Trabalho ed. FÍSica 9 ano doping o que é doping?



Baixar 14.08 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho14.08 Kb.
TRABALHO ED. FÍSICA - 9 ano
DOPING
O QUE É DOPING?
O que é o Doping?O doping é a utilização de substâncias proibidas no desporto, por promoverem aumento ilegal do rendimento do atleta, humano ou animal. Essas perigosas substâncias fazem com que os atletas tenham um melhor rendimento físico no desporto, atribuindo-lhes vantagens competitivas desleais, em relação aos atletas que não recorrem a estas substâncias.
OS TRÊS TIPOS DE DOPING MAIS UTILIZADOS:
ESTEROIDES ANABOLIZANTES:

Os esteróides anabolizantes são hormonas sintéticas que, quando comparados à testosterona, têm maior atividade anabólica (promovem crescimento). Ou seja, os atletas que ingerem este tipo de substâncias pretendem aumentar a massa muscular e a força. Podem ser ingeridos por via oral, ou através de injeções. Exemplo: nandrolona, testosterona, estanozolol, …


Efeitos adversos:

No sistema nervoso central, aumentam a agressividade e a alteração do humor. Provocam ainda alterações no comportamento sexual.Na área dermatológica, queda de cabelo, acne na face e no dorso, aumento de quistos sebáceos, são as alterações mais frequentes. No sistema músculo-esquelético, o encerramento precoce das cartilagens, decrescimento e o aumento do risco de rotura tendinosa, são as complicações mais significativas. No aparelho cardiovascular, dão origem ao aumento do colesterol plasmático triglicerídeos. Aumentam o risco de tromboembolia. Aumentam o risco de enfarte do miocárdio e hipertensão.

No homem aumentam também o volume mamário e o risco de cancro da próstata. Diminuem o volume testicular, a quantidade espermática e a fertilidade. Na mulher provocam aumento da pilosidade. Masculinizam a voz. Diminuem o volume mamário e provocam suspensão de amenorreia.


ESTIMULANTES:

O uso de estimulantes é muito frequente entre os atletas, sendo o mais utilizado a seguir ao consumo de esteroides. Anfetaminas, estricnina, cafeína ou até mesmo cocaína. São substâncias que aceleram a atividade cerebral, fazendo com que a resposta nervosa seja mais rápida, aumentando a atividade dos atletas e diminuindo o seu cansaço.


Efeitos Adversos

Aumentam a pressão arterial, podem fazer com que o atleta emagreça, o uso contínuo pode destruir células nervosas, sendo que a hiperatividade contínua provoca a sua destruição, pode provocar insônias, euforia, alterações de comportamento, temores, respiração acelerada, confusão cerebral, e ainda há a possibilidade de ataques cardíacos e overdoses quando tomados em excesso.


ANALGÉSICOS:

Analgésicos são drogas calmantes frequentemente usadas, tais como a morfina, metadona, petidina, entre outras em quase todos os desportos fisicamente exigentes e que visam diminuir a dor. Podem ter como efeito reduzir a dor provocada pela prática de certas atividades, ou por lesões, fazendo com que o atleta resista mais tempo à dor e ao cansaço, aumentando a sua resistência natural. São muito usados em desportos como a maratona e o triatlo, que são desportos muito exigentes fisicamente.


Efeitos Adversos:

O uso de analgésicos apresenta alguns riscos para a saúde dado que, ao reduzir a dor sentida, pode fazer com que um atleta agrave uma lesão, pode levar também à perda de equilíbrio e coordenação, náuseas, vômitos,insônias e depressão, diminuição da frequência cardíaca e ritmo respiratório e diminuição da capacidade de concentração.



TREINAMENTO FÍSICO

O treinamento físico é a base para o treinamento dos atletas, é através dele que os atletas condicionam seu corpo para a prática esportiva, aumentando força e massa muscular, diminuindo o percentual de gordura, aumentando a flexibilidade, melhorando as capacidades aeróbia e anaeróbia, enfim melhorando seu condicionamento físico geral.

PRINCÍPIOS DO TREINAMENTO FÍSICO

Individualidade biológica
“Cada indivíduo possui características genéticas particulares, o que faz com que um corredor tenha mais aptidão para provas longas, outro para corridas mais curtas, por exemplo”, entre outras peculiaridades variam entre as pessoas. “O ponto fraco do atleta, assim, também pode ser trabalhado.”

Adaptação
Esse é mais que um princípio de treino, já que vale para a vida. O ser humano é capaz de se adaptar a diversas situações. Nos treinamentos, isso vale, por exemplo, quando um sedentário começa a praticar esportes e, nos primeiros dias, sente dores. Porém, depois de acostumado àqueles estímulos, deixa de sofrer com esses incômodos.

Especificidade
Os objetivos de cada atleta são diferentes. Logo, seus treinos precisam ser focados em trabalhar o corredor para que essa meta seja alcançada. “Existem muitas semelhanças em alguns treinos com objetivos diferentes, porém o enfoque faz diferença. Se o atleta está treinando para uma prova longa, precisa dos tiros, mas os treinos longos são os mais importantes”, explica.

Sobrecarga
para aprimorar as capacidades é necessário mostrar ao organismo que existem estímulos além daqueles que, atualmente, está habituado. “Ou seja, quando queremos melhorar o rendimento, devemos experimentar velocidades ou distâncias maiores que as de costume para que o nosso corpo se adapte e adquira mais condicionamento.”

Manutenção
Para a manutenção do condicionamento, o corpo não necessita repetir sempre o mesmo nível de esforço. Treinos com intensidades menores auxiliam na manutenção do condicionamento já adquirido.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal