Santas missões populares cantos 1 o profeta



Baixar 218.26 Kb.
Página2/3
Encontro29.07.2016
Tamanho218.26 Kb.
1   2   3

31 – HÁ UM BARCO ESQUECIDO
1. Há um barco esquecido na praia: já não leva ninguém a pescar;
é o barco de André e de Pedro, que partiram pra não mais voltar.
Quantas vezes partiram seguros, enfrentando os perigos do mar:
era chuva, era noite, era escuro, mas os dois precisavam pescar

De repente aparece Jesus, pouco a pouco se acende uma luz.
É preciso pescar diferente, que o povo já sente que o tempo chegou!
E partiram, sem mesmo pensar nos perigos de profetizar.
Há um barco esquecido na praia, um barco esquecido na praia (bis)



2. Há um barco esquecido na praia, já não leva ninguém a pescar;
É o barco de João e Tiago, que partiram pra não mais voltar.
Quantas vezes em tempos sombrios, enfrentando os perigos do mar,
barco e rede voltavam vazios, mas os dois precisavam pescar.

3. Quantos barcos deixados na praia; entre eles o meu deve estar:
é o barco dos sonhos que eu tinha, mas eu nunca deixei de sonhar.
Quanta vez enfrentei o perigo no meu barco de sonho a singrar!
Jesus Cristo remava comigo: eu no leme, Jesus a remar.

De repente me envolve uma luz e eu entrego o meu leme a Jesus.
É preciso pescar diferente, que o povo já sente que o tempo chegou!
E partimos pra onde ele quis: tenho cruzes, mas vivo feliz.
Há um barco esquecido na praia um barco esquecido na praia (bis).
32 – INDO E VINDO
Indo e vindo, trevas e luz.
Tudo é graça, Deus nos conduz.
33 – JESUS CRISTO ME DEIXOU INQUIETO
Jesus Cristo me deixou inquieto nas palavras que ele proferiu.

Nunca mais eu pude olhar o mundo, sem sentir aquilo que Jesus sentiu. (bis)


1. Eu vivia tão tranquilo e descansado e pensava ter chegado ao que busquei.
Muitas vezes proclamei extasiado, que ao seguir a lei de Cristo, eu me salvei. 
Mas depois que meu Senhor passou, nunca mais meu coração se acomodou.

 
2. Minha vida que eu pensei realizada, esbanjei como semente em qualquer chão.
Pouco a pouco, ao caminhar na longa estrada, percebi que havia tido uma ilusão.
Mas depois que meu Senhor passou, ilusão e comodismo se acabou.


3. Hoje quando vou andando pela vida, encontrando a minha gente a me esperar.
Já não canso e nem reclamo da subida, pois entendo que é preciso caminhar.
Coração daquele que tem fé vai mais longe, bem mais longe que seu pé.
34 – JOVEM MISSIONÁRIO, SEMPRE SOLIDÁRIO
Jovem missionário, sempre solidário, levando amor.
Jovem missionário, sempre solidário, eu sou (bis)

1. Ajudar o irmão é nossa missão, Jesus nos ensinou. Amai-vos uns aos outros Ele nos mandou!

2. Fazer sempre o bem sem olhar a quem, Samaritano fez; vamos fazer o mesmo, agora é nossa vez!
3. Missionário é assim tem sempre que agir, não deixa pra depois. Um mundo diferente, irá construir!
35 – MÃE DO CÉU MORENA
Mãe do Céu morena, Senhora da América Latina,
De olhar e caridade tão divina, de cor igual a cor de tantas raças.
Virgem tão serena, Senhora destes povos tão sofridos,
patrona dos pequenos e oprimidos, derrama sobre nós as tuas graças.

1. Derrama sobre os jovens tua luz, aos pobres vem mostrar o teu Jesus,
Ao mundo inteiro traz o teu amor de Mãe. Ensina quem tem tudo a partilhar,

ensina quem tem pouco a não cansar e faz o nosso povo caminhar em paz.

2. Derrama a esperança sobre nós, Ensina o povo a não calar a voz,
Desperta o coração de quem não acordou.
Ensina que a justiça é condição de construir um mundo mais irmão,
e faz o nosso povo conhecer Jesus.
36 – NEGRA MARIAMA
Negra Mariama, Negra Mariama chama. (Bis)

1. Negra Mariama chama para enfeitar
o andor porta estandarte, para ostentar.
A imagem Aparecida em nossa escravidão,
com o rosto dos pequenos, cor de quem é irmão.

2. Negra Mariama chama pra cantar,
que Deus uniu os fracos, pra se libertar.
E derrubou dos tronos latifundiários,
que escravizavam, pra se regalar.

3. Negra Mariama chama pra dançar,
saravá esperança até o sol raiar.
No samba está presente o sangue derramado,
o grito e o silêncio dos martirizados.

4. Negra Mariama chama pra lutar
em nossos movimentos, sem desanimar.
Levanta a cabeça dos espoliados,
nossa companheira chama pra avançar.
37 – NEGRO NAGÔ
1. Eu vou tocar minha viola; eu sou um negro cantador.
O negro canta, deita e rola, lá na senzala do Senhor.
Dança aí, negro nagô! (4)
Oh oh oh

2. Tem que acabar com essa história, de negro ser inferior.
O negro é gente e quer escola, quer dançar samba e ser doutor.

3. O negro mora em palafita, não é culpa dele, não.
A culpa é da abolição, que veio e não o libertou.
4. Vou botar fogo no engenho aonde o negro apanhou.
O negro é gente como outro: quer ter carinho e ter amor.
38 – O POVO DE DEUS NO DESERTO ANDAVA
1. O povo de Deus no deserto andava, 
mas à sua frente Alguém caminhava.
O povo de Deus era rico de nada,
só tinha a esperança e o pó da estrada.
Também sou teu povo, Senhor, e estou nessa estrada.
Somente a Tua graça me basta e mais nada. (bis)

2. O povo de Deus também vacilava;
ás vezes custava a crer no amor.
O povo de Deus, chorando, rezava
pedia perdão e recomeçava.

Também sou teu povo Senhor, e estou nessa estrada.
Perdoa se às vezes não creio em mais nada. (bis)

3. O povo de Deus também teve fome
e Tu lhe mandaste o pão lá do céu.
O povo de Deus, cantado deu graças;
louvou Teu amor, Teu amor que não passa.
Também sou teu povo Senhor, E estou nessa estrada.
Tu és alimento na longa jornada. (bis)

4. O povo de Deus ao longe avistou
A terra querida que o amor preparou.
O povo de Deus corria e cantava
E nos seus louvores Teu poder proclamava. 
Também sou teu povo Senhor, e estou nessa estrada.
Cada dia mais perto da terra esperada. (bis)
39 – O SENHOR ME CHAMOU A TRABALHAR
1. O Senhor me chamou a trabalhar, a messe é grande ceifar.

A Ceifar, o Senhor me chamou, Senhor, aqui estou!

Vai trabalhar pelo mundo afora! Eu estarei até o fim contigo!

Está na hora, o Senhor me chamou. Senhor, aqui estou!


2. Dom de amor é a vida entregar, falou Jesus e assim o fez.

Dom de amor é a vida entregar, chegou a minha vez!
3. Todo o bem que na terra alguém fizer, Jesus no céu vai premiar.

Cem por um, já na terra ele vai dar, no céu vai premiar!

4. Teu irmão a tua porta vem bater, não vai fechar o teu coração.

Teu irmão ao teu lado vem sofrer, vai logo socorrer!
40 – OS CRISTÃOS TINHAM TUDO EM COMUM
Os cristãos tinham tudo em comum,
Dividiam seus bens com alegria.
/: Deus espera que os dons de cada um
se repartam com o amor no dia a dia (bis)

1 Deus criou este mundo para todos,
quem tem mais é chamado a repartir,
com os outros o pão, a instrução
e o progresso, fazer o irmão sorrir.

2. Mas acima de alguém que tem riquezas,
está o homem que cresce ao seu valor,
e liberto caminha pra Deus,
repartindo com todos o amor.

3. No desejo de sempre repartirmos,
nossos bens, elevemos nossa voz,
ao trazer o pão e vinho para o altar
em quem Deus vai se dar a todos nós.
41 – PELAS ESTRADAS DA VIDA
1. Pelas estradas da vida, nunca sozinho estás,
Contigo pelo caminho, Santa Maria vai.


Ó vem conosco, vem caminhar, Santa Maria vem.
2. Mesmo que digam os homens, “tu nada podes mudar”,
luta por um mundo novo de unidade e paz.
3. Se pelo mundo os homens, sem conhecer-se vão,
não negues nunca a tua mão a quem te encontrar.

4. Se parecer tua vida inútil caminhar,

Pensa que abres caminho, outros te seguirão.
42 – PELOS CAMINHOS DA AMÉRICA
Pelos caminhos da América,
Pelos caminhos da América,
Pelos caminhos da América, 
Latino América.



1. Pelos caminhos da América há tanta dor, tanto pranto,

nuvens, mistérios, encantos que envolvem nosso caminhar.
Há cruzes beirando a estrada, pedras manchadas de sangue,
apontando como setas, que a liberdade é pra lá.
2. Pelos caminhos da América há monumentos sem rosto
heróis pintados, mau gosto, livros de história sem cor.
Caveiras de ditadores, soldados tristes, calados, 
com esbugalhados, vendo avançar o amor, ô, ô.


3. Pelos caminhos da América há mães gritando, qual loucas,
antes que fiquem tão roucas, digam onde acharão,
seus filhos mortos, levados na noite da tirania.
Mesmo que matem o dia, elas jamais calarão.


4. Pelos caminhos da América, no centro do continente,
marcham punhados de gente, com a vitória da mão.
Nos mandam sonhos, cantigas, em nome da liberdade.
Com o fuzil da verdade, combatem firme o dragão.


5. Pelos caminhos da América, bandeiras de um novo tempo,
Vão semeando, ao vento, frases teimosas de paz.
Lá na mais alta montanha, há um pau d'arco florido:
um guerrilheiro querido, que foi buscar o amanhã.


6. Pelos caminhos da América há um índio tocando flauta,
recusando a velha pauta, que o sistema lhe impôs.
No violão um menino e um negro tocam tambores.
Há sobre a mesa umas flores, pra festa que vem depois.
43 – PELOS PRADOS E CAMPINAS
1. Pelos prados e campinas verdejantes, eu vou.
É o Senhor que me leva a descansar.
Junto às fontes de águas puras, repousantes, eu vou,
minhas forças o Senhor vai animar!

Tu és, Senhor, o meu pastor
Por isso nada em minha vida faltará (bis).

2. Nos caminhos mais seguros, junto d'Ele, eu vou.
E pra sempre o Seu nome eu honrarei.
Se eu encontro mil abismos nos caminhos, eu vou.
Segurança sempre tenho em suas mãos!

3. Ao banquete, em sua casa, muito alegre, eu vou.
Um lugar em Sua mesa me preparou.
Ele unge minha fronte e me faz ser feliz,
e transborda a minha taça em Seu amor!

4. Com alegria e esperança caminhando, eu vou.

Minha vida está sempre em suas mãos.

E na casa do Senhor eu irei habitar.

Este canto para sempre irei cantar!
44 – QUANDO O DIA DA PAZ RENASCER
1. Quando o dia da paz renascer, quando o sol da esperança brilhar, eu vou

Cantar! Quando o povo nas ruas sorrir, e a roseira de novo florir, eu vou cantar!

Quando as cercas caírem no chão, quando as mesas se encherem de pão, eu vou cantar!

Quando os muros que cercam os jardins, destruídos então os jasmins, vão perfumar!




Vai ser tão bonito se ouvir a canção, cantada, de novo.

No olhar do homem a certeza do irmão. Reinado, do povo.

2. Quando as armas da destruição, destruídas em cada nação, eu vou sonhar!

E o decreto que encerra a opressão, assinado só no coração, vai triunfar!

Quando a voz da verdade se ouvir, e a mentira não mais existir, será enfim,

tempo novo de eterna justiça, sem mais ódio, sem sangue ou cobiça, vai ser assim!
45 – QUEM É QUE VAI?
Quem é que vai? Quem é que vai?

Quem é que vai nessa barca de Jesus? Quem é que vai?

Eu vou, eu vou. (bis)
1. Tem muita gente esperando por você!

A caminhar esperando por você!

Todos cantando esperando por você!

Juntos com Jesus esperando por você!

E tem lugar esperando por você!

Para sentar esperando por você!

A barca está esperando por você!

Para partir esperando por você!


2. Jesus está esperando por você!

Com um sorriso esperando por você!

A caminhar esperando por você!

Na multidão esperando por você!

A sua mão esperando por você!

A acenar esperando por você!

Chamando, vem esperando por você!

De coração esperando por você!


46 – QUERO OUVIR TEU APELO SENHOR
1. Quero ouvir teu apelo, Senhor; ao teu chamado de amor e responder.

Na alegria te quero servir, e anunciar o teu reino de amor.


E pelo mundo eu vou. Cantando o teu amor,
pois disponível estou para servir-te, Senhor. (bis)

2. Dia a dia, tua graça me dás; nela se apoia o meu caminhar.

Se estás ao meu lado, Senhor, o que, então, poderei eu temer?


47 – SE CALAREM A VOZ DOS PROFETAS
1. Se calarem a voz dos profetas, as pedras falarão.
Se fecharem os poucos caminhos, mil trilhas nascerão.
Muito tempo não dura a verdade,
nestas margens estreitas demais.
Deus criou o infinito pra vida ser sempre mais!


É Jesus este Pão de igualdade, viemos pra comungar.
Com a luta sofrida de um povo, que quer, ter voz , ter vez, lugar.
Comungar é tornar-se um perigo, viemos pra incomodar.
Com a fé e a união nossos passos um dia vão chegar!

2. O Espírito é vento incessante que nada há de prender.
Ele sopra até no absurdo, que a gente não quer ver.
3. No banquete da festa de uns poucos, só rico se sentou.
Nosso Deus fica ao lado dos pobres, colhendo o que sobrou.

4. O poder tem raízes na areia, o tempo faz cair:


União é a rocha que o povo usou pra construir.
48 – SE OUVIRES A VOZ DO VENTO
1. Se ouvires a voz do vento, chamando sem cessar;
se ouvires a voz do tempo, mandando esperar:

A decisão é tua, a decisão é tua.


São muitos os convidados,
quase ninguém tem tempo.

2. Se ouvires a voz de Deus, chamando sem cessar;
Se ouvires a voz do mundo, querendo te enganar,

A decisão é tua, a decisão é tua.
3. O trigo já se perdeu, cresceu, ninguém colheu.
E o mundo passando fome, passando fome de Deus.

A decisão é tua, a decisão é tua.
49 – SEJA BEM VINDO, OLELÊ
Seja bem-vindo olelê! Seja bem-vindo olalá! /: Paz e bem pra você que veio participar.
Um abraço dado de bom coração É como uma benção de Deus para o irmão!
50 – SOMOS GENTE NOVA (Baião das Comunidades)
Somos gente nova vivendo a união
Somos povo semente de uma nova nação ê, ê
Somos gente nova vivendo o amor
Somos comunidade, povo do senhor, ê, ê. (bis)

1. Vou convidar os meus irmãos trabalhadores


operários, lavradores, biscateiros e outros mais.
E juntos vamos celebrar a confiança
nessa luta na esperança de ter terra, pão e paz, ê, ê.

2. Vamos convidar os índios que ainda existem


os povos que ainda insistem no direito de viver.
E juntos vamos reunidos na memória
Celebrar uma vitória que vai ter que acontecer, ê, ê.

3. Convido os negros, irmãos no sangue e na sina,


seu gingado nos ensina a dança da redenção.
De braços dados, no terreiro da irmandade
vamos sambar de verdade enquanto chega a razão, ê, ê

4. Vamos chamar Oneide, Rosa, Ana Maria,


A mulher que noite e dia luta e faz nascer o amor.

E reunidos no altar da liberdade vamos cantar de verdade,

vamos pisar sobre a dor, ê, ê.
5. Vou convidar a criançada e a juventude.
Tocadores, me ajudem, vamos cantar por aí.
O nosso canto vai encher todo o país,
velho vai dançar feliz; quem chorou vai ter que rir, ê, ê.

6. Desempregados, pescadores, desprezados


e os marginalizados, venham todos se ajuntar
à nossa marcha para a nova sociedade.
Quem nos ama de verdade pode vir, tem um lugar, ê, ê.

51 – SOU BOM PASTOR
Sou bom pastor ovelhas guardarei
Não tenho outro oficio nem terei
Quanta vida eu tiver eu lhes darei

1. Maus pastores, num dia de sombra
não cuidaram e o rebanho se perdeu.
Vou sair pelo campo reunir o que é meu
conduzir e salvar.
52 – TE AJOELHA MISSIONÁRIO
1. Te ajoelha missionário, é hora de oração.

Pai, Filho, Espírito Santo, faz o sinal do cristão.


2. Te ajoelha missionário, é hora de adorar.

Jesus Cristo missionário é quem vai te abençoar.


3. Te levanta missionário, tira o joelho do chão.

Seja todo abençoado, segue em frente na missão.


4. Vai em frente missionário, não medir tua jornada.

O Espírito de Deus é quem ilumina a caminhada.


53 – TODA BÍBLIA É COMUNICAÇÃO
Toda bíblia é comunicação
De um Deus amor, de um Deus irmão.
É feliz quem crê na revelação,
Quem tem deus no coração.

1. Jesus cristo é a palavra, pura imagem de Deus Pai.


Ele é vida e verdade, a suprema caridade.
2. Os profetas sempre mostram a verdade do senhor.
Precisamos ser profetas para o mundo ser melhor.
3. Nossa fé se fundamenta na palavra dos apóstolos.
João, Mateus, Marcos e Lucas transmitiam essa fé.

4. Vinde a nós, ó Santo Espírito, venha nos iluminar.


A palavra que nos salva, nós queremos conservar.
54 – TU ÉS MINHA VIDA, OUTRO DEUS NÃO HÁ
1. Tu és minha vida, outro Deus não há.
Tu és minha estrada, a minha verdade.
Em tua Palavra eu caminharei,
enquanto eu viver e até quando Tu quiseres.
Já não sentirei temor, pois, estás aqui. Tu estás no meio de nós.

2. Creio em Ti, Senhor, vindo de Maria,
Filho eterno e Santo, homem como nós.
Tu morreste por amor, vivo estás em nós
Unidade Trina com o Espírito e o Pai, e um dia eu bem sei:

tu retornarás, e abrirás o Reino dos Céus!

3. Tu és minha força, outro Deus não há!
Tu és minha paz, minha liberdade.
Nada nesta vida nos separará.
Em tuas mãos seguras minha vida guardarás.
Eu não temerei o mal, tu me livrarás, e no teu perdão viverei!

4. Ó, Senhor da vida, creio sempre em Ti!
Filho Salvador, eu espero em Ti!
Santo Espírito de Amor: desce sobre nós!
Tu, de mil caminhos, nos conduzes a uma fé,
e por mil, estradas onde andarmos nós, qual semente nos levarás!
55 – TUA PALAVRA É LÂMPADA
Tua palavra é lâmpada para meus pés, Senhor!

Lâmpada para meus pés, Senhor!

Luz para o meu caminho. (bis)
56 – VAI, VAI MISSIONÁRIO
Vai, vai missionário do Senhor,

vai trabalhar na messe com ardor!

Cristo também chegou para anunciar!

Não tenhas medo de evangelizar!
1. Chegou a hora de mostrarmos quem é Deus,

à América Latina e aos sofridos povos seus.

Que passam fome, labutam, se condoem,

mas acreditam na libertação.

2. Ai daqueles que massacram o pobre,

vivendo mui tranquilos, ocultando a exploração,

enquanto o irmão à sua porta vem bater,

implorando piedade, água e pão.


3. Ai daqueles que promovem a guerra,

semeando discórdias, injustiças e rancor.

Um mundo novo nós vamos construir,

na unidade, na paz e no amor.


4. Se és cristão, és também comprometido,

chamado foste tu e também foste escolhido,

pra construção do Reino do Senhor!

Vai, meu irmão, sem reserva e sem temor!


57 – VEM ESPÍRITO SANTO
Vem, Espírito Santo, vem, vem iluminar.


1. Nossos caminhos, vem iluminar.
Nossas ideias, vem iluminar.
Nossas angústias, vem iluminar.
As incertezas, vem iluminar.


2. Toda a Igreja, vem iluminar.
A nossa vida, vem iluminar.
Nossas famílias, vem iluminar.
Toda a terra, vem iluminar.
58 – VEM MARIA VEM
Vem Maria, vem, vem nos ajudar,

neste caminhar, tão difícil, rumo ao Pai. (bis)
1. Vem, querida Mãe, nos ensinar 
a ser testemunhas do amor
Que fez do teu Corpo sua morada
que se abriu pra receber o Salvador.

2. Nós queremos, ó Mãe, responder 


ao amor do Cristo Salvador.

Cheios de ternura colocamos confiantes

em tuas mãos esta oração.




Compartilhe com seus amigos:
1   2   3


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal