Url original



Baixar 150.84 Kb.
Página3/5
Encontro20.07.2016
Tamanho150.84 Kb.
1   2   3   4   5

Informática / Dados & Informação / Processamento de dados


Informação

Informação é toda a forma de expressão ou de representação de factos, acontecimentos, objectos, ideias, sentimentos ou sensações.



Informática

A palavra informática foi criada em 1952 por Philippe Dreyfus, para designar o domínio do tratamento automático da informação.

Esta resultou da associação das palavras:

Informação & Automática

Definição de Informática:

<< Uma ciência que se propõe aperfeiçoar, regularmente e desenvolver o conhecimento e aproveitamento do computador e das técnicas de tratamento da informação. >>

outra definição:



<< é a ciência do tratamento automático da informação através do computador. Esta informação quando é armazenada é designada por dado.>>

Dados

Em informática designa-se por dados os elementos de partida que servem de base para o tratamento e sobre os quais o computador efectua as operações necessárias à tarefa em questão.

Os dados são uma representação dos factos, conceitos ou instruções de uma maneira normalizada que se adapte à comunicação, interpretação e processamento pelo ser humano ou através de máquinas automáticas.

Os dados são representados por símbolos como por exemplo as letras do alfabeto : a, b, c , etc mas não são em si a informação desejada.

Exemplo:

O I O C O M B - são dados mas não é informação perceptível ao homem.

A informação não é mais do que dados organizados e ordenados de forma útil. Isto é, informação é o conhecimento produzido como resultado do processamento de dados.

Se processarmos os dados que tinhamos anteriormente então obtemos a informação:

O I O C O M B - Dados

Processamento

C O M B O I O - Informação



Processamento de dados consiste em juntar todos os dados, avaliar e ordenar esses dados de forma a obter informação útil.

Organização dos dados num Computador

Os dados que fornecemos a um computador para processar podem ser de três tipos: quantitativos; classificativos ; referenciais.



Dados quantitativos - são os que exprimem quantidades e por isso, normalmente, servem de base para cálculos aritméticos. Exemplo: a ficha escolar : as notas do período, as faltas, o total das faltas.

Dados classificativos - são os que descrevem ou especificam os elementos envolvidos e quantificados. Normalmente servem de complemento aos dados quantitativos, identificando pessoas, objectos, situações, etc. Não servem portanto , para elementos de cálculo. Exemplo: a ficha escolar : o nome do aluno, o nome da disciplina, o nome do professor.

Dados referenciais - são dados que permitem controlar e referenciar os elementos tratados. Exemplo: a ficha escolar : o ano lectivo, o número do aluno, a turma.

Os dados são constituídos por um conjunto de caracteres (letras, algarismos e outros) formando campos elementares. Os campos que por sua vez tenham propriedades comuns agrupam-se, formando uma entidade superior chamada registo. Por sua vez os registos do mesmo tipo encontram-se reunidos num ficheiro.



Tipos de Operações realizadas sobre os dados

O tipo de operações efectuadas depende dos objectivos do processamento e igualmente dos tipos de dados nele envolvidos, pois o computador pode processar dados numéricos ou não numéricos. Assim, temos como operações possíveis num processamento:



Operações aritméticas - são efectuadas apenas sobre dados numéricos e são basicamente constituídas por somas, subtracções, multiplicações, divisões e outras similares.

Operações lógicas - são efectuadas sobre dados numéricos ou não numéricos. Estas operações são também, por vezes, designadas por operações de comparação.

Operações de movimentação interna - são efectuadas sobre qualquer tipo de dados e consistem na cópia e mudança de localização interna dos dados na memória do computador.

Operação de Input/Output - são as operações que envolvem os orgãos de entrada e saída, permitindo a comunicação entre o operador e a máquina.

Funções do processamento de dados

Considera-se como processamento de dados o conjunto de todas as operações efectuadas, desde a entrada dos dados até à saída da informação.

Todas estas operações, de vários tipos, são normalmente associadas a seis funções do processamento de dados : input, ordenação, processamento, armazenamento, output e controlo.

Input - fase de selecção e aquisição dos dados pelo computador.

Ordenação - esta é uma função auxiliar . O seu objectivo é dispor os dados de uma forma organizada (ordenada), de modo a facilitar o seu tratamento. Se os dados se mantiverem ordenados segundo um determinado critério, pré-definido, a sua pesquisa é mais fácil, o que faz aumentar a velocidade do processamento.

Processamento - considera-se processamento ao conjunto de todas as operações efectuadas, internamente pelo computador na manipulação dos dados.

Armazenamento - esta é uma função muito importante, que permite, posteriormente, analisar as etapas e os resultados do processamento.

Output - é a obtenção de resultados sob a forma de informação significativa para as pessoas a quem se destina.

Controlo - a sua finalidade é detectar, corrigir e eliminar possíveis erros ou afastamentos em relação aos objectivos inicialmente traçados.

Critérios de qualidade da informação

Usualmente exige-se que a informação respeite três critérios de qualidade fundamentais: exactidão, oportunidade e clareza de significado.



Exactidão - a informação deve ser exacta, ou seja, isenta de erros, de modo a podermos analisá-la com confiança e sobre ela tirar conclusões correctas e tomar decisões importantes.

Oportunidade - uma informação, além de exacta, deve também ser oportuna, pois se for obtida tardiamente pode ser tão inútil como se não existisse.

Clareza de significado - a informação deve ser significativa, isto é, compreensível para a pessoa ou pessoas a quem se destina. Só se for clara a informação pode ser convenientemente analisada e usada.

1   2   3   4   5


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal