr. past. sobre as comunicações sociais no XX aniversário da ‘‘Communio et progressio'' Ætatis novæ (22 de Fevereiro de 1992): AAS 84 (1992), 447-468.

(177) Cf. Propositio 29.

(178) Cf. Propositio 44.

(179) Cf. Propositio 48.

(180) Tal conhecimento pode ser adquirido também no Seminário, durante os anos de formação dos candidatos ao sacerdócio, através de oportunas iniciativas: cf. Propositio 45.

(181) Cf. Propositio 37.

(182) Cf. Const. sobre a sagrada liturgia Sacrosanctum Concilium36.54.

(183) Cf. Propositio 36.

(184) Cf. Ibid., 36.

(185) Cf. Propositio 32.

(186) Cf. Propositio 14.

(187) Propositio 19.

(188) Cf. Propositio 14.

(189) Cf. Bento XVI, Homilia nas primeiras Vésperas de Pentecostes (3 de Junho de 2006): AAS 98 (2006), 509.

(190) Propositio 34.

(191) Enarrationes in Psalmos98, 9: CCL 39, 1835; cf. Bento XVI, Discurso à Cúria Romana (22 de Dezembro de 2005): AAS 98 (2006), 44-45.

(192) Cf. Propositio 6.

(193) Bento XVI, Discurso à Cúria Romana (22 de Dezembro de 2005): AAS 98 (2006), 45.

(194) Cf. Propositio 6; Congr. para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, Directório sobre piedade popular e liturgia (17 de Dezembro de 2001), nn. 164-165; Sagr. Congr. dos Ritos, Instr. Eucharisticum mysterium (25 de Maio de 1967): AAS 57 (1067), 539-573.

(195) Cf. Relatio post disceptationem, 11: L'Osservatore Romano (ed. port. de 19/XI/2005), 661.

(196) Cf. Propositio 28.

(197) Cf. n. 314.

(198) Confissões 7, 10, 16: PL 32, 742.

(199) Bento XVI, Homilia na Esplanada de Marienfeld (21 de Agosto de 2005): AAS 97 (2005), 892; cf. Homilia nas primeiras Vésperas de Pentecostes (3 de Junho de 2006): AAS 98 (2006), 505.

(200) Cf. Relatio post disceptationem, 6.47: L'Osservatore Romano (ed. port. de 19/XI/2005), 660.663; Propositio 43.

(201) De civitate Dei 10, 6: PL 41, 284.

(202) Cf. Catecismo da Igreja Católica, 1368.

(203) Cf. Santo Ireneu, Contra as heresias 4, 20, 7: PG 7, 1037.

(204) Epístola aos Magnésios 9, 1: PG 5, 670.

(205) Cf. I Apologia 67, 1-6; 66: PG 6, 430s; 427.

(206) Cf. Propositio 30.

(207) Cf. AAS 90 (1998), 713-766.

(208) Propositio 30.

(209)Homilia na solenidade de São José (19 de Março de 2006): AAS 98 (2006), 324.

(210) A este respeito observa, oportunamente, o Compêndio da Doutrina Social da Igreja, 258: « Para o homem, ligado à necessidade do trabalho, o repouso abre a perspectiva de uma liberdade mais plena, a do Sábado eterno (Heb 4, 9-10). O repouso consente aos homens recordar e reviver as obras de Deus, da criação à redenção, e reconhecerem-se a si próprios como obra do mesmo Deus (Ef 2, 10), dar-Lhe graças pela própria vida e subsistência, a Ele, que é seu autor ».

(211) Cf. Propositio 10.

(212) Cf. Ibid., 10.

(213) Cf. Bento XVI, Discurso aos bispos da Conferência Episcopal do Canadá-Quebec em Visita ad limina Apostolorum (11 de Maio de 2006): L'Osservatore Romano (ed. port. de 20/V/2006), 227.

(214) N. 10: AAS 71 (1979), 414-415.

(215) Bento XVI, Audiência Geral de 29 de Março de 2006: L'Osservatore Romano (ed. port. de 01/IV/2006), 152.

(216) Propositio 39.

(217) Cf. Relatio post disceptationem, 30: L'Osservatore Romano (ed. port. de 19/XI/2005), 662.

(218) Cf. Conc. Ecum. Vat. II, Const. dogm. sobre a Igreja Lumen gentium, 39-42.

(219) Cf. João Paulo II, Exort. ap. pós-sinodal Christifideles laici (30 de Dezembro de 1988), 14.16: AAS 81 (1989), 409-413.416-418.

(220) Cf. Propositio 39.

(221) Cf. Ibid., 39.

(222) Pontifical Romano – Ordenação do Bispo, dos Presbíteros e Diáconos: Rito da Ordenação do Presbítero, n. 150.

(223) Cf. João Paulo II, Exort. ap. pós-sinodal Pastores dabo vobis (25 de Março de 1992), 19-33.70-81: AAS 84 (1992), 686-712. 778-800.

(224) Propositio 38.

(225) Propositio 39; cf. João Paulo II, Exort. ap. pós-sinodal Vita consecrata (25 de Março de 1996), 95: AAS 88 (1996), 470-471.

(226) Código de Direito Canónico, cân. 663-§ 1.

(227) Cf. João Paulo II, Exort. ap. pós-sinodal Vita consecrata (25 de Março de 1996), 34: AAS 88 (1996), 407-408.

(228) Carta enc. Veritatis splendor(6 de Agosto de 1993), 107: AAS 85 (1993), 1216-1217.

(229) Bento XVI, Carta enc. Deus caritas est (25 de Dezembro de 2005), 14: AAS 98 (2006), 229.

(230) Cf. João Paulo II, Carta enc. Evangelium vitæ (25 de Março de 1995): AAS 87 (1995), 401-522; Bento XVI, Discurso à Pontifícia Academia para a Vida (27 de Fevereiro de 2006): AAS 98 (2006), 264-265.

(231) Cf. Congr. para a Doutrina da Fé, Nota doutrinal sobre algumas questões relativas à participação e comportamento dos católicos na vida política (24 de Novembro de 2002): AAS 95 (2004), 359-370.

(232) Cf. Propositio 46.

(233)Homilia (24 de Abril de 2005): AAS 97 (2005), 711.

(234) Propositio 42.

(235) Cf. O martírio de Policarpo15, 1: PG 5, 1039.1042.

(236) Santo Inácio de Antioquia, Epístola aos Romanos 4, 1: PG 5, 690.

(237) Cf. Conc. Ecum. Vat. II, Const. dogm. sobre a Igreja Lumen gentium, 42.

(238) Cf. Propositio 42; Congr. para a Doutrina da Fé, Decl. sobre a unicidade e universalidade salvífica de Jesus Cristo e da Igreja Dominus Iesus (6 de Agosto de 2000), 13-15: AAS 92 (2000), 754-755.

(239) Cf. Propositio 42.

(240) Bento XVI, Carta enc. Deus caritas est (25 de Dezembro de 2005), 18: AAS 98 (2006), 232.

(241) Ibid., 14: o.c., 228-229.

(242) Durante a assembleia sinodal ouvimos, comovidos, testemunhos muito significativos sobre a eficácia deste sacramento na obra de pacificação. A tal respeito, afirma-se na Propositio49: « Graças às celebrações eucarísticas, povos em conflito puderam reunir-se ao redor da palavra de Deus, ouvir o seu anúncio profético da reconciliação através do perdão gratuito, receber a graça da conversão que permite a comunhão no mesmo pão e no mesmo cálice ».

(243) Cf. Propositio 48.

(244) Bento XVI, Carta enc. Deus caritas est (25 de Dezembro de 2005), 28: AAS 98 (2006), 239.

(245) Propositio 48.

(246) Bento XVI, Discurso ao Corpo Diplomático acreditado junto da Santa Sé (9 de Janeiro de 2006): AAS 98 (2006), 127.

(247) Ibid.: o.c., 127.

(248) Cf. Propositio 48.A este respeito, revela-se muito útil o Compêndio da Doutrina Social da Igreja.

(249) Cf. Propositio 43.

(250) Cf. Propositio 47.

(251) Cf. Propositio 17.

(252) Acta ss. Saturnini, Dativi et aliorum plurimorum martyrum in Africa 7, 9, 10: PL8, 707.709-710.

(253) Carta enc. Ecclesia de Eucharistia (17 de Abril de 2003), 53: AAS 95 (2003), 469.

(254) Oração Eucarística I (Cânone Romano).

(255) Propositio 50.

(256) Cf. Bento XVI, Homilia no 40º aniversário do encerramento do Concílio Vaticano II e solenidade da Imaculada Conceição (8 de Dezembro de 2005): AAS 98 (2006), 15. 

 

© Copyright 2007 - Libreria Editrice Vaticana



 
1   2   3   4   5   6


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal