Sozinho(Cifrada no tom Ao vivo) Tom: d intro: G7+ Em A7/4



Baixar 0.63 Mb.
Página1/6
Encontro27.07.2016
Tamanho0.63 Mb.
  1   2   3   4   5   6
Sozinho(Cifrada no tom Ao vivo)

Tom: D

Intro: G7+ Em A7/4

D6 A/C# Bm

Às vezes no silêncio da noite

Em Em/D A7

Eu fico imaginando nós dois

D6 A/C# Bm

Eu fico ali sonhando acordado

Em Em/D A7 A#o(ou 50 51 52)

Juntando o antes, o agora e o depois

Bm F#m G7+

Por que você me deixa tão solto?

Bm F#m E7/4(9)

Por que você não cola em mim?

Bm F#m G7+

Tô me sentindo muito sozinho

D6 A/C# Bm

Não sou nem quero ser o seu dono

Em Em/D A7

É que um carinho às vezes cai bem

D6 A/C# Bm

Eu tenho meus desejos e planos secretos

Em Em/D A7 A#o(ou 50 51 52)

Só abro pra você, mais ninguém

Bm F#m G7+

Por que você me esquece e some?

Bm F#m E7/4(9)

E se eu me interessar por alguém?

Bm F#m G7+

E se ela de repente me ganha?

D6


Quando a gente gosta

A/C# G7+


É claro que a gente cuida

Em


Fala que me ama

Em/D C


Só que é da boca pra fora

D

Ou você me engana



A/C# Bm G

Ou não está madura yeah, yeah, yeah, yeah, yeah

A7/4(9) D6 A7/4(9)

Onde está você agora?

D6

Quando a gente gosta



A/C# G7+

É claro que a gente cuida

Em

Fala que me ama



Em/D C

Só que é da boca pra fora

D

Ou você me engana



A/C# Bm G

Ou não está madura yeah, yeah, yeah, yeah, yeah

A7/4(9)

Onde está você agora?

*Esta música está também na seção MPB em Sandra de Sá, só que com outra harmonia

SuperBacana

Tom: C

Intro: C Eb F# A G

C G/B Am


Toda essa gente se engana

C/G F Bb7+

Ou então finge que não vê que eu nasci

A7+


Pra ser o superbacana

Bm7 E7/9 C#7/13

Eu nasci pra ser o superbacana

F#7/9 B7/13

Superbacana Superbacana

E7/9 A7+


Superbacana Super-homem

Bm7


Superflit, Supervinc

E7/9 A7+


Superhist, Superbacana

Bm7 E7/9 C#7/13

Estilhaços sobre Copacabana

F#7/9


O mundo em Copacabana

B7/13 E7/9

Tudo em Copacabana Copacabana

A7+ Bm7


O mundo explode longe, muito longe

E7/9


O sol responde

A7+


O tempo esconde

O vento espalha

Bm7 E7/9

E as migalhas caem todas sobre

C G/B Am

Copacabana me engana

C/G F Bb7+

Esconde o superamendoim

A7+

O espinafre, o biotônico



Bm7 E7/9 C#7/13

O comando do avião supersônico

F#7/9

Do parque eletrônico



B7/13

Do poder atômico

E7/9

Do avanço econômico



A7+ Bm7 E7/9

A moeda número um do Tio Patinhas não é minha

C G/B Am

Um batalhão de cowboys

C/G F Bb7+

Barra a entrada da legião dos super-heróis

A7+

E eu superbacana



Bm7 E7/9 C#7/13

Vou sonhando até explodir colorido

F#7/9

No sol, nos cinco sentidos



B7/13 E7/9 A7+

Nada no bolso ou nas mãos

Um instante, maestro

Bm7


Super-homem Supervinc

E7/9


Superflit, Superhist

A7+


Superviva, Supershell

Bm7


Superquentão

Língua

Tom: A

(A)


Gosto de sentir a minha língua roçar

A língua de Luís de Camões

Gosto de ser e de estar

E quero me dedicar

A criar confusões de prosódia

E um profusão de paródias

Que encurtem dores

E furtem cores como camaleões

Gosto do Pessoa na pessoa

Da rosa no Rosa

E sei que a poesia está para a prosa

Assim como o amor está para a amizade

E quem há de negar que esta lhe é superior

E quem há de negar que esta lhe é superior

E deixa os portugais morrerem à míngua

Minha pátria é minha língua

Fala Mangueira

Fala!


E |--

S |D A7


T | Flor do Lácio Sambódromo

R |D B7


I |Lusamérica latim em pó

B | E7


I |O que quer

L |o que pode

H | Eb7/9

O |Esta língua

(3X)|--

(A)


Vamos atentar para a sintaxe paulista

E o falso inglês relax dos surfistas

Sejamos imperialistas

Cadê? Sejamos imperialistas

Vamos na velô da dicção choo de Carmem Miranda

E que o Chico Buarque de Hollanda resgate

E Xeque-mate, explique-nos Luanda

Ouçamos com atenção os deles e os delas da TV Globo

Sejamos o lobo do lobo do homem

Sejamos o lobo do lobo do homem

Adoro nomes

Nomes em Ã

De coisa como rã e ímã...

Nomes de nomes como Scarlet Moon Chevalier

Glauco Mattoso e Arrigo Barnabé, Maria da Fé

Arrigo Barnabé

ESTRIBILHO

(A)


Incrível

É melhor fazer uma canção

Está provado que só é possível filosofar em alemão

Se você tem uma idéia incrível

É melhor fazer uma canção

Está provado que só é possível

Filosofar em alemão

Blitz quer dizer corisco

Hollywood quer dizer Azevedo

E o recôncavo, e o recôncavo, e o recôncavo

Meu medo!

3|--


V| (A)

E|A língua é minha Pátria

Z|E eu não tenho Pátria: tenho mátria

E|Eu quero frátria

S|--

(C/A G/A D/A D A)



Poesia concreta e prosa caótica

Ótica futura

Samba-rap, chic-left com banana

Será que ele está no Pão de Açúcar

Tá craude brô, você e tu lhe amo

Qué que'u faço, nego?

Bote ligeiro

Nós canto falamos como quem inveja negros

Que sofrem horrores no Gueto do Harlem

Livros, discos, vídeos à mancheia

E deixa que digam, que pensem,

que falem.

 

Alexandre

Tom: C

Intro: C Bb C

 

F C Bb C



Ele nasceu no mês do leão, sua mãe uma bacante

F C Bb C

E o rei seu pai, um conquistador tão valente

F C Bb C

Que o príncipe adolescente pensou que já nada restaria

F C Bb C

Pra, se ele chegasse a rei, conquistar por si só.

F C Bb C

Mas muito cedo ele se revelou um menino extraordinário:

F C Bb C

O corpo de bronze, os olhos cor de chuva e os cabelos cor de sol.

Dm |


Alexandre, |

Bb | refrão

De Olímpia e Felipe o menino nasceu, mas ele aprendeu | 2x

Dm C |


Que o seu pai o raio que veio do céu

(F C Bb C )

Ele escolheu seu cavalo Por parecer indomável

E pôs-lhe o nome Bucéfalo ao domina-lo

Para júbilo, espanto e escândalo do seu próprio pai

(F C Bb C )

Que contratou para seu perceptor um sábio de Estagira

Cuja a cabeça sustenta ainda hoje o Ocidente

O nome Aristóteles - nome Aristóteles - se repetiria

Desde esses tempos até nossos tempos e além.

Ele ensinou o jovem Alexandre a sentir filosofia

Pra que mais que forte e valente chegasse ele a ser sábio também.

refrão

(F C Bb C )



Ainda criança ele surpreendeu importantes visitantes

Vindos como embaixadores do Império da Pérsia

Pois os recebeu, na ausência de Felipe, com gestos elegantes

De que o rei, seu próprio pai, não seria capaz.

Em breve estaria ao lado de Felipe no campo de batalha

E assinalaria seu nome na história entre os grandes generais.

refrão

(F C Bb C )



Com Hefestião, seu amado

Seu bem na paz e na guerra,

Correu em honrra de Pátroclo

- os dois corpos nus -

Junto ao túmulo de Aquiles,o héroi enamorado, o amor

(F C Bb C )

Na grande batalha de Queronéia, Alexandre destruía

A esquadra Sagrada de Tebas, chamada e Invencível.

Aos dezesseis anos, só dezesseis anos, assim já exibia

Toda a amplidão da luz do seu gênio militar.

Olímpia incitava o menino dourado a afirma-se

Se Felipe deixava a família da mãe de outro filho dos seus se insinuar.

refrão

(F C Bb C )



Feito rei aos vinte anos

Transformou a Macedônia,

Que era um reino periférico, dito bárbaro

Em esteio do helenismo e dois gregos, seu futuro, seu sol

(F C Bb C )

O grande Alexandre, o Grande, Alexandre

Conquistou o Egito e a Pérsia

Fundou cidades , cortou o nó górdio, foi grande;

Se embriagou de poder, alto e fundo, fundando o nosso mundo,

Foi generoso e malvado, magnânimo e cruel;

Casou com uma persa, misturando raças, mudou-nos terra, céu e mar,

Morreu muito moço, mas antes impôs-se do Punjab a Gilbraltar.

refrão

 

Coração Vagabundo



Tom: Gm7

Gm7 A7


Meu coração não se cansa

Am7(b5)


De ter esperança

D7(b9) Gm7 G7(b9)

De um dia ser tudo o que quer

G7(b5) Cm7(9)

Meu coração de criança

A7(13)


Não é só a lembrança

A7(b13) Am7 D7(b9)

De um vulto feliz de mulher

Gm7 A7


Que passou por meu sonho

Am7(b5)


Sem dizer adeus

D7(b9)


E fez dos olhos meus

G7 G7(b9)

Um chorar mais sem fim

Cm7 F7 Bb7

Meu coração vagabundo

Eb7(9) Eº

Quer guardar o mundo

Ebº Dm6 Dº

Em mim

Cm7 F7 Bb7



Meu coração vagabundo

Eb7(9) Eº

Quer guardar o mundo

Ebº Gm7


Em mim

Gente

Tom: C

 

C



Gente olha pro céu

Bm5-/7 E7

Gente quer saber o um

Am7


Gente é o lugar

G7 C7


De se perguntar o um

Ab

Das estrelas se perguntarem



Cm

se tantas são

Ab

Cada, estrela se espanta



G7/4 G7

à própria explosão

G

Gente é muito bom



Bm5-/7 E7

Gente deve ser o bom

Am7

Tem de se cuidar



G7 C7

De se respeitar o bom

Ab

Está certo dizer que estrelas



Cm

estão no olhar

Ab

De alguém que o amor te elegeu



G7/4 G7

pra amar


C

Marina, Bethânia, Dolores,

F

Renata, Leilinha,



F#º

Suzana, Dedé

C/G Ab

Gente viva, brilhando estrelas



C

na noite


Gente quer comer

Bm5-/7 E7

Gente que ser feliz

Am7 G7 C7

Gente quer respirar ar pelo nariz

Ab

Não, meu nego, não traia nunca



Cm

essa força não

Ab

Essa força que mora em seu



  G4/7 G7

coração


C

Gente lavando roupa

Bm5-/7 E7

amassando pão

Am7

Gente pobre arrancando a vida



G7 C7

com a mão

Ab

No coração da mata gente quer



Cm

prosseguir

Ab

Quer durar, quer crescer,



G7/4 G7

gente quer luzir

C

Rodrigo, Roberto, Caetano,



F

Moreno, Francisco,

F#º

Gilberto, João



C/G

Gente é pra brilhar,

Ab C

não pra morrer de fome



Gente deste planeta do céu

Bm7/5- E7

de anil

Am7


Gente, não entendo gente nada

G7 C7


nos viu

Ab

Gente espelho de estrelas,



Cm

reflexo do esplendor

Ab

Se as estrelas são tantas,



G7/4 G7

só mesmo o amor

C

Maurício, Lucila, Gildásio,



F

Ivonete, Agripino,

F#º

Gracinha, Zezé



C/G Ab

Gente espelho da vida,

C

doce mistério



 

Lindeza

Tom: A7M

 

A7M F#m7 C#m7(b5)



Coisa linda é mais que uma idéia louca

F#7(b13) Bm7

Ver-te ao alcance da boca

E7 F#m7 Bm7---E7(b9)

Eu nem posso acreditar

A7M F#m7 C#m7(b5)

Coisa linda minha humanidade cresce

F#7(b13) Bm7

Quando o mundo te oferece

E7 Em7 A7

e enfim te das tens lugar

D7M Dm7


promessa e felicidade ,festa da vontade

C#m7 F#7(b13)

nítido farol, sinal

B7(9) B7(9) Bm7 E7

novo sob o sol , vida mais real

A7M F#m7 C#m7(b5)

Coisa linda, lua lua lua lua

F#7(b13) Bm7 E7 F#m7 Bm7---E7(b9)

Sol palavra danca lua ,pluma tela petala

A7M F#m7 C#m7(b5)

Coisa linda, desejante desde sempre

F#7(b13) Bm7 E7 F#m7 Bm7---E7(b9)

ter-te agora um dia e sempre , uma alegria pra sempre

 

luz do sol



Tom: Bb

Intro: Bb7+ Eb7+/9 Dm7/9 Cm7 Eb/F F7/9-

 

Bb7+ Ab/Bb



luz do sol

Eb7+/9 Ab7/13

que a folha traga e traduz

Dm7/9 G7/11+

em verde de novo

Gb7+ Bb7+ Eb7+/9 Db7+/9 Gb7+

em folha, em graça , em vida em força, em luz

Bb7+ Ab/Bb Eb5+/7+ Eb7+ Ab7/13

céu azul que venha até onde os pés

Dm7/9 G7/11+ Gb7+ Bb7+ Ab/Bb

tocam na terra e a terra inspira e exala seus azuis

Eb7+/9


reza, reza o rio ,

Ebm6/9 Bb7+

córrego pro rio, rio pro mar

Eb7+/9 Ebm6/9 Eb7+

reza correnteza , roça a beira a doura areia

Am5-/7


marcha um homem sobre o chão

D7/9 Gm7


leva no coração uma ferida acesa

Cm7/9


dono do sim e do não

Eb/f F7/9 Bb7+

diante da visão da infinita beleza

Em5-/7 A5+/7 Dm7+/9 Dm7/9

finda por ferir com a mão essa delicadeza coisa mais querida

c7/9 Bb/d Eb7+ Em5-/7 Eb/f F7/9-

a gló.....ria da vida

Bb7+ Ab/Bb

luz do sol

Eb7+/9 Ab7/13

que a folha traga e traduz

Dm7/9 G7/11+

em verde de novo

Gb7+ E7+ DB6/9 Ab/Bb (solo- Bb7 Eb7+ Bb/D Cm7 Bb7+)

em folha, em graça, em vida, em força , em luz

Eb7+


reza, reza o rio

Ebm6/9 Bb7+ Ab/Bb Bb7/9

córrego pro rio , rio pro mar

Eb7+/9 Ebm6/9 Bb7+

reza correnteza roça a beira a doura areia

Am5-/7


marcha o homem sobre o chão

D7/9


leva no coração uma ferida acesa

Cm7/9


dono do sim e do não

Eb/F F7/9 Bb7+

diante da visão de infinita beleza

Em5-/7 A5+/7

finda por ferir com a mão

Dm7+/9 Dm7/9

essa delicadeza a coisa mais querida

C7/9 Bb/D Eb7+ Em5-/7 Eb/f F7/9-

a gló......ria da vida

Bb7+ Ab/Bb

luz do sol

Eb7+/9 Ab7/13

que a folha traga e traduz

Dm7/9 G7/11+

em verde de novo

Gb7+ E7+ Db6/9 Bb7+ Eb7+ Dm7/9 Cm7 Eb7+ F7/9- Bb7+ Eb/f Bb5+/7+

em folha , em graça, em vida, em força, em luz

O Quereres

Tom: A

Intro: ( A B/A )

A B/A A


Onde queres revólver sou coqueiro, onde queres dinheiro sou paixão

A B/A F#m

Onde queres descanso sou desejo, e onde sou só desejo queres não

C F#m


E onde não queres nada, nada falta, e onde voas bem alta eu sou o chão

D B A


E onde pisas no chão minha alma salta, e ganha liberdade na amplidão

A B/A A


Onde queres família sou maluco, e onde queres romântico, burguês

A B/A F#m

Onde queres Leblon sou Pernambuco, e onde queres eunuco, garanhão

C F#m


E onde queres o sim e o não, talvez, onde vês eu não vislumbro razão

D B A


Onde queres o lobo eu sou o irmão, e onde queres cowboy eu sou chinês

F#m D


Ah, bruta flor do querer, ah, bruta flor, bruta flor

A B/A A


Onde queres o ato eu sou o espírito, e onde queres ternura eu sou tesão

A B/A F#m

Onde queres o livre decassílabo, e onde buscas o anjo eu sou mulher

C F#m


Onde queres prazer sou o que dói, e onde queres tortura, mansidão

D B A


Onde queres o lar, revolução, e onde queres bandido eu sou o herói

A B/A A


Eu queria querer-te e amar o amor, construírmos dulcíssima prisão

A B/A F#m

E encontrar a mais justa adequação, tudo métrica e rima e nunca dor

C F#m


Mas a vida é real e de viés, e vê só que cilada o amor me armou

D B A


E te quero e não queres como sou, não te quero e não queres como és

REFRÃO


A B/A A

Onde queres comício, flipper vídeo, e onde queres romance, rock'n roll

A B/A F#m

Onde queres a lua eu sou o sol, onde a pura natura, o inceticídeo

C F#m

E onde queres mistério eu sou a luz, onde queres um canto, o mundo inteiro



D B A

Onde queres quaresma, fevereiro, e onde queres coqueiro eu sou obus

A B/A A

O quereres e o estares sempre a fim do que em mim é de mim tão desigual



A B/A F#m

Faz-me querer-te bem, querer-te mal, bem a ti, mal ao quereres assim

C F#m

Infinitivamente pessoal, e eu querendo querer-te sem ter fim



D B A

E querendo te aprender o total do querer que há e do que não há em mim

 

Irene

Tom: D

 

D A7 D



Eu quero ir, minha gente, eu não sou daqui

G A7 G A7

Eu não tenho nada, quero ver Irene rir

G A7 D Bb G D

Quero ver Irene dar sua risada (2x)

D A7 G A7

Irene ri, Irene ri, Irene

G A7 G A7

Irene ri, Irene ri, Irene

G A7 D Bb G D

Quero ver Irene dar sua risada

 

Partido Alto



Tom: E

 

E A E A E A E A



Diz que deu, diz que dá, diz que Deus dará, não vou duvidar, ô nega

E A G#7 C#m A E

E se Deus não dá, como é que vai ficar, ô nega ?, Deus dará, Deus dará

Diz que deu, diz que dá, diz que Deus dará, não vou duvidar, ô nega

E se Deus negar, eu vou me indignar e chegar, Deus dará, Deus dará

E

Deus é um cara gozador, adora brincadeira



Bm7 E7 A

Pois prá me jogar no mundo, tinha o mundo inteiro

A# E

Mas achou muito engraçado me botar cabreiro



C#m F#m B

Na barriga da miséria nasci batuqueiro

E

Eu sou do Rio de Janeiro



E A E A E A E A

Jesus Cristo ainda me paga, um dia ainda me explica

E A G#7 C#m A E

Como é que pôs no mundo essa pobre coisica

E A E A E A E A

Vou correr o mundo afora, dar uma canjica

E A G#7 C#m A E

Que prá ver se alguém me amarra ao ronco da cuíca

E

E aquele abraço prá quem fica



E A E A E A E A

Deus me deu mão de veludo prá fazer carícia

E A G#7 C#m A E

Deus me deu muita saudade e muita preguiça

E A E A E A E A

Deus me deu perna cumprida e muita malícia

E A G#7 C#m A E

Prá correr atrás da bola e fugir da polícia

E

Um dia ainda sou notícia



E A E A E A E A

Deus me fez um cara fraco, desdentado e feio

E A G#7 C#m A E

Pele e osso simplesmente, quase sem recheio

E A E A E A E A

Mas se alguém me desafia e bota a mãe no meio

E A G#7 C#m A E

Dou paulada a três por quatro e nem me despenteio

E

Que eu já tô de saco cheio




Sorte

Tom: D

Intro: (D7M G#7/5- G7M C7/9) D7M G#7/5- G7M G/A

D A7 Bb


Tudo de bom que você me fizer

Bm G7M A7

Faz minha rima ficar mais rara

D A7 Bb


O que você faz me ajuda a cantar

Bm G7M A7

Põe um sorriso na minha cara

D G#7/5- G7M C7/9

Meu amor, você me dá sorte

Meu amor, você me dá sorte

D7M

Meu amor, você me dá sorte na vida



D A7 Bb

Quando te vejo não saio do tom

Bm G7M A7

Mas meu desejo já se repara

D A7 Bb

Me dá um beijo com tudo de bom

Bm G7M A7

E acende a noite na Guanabara

D G#7/5- G7M C7/9

Meu amor, você me dá sorte

Meu amor, você me dá sorte

D7M


Meu amor, você me dá sorte de cara

 

De noite na cama



Tom: D7/9

Intro: (D7/9 G7)

 

D7/9 G7 D7/9 G7



De noite, na cama, eu fico pensando

D7/9 G7 D7/9 G7

Se você me ama, e quando

D7/9 G7 D7/9 G7

Se você me ama, eu fico pensando

D7/9 G7 D7/9 G7

De noite, na cama, e quando

D7/9 G7 G7 D7/9 G7

De dia eu faço graça pra não dar bandeira não deixo você ver

C7/9 F7


De dia tudo passa como brincadeira

Bb7/9 Eb7/9

Por longe de você

Ab6/7 C#7/9

Por onde você mora, pára e se demora

F#6/7 B7/9

Por hora não vou ter coragem de dizer

E7/9


Mas há de haver a hora

A7

Se você for embora, agora...



 

Não Enche

Tom: Cm

Cm F


Me larga, não enche

Bb

Você não entende nada e eu não vou te fazer entender



Cm F

Me encara, de frente

Bb

É que você nunca quis ver não vai querer, não quer ver



Fm Bb

Meu lado, meu jeito,

Eb

O que eu herdei da minha gente e nunca posso perder



Gm Cm

Me larga, não enche

Cm F Cm F

Me deixa viver, me deixa viver, me deixa viver, me deixa viver

Cm F

Cuidado, oxente !



Bb

Está no meu querer poder fazer você desabafar

Cm F

Do salto, nem tente



Bb

Manter as coisas como estão porque não dá, não vai dar

Fm Bb

Quadrada, demente



Eb

A melodia do meu samba põe no lugar

Gm Cm

Me larga, não enche



Cm F Cm F

Me deixa cantar, me deixa cantar, me deixa cantar, me deixa cantar

Eb

Eu vou


Cm F

Clarificar

Eb

A minha voz



Cm F

Gritando: nada mais de nós!

Eb Cm F

Mando meu bando anunciar

Eb Cm F

Vou me livrar de voce



Cm F

Harpia, aranha

Bb

Sabedoria de rapina e de enredar, de enredar



Cm F

Perua, piranha,

Bb

Minha energia é que mantém você suspensa no ar



Fm Bb

Pra rua! se manda,

Eb

Sai do meu sangue sanguessuga, que só sabe sugar



Gm Cm

Pirata, malandra

Cm F Cm F

Me deixa gozar, me deixa gozar, me deixa gozar, me deixa gozar

Cm F

Vagaba, vampira,



Bb

O velho esquema desmorona desta vez pra valer

Cm F

Tarada, mesquinha,



Bb

pensa que é a dona e eu lhe pergunto:quem lhe deu tanto axé?

Fm Bb

À-toa, vadia,



Eb

Começa uma outra história aqui na luz deste dia D:

Gm Cm

Na boa, na minha,



Cm

Eu vou vivez dez,

F

Eu vou viver cem,



Cm

Eu vou viver mil,

F Bb Cm

Eu vou viver sem você



 

  1   2   3   4   5   6


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal