Universidade de São Paulo Instituto de Ciências Biomédicas



Baixar 0.57 Mb.
Página5/12
Encontro18.07.2016
Tamanho0.57 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12

Além disso, observa-se que há uma tendência de aumento gradual no fator de impacto médio e mediana dos artigos publicados durante os últimos 3 anos (Tabela 5), sugerindo uma melhoria da qualidade de produção científica do Instituto. Nas figuras 7 e 8 apresentamos a análise de produção científica e de fator de impacto, em cada Departamento.


Tabela 4. Evolução da média e da mediana do fator de impacto (FI) das publicações. .

FI

Média e DP

Mediana

2008

2,9 ± 1,9

2,5

2009

4,2 ± 6,1

2,8

2010

3,2 ± 2,6

2,8

Figura 7 – Variação do Fator de Impacto Médio das publicações do Instituto.



Figura 8- Evolução recente da produção científica nos Departamentos do ICB.


7 PRODUÇÃO POR DOCENTE


A análise do número de artigos publicados em revistas indexadas (381) pelo número de docentes ativos da Unidade (considerando para 2010, os 143 docentes na ativa) revela que há uma tendência de estabilização do número que publicações pelos docentes do ICB, com leve alta no ano de 2010 (figura 9).

Figura 9 – Evolução da produção científica por docente no ICB.



Na figura 10, apresentamos a evolução da produção total por docente nos últimos 3 anos, que aparece estável.

Figura 10 – Evolução da produção científica total por docente no ICB.




8 INOVAÇÃO E PRODUÇÃO DE PATENTES

Apesar de não refletir diretamente a produção científica, há uma busca nesta universidade e no país, de processos que tenham valor biotecnológico e de inovação. A contribuição do ICB em pesquisas voltadas à inovação tecnológica pode ser medida por diferentes indicadores. Um dos indicadores mais empregados é, sem dúvida, o número de pedidos de patentes depositados em agências nacionais ou internacionais. Uma patente, por sua vez, pode ser definida como um título de propriedade temporária outorgado pelo Estado aos inventores, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas, referente a uma invenção ou modelo de utilidade que lhes garanta a exclusividade no uso econômico de sua criação. Desde a sua criação o ICB até final de 2010, registra um total de 37 pedidos de patentes depositados no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). No período compreendido entre 1983 e 2007 o ICB contribui com 11% do total de pedidos de patente depositados no INPI por unidades da USP sediadas no campus da capital. A distribuição de pedidos de patente feitos por docentes ligados ao ICB revela uma maior concentração nas áreas de microbiologia e imunologia que representam juntas cerca de 70% do total de pedidos depositados no INPI. No ano de 2010 foram depositados quatro pedidos de patente no país com a participação de docentes vinculados ao ICB na lista de inventores. Três depósitos foram feitos por docentes do Departamento de Microbiologia enquanto que o quarto pedido foi feito por uma docente vinculada ao Departamento de Biologia Celular e Desenvolvimento. No mesmo ano foi feito ainda um depósito de um pedido de patente no exterior (EUA) o qual conta com uma docente vinculada ao Departamento de Parasitologia na lista de inventores. Por fim, destaca-se a concessão de uma patente pelo INPI na qual constam como inventoras duas docentes vinculadas ao Departamento de Microbiologia. Uma lista desses pedidos e patentes são apresentados em lista anexa. Os dados demonstram o importante papel do ICB na área de inovação tecnológica e sua posição de destaque no âmbito da Universidade de São Paulo. No entanto, não há dúvidas, temos um grande espaço, e um grande desafio, a ser preenchido nessa área.



9 PRÊMIOS OUTORGADOS A DOCENTES/ORIENTADORES DO ICB EM 2010
O desenvolvimento da pesquisa do ICB tem participado ativamente de congressos nacionais e internacionais, como importante forma de divulgação de nosso trabalho. Durante o ano de 2010, vários desses trabalhos, seja de docentes, seja de orientandos, tiveram sua qualidade reconhecida, tendo recebido um total de 42 prêmios e menções honrosas, o que deve ser salientado como um importante feito de nossa pesquisa. Na figura 11, está apresentada a distribuição desses prêmios, segundo a procedência.

Figura 11 – Distribuição dos prêmios recebidos por docentes ou alunos do ICB durante o ano

de 2010.





10 PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE DO ICB NO CORPO EDITORIAL DE

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

A participação em corpos editoriais consiste em um reconhecimento da inserção de grupos de pesquisa em temas relacionados àquela revista científica. Os docentes do ICB têm contribuído de modo significativo como membros de corpo editorial de 56 periódicos nacionais e internacionais. A participação em corpo editorial atesta a representatividade e a liderança da comunidade do Instituto de Ciências Biomédicas nas áreas científicas de atuação. Na Tabela 6, apresentamos a lista de periódicos científicos nos quais temos atuação de nossos docentes, como membros de corpo editorial.


Quadro 1 - Periódicos Científicos com participação de docentes do ICB no corpo editorial.

  1. Allergologia et Immunopathologia

  1. Animal Reproduction

  1. Annals of Tropical Medicine and Parasitology

  1. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

  1. ARS Veterinária

  1. Brazilian Journalof Medical and Biological Research

  1. Brazilian Journal of Microbiology

  1. Brazilian Journal of Morphological Sciences

  1. Cell Biochemistry and Function

  1. Current Opinion in Biotechnology

  1. Diabetology and metabolic syndrome

  1. Environmental and Molecular Mutagenesis

  1. Enzyme Research

  1. European Journal of Pharmacology

  1. Frontiers in Headache Medicine and Facial Pain, Frontiers in Neurology

  1. Frontiers in Mycology

  1. Gazeta Médica da Bahia

  1. Genes, BrainandBehavior

  1. Geneticsand Molecular Biology

  1. Infectionand Drug Resistance

  1. International Biodeterioration and Biodegradation

  1. Jornal Brasileiro de Transplantes

  1. Jornal Brasileiro de Nefrologia

  1. Jornal Brasileiro de Psiquiatria

  1. Journalof Molecular andGenetic Medicine

  1. Journal of Applied Oral Science (Online)

  1. Journal of Chemical Neuroanatomy

  1. Journal of Clinical Immunology

  1. Journal of Infection in Developing Countries

  1. Microbiologia in Foco

  1. Mutation Research-Fundamental and Molecular Mechanisms of Mutagenesis

  1. Nutritional Therapy and Metabolism

  1. O Anatomista

  1. Open Dentistry

  1. Perspectivas Médicas (FMJ)

  1. Photochemistry and Photobiology

  1. Placenta (Eastbourne)

  1. Plos One

  1. Prostaglandins, Leukotrienes and Essential Fatty Acids

  1. Psychology&Neuroscience

  1. Reproductive Biology and Endocrinology

  1. Revista Brasileira de Alergia e Imunopatologia

  1. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

  1. Revista de Fisioterapia da Universidade de São Paulo

  1. Revista de Psiquiatria Clínica

  1. Revista do Instituto Adolpho Lutz

  1. Revista Técnico-Científica da Escola de Saúde CEJAM

  1. São Paulo Medical Journal

  1. SBI na Rede

  1. ScientiaeStudia (USP)

  1. Serodiagnosis & Immunotherapy in InfectiousDiseases

  1. The International Journal of Atherosclerosis

  1. The Open Orthopaedics Journal

  1. World Journal of Gastroenterology

  1. World Journal of Hepatology

  1. World Journal of Stem Cells



1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   12


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal