Título: Museu do Artesanato (IV) – Uma história engraçada Arts and Crafts Museum (IV) a funny story Duração: 2: 01 Nível



Baixar 7.36 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho7.36 Kb.
Título: Museu do Artesanato (IV) – Uma história engraçada

Arts and Crafts Museum (IV) A funny story

Duração: 2:01

Nível: A2

Sumário: Uma história contada através de uma escultura

Summary: A funny story told through a sculpture



Vídeo: http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=er70ROHOs04

Transcrição:

Uma história engraçada

Esta peça chama-se a boda e tem a representação da família no casamento, tem uma história muito engraçada, este é o noivo, o Zé Tó que se casou com a Maria Albertina, e aqui temos a mãe da noiva, está muito zangada porque perdeu a filha única, pode-se ver pela expressão dela, que quem manda lá em casa é a mãe, porque o pai é muito mais pequenino.

Aqui temos as tias invejosas, são carpideiras de profissão, o trio rebelde não gosta de tirar fotografias é por isso que têm esta posição, a namorada dificilmente o padre cede á tentação, e depois numa boda, como sabemos, há comida farta, vão os primos todos com toda a família comer e encher a pança porque sabem que no casamento há comida à farta e de borla. E aqui, esqueci-me de uma coisa, estes são os pais do noivo, o pai do noivo está todo contente por isso tem a mão no traseiro da noiva, e a mulher não lhe liga nenhuma porque ela gosta de ir a salões de chá e por isso tem uma cigarrilha.

E agora vamos aqui à outra parte da família, a família rica, são os primos emigrantes que vieram da América por isso temos aqui o chapéu à texano, o charuto, as botas de cowboy, que pagaram a animação do casamento, por isso é que temos aqui uma fadista, que até dizem que é amante do primo emigrante, pronto acabou!!!!!!!



Transcription:

A FUNNY STORY

This piece is called the “Wedding Reception”, it’s a satiric representation of a family attending a wedding. It has a very funny story: this is the groom, Zé Tó that is marring Maria Albertina and here we have the mother of the bride that is very angry that she is going to lose her only daughter, which you can tell by her expression. You can also see who’s in charge in their home because the father is much smaller than the mother.

And here we have the envious aunts, weepers for a profession; the rebellious trio doesn’t enjoy having their picture taken, thus their awkward positions. We also have the girlfriend whom the priest hardly resists temptation. Also as we know in a wedding there’s always lots of food, so all the cousins attend to fill up their bellies with all the free food.

Here, I almost forgot, these are the father and mother of the groom: the father of the groom is very happy that’s why he has his hand on the bride’s behind and the mother of the groom doesn’t care because all she likes is going to tea parties, thus the cigarillo in her hand.



And now what we see here is the other part of the family, the rich part. So you can see all the emigrant cousins that returned from America, so we have the Texan hat, the cigar and the cowboy boots. They are the ones who paid for the wedding, so that’s why we see the “Fado” singer, that some say is the lover of one of the emigrant cousins.

And that’s it! It’s over!


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal