Um olhar antropológico sobre a história da biologia: uma introdução



Baixar 18.8 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho18.8 Kb.
Universidade Federal Fluminense

Programa de Pós-graduação em Antropologia - PPGA

1º semestre de 2012

Sextas-feiras de 14h às 17h.

Prof. Gláucia Silva

Um olhar antropológico sobre a história da biologia: uma introdução



A disciplina estuda a interface natureza/cultura no pensamento antropológico e as críticas que almejam a superação dessa dicotomia fundadora da ciência antropológica a partir dos autores que se dedicaram a estudar a Biologia como disciplina científica, sua constituição e suas principais questões. Estuda também as acepções filosóficas e científicas do que se designa “natureza”.

1a. sessão

Apresentação do curso


UNIDADE I: O darwinismo hoje


2a. sessão

Darwin, Charles. 2004 [1896] A origem do Homem. Belo Horizonte: Itatiaia ed. (do capítulo 1 ao 7)

Tort, Patrick. 2008 L’effet Darwin. Coleção Science Ouverte. Ed Seuil

SILVA, Gláucia “Évolution et désadaptation de la société des plus forts: réflexions à propos du légat de Darwin.” Actes de Colloque Comment peut-on être socioanthropologue aujourd’hui? Autour d’Alain Gras. Grenoble In Gautez, Florent (org) Paris : L’Harmattan Ed, 2011
3 a. sessão

Lovejoy, Arthur 1964 [1936] The great chain of being. A study of t history of an idea. Cambridge, Massachusetts, and London, England: Harvard University Press




UNIDADE II: A biologia e a natureza

4 a. sessão

Whitehead, Alfred. O conceito de natureza. S. Paulo, Martins Fontes, 1994.

Serres, Michel. Le contrat naturel. Champs/Flammarion. 1990.


5 a. sessão

Thomas, Keith. 1983. O Homem e o seu mundo natural. São Paulo, Companhia das Letras.

Ferry, Luc. 1994. A nova ordem ecológica. A árvore, o animal, o Homem. São Paulo, Ed Ensaio.

Larrère, C e Larrère R, 2000 [1997]. Do bom uso da natureza. Para uma filosofia do meio ambiente. Lisboa: Instituto Piaget.



UNIDADE III: A biologia e o racismo

6 a. sessão

SILVA, Gláucia “Agressividade” e “violência”: a difícil tarefa de conceituar no diálogo entre geneticistas e cientistas sociais In Identidades Raciais, Genômica e Saúde: Perspectivas Antropológicas orgs. Santos Ricardo Ventura, Gibbon Sahra Beltrão Jane Rio de Janeiro: Garamond e Editora Fiocruz, 2012
7 a. sessão

Gould, Jay Stephen 2003. A falsa medida do homem. São Paulo: Martins Fontes. Partes 1 e 2.


8 a. sessão

Pena, Sergio. 2008 Humanidade sem raças? São Paulo: Publifolha. Série 21, ensaios, reportagens, entrevistas.

Santos, R. V. e Maio, M. (orgs) 2010. Raça como questão. História, Ciência e Identidades no Brasil. Rio: Ed FIOCRUZ.

UNIDADE IV: A mente e as coisas


9 a. sessão

Ingold, Tim. “An Anthropologist looks at Biology” In Man, New Series, vol 25, n 2, jun pp 208-209,1990

Ingold, Tim. “Beyond biology and culture. The meaning of evolution in a relational world”. In Social Anthropology, n 12 v 2, 2004.
10 a. sessão

Thévenot, Laurent. Le regime de familiarité. Des choses en personnes. In, Genèses, n 17, sept 1994

Thévenot, Laurent. Essais sur les objects usuels. Propriétés, fonctions, usages. In Conein, B., Dodier, N., Thévenot, L. (eds). Les objets dans l’action, Paris Ed. De l’ EHESS, 1993.

UNIDADE II: A biologia e a tecnociência

11 a. sessão

Latour, Bruno Ciência em ação. Como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. São Paulo, Ed Unesp, 2000.pp 293-348

Latour, Bruno 1994. Jamais fomos modernos. Ensaio de Antropologia Simétrica. Coleção Trans. Rio: Ed 34.
12 a. sessão

Prado, Rosane & Catão, Helena. Fronteiras do manejo: embates entre concepções num universo de conservação. 26ª. Reunião Brasileira de Antropologia, Porto Seguro, 2008.

Silva, Gláucia Tudo que tem na terra tem no mar. A classificação dos seres vivos entre trabalhadores da pesca em Piratininga) Rio, FUNARTE ed., 1989

UNIDADE III: A crítica ao reducionismo científico

13 a. sessão

Ingold, Tim. “Sobre a distinção entre evolução e história” In Antropolítica n 20 Niterói, EDUFF 2006.

Ingold, Tim. “Introdução” de “Que é um animal?” In Antropolítica Niterói, EDUFF n 22 Niterói, EDUFF, 2007.

14 a. sessão


SILVA, Gláucia. O que é Sociobiologia. Coleção Primeiros Passos. São Paulo, Ed Brasiliense, 1993.

SILVA, Gláucia “A Sociobiologia e a crítica dos antropólogos”. ComCiência. Revista Eletrônica de Jornalismo Científico, v.80, p.3, 2006.


15 a. sessão

trabalho de fim de curso em sala de aula

Bibliografia complementar:


Boltanski, L De la critique. Précis de sociologie de l’émancipation. Paris, Gallimard, 2009.

Deleuze, G e Guattari, Mil Platôs. Capitalismo e esquizorenia. Rio, Ed 34, 1995 (Col. Trans).

Descola, Philippe.

Joulian, Frédéric. Peut-on parler d’un système technique chimpanzé? Primatologie et archéologie comparées. In De la préhistoire aux missiles balistiques. L’intelligence sociale des techniques. Ed La Découverte. 1995

Lafaye, Claudette e Thévenot, Laurent. Une justification écologique? Conflits dans l’aménagement de la natures. Revue Française de Sociologie XXXIX, 1993.

Latour, Bruno. “ Os objetos têm história? Encontro de Pasteur com Whitehead num banho de ácido lático” In História, Ciência, Saúde – Manguinhos, II (1), 7-26. 1995.

Latour, Bruno. A esperança da Pandora. Bauru, EDUSC, 1999

Latour, Bruno Politiques de la natures. Comment aire entrer les sciences en démocratie. Paris, La Découverte,1999.

Latour, Bruno. Reflexão sobre o culto dos deuses feitiches. Bauru, EDUSC, 2002

Latour, Bruno. La fabrique du droit. Une ethnographie du Conseil d’État. La Découverte, 2002.

Latour, Bruno. Reassembling the social. An Introduction to Actor-Network-Theory. New York, Oxford Press, 2005.

Latour, Bruno. Cogitamus. Six lettres sur les humanités acientifiques. La Découverte, 2010.

Ingold, Tim. Evolution and Social life. Cambridge, Cambridge Press, 1986.

Ingold, Tim. The perception of the environment. Essays on livelihood, dwelling and skill. London , NY, Routledge Press, 2000.

Ingold, Tim. Lines, a brief history. London , NY, Routledge Press, 2007.

Ingold, Tim. Being alive, essays on movement, knowledge and description. London , NY, Routledge Press, 2011.

Serres, Michel. Cinco entrevistas com Bruno Latour. S. Paulo, UNIMARCO ed., 1999.

Stengers, Isabelle. A invenção das ciências modernas. S. Paulo, 2002, Ed 34.



Strum, Shirley. Une société complexe sans culture matérielle. Les cas des Babouins. In De la préhistoire aux missiles balistiques. L’intelligence sociale des techniques. Ed La Découverte. 1995


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal