Texto narrativo é aquele através do qual o narrador conta uma história em que entram personagens



Baixar 31.06 Kb.
Encontro30.07.2016
Tamanho31.06 Kb.
Agrupamento de Escolas de Esgueira Escola Aires Barbosa

O texto narrativo é aquele através do qual o narrador conta uma história em que entram personagens que se envolvem numa acção, situada num determinado tempo e num determinado espaço.



CATEGORIAS OU ELEMENTOS DO TEXTO NARRATIVO
1. ACÇÃO - Desenrolar dos acontecimentos que constituem a « história ». Estes acontecimentos são considerados principais ou secundários, conforme o seu grau de importância.

1.1.

* Acção principal – É constituída pelo conjunto das sequências narrativas

que assumem maior importância.


* Acção secundária – É constituída por sequências narrativas consideradas

menos importantes, relativamente à acção principal,

embora geralmente se articulem com ela. Permitem

caracterizar melhor os contextos sociais, culturais,

ideológicos em que a acção ocorre.
1.2. SEQUÊNCIAS NARRATIVAS
* Encadeamento - As sequências sucedem-se segundo a ordem cronológica

dos acontecimentos:


B

C

D

E

F

...

A


* Encaixe - Uma acção é introduzida no meio de outra, cuja narração é

interrompida, para ser retomada mais tarde:





* Alternância –Duas ou mais acções vão sendo narradas alternadamente:



2. ESPAÇO - Lugar onde decorre a acção.
2.1. FísicoO local real ou imaginário onde as personagens se movimentam.

2.2. SocialO ambiente social onde as personagens vivem.

2.3. PsicológicoO espaço interior das personagens.

3. TEMPO - Momento em que ocorre a acção.
3.1. Da história O tempo real em que os acontecimentos ocorrem. Mede-se em dias, anos, meses, horas,…

3.2. Do discursoO tempo que a história leva a ser contada e o modo como isso é feito. Isto é, o narrador pode contar o desenrolar dos acontecimentos sem respeitar a ordem por que ocorreram, pode abreviar ou alongar a sua narrativa.

3.3. PsicológicoA forma como as personagens sentem o passar do tempo.
4. PERSONAGENS - Agentes ou intervenientes na acção.
4.1. Relevo:

* Principal ou protagonista – Desempenha o papel de maior importância.

* Secundária - Desempenha papéis de menor relevo.
* Figurante - Não desempenha qualquer papel específico, embora a sua

existência seja importante para a compreensão da acção.



4.2. Caracterização:

*Directa - Fornecida ao leitor pela fala do narrador ou das personagens;

*Indirecta - Deduzida, pelo leitor, a partir do comportamento das

personagens.


4.3. Concepção:

* Planas ou tipos - Estáticas, sem vida interior ou densidade psicológica.

* Modeladas ou caracteres - Dinâmicas, dotadas de individualidade e

densidade psicológica.


* Tipo ou colectivaRepresentam um grupo, pelas suas características comuns.
5. NARRADOR - Aquele que conta a «história».
5.1. Presença

* Participante – se entra na acção
* Não participante – apenas conta os acontecimentos sem ter tomado parte

neles.


5.2. Ciência

* Omnisciente - O narrador revela um conhecimento absoluto, quer dos

acontecimentos, quer das motivações. É capaz de penetrar no íntimo

das personagens, revelando os seus pensamentos e as suas emoções.

* Interno - O narrador é também um observador: narra aquilo que vê e ouve. Este

tipo de focalização distingue-se da "focalização externa", porque o

narrador adopta o ponto de vista de uma personagem, narrando os

acontecimentos tal como eles são vistos por essa personagem.



* Externo - O narrador é um mero observador, exterior aos acontecimentos. Narra

aquilo que pode apreender através dos sentidos: descreve os espaços,

narra os acontecimentos, mas não penetra no interior das personagens.

5.3. Posição

* Subjectivo – O narrador emite opinião sobre os factos que narra.
* Objectivo – O narrador limita-se a narrar os factos sem emitir qualquer

opinião.





6. MODOS DE APRESENTAÇÃO
6.1. Narração - Apresentação de acções ou acontecimentos reais ou imaginários.

6.2. Descrição - Apresentação das personagens, dos objectos, dos ambientes,

etc. Integra-se na narração.



6.3. Diálogo - Conversa entre personagens. Dá à “história” mais vivacidade e

autenticidade.



6.4. Monólogo - Conversa de uma personagem “com os seus botões”.





Catálogo: 2007
2007 -> Da Instrução Normativa srf n
2007 -> Descrição do Cálculo do Preço a ser Oferecido aos Acionistas da Arcelor Brasil
2007 -> Hintze ribeiro: da regeneraçÃo ao crepúsculo da monarquia
2007 -> Prefeitura municipal de contenda
2007 -> Tribunal de Contas Anexo I a receitas Municipais
2007 -> Desenvolvimento de um despachante de tarefas de tempo real considerando restrições de energia
2007 -> Psicanálise, gerontologia e geriatria: investigaçÃo e assistência multi e interdisciplinar à saúDE MENTAL DO IDOSO CADASTRADO NAS EQUIPES DE saúde da família, no município de dourados-ms
2007 -> Breves comentários sobre crimes contra a administraçÃo pública artigos 312 a 359 do código penal professor Jéferson Botelho
2007 -> InauguraçÃo da morada da escrita – casa armando côrtes-rodrigues ponta Delgada, 12 de Janeiro de 2007
2007 -> Desmatamento na Amazônia: nada a comemorar


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal