Unidade de lucas do rio verde



Baixar 70.43 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho70.43 Kb.
GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO
SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SECITEC

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA



conector reto 12conector reto 11conector reto 10

UNIDADE DE LUCAS DO RIO VERDE

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

SISTEMA OPERACIONAL (Mac OS)

Edeilson de Lima Silva

Leandro Santos



GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO
SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – SECITEC

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA



conector reto 1conector reto 2conector reto 3

UNIDADE DE LUCAS DO RIO VERDE


CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

SISTEMA OPERACIONAL (Mac OS)

Edeilson de Lima Silva

Leandro Santos



Seminário apresentado aos alunos do curso Técnico em Informática, da Escola Técnica Estadual de Educação Profissional e Tecnológica, Uconector reto 6conector reto 7conector reto 8nidade de Lucas do Rio Verde – MT, como requisito parcial de nota e avaliação da aprendizagem, sob orientação da professora Patrícia G. Pagliuca.

2. SUMÁRIO

3. INTRODUÇÃO...........................................................................................................

4. HISTÓRIA..................................................................................................................

4.1 Versões.........................................................................................................

5. PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS............................................................................

5.1) Características estudadas em sala na apostila......................................
6. ESTRUTURA DO SISTEMA OPERACIONAL..........................................................
7. FINALIDADE DO SISTEMA OPERACIONAL...........................................................
8. SOBRE O SISTEMA..................................................................................................
9. CONSIDERAÇÕES FINAIS.......................................................................................

9.1 Você recomendaria seu Sistema Operacional?........................................
10. REFERENCIAS........................................................................................................




Lucas do Rio Verde – MT

2012










3. INTRODUÇÃO

Este estudo consiste em conhecer a história e a funcionalidade do Macintosh Operating System (Mac OS) é a denominação do sistema operacional padrão dos computadores Macintosh produzidos pela Apple. Para isso, foram necessárias várias pesquisas para se chegar a um pequeno resumo, mais rico em informações. O Mac OS teve sua primeira versão lançada em 1984. Até antes da versão 7.6, era chamado apenas de System (ex.: System 4, System 7), da versão 7.6 em diante passou a ser chamado de Mac OS, mas o sucesso não veio tão logo, foram necessários vários anos de aperfeiçoamento para que só assim chegasse ao sucesso em países como Estados Unidos (país de origem), Japão, Reino Unido, Canadá e Itália. Ao longo do estudo veremos suas caracteristicas que o fazem diferente e ao mesmo tempo tão atraente, conquistando cada vez mais pessoas e paises.







Lucas do Rio Verde – MT

2012











4. HISTÓRIA

Em 1984 foi lançado a primeira versão do Macintosh Operating System (Mac OS), que era chamado apenas de System 1.0, com ele foi introduzido o conceito de desktop, rodava em 128 KB de memória e carregava a partir de um disquete. No inicio era tudo muito robusto, a tela era uma tv adaptada e em preto e branco puro, não havia disco rigido, só se podia usar um aplicativo por vez e tinha que se retirar o disco de partida e colocar o outro desejado para utilização. Foi o primeiro SO a utilizar ícones e pastas para representar programas e arquivos do modo como conhecemos hoje. De início as pastas eram criadas renomeando-se uma “Pasta Vazia” que estava sempre na raiz do disco. A partir do System 2.0 o sistema foi modificado, com a inclusão do comando “Nova Pasta’” no menu Arquivo do Finder (descobridor). O Macintosh foi mudando de um “eletrodoméstico da informação”, como era chamado por Jobs, para uma workstation (estação de trabalho útil para aplicações sérias, como o Desktop Publishing (editor eletrônico).

O System que inicialmente era em preto e branco, passou a exibir imagens coloridas de alta qualidade via placas de video dedicadas e monitores externos. Tambem passou-se a usar discos rigidos com a veloz conexão SCSI. Passou a suportar mais audio, permitindo assim que o System pudesse ser usado junto a instrumentos musicais. Em poucos anos o System modificou-se tanto que não era possivel ser comparado com aquele inicial.

Mas nem todas essas conquistas vieram a base de pesquisas e estudos a fundo. Elas foram conseguidas a base das mais puras gambiarras, adaptações e quebra-galhos. Todas essas engenhocas sem arquitetura definida deram origem a esse sistema operacional com uma grande sofisticação técnica das aplicações. O responsavel por tudo isso foi Steven Paul Jobs (São Francisco, Califórnia, 24 de fevereiro de 1955Palo Alto, Califórnia, 5 de outubro de 2011) foi um inventor, empresário e magnata americano no setor da informática e mesmo com tantos tropeços e obstaculos acreditou em suas ideias. O System foi concebido para ser expandido e modificado. O original era monousuario e monotarefa, ou seja, so se podia rodar um programa por vez junto de um programinha do Desk Accessories que equivale ao atual Dashboard (painel de instrumentos). A grande novidade apareceu no System 5 um rack esperto chamado Multifinder (multiplo descobridor),







Lucas do Rio Verde – MT

2012










permitiu que mais de um ícone permanecesse aberto ao mesmo tempo. Foi um grande avanço dentro de um labirinto cheio de descobertas o que permitiu a resolução de alguns problemas e acabou gerando outros.

Em apenas quatro anos de mercado o System já estava em sua 6ª versão e a justificativa segundo seus criadores era de que cada novo modelo de Mac precisa trazer uma nova versão do System. Mas a revisão mais importante só foi percebida pelo usuário na versão do System 7, de maio de 1991. Foi uma transformação memorável, se fosse comparado com as demais versões logo seria percebido quantas limitações técnicas foram contornadas ou mascaradas. Ele não possuia o Kernel para mediar o acesso entre o hardware e o software dos programas. Possuia apenas uma coleção de APIs – bloco de código de uso geral, acessados em comum pelos programas – chamada Toolbox. Cada aplicativo tinha a missão de acessar diretamente as funções no Toolbox e gerenciar sua própria ação. Isso gerava frequentes conflitos entre os programas pelos recursos da máquina, causando ineficiencia e instabilidade. Era comum um programa travar a máquina inteira, uma vez que o System não protegia a memoria acionada pelos programas, podendo um invadir o “espaço” do outro. Possuia a função multitarefa feita através de um “acordo” mal feito entre os aplicativos, o que tambem causava lentidões e travamentos.

Novos Macs eram lançados, mas a versão do System 7 passou a ser universal – o primeiro distribuido via CDs. Cada Mac vinha com um ícone chamado “System Enabler” que revelava quais modificações haviam sido feitas para aquele modelo. Um dos problemas é que não só bastava instalar e sair usando. O System 7 era mais pesado que o 6 e acabava exigindo um upgrade na memoria. O SO veio com o endereçamento de memoria em 32 bits substituindo o original de 24 bits, o qual só permitia usar 8 MB da memoria. A mudança foi necessaria para suportar programas maiores. Essa medida ocasionou a “quebra” de uma enorme quantidade de aplicativos o que ocasionou a necessidade de atualizações de todos eles.

A versão 7.6, de 1997, foi a primeira com o nome “Mac OS”; a mudança de nome visava atender ao mercado de clones de Mac e prepararia o terreno para o futuro Mac OS 8, apelidado Copland. Lançado em 26 de julho de 1997 ele representou a maior atualização do Mac OS desde o System 7. O Mac OS 8 foi o







Lucas do Rio Verde – MT

2012










primeiro software mais vendido da Apple com 1,2 milhões de cópias vendidas em duas semanas. Enquanto isso a empresa ja desenvolvia a nova geração de sistemas operacionais, os Mac OS X. O sistema operacional 8 ainda sofreu algumas modificações com o tempo como a introdução da interface Platinum e um processador PowerPC. Ainda foi introduzido um sistema de arquivos mais eficiente conhecido como HFS Plus e ainda vieram o QuickDraw e o AppleScript, e depois o sistema de buscas Sherlock. Seu sucessor, o Mac OS 9 foi lançado em 23 de Outubro de 1999 foi o ultimo da linha clássica Mac OS, a Apple o classificou como "O Melhor sistema Operacional em Internet", referindo-se a capacidade de busca na internet do Sherlock. Mais para um sistema operacional moderno o Mac OS 9 precisava de uma melhor funcionalidade, como uma memoria protegida e multitarefa. Em 2002 o Mac OS 9 parou de ser desenvolvido e as atenções se voltaram para o futuro Mac OS X.

O Mac OS X ou Mac OS Dez apresentou grandes diferenças em relação aos sistemas operacionais Macintosh anteriores e o código que é a base de um SO em nada tem a ver com versões anteriores. Apesar das alterações estarem nos “bastidores” a interface gráfica de usuario Aqua é a novidade mais visivel.

O nucleo do Mac OS X é certificado pela Unix (sistema operacional portatil multitarefa e multiusuario), criado em torno de um nucleo XNU com recursos básicos Unix que obedece uma linha de comando entre usuario e máquina. A Apple desenvolveu esse sistema baseando-se no núcleo Darwin, um sistema de códigos fechados (closed source), incluindo o sistema de gerenciamento de arquivos (a interface Aqua e Finder). Em sua décima versão, o sistema foi remodelado como um todo, inclusive o kernel (Mac Os utilizavam Kernel Monolítico, e mais tarde micro-kernel, Mac Os X Kernel híbrido), que passou a ser baseado no do Unix BSD.Essa combinação tornaram o Mac OS X o SO mais bem vendido até hoje em numeros de computadores.





Lucas do Rio Verde – MT

2012










4.1 Versões

Macintosh System 1 1984 Macintosh System 2 1985

Macintosh System 3 1986 Macintosh System 4 1987

Macintosh System 5 1988 Macintosh System 6 1989



Macintosh System 7 1991 1997: Mac OS 8.0





Lucas do Rio Verde – MT

2012












Mac OS 9 1999 Mac OS 10 2001



2011: Mac OS X Lion 10.7 (oitava e atual versão)





Lucas do Rio Verde – MT

2012










5) PRINCIPAIS CARACTERISTICAS


  • Kernel híbrido: Possui diferentes partes (monolítico e microkernel) interagindo na utilização do sistema. Em termos de estrutura é considerado um kernel em camadas.

  • Interface padronizada

  • Extensibilidade

  • Flexibilidade no suporte de novos sistemas

  • Portabilidade

  • Confiabilidade

  • Escalonador de Processos em filas com realimentação

  • Suporta Tempo Compartilhado e Prioridade Fixa

  • Cada processo tem seu próprio conjunto (32 bits ou 64 bits) de espaço de endereço virtual

  • Paginadores Internos Kernel

  • Memória Residente, armazena código do kernel e estruturas de dados que não podem ser paginadas para disco

  • Ao contrário da maioria dos sistemas Unix o Mac OS X não usa uma pré-partição Swap para memória virtual. Em vez disto ele usa todo o espaço disponível na máquina da partição de boot.


5.1) características estudadas em sala na apostila
Tratamento de interrupções;

Criação e eliminação de processos;

Sincronização e comunicação entre processos;

Escalonamento e controle dos processos;

Gerencia de memória;

Gerencia do sistema de arquivos;

Operações de I/O;

Contabilização de segurança do sistema.






Lucas do Rio Verde – MT

2012










6. ESTRUTURA DO SISTEMA OPERACIONAL



  • O nível vermelho representa o Kernel (Darwin);

  • O nível verde representa a tecnologias multimídia:

    • Quartz – sistema utilizado pela Apple para a composição das janelas do Mac OS X;

    • OpenGL – permite a realização de gráficos 3D de alta qualidade;

    • QuickTime – proporciona uma qualidade de vídeo considerada perfeita pel Apple.

    • Áudio – integra uma variedade de funcionalidades de audiodiretamente do sistema.

  • O nível dourado representa as tecnologias que os programadores utilizam nas suas aplicações:

    • Cocoa – ambiente de desenvolvimento de aplicações orientado a objetos;

    • Java 2 – linguagem mais utilizada para desenvolvimento de aplicações multiplataforma.

    • Carbon – biblioteca que permite recompilar aplicações de sistemas antigos;

    • Classic – é um emulador do sistema operativo anterior para correr aplicações do mesmo no novo sistema;

  • O nível azul representa a interface gráfica:

    • Aqua – visualização utilizada na interface gráfica;

    • AppleScript – linguagem baseada no inglês, usada para escrever ficheiros script;

7. FINALIDADE DO SISTEMA OPERACIONAL

  • gerenciamento de processos;

  • gerenciamento de memória;

  • sistema de arquivos;

  • entrada e saída de dados.






Lucas do Rio Verde – MT

2012










8. SOBRE O SISTEMA

  • Núcleo monolítico ou monobloco;

  • Micronucleo Mach ou modelo cliente servidor

  • Elemento de lista com marcas

  • Nucleo XNU com recursos básicos Unix

  • Codigo fechado Darwin


9. CONSIDERAÇÕES FINAIS
Neste estudo pudemos conhecer um pouco desse avançado SO, não imaginávamos que seria tão interessante e satisfatório já que tal sistema não é tão popular em nosso país, infelizmente o seu custo aquisitivo é um pouco alto comparado a outros sistemas. Nunca tínhamos visto tanta tecnologia em um só SO, esperamos que o pouco que iremos apresentar a turma possa despertar a curiosidade dos mesmos, fazendo com que busquem conhecer melhor a história desse sistema operacional.
9.1 Você recomendaria seu Sistema Operacional?

Esse sistema operacional é moderno, atraente, inovador e me parece fácil de usar, sem dúvidas nós recomendamos. Existe aquele dito popular que” tudo que é bom custa caro”, mas nesse caso um apaixonado por infomática vai poder defender melhor esse SO, pois estamos falando em alta tecnologia, segurança do sistema, garantias do fabricante, assistencia, o que o justifica o seu preço um pouco acima dos demais.



10. REFERÊNCIAS

  • http://www.sociedadedigital.com.br/artigo.php?artigo=69&item=5#Imagem

  • http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Introducao-ao-Hardware-do-Macintosh/881/2

  • http://macmais.terra.com.br/materias/conheca-a-historia-do-mac-os-desde-o-comecinho/

  • http://books.google.com.br/books?id=xp5vTSHFVVYC&printsec=frontcover&hl=pt-BR&source=gbs_vpt_buy#v=onepage&q&f=false

  • http://www.macfix.com/hist.asp

  • http://www.apple.com/br/macosx/




    Lucas do Rio Verde – MT

    2012











  • http://www.gsmfans.com.br/index.php?topic=25948.0

  • (http://www.tecmundo.com.br/2031-a-historia-dos-sistemas-operacionais.htm)

  • http://macmais.terra.com.br/materias/conheca-a-historia-do-mac-os-desde-o-comecinho/:

  • Livro:

    • TÍTULO: Mac OS X Leopard

    • Subtítulo: Fique por Dentro de Todos os Recursos e Truques Desse Incrível Sistema Operacional da Apple

    • Autor: Eduardo Moraz

    • Edição: 1

    • Editora: Digerati Editorial

    • Ano: 2009

    • Assunto: Informatica-Sistemas Operacionais

    • Idioma: Português






Lucas do Rio Verde – MT

2012












Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal