Universidade do Estado do Rio de Janeiro Centro de Educação e Humanidades



Baixar 62.69 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho62.69 Kb.


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Centro de Educação e Humanidades

Instituto de Psicologia

Departamento de Psicologia Social e Institucional



Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social


Universidade Federal do Rio de Janeiro

Centro de Filosofia e Ciências Humanas

Instituto de Psicologia

Programa de PósGraduação em Psicologia





PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ano

2007

Semestre

01
Código

PSI

Nome da Disciplina
TÓPICOS ESPECIAIS EM PSICOLOGIA SOCIAL I

(História e formação da Psicologia Social)

CH

45


CR

03


Professores

Ana Maria Jacó Vilela

Francisco Teixeira Portugal


Ementa:

Contexto de formação da psicologia social. O estatuto científico da psicologia social. A psicologia das massas. O estudo das atitudes. A dinâmica de grupo. A psicologia social cognitivo-experimental. A psicossociologia dos pequenos grupos. A psicologia social na América Latina. As abordagens recentes na psicologia social.



Objetivos


O curso pretende apresentar aos alunos o campo da Psicologia Social por meio de uma análise histórica e crítica, aprofundando temas e questões relevantes para a formação dessa perspectiva em psicologia.

Conteúdo programático

I – Apresentando a problemática: A ocupação das cidades e o medo das massas; A separação dos espaços público e privado. A dicotomia indivíduo e sociedade.

II - A institucionalização acadêmica da Psicologia Social. Kurt Lewin, a dinâmica de grupo, a pesquisa-ação. Os desdobramentos na psicologia social cognitivo-experimental

III - Outras vertentes: A psicossociologia e os pequenos grupos, a análise institucional, as representações sociais. A psicologia social na América latina



Bibliografia sugerida, por tema:

I - A ocupação das cidades e o medo das massas.

Balibar, Etienne. (1997) O medo das massas. Paris: Galilée.

Benevides, Regina D. (1994) Grupo: afirmação de um simulacro. Tese de doutorado: PUCSP.

Benevides, Regina e Josephson, Silvia (2005) A Invenção das massas: a psicologia entre o controle e a resistência. Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.

Besciani, Maria Stella M. (1996) Londres e Paris no século XVIII. São Paulo: Brasiliense. Coleção tudo é história.

Canetti, Elias. (1983) Massa e poder. São Paulo: Melhoramentos.

Carvalho, Maria Alice Rezende. (1994) Quatro vezes cidade. Rio de Janeiro: 7 Letras.

Freud, Sigmund. (1976) Psicologia de grupo e análise do ego. Em: Obras completas. Vol.18. Rio de Janeiro: Imago.

Gentilli, Victor. (2005) Democracia de massas. Porto Alegre: Edipucrs.

Le Bon, Gustave. (1895/2005) Psicologia das massas. Lisboa: Esquilo.

Mackay, Charles. (2001) Ilusões populares e a loucura das massas. Rio de Janeiro: Ediouro

Mello Neto, Gustavo Adolfo Ramos (2000). A psicologia social nos tempos de S. Freud. Psicologia: teoria e pesquisa, 16 (2):145-152

Moreira Leite, Dante (1992) O Caráter nacional brasileiro. São Paulo: Ática.

Moscovici, Serge (1993). La era de las multitudes – un tratado histórico de psicología de las masas. México: Fondo de Cultura Económica.

Ortega y Gasset, Jose. (2002) A rebelião das massas. São Paulo: Martins Fontes.

Reich, Wilhelm. (2001) Psicologia de massas do fascismo. São Paulo: Martins Fontes.

Sloterdijk, Peter. (2002) O desprezo das massas. São Paulo: Estação Liberdade.

Silva, Rosane Neves. (2005). A invenção da Psicologia Social. Petrópolis: Vozes.



Tarde, Gabriel. (2005) A opinião e as massas. São Paulo: Martins Fontes.

II - A separação dos espaços público e privado.

Ariès, Philippe (1981) História social da criança e da família. Rio de Janeiro: Zahar.

Ariès, Philippe e Roger, Chartier. (1991) História da vida privada, vol.3. São Paulo: Companhia das Letras.

Constant, Benjamin. (1980). "Da liberdade dos antigos comparada à dos modernos". Traduzido da edição dos textos escolhidos de Benjamin Constant. Marcel Gauchet (org.) De la Libertè chez les Modernes. Paris: Le livre de Poche, Collection Pluriel.

Dupas, Gilberto. (2003) Tensões contemporâneas entre o público e o privado. São Paulo: Paz e Terra.

Sennet, Richard. (1989) O declínio do homem público: as tiranias da intimidade. São Paulo: Companhia das Letras.

Simmel, Georg (1977) La ampliación de los grupos y la formación de la individualidad. In: ________ Sociologia - Estudios sobre las formas de socialización. Madrid: Biblioteca de la Revista de Occidente.

Simmel, Georg (1979) A metrópole e a vida mental. In: Velho, G. (org.) O fenômeno urbano. Rio de Janeiro: Zahar.

Tocqueville, Alexis de (1977) A democracia na América. Belo Horizonte/São Paulo: Itatiaia/Edusp.

Rago, Margareth. (s/d) Do cabaré ao lar. São Paulo: Paz e Terra.

Novaes, Fernando (1997) História da vida privada no Brasil. São Paulo. Companhia das Letras.


III - A dicotomia indivíduo e sociedade.

Arendt, Hannah (1991) A condição humana. Rio de Janeiro: Forense.

DaMatta, Roberto (1983) Você sabe com quem está falando? Um ensaio sobre a distinção entre indivíduo e pessoa no Brasil. In: _________ Carnavais, malandros e heróis. Rio de Janeiro: Zahar.

Dumont, Louis (1985) O individualismo: uma perspectiva antropológica na ideologia moderna. Rio de Janeiro: Rocco.

Elias, Norbert (1993) O processo civilizador: uma história dos costumes. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Elias, Norbert (1987) A sociedade de corte. Lisboa: Estampa.

Horkheimer, Max e Adorno, Theodor (orgs.) (1973) Temas básicos de Sociologia. São Paulo: Cultrix/Edusp.

Lukes, Steven. (1973) Individualism, types of . In: Dictionary of the History of Ideas. New York: Wilner (Tradução de Ana Maria Jacó Vilela. Revisão de Antônio Carlos Cerezzo. Rio de Janeiro: UERJ, 1999).

Velho, Gilberto (1987) Individualismo e cultura: notas para uma antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

IV - A institucionalização acadêmica da Psicologia Social


Allport, Gordon. W. (1968) The historical background of modern Social Psychology. In: Lindzey, G. & Aronson, E. Handbook of Social Psychology. Reading, Mass.: Addison- Wesley, v.1.

Bomfim, E. de M. (2003) Psicologia Social no Brasil. Belo Horizonte: Edições do Campo Social.

Farr, Robert. M. (2002) As raízes da Psicologia Social moderna. Petrópolis: Vozes.

Portugal, Francisco (2005). A Escola de Chicago. Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.

Ramos, Arthur (2002) Introdução à Psicologia Social. São Paulo: Casa do Psicólogo.
V - Kurt Lewin, a dinâmica de grupo, a pesquisa-ação.

Allport, Gordon. W. (1968) The historical background of modern Social Psychology. In: Lindzey, G. & Aronson, E. Handbook of Social Psychology. Reading, Mass.: Addison- Wesley, v.1.

Garcia-Roza, Luiz Alfredo (1972). Psicologia estrutural em Kurt Lewin. Petrópolis: Vozes.

Lewin, Kurt (1973). Problemas de dinâmica de grupo. São Paulo: Cultrix.

Saidón, Oswaldo (1983) Práticas grupais. Rio de Janeiro: Campus.

VI - Os desdobramentos na psicologia social cognitivo-experimental


Allport, Gordon. W. (1968) The historical background of modern Social Psychology. In: Lindzey, G. & Aronson, E. Handbook of Social Psychology. Reading, Mass.: Addison- Wesley, v.1.

Farr, Robert. M. (2002) As raízes da Psicologia Social moderna. Petrópolis: Vozes.

Rodrigues, A. Estudos em Psicologia Social. Rio de Janeiro: Vozes, 197

Rodrigues, Aroldo; Assmar, Eveline e Jablonski, Bernardo (2001). Psicologia Social. Petrópolis: Vozes, 20ª edição.


VII - A psicossociologia e os pequenos grupos; a análise institucional; as representações sociais

Baremblit, Gregório (1998) Compêndio de análise institucional e outras correntes – teoria e prática. Rio de Janeiro: Record/Rosa dos Tempos.

Farr, Robert M. (2002) As raízes da Psicologia Social moderna. Petrópolis: Vozes.

Furtado, Odair e González Rey, Fernando (orgs.) (2002). Por uma epistemologia da subjetividade: um debate entre a teoria sócio-histórica e a teoria das representações sociais. São Paulo: Casa do Psicólogo.

Ibañez Garcia, Tomás (2004). O “giro lingüístico”. Em: Iñiguez, Lupicinio (coord.). Manual de análise do discurso em ciências sociais. Petrópolis: Vozes.

Ibañez, Tomás (2001) Municiones para disidentes. Barcelona: Gedisa.

Lapassade, George (1983) Grupos, organizações e instituições. Rio de Janeiro: Francisco Alves.

Moscovici, Serge (1978). A representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar.

Nóbrega, S. M. (2003) Sobre a teoria das representações sociais. In: A.S.P. Moreira; J. C. Jesuíno (orgs.) Representações sociais: teoria e prática. João Pessoa: Editora Universitária.

Rodrigues, Heliana de Barros Conde. (2005) Sejamos realistas, tentemos o impossível. Desencaminhando a psicologia através da análise institucional. Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.

Sá, C. P. (1993) Representações sociais: o conceito e o estado atual da teoria. In: Mary Jane Spink (org.). O conhecimento no cotidiano: as representações sociais na perspectiva da psicologia social. São Paulo: Brasiliense.

Saidón, Oswaldo (org.) (1983) Práticas grupais. Rio de Janeiro: Campus.



VIII – A psicologia social na América Latina

Albuquerque, Francisco José Batista e Arendt, Ronald (2003). A psicologia social e o Brasil. Em: Yamamoto, Oswaldo e Gouveia, Waldiney (org.). Construindo a psicologia brasileira: desafios da ciência e prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo.

Bock, Ana M. B. e Furtado, Odair (2005). A psicologia no Brasil e suas relações com o marxismo. Em: Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.

Bomfim, E. de M. (2003). Psicologia Social no Brasil. Belo Horizonte: Edições do Campo Social.

Castellá Sarriera, Jorge; Freitas, Maria de Fátima Quintal e Scarparo, Helena (2003). Para onde caminha a psicologia (social) comunitária no Brasil? Um balanço a partir dos frutos de sua trajetória. Em: Yamamoto, Oswaldo e Gouveia, Waldiney (orgs.). Construindo a psicologia brasileira: desafios da ciência e prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo.

Febvre Febvre, Lucien. (1977). Combates pela História II. Lisboa, Presença.

Gergen, K. J. (1973) Social Psychology as History. Journal of Personality and Social Psychology, 26: 309-320.

Jacó-Vilela, Ana Maria; Rocha, Marisa e Mancebo, Deise, (orgs.) (2001). Psicologia social: relatos na América Latina. São Paulo: Casa do Psicólogo.

Martín-Baró, Ignacio (1998). Psicología de la liberación. Madri: Trotta.

Moscovici, S. e Marková, I. (2006). The making of modern Social Psychology. The hidden story of how na international social science was created. Cambridge: Polity Press, 2006.

Pagès, M. (1971). Psicologia Social y compromiso político: responsabilidades actuales del profesional de la psicologia. Buenos Aires: Rodolfo Alonso Editor.

Rey, Fernando Gonzalez. (2004). O social na Psicologia e a Psicologia Social. A emergência do sujeito. Petrópolis: Vozes.

Sawaya, Bader. (2002). Silvia Lane. Rio de Janeiro: Imago; Brasília, DF: CFP.

Vasquez Ortega, José Joel (coord.) (2000). Psicología social y liberación en América Latina. México: Universidad Autónoma Metropolitana.

Spink, Mary Jane e Spink, Peter (2005). A Psicologia social na atualidade. Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.


Observações

O curso será ministrado no Instituto de Psicologia da UFRJ às quintas-feiras, de 14 às 16:30. Início em: 29 de março de 2007, término em 06 de julho de 2007.






Funcionamento do curso:

Aula expositiva no início de cada unidade.

Textos a serem apresentados individualmente ou em dupla com aproximadamente 20 minutos para cada apresentação.
Cronograma do curso:

29/03 – apresentação do curso

05/04 – Aula expositiva e debate do texto Mello Neto, Gustavo Adolfo Ramos (2000). A psicologia social nos tempos de S. Freud. Psicologia: teoria e pesquisa, 16 (2):145-152
12/04 – Massas – apresentação/debate dos textos

Leitura comum: Benevides, Regina e Josephson, Silvia (2005) A Invenção das massas: a psicologia entre o controle e a resistência. Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora


Apresentações em duplas:

Freud, Sigmund. (1921/1976) Psicologia de grupo e análise do ego. Em: Obras completas. Vol.18. Rio de Janeiro: Imago.



Le Bon, Gustave. (1895/2005) Psicologia das massas. Lisboa: Esquilo.

Reich, Wilhelm. (1946?/2001) Psicologia de massas do fascismo. São Paulo: Martins Fontes.

Tarde, Gabriel. (1901/2005) A opinião e as massas. São Paulo: Martins Fontes.
19/04 – Público X Privado – apresentação/debate dos textos

Leitura comum: Constant, Benjamin. (1980). "Da liberdade dos antigos comparada à dos modernos". Traduzido da edição dos textos escolhidos de Benjamin Constant. Marcel Gauchet (org.) De la Libertè chez les Modernes. Paris: Le livre de Poche, Collection Pluriel.


Sennet, Richard. (1989). O declínio do homem público: as tiranias da intimidade. São Paulo: Companhia das Letras. – Partes II e III (dupla)

Simmel, Georg (1979). A metrópole e a vida mental. In: Velho, G. (org.) O fenômeno urbano. Rio de Janeiro: Zahar.

Chartier, R. A escrita. Em: Ariès, Philippe e Roger, Chartier. (1991). História da vida privada, vol.3. São Paulo: Companhia das Letras. p. 113-161
26/04 – Aula expositiva sobre Parte II do curso

03/05 – Indivíduo e sociedade – apresentação/debate dos textos

Leitura comum: Lukes, Steven. (1973) Individualism, types of. In: Dictionary of the History of Ideas. New York: Wilner (Tradução de Ana Maria Jacó Vilela. Revisão de Antônio Carlos Cerezzo. Rio de Janeiro: UERJ, 1999).


Individual para apresentação/debate

Elias, Norbert (1993) O processo civilizador: uma história dos costumes. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. Capítulo 1, partes I e II)

Elias, Norbert (1987) A sociedade de corte. Lisboa: Estampa. Capítulos 3 a 6

Velho, Gilberto (1987) Individualismo e cultura: notas para uma antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.


10/05 – A institucionalização da psicologia social

Leitura comum: Kruger, H. (1986) Introdução a Psicologia Social. São Paulo: EPU. Capítulo 3. Características da Psicologia Social.

Apresentação e debate:

Allport, Gordon. W. (1968). The historical background of modern Social Psychology. In: Lindzey, G. & Aronson, E. Handbook of Social Psychology. Reading, Mass.: Addison- Wesley, v.1. (ver em “trabalhos”)

Bomfim, E. de M. (2003). Psicologia Social no Brasil. Belo Horizonte: Edições do Campo Social. Capítulos 5 e 6

Farr, Robert. M. (2002). As raízes da Psicologia Social moderna. Petrópolis: Vozes.

Portugal, Francisco (2005). A Escola de Chicago. Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.
17/05 – Kurt Lewin

Leitura comum: Lewin, Kurt (1973). Problemas de dinâmica de grupo. São Paulo: Cultrix. – Parte III, capítulos 9-13.


Apresentação e debate:

Garcia-Roza, Luiz Alfredo (1972). Psicologia estrutural em Kurt Lewin. Petrópolis: Vozes. (dupla)

Saidón, Oswaldo (1983). Práticas grupais. Rio de Janeiro: Campus. Parte I, p. 15-37
24/05 – A Psicologia social cognitiva – apresentação de trabalho sobre livros de psicologia social (4 pessoas)

31/05 – Aula expositiva sobre a Parte III

14/06- (aula de 14 às 17 hs)

Novas vertentes – Apresentação e debate dos textos (um texto por pessoa)

Rodrigues, Heliana de Barros Conde. (2005) Sejamos realistas, tentemos o impossível. Desencaminhando a psicologia através da análise institucional. Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.

Sá, C. P. (1993) Representações sociais: o conceito e o estado atual da teoria. In: Mary Jane Spink (org.). O conhecimento no cotidiano: as representações sociais na perspectiva da psicologia social. São Paulo: Brasiliense.

Moscovici, S.; Pagès, M. e outros. (1971). Psicologia Social y compromiso político: responsabilidades actuales del profesional de la psicologia. Buenos Aires: Rodolfo Alonso Editor.
21/06 - (aula de 14 às 17 hs) - Psicologia social na América Latina – psicologia da libertação, psicologia sócio-histórica, psicologia comunitária

Apresentação e debate dos textos (um texto por pessoa)

Bock, Ana M. B. e Furtado, Odair (2005). A psicologia no Brasil e suas relações com o marxismo. Em: Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.

Vasquez Ortega, José Joel (coord.) (2000). Psicología social y liberación en América Latina. México: Universidad Autónoma Metropolitana.


28/06 - (aula de 14 às 17 hs) - Apresentação /debate de textos. Avaliação do curso.

Leitura comum: Ibañez, Tomás (2001). Municiones para disidentes: realidad – verdad – política. Barcelona: Gedisa. Capítulos “Entre la ideología y la acción”, “Postmodernidad, construccionismo y psicología social”, “Epílogo” – pp. 183 – 270.

Debate e apresentação:

Gergen, K. J. (1973). Social Psychology as History. Journal of Personality and Social Psychology, 26: 309-320.

Spink, Mary Jane e Spink, Peter (2005) A Psicologia social na atualidade. Em: Jacó-Vilela, Ana Maria; Ferreira, Arthur Arruda Leal e Portugal, Francisco Teixeira. História da psicologia: rumos e percursos. Rio de Janeiro: NAU Editora.

Ibañez, Tomás Gracia (2004). O “giro lingüístico”. Em: Iñiguez, Lupicínio. Manual de Análise do discurso em Ciências Sociais. Petrópolis: Vozes.

__________________________________________________________________________________________
Avaliação do curso:

- Participação, leitura e debate dos textos



- Trabalho escrito individual, a ser entregue até 31 de julho de 2007. Temas:

  1. Análise do livro de Choderlos de Laclos. (1947). As relações perigosas. Porto Alegre: Editora Globo.

  2. Análise do conto de Edgar Alan Poe. O homem da multidão.

  3. Análise do livro de Primo Levi. É isso um homem?

  4. Análise do livro de Maura Lopes Cançado. O hospício é Deus.

  5. Análise do livro de Gabriel Garcia Marques. Cem anos de solidão.

  6. Análise do livro de Mário Vargas Llosa. Conversa na Catedral.

  7. Análise de livros de Antonin Artaud e Luigi Pirandello (Um, nenhum, cem mil ou O falecido Matia Pascal).

  8. Trabalho para 4 pessoas, para apresentação oral dia 24/05: consulta a livros de “Psicologia Social”, identificando os de abordagem cognitivo-experimental (sumário e apresentação/prefácio/introdução). Apresentar os tópicos mais presentes por década, a partir dos anos de 1940. Analisar as mudanças encontradas.

  9. Trabalho em dupla: Tradução do texto de Allport, Gordon. W. (1968) The historical background of modern Social Psychology. In: Lindzey, G. & Aronson, E. Handbook of Social Psychology. Reading, Mass.: Addison- Wesley, v.1. Entrega para a turma até 03/05.

  10. Análise de pelo menos dois dos seguintes filmes: Queimada, O Leopardo, Sacco e Vanzetti.

  11. Análise de pelo menos dois dos seguintes filmes: Bicho de 7 cabeças, Esmerina, Um estranho no ninho.







Catálogo: programas
programas -> Previdência social secretaria da receita previdenciária
programas -> Universidade Federal do Rio Grande do Norte c entro de Ciências Humanas, Letras e Artes
programas -> Universidade Federal do Rio Grande do Norte c entro de Ciências Humanas, Letras e Artes
programas -> Assembléia legislativa do estado do amazonas
programas -> Universidade federal fluminense
programas -> Gec 00039 – sociologia e comunicaçÃo departamento de Estudos Culturais e Mídia Professora: Ana Lucia Enne
programas -> Curso: : ciencias biologicas
programas -> Curso: miarq, miint ano Curricular: 2010-2011 (Ramo / Especialidade:) Arquitectura/Comunicação e Cultura Visual
programas -> Curso: miarq, miint ano Curricular: 2010-2011 (Ramo / Especialidade:) : Arquitectura/Comunicação e Cultura Visual


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal