Uma história de mais de 60 anos



Baixar 16.05 Kb.
Encontro21.07.2016
Tamanho16.05 Kb.
Uma história de mais de 60 anos
Em 1943, o banqueiro Gastão Vidigal, em sociedade com o industrial polonês Isydor Kleinberger, arrematou em um leilão a Fábrica Nacional de Tambores que havia sido desapropriada dos alemães em razão da Segunda Guerra Mundial. Assim, nos galpões de uma fábrica na Pompéia, em São Paulo, em meio à produção de tambores de aço, botijões de gás e geladeiras, a Confab iniciava a sua história.
Gastão Vidigal colocou seu filho Antônio Carlos Bueno Vidigal no comando da empresa. Foi ele que instituiu o caráter de seriedade, responsabilidade, transparência e valorização das pessoas, decisivo para a consolidação da Confab.

O sucesso da companhia resultou também da preocupação constante em aprimorar a qualidade dos produtos e serviços, investir em tecnologia e no capital humano.


Com a criação da Petrobras, em 1953, e com o desenvolvimento da indústria de refino de petróleo no país, surgiu a oportunidade para a Confab de expandir seus negócios, iniciando a fabricação de equipamentos para a indústria de base.
Crescendo com o Brasil

Em 1961, a Confab iniciou a produção de tubos de aço soldados. Foi nessa época que fechou o primeiro contrato de grande porte: fornecimento de estacas tubulares para a construção da Usiminas.


Na década de 70, a Confab estruturou-se em duas unidades – tubos e equipamentos – construindo duas plantas em Pindamonhangaba, a 160 km da cidade de São Paulo. A empresa passou a atender às indústrias de petróleo, petroquímica e gás, mineração, siderurgia, celulose, saneamento e também usinas nucleares.
Ainda nessa época, já com Roberto Caiuby Vidigal à frente da empresa, a Confab percebeu que era o momento de conquistar novos mercados.

Participou intensamente do programa de implantação de pólos petroquímicos, planejados para propiciar autosuficiência ao Brasil, e da ampliação do parque siderúrgico nacional.


Exportações e abertura de capital: novos desafios

A grande guinada para seu reconhecimento global veio no começo dos anos 80 quando, em parceria com a Cosipa, venceu uma licitação nos Estados Unidos para construir parte de um oleoduto de dois mil quilômetros de extensão, do Texas à Califórnia, da All American Pipeline. Foi então que a empresa ampliou sua rede comercial, de Cingapura e Teerã até Houston.

Foi também nos anos 80 que a direção da companhia apostou na abertura de capital como uma medida importante para a perenização da empresa. Disponibilizou 60% de suas ações, na busca do crescimento, diversificação e captação de recursos externos.
Em função desses recursos captados – com a confiança de seus acionistas – a Confab teve energia para seguir sua atuação. Além de conquistar muitos acionistas.
Tenaris: líder global

Em 1993, em continuidade aos projetos de crescimento e globalização, foi realizada a troca de 30% das ações da Confab com a Siat, produtora de tubos de aço soldados do Grupo Techint, cujos valores e princípios eram semelhantes.


As ações da empresa permaneceram listadas na Bovespa com 60% do seu capital em poder de acionistas brasileiros. Com o objetivo de agregar valor e aumentar a gama de produtos oferecidos

aos clientes, a Confab fez uma jointventure em 1998 com a empresa argentina Soco-Ril. A parceria foi firmada com a construção de um centro de excelência de revestimentos de tubos – hoje denominado Socotherm Brasil – também em Pindamonhangaba. No ano de 1999, o Grupo Techint adquiriu o controle acionário da Confab e Roberto Vidigal foi convidado a permanecer na posição de presidente da empresa.


Em 2001 surgiu a marca Tenaris que, inicialmente, representou uma aliança estratégica entre oito reconhecidas produtoras de tubos de aço, com e sem costura, estrategicamente localizadas ao redor do mundo. Foi no ano seguinte que a empresa fechou alguns dos maiores contratos de exportação de sua história: o fornecimento de tubos para o Projeto Camisea, no Peru; OCP, no Equador; Gasyrg, na Bolívia e Carina & Aries, na Argentina.
Atualmente é líder global na produção de tubos de aço e serviços para perfuração, terminação e produção em poços de petróleo e gás, e líder no fornecimento de produtos tubulares e serviços para plantas de processamento e geração de energia para aplicações industriais especializadas e automotrizes. Por meio de uma rede integrada de produção, serviços e centros de pesquisa e desenvolvimento, a empresa trabalha junto aos clientes para responder às suas necessidades na entrega pontual de produtos de alta performance em ambientes operativos cada vez mais complexos.
Com uma capacidade de produção anual de mais de 6 milhões de toneladas de tubos, a Tenaris conta com 23.500 funcionários, centros de produção em 15 países e uma rede de distribuição e serviços em 25 países.
TenarisConfab e Confab Equipamentos

No Brasil, devido à incorporação da Tenaris, as unidades da Confab foram denominadas como: TenarisConfab e Confab Equipamentos. A TenarisConfab é líder na produção e no fornecimento de tubos de aço soldados para a indústria energética brasileira e líder na exportação desses produtos para América Latina. A Confab Equipamentos produz equipamentos metálicos de médio e grande porte utilizados nas indústrias química, petroquímica, siderúrgica, energética e de geração de vapor, petróleo e gás, celulose, infra-estrutura, engenharia e construção.


Com a missão de cada vez mais agregar serviços aos produtos, a TenarisConfab mantém uma base em Rio das Ostras (RJ) para atender aos clientes das bacias de Campos, de Santos e do Espírito Santo. Além de entregar, dentro do sistema just-in-time, tubos de aço para utilização em poços de petróleo e gás, a Companhia oferece também outros serviços como administração de estoque.
cinco anos, a Confab produz também hastes de bombeio e acessórios para aplicação no mercado onshore. Para atender à demanda dos clientes por tubos com revestimentos especiais, a Confab beneficia-se da parceria global que a Tenaris mantém com a Socotherm.
Na Bovespa, há 29 anos
Ao aderir ao Nível 1 de Governança Corporativa, a Confab confirmou o comprometimento que mantém com os investidores desde o primeiro dia de abertura de seu capital. Com critérios adicionais aos exigidos pela lei, o seleto grupo de empresas do qual a Confab participa visa única e exclusivamente proporcionar mais segurança àqueles que decidem investir na Companhia. Com o split das ações, em 2004, buscou-se mais liquidez para as ações da Confab e, mais uma vez, o mercado respondeu positivamente com a valorização dos papéis da empresa.
Em 2005 a empresa comemorou 25 anos de capital aberto na Bolsa de Valores de São Paulo e recebeu o selo de Assiduidade da APIMEC SP – Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais – pelos anos consecutivos de apresentação na instituição.
Ao longo desses anos e sustentada por uma atuação sempre transparente e responsável, a Confab conquistou a confiança do mercado e de seus acionistas.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal