Terapeutica



Baixar 66.42 Kb.
Encontro05.08.2016
Tamanho66.42 Kb.
INTRODUÇÃO
Os primeiros relatos históricos em Oftalmologia Chinesa até o século XIII não se encontrava em uma obra específica sobre o assunto, mas em diversos textos anteriores( quais ??),. As mais antigas seriam aquelas encontradas entre as inserções em ossos e escamas 5 , dados divinatórios para a cura da enfermidade ocular de um filho do soberano Wuding da época Yin (1324- 1266 A.C) 6
Já na medicina Ocidental divide as patologias oculares de acordo com a etiologia em: internas e externas, sendo as causas internas a má nutrição e a corrupção dos humores, na qual se foi atribuído ao aquecimento sangüíneo promovidos principalmente pela alimentação condimentada ( Autor ????).
Somente a partir de 1960 é que foram divulgados os primeiros levantamentos epidemiológicos em Oftalmologia.
Segundo esses mesmos levantamentos, na China, a maioria das patologias oftalmológicas resulta de má nutrição e infecções. No qual contribui decisivamente os fatores sócio-econômico e climáticos. 6

TERAPEUTICA
Pela Medicina Ocidental:
Medicações locais: Ungüentos, lavagens,e colírios, com uma farmacopéia tão rica como no Oriente.
Recomendações higieno-dietéticas: evitar alimentos nocivos e excitantes, as causas de má digestão, a inteperância, a fadiga visual, o contato com sujeira.
A OFTALMOLOGIA SEGUNDO A MEDICINA CHINESA
As principais deficiências que atingem a visão estão relacio0nadas principalmente com : Rim(Shen), Fígado(Gan) e Baço(Pi). 4
“ Todos os vasos se ligam ao olho”
Entre os doze meridianos principais, somente os yang vão diretamente ao olho. Mas, seja por um trajeto craniano, seja pelas ligações invólucro-conteúdo dos órgãos viscerais, pode-se dizer que todos os meridianos tem relação direta ou indireta com o olho. 6
Para tratar uma patologia visual é necessário encontrar um equilíbrio, pelo tratamento sistêmico, harmonizando todos os Zang-fu, conforme a frase supracitada de que todos os meridianos se ligam ao olho. 1,4
Nesta monografia a linha de trabalho seguida é a proposta por YOUBANG & COLS 5 , porque eles realizam estudos de casos clínicos com amplo embasamento técnico-científico, uma vez que esse autor apresenta uma ampla variedade de protocolos de atendimento para esses casos e um grande número de trabalhos publicados. MACIOCIA,G 1,2 também apresenta uma sólida experiência e realiza uma excelente abordagem das bases filosóficas da Medicina Tradicional Chinesa ( M.T.C), que por sua vez discute os aspectos : mentais, espirituais e dos sistemas principais envolvidos no processos saúde- doença pela M.T.C.
A Acupuntura, ramo da M.T.C, auxilia e em alguns casos até reabilita os distúrbios visuais, porque ela trata as funções orgânicas e equilibra o psíquico. Nesse sentido é que a acupuntura age nas patologias oculares, onde diversas pessoas possuem distúrbios no qual a Medicina Ocidental não consegue resultados, por visar somente as estruturas orgânicas e não enxergar o paciente de uma maneira holística.
A Acupuntura possui como vantagens oferecer auxílio de várias formas a todas as faixas etárias, sexo e pode ser combinada com outras terapias, o que auxilia e muito no seu prognóstico.
Como exemplo de sua ação em nível psíquico, temos o estrabismo, no qual existe uma tensão muscular levando como conseqüência a uma má nutrição ocular, o que causa: visão turva, desfocamento, cefaléia. Neste caso a Acupuntura age acalmando a mente, para evitar as emoções fortes, melhora a circulação sangüinea e harmonizando o organismo, pois segundo os princípios da M.T.C “ Os olhos são considerado a janela da alma” , n ora detalharemos a fisiologia de cada Zang fu e sua interação com a visão.


  1. O FÍGADO(GAN)::

O Fígado(Gan) tem várias funções importantes no corpo: 1,4



    • Armazenar o Sangue(Xue)

    • Regular a circulação do Qi assegurando o seu fluxo suave, por todo o organismo.

    • Controla os tendões

    • Abre-se nos olhos

    • Abriga alma etérea




      1. Armazenar o Sangue( Xue)

O fígado(Gan) tem como uma das principais funções armazenar o sangue(Xue), regulando assim o volume do mesmo no organismo.


O fígado regula o sangue de acordo com a atividade física. Quando o organismo descansa, o sangue flui de volta para o Fígado(Gan), quando em movimento, o sangue é distribuído para os músculos. Quando no repouso, o sangue do fígado contribui para restaurar a energia da pessoa, na atividade física o sangue do fígado nutre e umedece os músculos contribuindo no desempenho das atividades..
Se a sua função estiver harmonizada, a pele e os músculos serão bem nutridos pelo sangue e capazes de resistir os ataques dos fatores patogênicos externos, caso contrário o organismo ficará mais vulnerável aos ataques dos agentes etiológicos exteriores.

O sangue do fígado umedece os olhos e os tendões, se ele for deficiente poderá influenciar na visão, nos músculos e nos tendões.


Existe uma reciprocidade entre o Fígado(Gan) e o Sangue(Xue), se a função do fígado for anormal, a qualidade do sangue será afetada, o que acarretará em patologias visuais e de pele
Se o sangue for anormal( deficiente, ou quente) afetará a função do fígado.


      1. Assegurar o fluxo suave do Qi

É a função principal do Fígado(Gan). Ele assegura o fluxo suave de Qi através de todo o organismo em todos os sistemas e direções. A direção normal do seu Qi é ascendente e exterior em todas as direções para assegurar o fluxo contínuo e suave para todo o organismo. Assim podemos entender tamanha importância desta função, pois envolve todas as partes do organismo e pode afetar todos os sistemas.


De acordo com a teoria dos cinco elementos, a madeira se expande em todas as direções, isso demonstra bem essa função do fígado.


      1. Controlar os tendões

A atividade física é afetada pela condição dos tendões. A contração e o relaxamento dos tendões asseguram o movimento das articulações.


Os tendões estão bem nutridos quando o sangue do fígado é abundante, caso contrário poderá facilitar: contrações, espasmo, flexibilidade prejudicada. Por este motivo se diz que quando o Qi do fígado declina, os tendões não podem se movimentar.


Segundo o Su wen: “ o Fígado rege os olhos” e “ Se o fígado recebe o sangue então pode-se ver”


Segundo o Ling Shu “ A energia do fígado comunica-se aos olhos. Se o fígado dor harmonioso, o olho pode distinguir as cinco cores” , “ Se o fígado tem calor os olhos pedem apresentar hiperemia da conjuntiva, sensação dolorosa ou queimação. Se o fígado apresenta vento interno o globo ocular pode mover-se para cima de maneira involuntária (nistágmo)


      1. Abrigar a alma etérea(Hun)

Se o sangue do fígado for debilitado a alma etérea, não se enraizará e não poderá nos fornecer um sentido para a vida, se o sangue do fígado florescer a alma etérea permanecerá firme, enraizada e pode nos auxiliara a planejar a vida com clareza e sabedoria.




  1. BAÇO(PI) 1,2,4

A principal função do Baço (Pi) consiste em auxiliar a digestão do Estômago (Wei) por meio do transporte e transformação das essências (Jing) alimentares,, absorvendo a a nutrição dos alimentos e separando as partes puras das impuras.


Suas principais funções são:

  • Governar a transformação e transporte

  • Controlar o Sangue(Xue)

  • Controlar os músculos e os quatro(4) membros

  • Abrir-se na boca e manifestar-se nos lábios

  • Abrigar o pensamento




  1. Governar a transformação e o transporte

Baço(Pi) é o principal sistema do processo digestivo. Ele auxilia a digestão do Estômago(Wei), por meio do transporte e transformação da essência dos alimentos que ele distribui com a finalidade de ser a base material para o crescimento corporal.


O Qi do Baço(Pi) promove a elevação e transporte da essência dos alimentos até o Pulmão(Fei), para combinar-se com o ar e formar o Qi torácico(Zong Qi), e para o Coração(Xin) para formar o Sangue(Xue). Se o Qi do Baço(Pi) for insuficiente, essa elevação sua diminui .
O Baço(Pi) separa a parte pura da impura dos fluidos corpóreos(Jin Ye) ingeridos . A parte pura ascende para o Pulmão(Fei) para ser distribuído para a pele e a parte impura descende para os intestinos.



  1. Controlar o Sangue

O Baço(Pi) contribui para a elaboração do Sangue(Xue) extraindo o Qi dos alimentos e formando o Sangue no Coração(Xin), com o auxílio do Qi Original(Yuan Qi) do Rim(Shen).


O Baço(Pi) tem a função de reter o sangue nos vasos graças a ação do seu Qi.Se ele estiver fraco, o Sangue(Xue) transborda suscitando hemorragias,espontâneas, hematomas,etc...


  1. Controlar os músculos e os quatro(4) membros

O Baço(Pi) extrai o Qi dos alimentos(Gu Qi) para nutrir todos os tecidos do organismo. Sua deficiência gera fraqueza e cansaço físico( ou até atrofia muscular, em casos mais graves). Ele é responsável pela tônus muscular e pela força dos membros.




  1. Abre-se na boca

O ato de mastigar prepara os alimentos para o Baço(Pi) transformar e transportar sua essência(Jing) alimentar. Por esta razão a boca apresenta uma função íntima com ele, que conecta-se com a boca e exprime-se nos lábios influenciando no apetite e4 percepção dos sabores.




  1. Controlara a ascendência do Qi

O Baço(Pi) possui uma função de elevação ao longo da linha média do corpo fazendo com que os sistemas internos permaneçam em seu local correto.


O movimento de ascendência do Qi do Baço(Pi)é coordenado com o movimento de descendência do Qi do Estômago(Wei). Se estes movimentos estiverem afetados, o yang puro, não poderá ascender para os orifícios superiores(Órgãos dos sentidos) e ser estocado, e o yin impuro não poderá descender para os orifícios inferiores para ser excretados. . Se este movimento de ascendência estiver comprometido por umidade do Baço(Pi) ocorrerá sensação de peso na cabeça.


  1. Abrigar o pensamento

O Baço(Pi) é considerado a residência do pensamento. É ele quem influencia a nossa capacidade de pensar, memorizar e coordenar idéias. Quando o seu Qi está deficiente, o pensamento, a memória e a concentração ficam afetados. Por outro lado quando o mesmo está fortalecido somos capazes de nos concentrara e memorizar facilmente.


Como já se sabe o Yin do Fígado é importantíssimo para nutrir os músculos , tendões e umedecer os olhos. Este depende de uma boa produção do Sangue(Xue), pois é justamente nesta parte que entra o Baço(Pi) a qual seu yin alimenta o yin do Fígado(Gan) .
O Qi dos alimentos (Gu Qi) do Baço(Pi) também é a base para a transformação do Sangue(Xue). Este mesmo extraído do Baço(Pi)é um material básico para a produção do Qi e do Sangue (Xue). O Baço(Pi) e o Estômago(Wei) são frequentemente denominados como a raiz do Qi Pós-Celestial.
As energias sutis dos cinco(5) órgãos e seis vísceras(6) são todas derivadas do Baço(Pi) e sobem ao olho. Ele é a cabeça do yin.
Segundo Lang ,L.S.M, O olho é o ponto de encontro dos vasos. Se houver vazio do Baço, as energias sutis dos cinco(5) órgãos perdem todas as suas conduções e não podem suportar a claridade do olho.
Para ser novamente separado e excretada. Se a função for afetada, os fluidos corpóreos podem acumular-se formando umidade, Fleuma e Edema.


  1. RIM(SHEN) 1,4,5

Segundo o Su Wen “ O Rim engendra a medula e os ossos”


“ O cérebro e o mar das medulas .... quando o mar das medulas está insuficiente, os olhos não vê mais”
O Rim(Shen) é o fundamento do yin e do yang para todos os sistemas, sendo do yin do Rim a base para o yin de todo o corpo, e o yang do Rim a base para todo o yang do corpo.
O yin do Rim é a base fundamental para o nascimento, crescimento e reprodução, enquanto o yang do Rim é a força motriz dos processos fisiológicos. O yin é a base fundamental, enquanto o yang é sua expressão.

Quando há deficiência de um ocorre a do outro, levando a necessidade de tonificar sempre os dois em casos de desarmonia.


Suas principais funções são:

  • Armazenar a Essência(Jing) e governar o nascimento, crescimento, reprodução e desenvolvimento.

  • Produzir a medula, abastecer o cérebro e controlar os ossos.

  • Governar a água

  • Controlar a recepção do Qi

  • Abrir-se nos ouvidos

  • Manifestar-se nos cabelos

  • Controlar os orifícios inferiores

  • Abrigar a força de vontade




    1. Essência( Jing)

O Rim(Shen) é o depósito da Essência(Jing). O Jing por sua vez é formado pela reunião de duas partes: O inato e o adquirido.


O Jing inato é recebido dos pais e controla: o nascimento, crescimento, fertilidade e maturidade sexual, bem como todo o desenvolvimento, determinando a nossa constituição básica e a força de vontade.
O Jing adquirido é o produto da transformação dos alimentos pelo Baço(Pi) e Estômago(Wei).
O Jing do Rim(Shen) vai se transformar em Qi do Rim(Shen) e o estado de abundância ou deficiência do Jing Qi do Rim terá uma influência direta sobre: o nascimento e a morte, a integridade física e mental e o poder de procriação.
O envelhecimento acontece em função do declínio fisiológico do Jing do Rim.
A atividade sexual excessiva com orgasmos freqüentes debilita o Jing do Rim, e como o Rim(Shen) e o Coração(Xin) se sustentam e nutrem mutuamente, a atividade sexual excessiva pode debilitar o Coração(Xin) causando palpitações. Por outro lado, a deficiência do Coração(Xin) causada pela depressão e tristeza pode causar impotência por debilitar o Jing do Rim


    1. Produzir a medula

Na M.T.C a medula é produzida pelo Jing do Rim(Shen) e corresponde a substância que é a base matricial comum aos ossos, medula óssea, cérebro e medula espinhal. Se o Jing do Rim for insuficiente poderá ocorrer falta de memória(Recente), dificuldade de concentração, tontura e osteoporose. Nas crianças pode provocar um desenvolvimento ósseo debilitado, provocando deficiência de vitalidade e vigor mental.




    1. Governar a água

O Rim(Shen) governa a transformação e o transporte dos fluidos corpóreos(Jin Ye). Se a atividade do Rim(Shen) for anormal, haverá obstáculos na renovação da água com produção de edema e micção difícil.




    1. Controlar a recepção do Qi

É o Pulmão(Fei) quem controla a respiração, mas o ar inspirado desce até o Rim(Shen) para ser por ele recepcionado e retido. Se a função renal estiver danificada , o Rim(Shen) não pode receber a inalação e ao menor esforço, há dificuldade respiratória e asma ( essa é uma causa freqüente da asma crônica)




    1. Abrir-se nos ouvidos

Os ouvidos dependem da nutrição da essência do Rim(Shen) para seu funcionamento adequado, sendo fisiologicamente relacionado ao Rim.


Nas pessoas idosas o desaparecimento de uma parte importante do Qi do Rim(Shen) causa a surdez.


    1. Manifestar-se nos cabelos

O cabelo também depende da nutrição da essência do Rim(Shen) para crescer.

O crescimento, a queda, o brilho, e o ressecamento dos cabelos estão ligados ao estado da essência do Jing do Rim. Quando ele é abundante, o cabelo é forte e tem brilho, quando na velhice, o Jing do Rim declina, os cabelos enbranquecem e caem.



  1. O CORAÇÃO(XIN)

Segundo o Su Wen“ Harmônicos ao coração são os vasos. O conjunto do sangue é submetido ao coração”


Segundo o Ling Shu“ O olho é emissário do coração”
O Coração(Xin) governa o Sangue(Xue) e os vasos são responsáveis pela sua circulação. O Coração é o local onde o Sangue é produzido através do Fogo do Coração, por ação do Qi Original(Yuan Qi). O Sangue(Xue), nutre o fogo(yang) e o mesmo transforma-se em Sangue(yin)

  1. PULMÃO(FEI)

Segundo o Su Wen “Todas as energias derivam do Pulmão(Fei).”



Segundo o Ling Shu “Despojada de energia a vista não é mais clara”
O Pulmão(Fei) auxilia o Baço(Pi) a enviar o Qi dos alimentos(Go Qi) para o Coração(Xin), onde é transformado em Sangue(Xue). O Pulmão (Fei) infunde o Qi nos vasos sangüíneos (Xue Mai) para auxiliar a ação impulsora do Coração

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS:


  1. MACIOCIA, G.. Os fundamentos da medicina Chinesa, editora Roca,1996

  2. MACIOCIA, G. A prática da Medicina Chinesa, editora Roca, 1996.

  3. FLAWS, B. Enxaqueca e a Medicina Chinesa Tradicional, Andrei editora, 1993

  4. ROSS, J. Combinações dos pontos de acupuntura, Editora Roca,2003.

  5. YOUBANG C. & COLS, Fundamentos das experiência clínicas dos acupunturistas Chineses contemporâneos,, editora Roca, 1998.

  6. FRANZINI, S & COLS ; Oftalmologia em Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura, 1991

  7. ENCINAS, L.M.G, Manual Prático de diagnóstico e tartamento em Acupuntura, 2003

  8. WEN, T.S, Acupuntura Clássica Chinêsa, 1996


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal