Universidade federal da bahia



Baixar 0.77 Mb.
Página6/8
Encontro28.07.2016
Tamanho0.77 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8

ANTONY, Sheila. RIBEIRO, Jorge Ponciano. A criança hiperativa: uma visão da abordagem gestáltica. Psicologia Teoria e pesquisa. v. 20, n. 2, Brasília, 2004.

ANTONIUK, S. et al. Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade: estudo em crianças e adolescentes através do DSM-IV. Jornal Paranaense de Pediatria, Paraná, 2003. Disponível em < http://www.spp.org.br/Jornal/dezembro_2003.pdf>. Acesso em 10 de set. 2009.


BARBOSA. A.; BARBOSA, G.A.; AMORIM. G.G. Hiperatividade: Conhecendo sua Realidade. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
BARKLEY, Russel.  Attention Deficit Hyperactivitv Disorder: A handbook for diagnosis and treatment.  New York: Guilford Publications, 1990.
BARKLEY, Russel. Transtorno do Déficit de Atenção/ Hiperatividade. Porto Alegre: Editora Artmed, 2002.
BENCZIK, Edyleine Bellini Peroni. Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2000.
BERMELL, Alonso. La música como instrumento de evalución de niños hiperactivos. Boletín de Psicología, n. 93, p. 79-97, jul. 2008.
BIEDERMAN, J. et al. ADHD in a school sample of Brazilian adolescents: a study of prevalence, comorbid conditions, and impairments. Journal of American Academy Child and Adolescents Psychiatry, 1999.
BOLTRINO, Pedro. Música y Educación Especial. Actas de la vii reunión. n. 15, p.2, Argentina, 2008.
CAMPOS, Daniel da Costa, Música, neuropsicologia, transtorno do déficit de Atenção / hiperatividade (TDAH): diálogo entre Arte e Saúde. XVI CONGRESSO DA ANPPOM,2006, São Paulo. Anais. São Paulo, 2006. Disponível em: http://www.anppom.com.br/anais/anaiscongresso_anppom_2006/CDROM/COM/05_Com_Musterap/sessao01/05COM_Musterap_0105-255.pdf Acesso em 20 de dez. 2009.
CANADIAN ASSOCIATION FOR MUSIC THERAPY. Specific applications of musical techniques in music therapy. From Canadian Association for Music Therapy, 2006. .
CANTWELL, Dennis. Attention deficit disorder: a review of the past 10 years. Journal of the American Academy of Child and Adolescent Psychiatry, 1996.
CLARKE, Sally Anny; EISER, Chistine. The measurement of health-related quality of life in paediatric clinical trials : a systematic review. Health and Quality of Life Outcomes, 2004. Disponível em: www.pubmedcentral.nih.gov/articlerender.fcgi?artid=534785>. Acesso em 09 jun. 2004.
CORREIA FILHO, A. G., PASTURA G. (2003). As Medicações Estimulantes. Em L. A. Rhode & P. Mattos (Orgs.), Princípios e práticas em TDAH - Transtorno de deficit de atenção/ hiperatividade (pp. 161-173). Porto Alegre: Artmed.

CRUVINEL, Flavia Maria. Educação musical e transformação social – uma experiência com o ensino coletivo de cordas. Goiânia: Instituto Centro-Brasileiro de Cultura, 2005.



DANTAS, R.A.S.; SAWADA, N.O.; MALERBO, M.B. Pesquisas sobre qualidade de vida: revisão da produção científica das universidades públicas do Estado de São Paulo. Revista Latino-americano de Enfermagem, julho-agosto; 11(4):532-8, 2003
DEFREITAS JR, Áureo. Comportamentos verbal e não verbal: como se usam. Seminário de Pesquisa do Instituto de Ciência das Artes. Pará, 2007.
DEFREITAS JR Áureo Déo; NOBRE, João Paulo dos Santos; CASSEB, Mariene. Aprendizado musical de estudantes com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade – TDAH. In: II Seminário de Extensão do Instituto de Ciência das Artes, 2008, Belém, Anais Eletrônicos.
DEFREITAS JR., Á. et. al. Aprendizado musical de estudantes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade – TDAH. In: III Seminário de Extensão do Instituto de Ciências da Arte, 2009, Belém, Anais Eletrônicos.
DEFREITAS, et. al. Autismo e desenvolvimento infantil: a música como forma de intervenção. In: Bene Martins, Lia Braga, Orlando Maneschy. (Org.). Interfaces desejos e hibridizações na arte. Belém: EDUFPA, 2009, v. 1, p. 182-199.
DSM-IV Workgroup. The Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, Fourth edition, Text Revision. Washington, DC: American Psychiatric, 1994.
DUPAUL, George; STONER, Gary. ADHD in the schools: Assessment and intervention strategies. New York: The Guilford Press, 2003.
GALLUCI, F. et al. Symptoms of attention deficit hyperactivity disorder in an Italian school sample: Findings of a Pilot Study. Journal of the American Academy of Child and Adolescent Psychiatry, v.5 (32), p. 1051-1058, 1993.
GARDNER, Howard. Verdadeiro e o bom: Os princípios básicos para uma nova educação. Rio de Janeiro: Objetiva, 1999. 364 p.
GARRIDO, Luciana. Como a Educação Musical pode ajudar os portadores de Transtorno de Déficit de Atenção / Hiperatividade (TDA/H): Estudo de Três Casos. 2008. 34f. Monografia do Curso de Licenciatura de Música. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.
GODELI, Maria Regina Souza; MIRANDA, Maria Luísa de Jesus. Música, atividade física e bem-estar psicológico em idosos. Brasília. Revista Brasileira Ciência e Movimento. v. 11, n. 4, 2003.
GOLDESTEIN, Sam. Compreensão, avaliação e atuação: uma visão geral sobre o transtorno de déficit de atenção/ hiperatividade. http://www.hiperatividade.com.br/oldsite/, 2006.
GONÇALVES, Martha Abrantes. Educação Musical e Inclusão social: Uma Aproximação Teórica. 2006. Monografia (Curso de Licenciatura Plena de Educação Artística com Habilitação em Música), Instituto Villa-Lobos, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.
GUIMARÃES. Ana Paula. Miranda. Diferentes Abordagens na Identificação de Genes de Suscetibilidade para o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. 2009. 128F. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) -Instituto de Biociência, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.
HALLOWELL, Edward; RATEY, John. Tendência à distração: identificação e gerência do distúrbio de déficit de atenção da infância à vida adulta. Tradução: André Carvalho. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.
HOMER, C. et al. Clinical practice guideline: Diagnosis and evaluation of the child with attention-deficit/hyperactivity disorder. Pediatrics, 2000.
HUTZ, Claudio. Prevenção e Intervenção em Situações de Risco e Vulnerabilidade. São Paulo. Casa do psicólogo, 2007.
ILARI, Beatriz. A música e o desenvolvimento da mente no início da vida: investigação, fatos e mitos. Revista eletrônica de Musicologia, 2005. Acesso em 25 de junho de 2009.
JACKSON, Nancy. A Survey of Music Therapy Methods and Their Role in the Treatment of Early Elementary School Children with ADHD. Journal of Music Therapy, XL (4), 302-323, 2003.
KATER, Carlos. O que podemos esperar da educação musical em projetos de ação social. Revista da ABEM. Porto Alegre, n. 10, p. 43-51, março 2004.
KEINERT, Tania Margarete Mezzomo; KARRUZ Ana Paula (org.). Qualidade de vida: observatórios, experiências e metodologias. São Paulo: Annablume: Fadesp, 2002.

1   2   3   4   5   6   7   8


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal