Silves Terra De Mistérios e tradições Índice



Baixar 66.23 Kb.
Encontro27.07.2016
Tamanho66.23 Kb.

CLC – Cultura, Comunicação e Média

Formador: Vítor Dourado



Silves

Terra

De

Mistérios

E

Tradições
Índice
Introdução 3
Localização Geográfica 4
História 5
Lenda 5
Património 6
Cultura 7
Artesanato 8
Gastronomia 9
Restaurantes 10
Alojamento 10
Lazer 11
Contactos 12
Conclusão 13
Netografia 14

Introdução
Silves é uma cidade portuguesa no Distrito de Faro, região e sub-região do Algarve, com cerca de 10 800 habitantes, já foi capital do Algarve, mas perdeu esse estatuto.

Surge sobre um estupendo vale, por onde se erguem as suas casas tradicionais, é uma cidade que faz parte do roteiro turístico de qualquer visitante. Dado o seu crescimento económico e urbanístico,  fica provado que mesmo em plena serra algarvia se pode encontrar um local rico pela sua oferta quer a nível de monumentos, quer a nível de animação e lazer.


A sua oferta de alojamento e restauração, o seu festival conhecido a nível nacional, os espaços para espectáculos, como a Fábrica do Inglês, permitem ao visitante um vasto número de opções para se divertir ou mesmo apenas descansar.
Ainda consegue surpreender pela beleza do rio que percorre toda a baixa de Silves e que permite o deslumbramento de um tranquilo fim de tarde.

Localização Geográfica


O município é limitado a norte pelo município de Ourique, a nordeste por Almodôvar, a leste por Loulé, a sueste por Albufeira, a sudoeste por Lagoa, a oeste por Portimão e Monchique, a noroeste por Odemira e a sul tem litoral no oceano Atlântico.



História

Em 713 A.C., a cidade de Silves foi conquistada por Abd – Al – Aziz e permaneceu sob domínio islâmico até metade do século XIII, a seguir a este, Dom Paio Peres Correia reconquistou a cidade.

Ajudado pelos Cruzados que viajavam para Terra Santa, o rei Dom Sancho I reconquistou Silves em 1189 permanecendo durante cerca de 2 anos.

Silves tornou-se uma das principais zonas fortificadas com um castelo no topo da cidade.




Castelo de Silves


Lenda
Lenda da Moura Encantada

Na noite de S. João, à meia-noite, aparece na Cisterna Grande do Castelo (Cisterna chamada Mourisca) uma moura encantada, navegando sobre as águas numa barca de prata com remos de ouro e entoando hinos da sua raça. É uma princesa encantada que aguarda a chegada de um príncipe da sua fé que pronuncie as palavras necessárias para o desencanto.

Esta lenda formou-se depois da conquista Cristã e ainda hoje perdura pelos habitantes da cidade.


Património

Paços do Concelho


A construção do actual edifício da Câmara Municipal deu-se em 1884, destruindo as casas que existiam na parte setentrional da actual Praça do Município e também alguns trechos da muralha. A sua conclusão foi feita aproximadamente entre 1930 a 1935.

Edifício dos séculos XIX/XX, destaca-se o Salão Nobre, o átrio-claustro de inspiração revivalista mudéjar (mourisca) e a clarabóia vidrada que o ilumina.


Castelo de Silves
Um dos principais vestígios da arquitectura militar islâmica em Portugal e Ex-líbris da cidade é o castelo que distingue-se pelo seu avermelhado conferido pela pedra grés em que é constituído.

Foram os romanos que deram grande importância ao castelo apesar de as origens deste ser bastante remota, pois provavelmente já existia quando ali chegaram, foi este povo que o transformou em poderoso reduto. Os Árabes embelezaram-no e deram-lhe maior valor bélico.




Sé de Silves
A Sé de Silves foi iniciada em estilo gótico e concluída em estilo barroco devido ao tempo de construção, é da época do domínio muçulmano, do ano de 1189, tendo a Mesquita Maior sido convertida em cristã depois da primeira conquista portuguesa, no entanto, quando a cidade foi definitivamente conquistada, os reis de Portugal e Castela pensaram construir nesse local uma nova catedral sendo então construída no século XIII por ordem de D. Afonso III. Hoje, é um dos mais importantes templos do distrito de Faro.


Ponte Romana


A ponte possui seis arcos, muito embora possa ter começado por ser romana e seja assim conhecida, apresenta traços do período medieval, com pedra grés vermelha. O rio Arade passa por ela e desagua em Portimão



Cultura
Feira Medieval
A Feira medieval de Silves é um evento de cariz cultural, uma referência nacional que tem como objectivo, durante 9 dias, os habitantes da cidade criarem dentro das muralhas uma “cidade” dos séculos XI, XII e XIII, demonstrar o quotidiano dessa altura, trajados a rigor, com jogos da época e a utilização do xelim, moeda usada nesse tempo.

É um evento que realiza-se entre os dias 9 a 17 de Agosto.


FEIRA DO FOLAR


Realiza-se entre os dias 2 a 4 de Abril com destaque para o tradicional folar algarvio, o certame dá a conhecer ainda, outros produtos regionais e artesanais, como o pão, mel, licores, doces, medronho e enchidos, todos eles testemunhos genuínos dos sabores do concelho.



Festival da cerveja Silves

Realiza-se entre 9 a 18 de Julho com todo o tipo de variedade de cerveja e um grande leque de artistas musicais que tem como objectivo atrair os turista s que


Artesanato
Os costumes podem ser observados através de trabalhos efectuados em latão, peças de azulejo e cerâmica, as pequenas miniaturas de típicas casa algarvias, a cestaria, colchas e almofadas feitas com retalhos de pano coloridos ou dos trabalhos de empreita que ainda ocupam os artesãos de algumas freguesias e mantém vivas as antigas técnicas e tradições.

Hoje em dia, as jóias e os objectos de decoração também passaram a deter um lugar de destaque no artesanato deste concelho.




Trabalhos em cestaria

Miniatura Casa Algarvia







Cestaria


Azulejos pintados à mão



Gastronomia
Da gastronomia típica deste concelho, salienta-se o “Bacalhau Abafado, Griséus à algarvia, sopa de mariscos à antiga e as papas de milho”.

Na doçaria destacamos o Morgado de Silves.



Pratos Típicos







Bacalhau Abafado






Griséus à Algarvia






Papas de Milho



Doçaria







Morgado de Silves




Bolo delícia do Algarve




Restaurantes

Ti Teresa

Situado junto à EN 125, o restaurante Típico Ti Teresa especializa-se em pratos de cozinha regional. Um espaço com recantos, onde as portas e janelas em arco recordam as casas típicas portuguesas e onde o tijolo ainda está na moda, tem para oferecer um ambiente acolhedor onde se podem provar os sabores de Silves.




Recanto dos Mouros

A norte de Silves, a pequena localidade de Monte Branco é um miradouro natural sobre a cidade. Uma localização privilegiada que beneficia o restaurante Recanto dos Mouros, onde se pode saborear a cozinha tradicional algarvia, com os olhos postos no castelo de Silves.



Ponte Romana

Quem chega a Silves pela ponte romana sobre o rio Arade, encontra à direita o restaurante com o mesmo nome. As próprias mesas de refeição são bases de máquinas de costura adaptadas. A combinar com o ambiente, a cozinha presta homenagem à gastronomia tradicional portuguesa.



Localização

Localização

Localização

Alcantarilha
8365 Alcantarilha, Silves

Monte Branco - Silves
8300-034 SILVES

Horta da Cruz - Silves
8300 SILVES


Alojamento


Hotéis

Turismo Rural

Hotel Colina dos Mouros ***

Morada:  Edifício Colina, Rotunda Cruz de Portugal

8300– 999 Silves

Telefone:  282 340 473

Fax:  282 343 598

Website:  www.colinahotels.com



Capela das Artes

Morada:  Quinta da Cruz – Estrada Nacional 125, Alcantarilha

8300 Silves

Telefone:  282 320 200

Fax:  282 320 209

E-mai: admin@capeladasartes.com



http://www.bragancanet.pt/casadabica


Quintas




Quinta da Figueirinha

Morada: Alporchinhos,

8300-028 Silves

Telefone: 282 440 700



Quinta da Tapada do Gramacho

Morada: Tapada do Gramacho

8300 Silves

Telefone: 916 667 048





Lazer
Subida rio Arade
Subir, num pequeno barco, o Rio Arade de Portimão a Silves é uma experiência que enriquece sentidos e saber. Navegar em águas e seguir percursos que as voltas da história tornaram importantes e que, mais tarde, quase esqueceram.

Safari pelos campos


Desfrutar do interior de Silves onde a vista não alcance habitação humana, percorrer de jipe a densa área de campo que a cidade dispõe.


Museu da cortiça
Local da antiga fábrica de cortiça, criada nos fins do século XIX, onde se conserva um vasto espólio de maquinaria para a transformação da cortiça, é também um forte testemunho da importância que esta indústria teve na região, onde se produz uma das melhores cortiças do mundo.

Um museu premiado com o Prémio Museu Industrial Europeu, pela qualidade e organização do espaço.



Contactos



Inem

Telefone: 112





Farmácia

Morada: Rua 5 de Outubro, 22, 8300 Silves

Telefone: 282 442 404



Informações

Telefone: 12118





Bombeiros

Morada: Rua Cruz da Palmeira, 8300 – 131 Silves

Telefone: 282 442 411



Posto de Turismo Bragança

Morada: Avenida Cidade de Zamora, 5300-111 Bragança
Telefone: 273 381 273
E-mail: turismo@cm-braganca.pt



GNR

Morada: Rua Dr. Francisco Vieira, 3


8300-152 Silves

Telefone: 282 442 414





Conclusão

Com este trabalho, concluo que a cidade de Silves é bastante rica a nível de monumentos e vestígios de civilizações antigas como os romanos, muçulmanos, entre outros, por vezes, os habitantes das cidades ao redor não dão o devido valor. O seu espólio apresenta-se muito vasto, fruto das várias ocupações a que foi sujeita esta bela cidade.



Agradeço ao formador Vítor Dourado pela proposta de trabalho que sugeriu, pois assim fez enriquecer um pouco mais a minha cultura e também pela oportunidade de visitar os locais, monumentos por nós apresentados neste trabalho como o Castelo de Silves.

Netografia

www.cm-silves.pt

www.wikipedia.org/wiki/Silves_(Algarve)

www.portugalvirtual.pt/_tourism/algarve/silves/ptindex.html

www.silves.net

www.jf-silves.pt

Trabalho elaborado por Carlos Dimas


Curso Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho











Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal